(77) 99152-6666

Bolsonaro castiga a Globo com corte de publicidade oficial


De acordo a matéria do 247 o governo de Jair Bolsonaro partiu para o ataque financeiro à Globo, decidindo punir o grupo com o corte de publicidade oficial. Relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que SBT e Record, alinhadas politicamente com o governo, receberam mais recursos, mesmo com menos audiência

Resultado de imagem para foto de bolsonaro ao lado da globo

Ambas as emissoras têm linhas editoriais de alinhamento político e ideológico com o Palácio do Planalto, mas têm audiência bem menor que a emissora primeira colocada.

De acordo com o relatório, embora seja a mais assistida do país, a Globo tem agora participação no bolo bem menor que a das duas concorrentes.

A Globo tem estado frequentemente no alvo de ataques de Bolsonaro.  Recentemente, no fim de outubro, após reportagem que vinculou seu nome ao caso do assassinato da vereadora Marielle Franco, ele fez ataques raivosos e pôs em dúvida a renovação da concessão da TV em 2022.

O Ministério Público de Contas recebeu representação sobre a distribuição de recursos com critérios políticos, favorecendo Record e SBT.

Os dados indicaram uma inversão de tendência. Até o ano passado, a Globo recebia valores mais próximos do seu share, ou seja, da participação em audiência no total de emissoras ligadas.  A reportagem mosra que em 2017, a Globo ficou com 48,5% dos recursos e, em 2018, 39,1%.

Neste ano, com base em dados parciais, a fatia despencou para 16,3%. Os percentuais da Record foram de 26,6% em 2017, 31,1% em 2018 e, agora, 42,6%; os do SBT, 24,8%, 29,6% e 41%, respectivamente.

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Esquerda forma coalizão na Espanha e terá papel decisivo na América Latina


O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), de centro-esquerda, e o Podemos, de esquerda, decidiram formar um governo de Coalizão. A centro-esquerda no governo espanhol será um apoio importante para Lula em seu novo momento depois que se libertou da prisão política e também na luta contra golpes na América Latina

O Partido Socialista Operário Espanhol, liderado por Pedro Sánchez, e o Podemos de Pablo Iglesias entraram em acordo para formar um governo de coalizão na Espanha, em que o dirigente do PSOE será o presidente e o do Podemos o vice, informa El País.  

Fontes socialistas explicaram que depois do pacto com o Podemos outras forças políticas que derrubaram o governo direitista de Mariano Rajoy também se incorporarão ao governo de centro-esquerda.

A Espanha governada pela centro-esquerda, também apoiará Lula, cuja ação política vive um novo momento depois que se libertou da prisão política a que foi injustamente condenado.

Fonte  247

 

Boulos sobre Lula “tirar espaço na esquerda”: “pensamento tacanho, quase infantil”


Lula e Guilherme Boulos. Foto: Divulgação/Twitter

Jamil Chade entrevistou Guilherme Boulos na ONU em sua coluna no UOL.

A oposição corre o risco de ficar refém do destino de Lula e “esquecer” sua função de oposição?
A oposição se organiza a partir de objetivos, não de pessoas. E pautas para a oposição não faltam no governo Bolsonaro. Citaria quatro grandes linhas para nossa iniciativa política: a defesa da soberania nacional, do meio ambiente, das liberdades democráticas e dos direitos sociais.

Mas e em relação ao ex-presidente Lula?
Agora, em relação a Lula, eu não estou entre os que acham que uma liderança como ele solto tira espaço, bloqueia o avanço da esquerda. Tem gente que acha que renovação significa destruir quem hoje tem hegemonia na esquerda. É um pensamento tacanho, quase infantil. Não perceberam que as derrotas impostas ao PT nos últimos anos não fortaleceram uma nova esquerda, mas sim a extrema-direita.

O antipetismo é um fenômeno de direita, que contaminou alguns do lado de cá. Gente que, sem perceber, acabou virando puxadinho do lavajatismo, do Moro. Eles tem que ler o livro do Walfrido Warde sobre o significado da Lava Jato. E desde Getúlio Vargas, a gente sabe de onde parte e aonde leva o udenismo. Agora, isso não isenta quem esteve no governo – o PT e os partidos aliados – de reconhecer seus erros e de se abrir para a renovação política. Uma esquerda que não tenha o mínimo de humildade em reconhecer que errou e onde errou não terá condições de apontar para o futuro.

Com informação do DCM

“A ordem é resistir para amanhã voltar a lutar pela pátria”, diz Evo em carta de renúncia após golpe na Bolívia


O Parlamento da Bolívia recebeu nesta segunda-feira (11) a carta de renúncia do presidente Evo Morales. No texto, obtido pelo jornal “El Deber” e pela agência EFE, o ex-presidente afirma que se retirou do poder devido a “um golpe de estado político cívico policial”.

“Minha responsabilidade como presidente indígena e de todos os bolivianos é evitar que os golpistas sigam perseguindo meus irmãos e irmãs dirigentes sindicais, maltratando e sequestrando seus familiares, queimando casas de governadores, de parlamentares e de conselheiros”, afirma Evo, na carta.

“A ordem é resistir para amanhã voltar a lutar pela pátria. Nossa ação é e será defender as conquistas de nosso governo. Pátria ou morte!”, completa o texto.

Depois de Evo, deixaram o posto o vice-presidente Álvaro García, a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, o vice-presidente do Senado, Rubén Medinacelli, e o titular da Câmara dos Deputados, Víctor Borda.

De acordo com a legislação boliviana, na ausência do presidente e do vice-presidente, o presidente do Senado assumiria provisoriamente. Mas a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, também renunciou na noite de domingo.

Parlamentares devem se reunir nesta segunda-feira para chegar a um acordo sobre uma comissão interina ou um parlamentar que assumiria o controle temporário, de acordo com um advogado constitucional.

A senadora de oposição Jeanine Añez, que é segunda vice-presidente do Senado, disse em declarações transmitidas pela televisão que aceitaria a responsabilidade.

“Aceitarei o desafio apenas para o necessário para eleições transparentes, para que os bolivianos tenham certeza de que seu voto será respeitado”, disse Añez em entrevista ao canal de televisão Red Uno, mas não ficou claro quando assumiria.

Sob Morales, a Bolívia registrou uma das mais fortes taxas de crescimento econômico da região e sua taxa de pobreza foi reduzida pela metade, embora a determinação do líder em se apegar ao poder e buscar um quarto mandato tenha afastado muitos aliados, mesmo entre as comunidades indígenas.

Com informação do 247

Com Lula livre, apoiadores do ex-presidente levantam a cabeça e voltam a vestir o vermelho. Por Joaquim de Carvalho


Um político que por mais de 4 décadas esteve sempre ao lado do povo, desde os movimentos grevistas no ABC, em plena ditadura Militar até os dias de hoje, é carregado nos braçoos do povo, certamente, e é de se entender, deve fazer muitos políticos que, ao contrário, tem medo de sair na rua e ser apedrejado.
Lula nos braços do povo, em 9 de novembro de 2019

 

Lula nos braços do povo, em 7 de abril de 2018

Compare as duas fotos que abrem esta reportagem. Uma, a de cima, é do dia 7 de abril do ano passado, tirada por Francisco Proner Ramos. A outra, no alto, é de Ricardo Stuckert, fotógrafo oficial de Lula, tirada no último sábado, no mesmo local. São muito parecidas, mas há uma diferença que é bastante significativa. É a cor da foto.

Não que um dos fotógrafos tenha errado na luz. Muito pelo contrário. É que, na foto de sábado passado, predomina o vermelho.

Uma demonstração de que, um ano e sete meses depois da prisão do ex-presidente, os apoiadores de Lula reassumiram o vermelho ou, em outras palavras, voltaram a vestir a camisa que representa o campo progressista ou a esquerda brasileira, principalmente o PT.

Na foto de Francisco Proner Ramos, as pessoas estão vestidas de branco, azul, preto, o laranja do uniforme dos petroleiros e até vermelho — mas esta não é a cor que predomina.

No sábado passado, parece que os apoiadores de Lula tiraram a camiseta vermelha da gaveta e foram para as ruas. Sem se importarem como os outros reagiriam.

Um exemplo: Nas imediações do sindicato, ao cruzar a avenida Rotary, manifestantes ouviam logo cedo um ou outro motorista gritar Bolsonaro e proferir outro tipo de ofensa.

Não houve briga, mas logo um grupo de manifestantes com camiseta vermelha, boneco do Lula, bandeira, se posicionou na esquina, para gritar para os motoristas que passavam: “Lula livre”

Bolsonaro ameaça usar Lei de Segurança Nacional contra Lula


Temendo a movimentação do ex-presidente Lula, Jair Bolsonaro disse que a Lei de Segurança Nacional “está aí para ser usada”. “Alguns acham que os pronunciamentos, as falas desse elemento, que por ora está solto, infringem a lei”, disse Bolsonaro em entrevista ao site O Antagonista.

 

(Foto: Marcos Corrêa/PR | @oruebrasileiro/@midianinja)

Jair Bolsonaro ameaçou nesta segunda-feira, 11, utilizar a Lei de Segurança Nacional contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, após ganhar liberdade, promete rodar o País denunciando o desmonte do estado e a perda da soberania nacional promovida pelo governo Bolsonaro.

“Temos uma Lei de Segurança Nacional que está aí para ser usada. Alguns acham que os pronunciamentos, as falas desse elemento, que por ora está solto, infringem a lei. Agora, nós acionaremos a Justiça quando tivermos mais do que certeza de que ele está nesse discurso para atingir os seus objetivos”, disse Bolsonaro em entrevista ao site O Antagonista.

“Você pode ver no Chile, o presidente Piñera demitiu todos seus ministros, pediu perdão e continua a mesma coisa. Na Argentina, não houve nenhum badernaço, porque já era uma tendência a turma da Cristina voltar ao poder como voltou. Então, acredito que não tenha problema. Agora tem que se preparar porque, na América do Sul, o Brasil é a cereja do bolo”, acrescentou Bolsonaro.

Para Bolsonaro, a situação ficará complicada se o Brasil “entrar em convulsão”. “Você pode ver no dia de ontem, agora você tem o Foro (Grupo) de Puebla, mudou de nome o Foro São Paulo, esteve reunido na Argentina. Estava lá o Mercadante, Dilma Rousseff, e gente da América do Sul toda, por meio da Argentina, (para) continuar com essa política de grande pátria bolivariana, ou uma só a América do Sul. Mas o objetivo é sempre o mesmo”, afirmou.

Em discurso emocionado no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, um dia após deixar a prisão, Lula faz críticas pesadas ao governo Bolsonaro e chama a militância para a luta: “a gente não pode ter medo”  Com informação do 247.

 

‘Situação mais delicada da minha carreira’, diz segurança vítima de injúria racial no Mineirão


‘Situação mais delicada da minha carreira’, diz segurança vítima de injúria racialFábio Coutinho se emociona ao falar sobre a injúria racial no Mineirão — Foto: GloboFábio Coutinho se emociona ao falar sobre a injúria racial no Mineirão — Foto: Globo

Fábio Coutinho se emociona ao falar sobre a injúria racial no Mineirão — Foto: Globo

Segurança fala sobre injúria racial no Mineirão

Segurança fala sobre injúria racial no Mineirão

“Situação mais delicada da minha carreira”, disse o segurança Fábio Coutinho, de 42 anos, nesta segunda-feira (11), depois de ter sido vítima de injúria racial durante o clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Após o jogo deste domingo, houve confusão nas arquibancadas e briga nas ruas. O saldo da confusão foi de 65 detidos – dentro e fora do estádio.

Em um vídeo publicado nas redes sociais por outro torcedor atleticano (veja acima) aparece dizendo para Fábio: “Olha sua cor”.

“A nossa intenção era barrar a ida dos atleticanos para uma área restrita, a área da imprensa, mas os atleticanos queriam passar de qualquer jeito”, disse Coutinho.

Nascido no Rio de Janeiro, o segurança mora em Belo Horizonte há sete anos e adotou o Atlético-MG como time. Ele trabalha como segurança há três anos e presta serviço no Mineirão desde o início deste ano. Atuar em dia de jogo do Galo era uma alegria para ele.

“Foi triste, foi pesado demais. ‘Olha sua cor, não põe a mão em mim’. Então, pela minha cor, eu sou inferior a outro ser humano?”, questionou, emocionado.

Segurança sofreu injúria racial durante clássico no Mineirão, em Belo Horizonte — Foto: Lucas Von Dollinger/Arquivo pessoal

Segurança sofreu injúria racial durante clássico no Mineirão, em Belo Horizonte — Foto: Lucas Von Dollinger/Arquivo pessoal

Segundo o segurança, o homem que aparece no vídeo ainda cuspiu nele. Para Fábio Coutinho, situações complicadas fazem parte do cotidiano do trabalho, mas, até hoje, nada havia sido tão grave.

Fábio Coutinho relatou que, nesta manhã, ainda assimilava tudo o que aconteceu e, por isso, não tinha procurado a polícia para registrar boletim de ocorrência. De acordo com a Polícia Civil, o crime de injúria racial depende do registro e da representação da vítima na delegacia para ser investigado.

Injúria e racismo

De acordo com o artigo 140, parágrafo 3º do Código Penal, injúria racial se refere a ofensa à dignidade ou decoro utilizando palavra depreciativa referente a raça e cor com a intenção de ofender a honra da vítima.

O crime de racismo, previsto na Lei n. 7.716/1989, é aplicado quando a ofensa discriminatória é contra um grupo ou coletividade. Por exemplo, impedir que negros tenham acesso a estabelecimento comercial, privado etc.

Destruição

Nesta segunda (11), a destruição ainda é observada no Mineirão. Imagens feitas pelo Globocop mostram cadeiras quebradas no estádio. Assentos e grades foram usados na guerra entre as torcidas.

Segundo o major Flávio Santiago, porta-voz da PM, pelo menos 65 pessoas foram detidas, em diversas ocorrências. Só em uma ocorrência no Anel Rodoviário, duas torcidas organizadas se enfrentaram e 76 pessoas foram conduzidas para a delegacia. Destas, 39 foram detidas.

“Nós precisamos eliminar esse tipo de ação. Muitas vezes injúrias acontecem. É um processo cultural que precisa ser modificado”, disse Santiago nesta manhã.

“Toda pessoa que se sentir de alguma forma lesada, pode procurar a polícia no local, bases de segurança, a própria delegacia do estádio para fazer esse registro de boletim de ocorrência, inclusive porque os times também são responsáveis. Hoje, nós vemos jogadores, juízes, pedindo para que isso não ocorra porque há prejuízo pelo próprio estatuto do torcedor para aquele times que porventura tiverem torcidas que façam esse tipo de ação. Nós precisamos mudar essa conduta”, afirmou o oficial. Fonte:G1.

Em show em Brasília no dia 7 de novembro, Milton Nascimento disse que Lula ia voltar e levou a galera ao delírio


Como se tivesse profetizando, Miltão parou a música e disse: “O Lula vai voltar”!! Foram muitos gritos da platéia e 2 dias depois o Lula foi solto

Resultado de imagem para foto de Milton nascimento

Café com Leite Notícias: Faz muito tempo que o Milton Nascimento vem apoiando o Lula e pronunciando o seu nome quando tem posse de um microfone nas estradas da vida. No começo dos anos 80, nas lutas pelas Diretas Já, num evento que aconteceu nas imediações do Vale do Anhangabaú, Viaduto do Chá, Praça da Bandeira e adjacências até a Praça da Sé, em São Paulo, quando Nascimento ao lado de outras grandes figuras da MPB e políticos da marca de Franco Montouro, Ulisses Guimarães, Mário Covas, Leonel Brizola e outros cantou Coração de Estudante, a impressão que se tinha era de uma voz só ou, melhor dizendo, um milhão e meio de vozes, (foi a estimativa da PM na época) cantando afinadamente que parecia uma só voz, onde se tinha a impressão que os prédios tremiam e a juventude foi ao delírio.

(Essa juventude precisa voltar a participar de movimentos que façam crescer o Brasil ao invés de boa parte deixar ser levada por uma avalanche de fak news, ou, ainda pior, pedir a volta do regime Militar, como muitos jovens já pedem sem ao menos saber o que estão dizendo.)

Recentemente em Brasília, o Milton, dois dias antes do voto do Dias Toffoli que desempatou no STF, como se tivesse profetizando, já assegurava que o Lula ia voltar, como de fato voltou.

 

 

ADVOGADO FALA SOBRE A PEC DA 2ª INSTÂNCIA


O que se espera é que não aconteça o que aconteceu na votação pelos nobres parlamentares, boa parte deles, liás a maior parte, que fez o dever de casa do jeito que o chefe pediu, ou teterminou, mas, infelizmente, terminou vazando e o Brasil ficou sabendo o quanto cada deputado ganhou por aquele voto. O Rogrigo Maia já assegurou que vai acelerar o processo, bem como os parlamentares da ala governista parece que nem estão dormindo.

Qualquer criança de colo sabe que o pivor de toda essa movimentação é o Lula, Pois nunca se falou em mudança nessa questão de condenação após julgamento em Segunda Instância. Ainda este mês está marcada uma audiência para julgar mais um processo do Lula, desta vem o da refrma do Sítio. Até aqui Café com Leite Notícias.

Eronilton Cavalcante de Araújo Silva (foto twitter)

Por Eronilton Cavalcante de Araújo Silva

Após o julgamento das ADC’s 43, 44 e 54, que foram julgadas procedentes por 6 votos a 5 no plenário do STF, muitos acharam que o problema estaria resolvido. Ou seja, que a Constituição seria de fato respeitada e que o princípio da presunção de inocência estaria resguardado.

Mas não houve tempo sequer para comemorarmos. O voto do presidente Dias Toffoli, ainda que favorável às ADC’s, deixou os punitivistas esperançosos. Aliás, o que foi aquele voto de Toffoli? Falei no Twitter logo após: “Voto híbrido: a favor e contra as ADC’s.” Explico: voto importante para garantir o cumprimento da Constituição, mas altamente perigoso pelo fato de abrir brecha para supressão da garantia através do Poder Legislativo. Não deu outra.

Vários congressistas e juristas iniciaram, imediatamente, uma discussão voltada ao ressurgimento da chamada “PEC Peluso”. Para os que estão alheios à essa Proposta de Emenda à Constituição, faz-se necessária uma contextualização rápida.

A “PEC dos Recursos” foi apresentada em 2011 pelo então presidente da Suprema Corte, Cezar Peluso. Ela traz como ponto principal a imediata execução de decisões judiciais após pronunciamento dos tribunais de segunda instância, ou seja, dos TJ’s e TRF’s, com a finalidade de dar mais agilidade às decisões judiciais, segundo o ex-ministro.

A PEC incluiria os seguintes artigos no corpo constitucional:

“Art. 105-A: A admissibilidade do recurso extraordinário e do recurso especial não obsta o trânsito em julgado da decisão que os comporte.

Parágrafo único: A nenhum título será concedido efeito suspensivo aos recursos, podendo o Relator, se for o caso, pedir preferência no julgamento.

Art. 105-B: Cabe recurso ordinário, com efeito devolutivo e suspensivo, no prazo de 15 (quinze) dias, da decisão que, com ou sem julgamento de mérito, extinga o processo de competência originária:

I – de Tribunal local, para o Tribunal Superior competente;

II – de Tribunal Superior, para o Supremo Tribunal Federal.”

Em linhas gerais, o objetivo desta PEC é garantir a execução da pena, nos processos criminais, após a condenação em segunda instância. Ou seja, não se está querendo alterar o conceito de trânsito em julgado em sua totalidade, mas apenas antecipá-lo. E aí está o busílis, pois há graves incoerências nessa proposta de emenda. Senão vejamos.

Os recursos extraordinários e especiais perderiam suas naturezas de… recurso. Seriam meras ações autônomas. Como a ação rescisória, por exemplo. Alegava Peluso que nestes recursos não se debate mais a questão das provas, mas apenas questões puramente de Direito. O mesmo argumento utilizado pela minoria no julgamento das ADC’s mencionadas acima.

Hoje, o acusado tem direito a quatro instâncias, por assim dizer: Juízo de primeiro grau, e aqui entra também o Tribunal do Júri; segunda instância, os TJ’s e TRF’s; STJ por meio do Resp; STF através de RE. A PEC propõe eliminar duas instâncias para concretizar-se o trânsito em julgado.

O artigo 60, parágrafo 4, inciso IV, da CRFB/88, diz que não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir os direitos e garantias individuais. O princípio da presunção de inocência é garantia individual pois está expresso no art. 5, inciso LVII da nossa Carta Magna.

Os juristas favoráveis à PEC insistem em sua constitucionalidade, pois entendem que na Constituição não existe conceituação expressa do “trânsito em julgado”. Logo, não seria inconstitucional. Mas o conceito desse instituto é algo que vem sendo construído e aceito por todos indistintamente. Só se caracteriza o trânsito em julgado de uma decisão quando desta não cabe mais recurso.

José Carlos Barbosa Moreira dizia que “por trânsito em julgado entende-se a passagem da sentença da condição de mutável à de imutável.” Logo, se há, ainda que mínima, a possibilidade de alterar uma sentença, não há que se falar em trânsito em julgado.

E mesmo que houvesse dúvida quanto a isso, deveria ser efetivada a interpretação que melhor proteja o princípio da presunção de inocência, por ser um direito fundamental do indivíduo.

Há ainda o fato do STF perder sua prerrogativa de exercer o controle da justiça criminal nas instâncias inferiores.

O legislador titular do poder constituinte derivado reformador não pode alterar a Constituição para abolir direitos fundamentais, pois estes são cláusulas pétreas. A presunção de inocência deve prevalecer até a palavra final dada pelo STF.

Assim sendo, entendo ser inconstitucional a “PEC Peluso”, ou “PEC dos Recursos”, como queiram, pois estaria ferindo de morte a garantia trazida pelo art. 5, LVII da Constituição, por estar suprimindo duas instâncias jurisdicionais, fazendo com que o trânsito em julgado se caracterize após decisões dos Tribunais de segunda instância.

Estejamos vigilantes, pois o oportunismo político e o moralismo sem moral farão esforços hercúleos para emplacar narrativas sensacionalistas e mentirosas, além de interpretações descabidas para passar um ar de constitucionalidade ao que é flagrantemente inconstitucional.

Eronilton Cavalcante de Araújo Silva
Advogado, formado em Direito pela Faculdade Estácio de Sergipe. Inscrito na OAB/PE sob o n.º 44.338. Extremamente garantista, defensor dos Direitos Humanos e do Estado Democrático de Direito.

Fonte O Cafezinho.

Neto de Lula surge em discurso e vira “crush” da internet; “lindão mesmo”


Medina

Crédito da Foto: Instagram

O neto  de 22 anos do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva chamou a atenção da web após aparecer no discurso do avô logo após ele deixar a prisão.

Apesar de ter aparecido por pouco tempo, o rapaz virou o novo “crush” da internet e despertou o interesse de pessoas solteiras de todas as partes do país. No Instagram, o jovem reúne 20 mil seguidores em apenas cinco publicações.

Thiago Trindade Lula da Silva, filho de Marcos Cláudio –filho da ex-primeira-dama Marisa Letícia (1950-2017) que foi adotado por Lula,  já havia virado noticia em 2018, após ser nomeado para um cargo no gabinete do deputada federal Vicentinho (PT). Com informações do Aratuon.

Em Serrolândia lavrador colhe mandioca gigante e raiz vira atração


 O agricultor Valdevino, que tem uma propriedade rural as margens da estrada vicinal que liga Serrolândia a Tapiranga/Miguel Calmon, colheu raízes de mandioca gigantes, uma dela medindo cerca de 02 metros de comprimento.
Nesta roça do lavrador, todos os pés de mandioca são grandes, com algumas raízes gigantes. Para suspender alguns dos pés de mandioca, tinha que ser 02 homens.
“Em pleno tempo ruim [de seca], fizemos essa colheita importantíssima,  Serrolândia é uma terra muito rica. Disse o lavrador.

Fonte Portal Serrolândia

Lula a Luciano Huck: “Me leva ao Caldeirão”


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa em frente à sede da PF em Curitiba, após ser solto Foto: CARL DE SOUZA / AFP

Da Folha de S.Paulo.

O ex-presidente Lula e o apresentador Luciano Huck conversaram por telefone no sábado (9), quando o petista viajou de Curitiba a São Paulo no avião do apresentador, que foi alugado pelo PT com recursos próprios.

(…)

Minutos depois, o comandante do voo telefonou a Huck, deu a notícia –e passou o telefone para Lula.

O ex-presidente teria retribuído com uma brincadeira: “E por que você não me leva no Caldeirão do Huck e conversamos lá?”.

 

Tanhaçu: Homem morre ao colidir carro em ônibus que levava estudantes para Enem


Como sempre estão alertando os mais caltelosos, que todo cuidado é pouco, principalmente em se tratando de conduzir carros em estrada. Na verdade, o bom motorista não é aquele que sabe dirigir bem o seu veículo, mas sim, também, saber evitar acidentes ainda que o errado seja o motorista do carro contrário. É muito bom também, por exemplo,  sempre procurar fazer uma espécie de checagem no acostamento, pra saber a condição do mesmo caso tenha que utilizá-lo rapidademente. Outra coisa que um bom motorista nunca deve fazer uma ultrapassagem torcendo para que não apareça um carro no sentido contrário. Nesse caso, o motorista está jogando na sorte. O certo é entrar para uma ultrapassagem com cem por cento de certeza que será uma ultrpassagem segura. Infelizmente, muita gente morre nas estradas por jogar confiando na sorte. Não que seja o caso do professor de Educação fíca deste triste acidade, mas o que acontece em 99% dos acidentes, é que tem um culpado. Até aqui Café com Leite Notícias.

 

Vítima conduzia carro de passeio | Foto: Reprodução | Blog do Anderson - Foto: Reprodução | Blog do Anderson

Um professor de educação física morreu na manhã deste domingo, 10, em um acidente entre um ônibus escolar e um carro de passeio na BA-142, entre os municípios de Tanhaçu e Ituaçu, no Centro Sul baiano. O ônibus transportava estudantes com destino a Barra da Estiva para realizarem a segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A vítima fatal, que conduzia o carro, foi identificada como Cal Torres, conforme informações do Blog do Anderson.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Tanhaçu lamentou o acidente e informou que o educador físico era filho de uma funcionária pública do município.

O órgão ainda informou que os alunos feridos tiveram escoriações leves, foram socorridos e liberados.

Pelo estrago dos dois veículos, tudo leva a crer que pode ter tido um pouco de excesso de velocidade, mas até o momento ainda não foi falado o que levou à tragédia.

Os carros envolvidos ficaram bastante estragrados.

Golpe contra Evo é aviso aos navegantes


“A queda de Evo Morales mostra que o império e seus aliados não descansam, mantendo-se sempre à espreita para agir contra aquelas lideranças que representam os interesses do povo”, diz o colunista Paulo Moreira Leite

Pela ordem cronológica. Em 2013, com a morte de Hugo Chávez, teve início a fase mais dura do bloqueio à revolução bolivariana, um garrote cada vez mais apertado no pescoço da Venezuela, que resiste, apesar de tudo, apoiada por um Exército que sustenta o governo Nicolas Maduro com uma fidelidade única na região.

Em 2015, grandes escândalos midiáticos ajudaram derrotar o peronismo na Argentina, abrindo caminho para a  vitória de Maurício Macri. Em 2016, o projeto Lula-Dilma foi derrubado através de um golpe parlamentar, consolidado pela prisão de Lula em 2018. Em 2017, numa sórdida trama palaciana, Lenin Moreno desfez as conquistas de Rafael Correa para reconectar o Equador ao comando de Washinton.

 

O golpe que forçou a renúncia de Evo Morales, presidente desde 2006, reeleito pela quarta vez, mostra que a selvageria política continua liberada na América do Sul.

Apoiado pelo Exército e pelas forças policiais encarregadas da segurança interna, o ataque final a um presidente que jamais foi derrotado nas urnas é um aviso aos navegantes da democracia e da soberania de povos e países dessa parte do mundo. A América do Sul segue como alvo de cobiça do império e seus ajudantes, capazes de empregar métodos implacáveis para conservá-la sob  seus domínios.

Não vamos nos iludir. O que está em jogo, no Chile de Pinochet-Pinera, no Brasil de Temer-Bolsonaro. na Argentina de Macri, não é o bem-estar do povo, nem o reforço das garantias democráticas, nem qualquer conceito mais evoluído sobre a condição humana. Apenas a submissão de uma região inteira, rica em minérios estratégicos e em recursos naturais, aos interesses e domínios de Washington.

O golpe que derrubou Evo é a versão bem sucedida da operação liderada por Aécio Neves para impedir a posse de Dilma em 2015. Paralisada inicialmente, a manobra seria bem sucedida um ano e quatro meses depois.

Tanto a vitória de Augusto Fernandez-Cristina Kirschner na Argentina, como a rebelião popular contra Pinera, no Chile e  a libertação de Lula,  no Brasil, mostram que a região não evolui de uma mesma maneira, nem numa única direção. Há uma imensa vontade de mudanças a favor dos explorados e excluídos, que tem feito girar a roda de mudanças numa direção favorável.

A luta por uma Assembléia Constituinte ganha força e consistência no Chile. A liberdade de Lula é o ponto de partida para dar nova musculatura à oposição a Bolsonaro, até hoje desarticulada e sem uma voz capaz de falar pelas grandes camadas do povo brasileiro.

Mas a queda de Evo Morales mostra que o império e seus aliados não descansam, mantendo-se sempre à espreita para agir contra aquelas lideranças que representam os interesses do povo.

Alguma dúvida?

Fonte usada nesta matéria 247.

 

 

Irmão de rapaz com leucemia raspa cabelos pra pedir doação de medula: vídeo


Thalyson Filipe e Marckennedy Rodrigues - Fotos: reprodução / Facebook

Thalyson Filipe e Marckennedy Rodrigues – Fotos: reprodução / Facebook

Um vídeo emocionante está viralizando nas redes sociais. Nele o irmão de um rapaz com leucemia aparece raspando os cabelos para pedir que as pessoas doem medula e salvem Marckennedy Rodrigues da Silva Filho, de 17 anos.

O estudante Thalyson Filipe Soares Silva, de 23 anos, pede que as pessoas façam o cadastro para serem doadoras

Thalyson, morador de Goiânia, fez a gravação para ajudar o irmão Marckennedy, a achar um doador compatível.

No vídeo, Thalyson conta que escolheu raspar o cabelo. Já o irmão diz que não teve esta escolha.

“Depois de várias bolsas de quimioterapia, a gente aprende a dar valor no que realmente importa: no fôlego de vida que você recebe todos os dias, de graça”, afirma Marckennedy Filho no vídeo.

“Eu não importo com o meu cabelo. Daqui três meses ele estará grande novamente, mas eu importo se daqui três meses o meu irmão vai estar ao meu lado”, diz Thalyson.

O vídeo foi gravado na última quarta, 6, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC/UFG), onde Marckennedy Filho está internado.

Emoção

Pai dos meninos, o empresário Marckennedy Rodrigues da Silva disse que ficou emocionado e surpreso quando assistiu às imagens.

“Foi uma surpresa. Os dois são muito unidos e nós achamos uma iniciativa maravilhosa. É um estimulo para que pessoas façam o cadastro no banco de doadores de medula, para ajudar não só o meu filho, mas milhares de pessoa que precisam do transplante”, afirma.

Marckennedy Filho fez duas sessões de quimioterapia. Agora, precisa encontrar um doador de medula óssea que seja 100% compatível.

“Nós da família fizemos o cadastro. Eu tive 60% de compatibilidade, os irmãos tiveram 50%, mas precisa ser 100%. Nós temos fé que ele vai conseguir. Depois do vídeo dos meninos, pela honra e glória do Senhor, muitas pessoas foram fazer o cadastro”, disse o pai.

O pai conta que Marckennedy descobriu a doença depois que o jovem se sentiu mal, no dia 13 de setembro. “Ele foi ao posto de saúde achando que era dengue, mas já ficou lá internado. Foi um susto muito grande”, relata.

Como doar

Para se tornar doador de medula óssea procure um hemocentro, doe uma pequena quantidade de sangue (cerca de 10ml) e faça o cadastro no Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea.

Quando surgir um paciente com possível compatibilidade, a pessoa cadastrada será avisada para a doação.

Com informações do G1