(77) 99152-6666

Mias Notícias Empregos Estágios Cursos


PM prende jovem em flagrante por por criticar Bolsonaro em post nas redes sociais


Algemas para prisão. Foto: Wikimedia Commons

De Fabiano Rodrigues no G1 Triângulo e Alto Paranaíba.

Um jovem de 24 anos foi preso em flagrante no início da madrugada desta quinta-feira (4) em Uberlândia, após fazer postagens referentes à visita do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) à cidade. A Polícia Militar considerou que João Reginaldo da Silva Júnior incitou a prática de crime contra segurança nacional ao publicar no Twitter a frase: “Gente, Bolsonaro em Udia amanhã… Alguém fecha virar herói nacional?”‘.

Bolsonaro foi recebido no aeroporto da Uberlândia, onde pousou pouco depois das 9h desta quinta, numa parada que estava fora da agenda oficial. O destino do presidente foi a cidade de São Simão, sudoeste de Goiás, onde participou da inauguração de um trecho da Ferrovia Norte-Sul.

Segundo informações do boletim de ocorrência da PM, João foi encontrado na residência onde mora com os pais e, no momento na abordagem, confirmou a publicação na rede social e foi preso em flagrante. A PM conduziu o jovem até a Delegacia da Polícia Federal em Uberlândia, onde teve a prisão ratificada pelo delegado federal Laerte Vieira Gonçalves Neto e levado para o Presídio Uberlândia 1.

A família disse que aguarda a liberação do jovem e a orientação do advogado sobre se darão declaração sobre o caso.

A prisão ocorreu após o serviço de inteligência da PM fazer rastreamento nas redes sociais e identificar a postagem, segundo a corporação “com propaganda e incitação à prática de crimes contra a integridade física e a vida do Exmo. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro com promessas de que tais ameaças se concretizariam durante a sua passagem nesta cidade de Uberlândia na data de hoje”.

A publicação de João Reginaldo teve pelo menos três respostas em concordância. Segundo informação do Auto de Prisão em Flagrante da PF, os policiais militares chegaram a ir até a casa das outras três pessoas autoras das respostas, mas não conseguiu localizá-las. A Polícia Federal disse que vai continuar as investigações e todos poderão ser indiciados pelo mesmo crime.

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Deltan Dallagnol, sobre ordem para soltar Lula: ‘Vou ligar pra PF pra pedir pra não cumprir’


Publicado originalmente no site Jota

POR HYNDARA FREITAS

Deltan Dallagnol

Em 8 de julho de 2018, o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), determinou a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que estava preso desde 7 de abril daquele ano, após condenação no caso do tríplex do Guarujá. Mas conversas do Telegram entre procuradores da Lava Jato de Curitiba mostram uma articulação para descumprir a ordem.

Segundo mensagens juntadas pela defesa de Lula na Reclamação (RCL) 43.007, O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato, disse aos colegas: “Vou ligar pra PF pra pedir pra não cumprir”. O coordenador da Lava Jato afirmou que Sergio Moro não poderia mais fazer nada para reverter a ordem do desembargador e disse: “Precisamos de uma decisão, qq que seja”.

Foi no âmbito da Reclamação (RCL) 43.007 que o ministro Ricardo Lewandowski determinou que Lula tivesse acesso a todo o material apreendido no âmbito da Operação Spoofing, que teve como alvo os hackers que invadiram celulares de autoridades, como o ex-juiz Sergio Moro e Dallagnol. Em 9 de fevereiro, a 2ª Turma negou recurso da Lava Jato que pedia a revogação do acesso.

As conversas de 8 de julho mostram um intenso debate sobre como reverter a decisão de Favreto. Dallagnol disse que era necessário uma “contraordem de [João] Gebran ou Lens [Carlos Eduardo Thompson Flores Lens]”, ambos desembargadores do TRF4, porque Favreto poderia cassar eventual decisão de Moro determinando nova prisão.

Dallagnol depois diz que falou com Maurício Valeixo, então diretor da Polícia Federal. “Falei com Valeixo agora, seguem segurando. Estão em contato com TRF tbm”.

O procurador da República também afirmou aos colegas que a ministra Cármen Lúcia, do STF, havia conversado com o então ministro da Justiça, Raul Jungmann, para que Lula não fosse solto. “Cármen Lúcia ligou pra Jungman e mandou não cumprir e teria falado tb com Thompson”.

Depois, o coordenador da LJ de Curitiba afirma que Thompson Flores já estava “esperando”: “Falei com [José Osmar] Pumes. Tá fechando. Vai distribuir como petição autônoma. Thompson já tá esperando”. Depois, pergunta: “Alguém confirma que petição foi protocolada?”, ao que a procuradora Maria Emília Corrêa responde: “Só um minuto”. Dallagnol então acrescenta: “Se há dificuldade técnica bom adiantar pro Thompson por e-mail”.

Mais tarde, o procurador Carlos Augusto da Silva Cazarré diz: “Mandei a peça pro Lenz por Whatsapp”, ao que o procurador Januário Paludo responde: “Waleixo ligou. Lenz ligou para ele pedindo para aguardar a decisão dele”.

Dallagnol então diz: “Valeixo falou com Thompson que mandou não cumprir até ele decidir. Isso nos dá mais tempo”. Meia hora depois, Dallagnol acrescenta: “TL ciente e deve decidir em pouco”. Às 19h30, Dallagnol comemora: “É teeeetraaaa. Decisão assinada”.

Lula preso, Lula solto, Lula preso

Naquele dia, houve uma sucessão de decisões relativas à prisão ou soltura de Lula. Tudo começou com a decisão de Favreto, que, durante o plantão judicial, determinou a soltura de Lula, num habeas corpus impetrado pelo então deputado federal petista Wadih Damous. Depois, Sergio Moro proferiu uma decisão, na qual afirmou que Favreto não tinha competência para determinar a soltura de Lula de forma monocrática, como plantonista, porque contrariava decisão da 8ª Turma do TRF4.

O despacho foi encaminhado ao desembargador João Pedro Gebran Neto, “solicitando orientação de como proceder”. Em seguida, Favreto reafirmou sua decisão e novamente determinou a imediata soltura de Lula. O MPF recorreu da decisão.

O relator do processo, Gebran Neto, anulou os efeitos da decisão que determinava a soltura de Lula. Depois disso, o então presidente do TRF4, desembargador Thompson Flores, determinou que a competência para decidir sobre o caso de Lula era de Gebran e não de Favreto, mantendo a prisão do ex-presidente.

Em nota, o Ministério Público Federal do Paraná reafirmou que não reconhece o material e que é legítimo que membros do MP despachem com juízes e desembargadores. Leia a íntegra:

“1. Os procuradores da República que integraram a força-tarefa Lava Jato reafirmam que não reconhecem o material criminosamente obtido por hackers, que tem sido editado, descontextualizado e deturpado para fazer falsas acusações sem correspondência na realidade, por pessoas movidas por diferentes interesses que incluem a anulação de investigações e condenações.

2. É legítimo e legal que membros do Ministério Público despachem com Juízes e Desembargadores, como advogados fazem. Juízes têm obrigação de atender as partes e ouvir seus pedidos e argumentos, conforme previsto no Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil e decidido pelo CNJ no pedido de providências 1465 e pelo STJ nos RMS 15706/PA, 13262/SC e 1275/RJ.

3. A decisão de soltura do ex-presidente Lula emitida em plantão pelo Desembargador Rogério Favretto não prevaleceu nos Tribunais, quer quando examinada pelo então relator do caso, quer quando analisada pelo presidente do Tribunal. É absolutamente natural que membros do Ministério Público busquem a reforma de decisões que reputam ilegais. Assim, ainda que as supostas mensagens tenham ocorrido da forma como apresentadas, o que não se pode assegurar, só demonstra o zelo do Ministério Público em defender o interesse público.”

Depois de sentar em pedidos de impeachment, Maia diz que “volta a sorrir” quando Bolsonaro sair


O ex-presidente da Câmara respondeu ao mandatário, que questionou: “vão ficar chorando até quando?”

 

 

Bolsonaro diz que teve sua autoridade “castrada” por governadores e ataca o lockdown


Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) continua em sua jornada autodestrutiva e anticientífica na pandemia do novo coronavírus.

Em um discurso de cerca de oito minutos, ele conseguiu falar que o isolamento social feito desde o começo da disseminação do covid é o real responsável pela crise econômica que enfrentamos agora. E ataca quem está temendo as mutações da doença e prefere ficar em casa em um momento emergencial.

Disse que sente sua autoridade “castrada” por “certos governadores”.

“Até quando ficaremos trancados em casa?”

 

Prisão de André Constantine viraliza nos Trending Topics do Twitter


André Constantine deixa a delegacia após ser preso por “desacato”. Foto: Reprodução/Facebook

Com mais de três mil menções, André Constantine está nos Trending Topics.

Militante negro, ele foi preso injustamente hoje em um protesto no centro do Rio de Janeiro. Constantine foi detido quando fazia um protesto nas imediações da Câmara Municipal. Sua prisão foi por ‘desacato’.

 

Após a ação de advogados, ele está sendo liberado na tarde desta quinta (4).

Ele é participante de lives no Diário do Centro do Mundo.

Confira algumas das reações no Twitter.

 

CÁRMEN LÚCIA LIGOU PARA JUNGMANN MANDANDO NÃO SOLTAR LULA, DIZ DALLAGNOL


Em novos diálogos, Dallagnol diz que “Cármen Lúcia ligou pra Jungman e mandou não cumprir” decisão de soltar Lula.

 

Cármen Lúcia, do STF, e Moro em visita à Associação de Proteção e Assistência aos Condenados em BH

Novos diálogos mostram a operação de guerra travada pela Lava Jato para não deixar Lula sair da prisão após decisão do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em julho de 2018.

Favreto trabalhava como plantonista e acatou pedido de habeas corpus apresentado pelos deputados petistas Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (RS) e Paulo Teixeira (SP).

A decisão durou poucas horas.

Após instâncias de Moro e de outros personagens sobre Rogério Galloro, diretor-geral da Polícia Federal, o presidente do tribunal, Thompson Flores, interveio e determinou que Lula continuasse detido.

Nas conversas que vêm a público agora, Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato na época, aparece articulando com os membros da “força-tarefa” para que a decisão de Favretto não fosse levada a cabo.

“O moro tem que ficar resguardado” e por isso “não pode ser imputado abuso algum”, diz Januário Paludo.

Deltan liga para Thompson, que mandou, por telefone, Galloro descumprir a ordem de Favretto. Dallagnol comemora: “É teeeeetraaaa”

Também aparece com destaque a ministra Cármen Lúcia, do STF, como tendo telefonado para Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública.

“Cenário tá bom”.

Mais adiante, o procurador Antônio Carlos Welter comenta: “Se a Carmen resolver, melhor”.

Eles se autocongratulam após conseguir que o ex-presidente não fosse libertado.

“Parabéns pelo trabalho de todos, hoje foi de lascar. Só espero que já tenha acabado”, diz Welter.

Deltan faz piada: “Rapaz hoje envelheci uns 10 anos”.

Os diálogos, apresentados pela defesa de Lula ao Supremo, foram extraídos de mensagens obtidas por meio da Operação Spoofing.

Na verdade o novelo que escondia as mentiras está se desenrolando e desmascarando muita gente.
Com informação do DCM.

Ao The Guardian, Nicolelis diz que Brasil virou ameaça global com mutações mais letais do Coronavírus


Nicolelis diz que o mundo deve se manifestar com veemência sobre os riscos que o governo Bolsonaro representa. “De que adianta resolver a pandemia na Europa ou nos Estados Unidos, se o Brasil continua a ser um terreno fértil para esse vírus?”facebook sharing buttonemail sharing button

 

Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, o neurocientista Miguel Nicolelis – apresentado como “um dos maiores cientistas do país sul-americano”, da Universidade de Duke – que o descaso de Jair Bolsonaro, “o inimigo público global nº 1 da pandemia”, passou a representar um risco mundial, com a possibilidade de desenvolvido de novas mutações ainda mais letais do coronavírus.

“As políticas que ele não está colocando em prática colocam em risco o combate à pandemia em todo o planeta”, afirmou Nicolelis, que voltou a dizer que o Brasil tornou-se “um laboratório a céu aberto para o vírus se proliferar e eventualmente criar mutações mais letais”, alertou Nicolelis. “Isso é sobre o mundo. É global”, alerta.

O jornal inglês cita que “uma variante particularmente preocupante (P1) já foi rastreada até Manaus, a maior cidade da Amazônia brasileira, que sofreu um colapso de saúde devastador em janeiro após um aumento nas infecções”. “Seis casos dessa variante foram detectados até agora no Reino Unido”, diz a reportagem.

 

Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, o neurocientista Miguel Nicolelis – apresentado como “um dos maiores cientistas do país sul-americano”, da Universidade de Duke – que o descaso de Jair Bolsonaro, “o inimigo público global nº 1 da pandemia”, passou a representar um risco mundial, com a possibilidade de desenvolvido de novas mutações ainda mais letais do coronavírus.

“As políticas que ele não está colocando em prática colocam em risco o combate à pandemia em todo o planeta”, afirmou Nicolelis, que voltou a dizer que o Brasil tornou-se “um laboratório a céu aberto para o vírus se proliferar e eventualmente criar mutações mais letais”, alertou Nicolelis. “Isso é sobre o mundo. É global”, alerta.

O jornal inglês cita que “uma variante particularmente preocupante (P1) já foi rastreada até Manaus, a maior cidade da Amazônia brasileira, que sofreu um colapso de saúde devastador em janeiro após um aumento nas infecções”. “Seis casos dessa variante foram detectados até agora no Reino Unido”, diz a reportagem.

Com informação da Revista Fórum.

 

Bolsonaro diz que imprensa criou ‘pânico sobre covid’ após mais de 1,700 mortes em um dia


Mortes do povo brasileiro, para esse presidente, parece não significar nada.
O presidente Jair Bolsonaro durante solenidade de Ação de Graças, no Palácio do Planalto.
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Como diz a matéria publicada no DCM, o Brasil está no pior momento da pandemia de covid-19. Mais de 1,7 mil mortos em um dia, mas para o Presidente da República, parece não ser nada.

Diante de bolsonaristas fanáticos em Brasília,  Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quarta (3) que “imprensa criou o pânico” sobre a doença no país.

O Brasil enfrenta uma alta de 11% das mortes em decorrência do coronavírus, enquanto no mundo há um recuo de 6%, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Palavras do presidente com o maior descaso,“o assunto, quando tiver, vai ser pandemia, vacinas”, afirmou ele em conversa com apoiadores no jardim do Palácio da Alvorada na manhã de hoje. “O Brasil é um país que, em valores absolutos, mais está vacinando. Temos 22 milhões [de vacinas]. Mês que vem deve ser mais 40 milhões. O país está mais avançado nisso. Assinei no ano passado a medida provisória destinando mais de R$ 20 bilhões para comprar vacina. Estamos fazendo o dever de casa”.

Bolsonaro também afirmou que fará nesta noite um pronunciamento em cadeia de rádio e TV sobre o coronavírus e as vacinas e voltou a atacar a imprensa.

“Para a mídia, o vírus sou eu”.

Jair Bolsonaro afirmou que não assiste ao maior telejornal do Brasil, o Jornal Nacional da TV Globo. Ao invés de vacinar a população, ele prefere brigar com a mídia, enquanto as mortes crescem assustadoramente.

 

Mourão não fala do spray defendido por Bolsonaro: ‘Não compete a mim analisar’


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, preferiu não comentar a decisão do governo brasileiro de enviar uma comitiva a Israel para acertar a realização de testes no Brasil do spray nasal contra a covid-19. O presidente Jair Bolsonaro vem dizendo em entrevistas e a apoiadores que o medicamento, testado em fases iniciais no país do Oriente Médio em 30 pessoas, tem eficácia de 100% em casos graves e, portanto, deve ser usado no tratamento de contaminados pelo novo coronavírus no Brasil.

“Decisão é decisão. Não compete a mim analisar”, resumiu o general da reserva ao ser questionado sobre a estratégia de apostar em mais um tratamento precoce contra a doença – nenhum, até o momento, tem eficácia científica comprovada.

Nesta terça-feira (2), Bolsonaro disse que a comitiva para acertar a realização da terceira fase de testagem viajará a Israel neste sábado (6). O grupo será composto por dez pessoas e chefiado pelo ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. A intenção do presidente é dar entrada nos procedimentos necessários para registro dos testes na Anvisa.

“Como é para ser usado em quem está hospitalizado, em quem está em UTI, não acho que tenha problema nenhum usar esse spray no nariz do cara. O que é esse spray? Não sei. Mas esse produto estava sendo, há 10 anos, estudado em Israel para combater outro tipo de vírus. Parece até que é um produto milagroso”, disse Bolsonaro a apoiadores nesta terça-feira e transmitida por um canal de seguidores do presidente.

“A vacina é o remédio último que nós temos. Aquele que realmente vai impedir que a pessoa, mesmo sendo contaminada entre numa situação crítica que pode levar ao óbito. A medicina brasileira ela conseguiu desenvolver uma série de procedimentos e aí vai de acordo com cada profissional de saúde que permite que hoje 97,5% das pessoas que são infectadas não tenham problema nenhum, se curem da doença. Qualquer outra coisa que for válida comprovadamente, pode ser utilizada”, completou o general da reserva do Exército.

Com informação do DCM

 

Bahia: Rui anuncia prorrogação do toque de recolher até o fim de março e lockdown na RMS


Bahia: Rui anuncia prorrogação do toque de recolher até o fim de março e lockdown na RMSCrédito da Foto: reprodução/vídeo

O governador Rui Costa (PT) se pronunciou, no início da noite desta terça-feira (2/3), sobre a prorrogação das restrições, na Bahia, para conter o aumento de casos de Covid-19. Ele explicou que serão duas ordens:

“Para a Região Metropolitana de Salvador (RMS), onde a situação está muito grave, só vão funcionar os serviços essenciais, até as 5h de segunda-feira (8). Assim, fica prorrogada a restrição à atividade comercial não essencial”, começou Rui. “Para o restante do estado, vale o toque de recolher a partir de quarta-feira (3), até o final do mês. Aos sábados e domingos, o comércio deverá ser fechado em todas as cidades da Bahia”, concluiu.

CONFIRA

As medidas estabelecidas serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (3), que também manterá o toque de recolher, das 20h às 5h, em todo o território baiano, de 3 de março até o dia 1º de abril.

Para o interior do estado, com exceção da RMS, todas as atividades poderão ser retomadas nesta quarta-feira (3), mas com horário de encerramento estabelecido para as 20h e abertura após as 5h. Veja os detalhes ao final da matéria.

São considerados serviços essenciais as atividades relacionadas à saúde e ao enfrentamento da pandemia, como transporte, serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, bem como à comercialização de gêneros alimentícios e feiras livres, à segurança e a atividades de urgência e emergência.

BEDIA ALCOÓLICA

A restrição da venda de bebidas alcoólicas seguirá valendo em todo o estado a partir das 18h de sexta (5) até as 5h de segunda-feira (8), inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery).

ATOS RELIGIOSOS

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer na Bahia, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%.

CIRURGIAS ELETIVAS

Ficam vedados, até o dia 8 de março, procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais, nas unidades hospitalares de saúde públicas e privadas do Estado da Bahia.

VACINA

Em relação à vacinação, não há novidades, até o momento. O governador reforçou que o estado entrou com nova ação, pedindo ao STF libere não só a compra de imunizantes, mas também a possibilidade de aquirir aqueles já aprovados em outros países.

TRABALHADORES E EMPRESÁRIOS

Em outra parte do vídeo, Rui afirmou que o governo estadual está adotando medidas que não gostariam de tomar. “Sabemos o grau de informalidade na economia do baiano, da economia nordestina, da crise economica que assola o Brasil desde 2016, mas nós não temos alternativa. Essa é uma doença coletiva e, portanto, o único jeito de barrar o seu crescimento é restringindo o contato entre as pessoas”, pontuou.

SALVADOR E RMS

Aratu On já havia noticiado que o lockdown seria estendido pelo menos em Salvador e RMS até a madrugada de segunda-feira (8/3). A decisão foi tomada após reunião do governador com prefeitos, na manhã desta terça-feira, e confirmada ao portal por gestores da Prefeitura de Lauro de Freitas.

Até as 5h da manhã do dia 8 de março, é permitido somente o funcionamento dos serviços essenciais em Salvador e RMS, em especial as atividades relacionadas à saúde e comercialização de gêneros alimentícios, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde.

RESTAURANTES E BARES

O funcionamento de restaurantes e bares fica restrito à operação de portas fechadas, na modalidade de entrega em domicílio (delivery), até as 24h, com validade até as 5h do dia 8 de março.

TRANSPORTE

A circulação dos meios de transporte metropolitanos (ônibus e metrô) deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, no período 3 de março a 8 de março de 2021. O sistema aquaviário (ferry boat e lanchinhas) ficará totalmente suspenso das 20h30 de 5 de março até as 5h do dia 8 de março.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Ficam suspensos também na capital e RMS, no período de 3 de março até as 5h de 8 de março, as atividades presenciais nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual não enquadrados como serviços públicos essenciais, devendo ser adotado o regime de trabalho remoto.

Os municípios que integram a RMS são: Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

A restrição das atividades foi anunciada após o estado registrar, por dias consecutivos, altos índices de pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para Covid-19 desde o início da pandemia.

TOQUE DE RECOLHER EM TODO A BAHIA

Segue restrita a circulação noturna de pessoas na rua em todo o estado, das 20h às 5h, até 1º de abril. A exceção é para deslocamentos por motivos de saúde ou que fique comprovada a urgência. Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as atividades com até 30 minutos de antecedência, de modo a garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências.

Os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 18h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.

Estão fora do decreto as atividades ligadas ao funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários, bem como o deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização destes. O mesmo vale para os serviços de limpeza pública e manutenção urbana e os serviços de entrega em domicílio (delivery) de farmácia e medicamentos, além das atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

EVENTOS E ATIVIDADES 

Ficam suspensos ainda eventos e atividades, em todo o território do estado da Bahia, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica no período de 3 de março a 1º de abril.

“Rachadinha” bancou apartamento que Flávio vendeu para comprar mansão de R$ 6 milhões, diz MP


Comprar uma casa de 6 milhões de Reais é no mínimo debochar da cara dos brasileiros, uma vez que o comprador, o Flávio Bolsonaro, não teria como explicar de onde viria tanto dinheiro. O deboche é pelo fato dele, [o Flávio] está sendo investigado pelas rachadinhas de quando era deputado estadual no Rio. Agora, no meio do borborinho, que sempre está tendo processos arquivados ou interrompidos, por ser filho do presidente, se aproveitando disso, ele aparece com uma mansão de 6 milhões em Brasília. Dizem que a corda só quebra do lado mais fraco, mas, a depender da gravidade da coisa, que venha extrapolar o aceitável pelo mundo da corrupção no meio político,  pode acontecer de quebrar também do lado supostamente mais forte. O tempo dirá. Até aqui Café com Leite Notícias. A matéria após a foto a fonte foi do DCM.

A nova mansão de Flávio Bolsonaro. Foto: Reprodução

As suspeitas referentes à aquisição do imóvel no Rio, em 2014, foram levantadas pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ) na denúncia contra Flávio e outras 15 pessoas, oferecida em outubro do ano passado à Justiça.

Foram dois anos de investigação sobre supostos desvios da remuneração da equipe de Flávio em prol dele próprio e da mulher, a dentista Fernanda Antunes Figueira Bolsonaro, e outros envolvidos.

Para o MP-RJ, Flávio e Fernanda podem ter utilizado recursos ilícitos desviados da Alerj para pagar o “sinal” de R$ 50 mil do apartamento na Barra, localizado no condomínio Altântico Sul, bem como parcelas de um financiamento bancário utilizado para quitá-lo.

A promotoria indica que o casal pode ter operado da mesma maneira ao efetuar pagamentos de impostos referentes à propriedade, como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

 

Pode ser uma imagem de texto que diz "Contabilidade D DAMACONT Eduardo Souza Damasceno Contador Telefone (73) 3533-2443- Maracás"

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e pelo

Nenhuma descrição de foto disponível.

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

Nova remessa com pouco mais de 165 mil doses da CoronaVac chegou à Bahia nesta quarta-feira


Nova remessa com pouco mais de 165 mil doses da CoronaVac chegou à Bahia nesta quarta-feiraCrédito da Foto: divulgação/Sesab

Pelo menos 165.600 novas doses da CoronaVac, vacinas produzidas pelo Instituto Butantan contra a Covid-19, chegaram à Bahia nesta quarta-feira (3/2). Esta é a sexta remessa que o estado adquire, totalizando 1.111.200 imunizantes recebidos entre o dia 18 de janeiro, quando chegou o primeiro carregamento, até hoje.

O Grupamento Aéreo da Polícia Militar deu início a distribuição do medicamento para as centrais regionais do interior, para que elas possam posteriormente ser encaminhadas para os municípios.

Esta remessa garante a possibilidade de continuidade da primeira fase do plano de vacinação que inclui idosos e trabalhadores da Saúde. Até o momento, 470.783 pessoas foram imunizadas contra o novo coronavírus no estado. Sendo que 124.470 já receberam a segunda dose da vacina.

Em Salvador, devido a falta do imunizante, a oferta da primeira dose havia sido suspensa e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), aguardava o envio de um novo lote por parte do Governo Federal para dar continuidade à imunização na capital baiana.

Na manhã desta quarta-feira (3/2), a SMS segue com a aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em Salvador para idosos e trabalhadores da saúde, das 8h às 17h. Para que o idoso possa ter acesso ao medicamento é indispensável a verificação da habilitação do nome do beneficiado, além da data estabelecida, antes de realizar o deslocamento até um ponto de imunização.

A lista está disponível no site da SMS (www. saude. salvador. ba. gov. br), no local, será indispensável a apresentação do cartão vacinação e o documento oficial com foto. Do Metro1

Pode ser uma imagem de texto que diz "VAL: CONSERTOS COM GARANTIA Oferecer satisfação é a nossa meta 日 0 Máquina de lavar, Tanquinho, Microondas, Prancha de cabelo e muito mais é aqui mesmo. Procure Val pelo telefone (73) 99153-4760"

Pode ser uma imagem de texto

Pode ser uma imagem de texto que diz "Bella Biju Bijuteria fina, Bolsas e outros Venha conhecer a nossa grande variedade em bijuteria e outros acessórios. Temos bolsas, carteiras, cintos e muito mais. Estamos localizados na AV João Pessoa, em frente a Lotérica, em Maracás. Venha ver as novidades"

Pode ser uma imagem de texto

 

“Putz! A Dona ‘Mariza’ devolveu a cobertura, é isso?”, disse procuradora da Lava Jato


Lula e Deltan Dallagnol. Foto: AFP/Wikimedia Commons

Publicado originalmente no site do PT

Em nova petição encaminhada ao STF, nesta segunda-feira (1º), a defesa do ex-presidente Lula traz diálogos que compõem um verdadeiro manual do lawfare, hoje denunciado internacionalmente.

As novas mensagens mostram que a “ lava jato” organizou um “plano Lula” para tentar superar a ausência de qualquer prova de culpa com ações que pudessem render ataques midiáticos.

Entre as novas evidências que confirmam a inquestionável suspeição do juiz Sergio Moro e dos procuradores da Lava Jato estão ocultação de provas de inocência de Lula, pressão sobre testemunhas, divulgação de acusações falsas para abalar o acusado e promoção de denúncias simultâneas para ocupar a defesa e “bater em Lula”.

Das novas mensagens que vieram à tona com a Operação Spoofing, a mais grave é a exclusão de interceptação telefônica de uma funcionária da empresa OAS porque, segundo os procuradores, continha prova da inocência de Lula.

Lava Jato oculta provas. Foto: Site do PT/Reprodução

LEIA MAIS – Editor do DCM citado em diálogo da Lava Jato responde a Dallagnol

O material foi suprimido do processo da “lava jato” porque, segundo os procuradores, o “DIÁLOGO PODE ENCAIXAR NA TESE DO LULA DE QUE NÃO QUIS O APARTAMENTO. PODE SER RUIM PARA NÓS”.

Guantánamo de Curitiba

Os diálogos também mostram a pressão dos procuradores da “lava jato” sobre a empreiteira OAS, com objetivo de forçá-la a voltar à mesa de negociação de uma delação premiada.

Para os procuradores, a colaboração de Leo Pinheiro, que presidiu a empresa, era essencial para embasar a condenação de Lula no caso do triplex de Guarujá.

A OAS tem que mijar sangue‘, diz um dos procuradores em um dos diálogos da Lava Jato, expondo mais uma vez o comportamento da “lava jato”, que agiu como uma espécie de “Guantánamo” de Curitiba.

Na conversa, o procurador Diogo (provavelmente Diogo Castor de Mattos) reclama de reportagens que estariam “querendo jogar a sociedade contra a ‘lava jato’. E distorcendo tudo”, diz. O interlocutor não identificado, então, responde que “essa reportagem só me convence de que a OAS tem que mijar sangue para voltar para mesa”.

LEIA MAIS NO DCM – Moro autorizou apreensão na casa de Lula “a pedido de ninguém” e virou piada na Lava Jato

A postura dos procuradores seguia a orientação de “bater, bater e bater” em investigados com objetivo de obrigá-los a confirmar as teses da operação.

A delação de Leo Pinheiro acabou sendo peça chave para embasar a condenação de Lula no caso do triplex do Guarujá.

Mais uma vez, os diálogos demonstram a existência de um plano premeditado de perseguir, incriminar Lula sem provas e afastá-lo das eleições de 2018.

Com informação do DIário do Centro do mundo.

Mesmo sem pronunciamento, cidades brasileiras registram panelaços contra Bolsonaro


Presidente havia marcado pronunciamento em rede nacional, mas desistiu temendo protestos, que foram mantidos em meio ao recorde de mortes por Covid em 24 horas; confira.

 

Inúmeras cidades do Brasil registraram, na noite desta terça-feira (2), panelaços contra o presidente Jair Bolsonaro. O protesto nas janelas, que se tornou parte da rotina dos brasileiros no início da pandemia, em 2020, foi marcado depois que o titular do Planalto marcou um pronunciamento em rede nacional para esta noite.

Com as articulações de panelaços, no entanto, Bolsonaro desistiu do pronunciamento. Ele falaria, segundo pessoas próximas, sobre retomada do auxílio emergencial, no valor de R$ 250, e também sobre a política de preços dos combustíveis, que têm sofrido sucessivos aumentos.

Mesmo sem pronunciamento, no entanto, a população resolveu manter o protesto, que acontece no dia em que o Brasil bateu recorde no número de mortes em decorrência da Covid-19 em 24 horas.

Com informação da Revista Fórum

 

Dallagnol criou “Plano LULA”: ataques em série para “consumir moral” do ex-presidente


Deltan Dallagnol, o caçador, e seu alvo, Lula. Foto: Agência Brasil/AFP

Do DCM

O procurador federal em Curitiba e chefe da extinta Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, criou e colocou em prática o que ele mesmo batizou de “Plano do LULA”: a orquestração de uma série de ataques e denúncias contra o ex-presidente, que tinham por objetivo minas a imagem do ex-presidente perante a opinião pública e, também nas palavras dos procuradores da extinta força-tarefa, “consumir a moral” do acusado.

É o que mostram os diálogos dos agentes da Lava Jato em um aplicativo de celular que foram periciados pela Polícia Federal na chamada Operação Spoofing. No mês passado, o STF (Supremo Tribunal Federal) levantou o sigilo dessas conversas e determinou que as autoridades competentes compartilhassem este conteúdo com os advogados de defesa de Lula.

Na última segunda-feira, uma nova parte desses diálogos foi protocolada pelos representantes do ex-presidente junto ao STF. É nela que se pode vero plano de Dallagnol para entrar acabar com aquele que a força-tarefa elegeu como seu maior alvo.

Conforme o DCM publicou na última segunda, especialistas em Direito Penal e Direito Processual penal explicam que a práticas de selecionar um alvo e contra ele voltar as baterias acusatórias de um órgão investigador (no caso, o Ministério Público Federal) é o que se chama “Direito Penal do Autor (ou do Inimigo)”, e não encontra guarida legal em nenhuma democracia do mundo.

Mas foi o que fizeram Deltan Dallagnol e sua turma, conforme se vê nas mensagens abaixo, do dia 16 de setembro de 2016, trocadas entre os procuradores. O plano do chefe da operação consistia em um ataque orquestrado com uma série de denúncias diferentes, ao longo de cinco semanas, em busca de otimizar o resultado perante à opinião pública.

O requinte do plano trazia inclusive a estratégia de “publicizar” em dias diferentes denúncias que seriam feitas no mesmo dia, para que os noticiários sempre tivessem algo a divulgar:

16 Sep 16

• 14:25:12 Deltan Caros, segue plano do LULA que consta em email anterior:

• 14:27:35 Deltan Acho que está algo defasado, mas temos que organizar as próximas etapas. Alguém tem algo mais atualizado? Semana 1 – Lula – triplex e lavagem – QUINTA DIA 28 (meta terça dia 26). Semana 2 –

corrupção da mudança – está pronto a lavagem, falta a corrupção que será a mesma da primeira denúncia. Semana – coringa – oferecer junto mas publicizar depois – cautelares patrimoniais – está pronto, só mudar o pedido. Semana 3 – lavagem sítio e corrupção odebrecht – Athayde vai trabalhar na corrupção. Semana 4 – LILS e palestras. Semana 5 – terreno Julio e Roberson trabalharão na lavagem. Assessor Isabel nas improbidades para irmos soltando 1. Triplex e mudança – Roberson e Julio 2. Sítio – tatá 3. Empréstimo schahin – Jerusa 4. Apartamento contíguo 5. Instituto e LILS 6. Terreno Odebrecht 7. Sete Brasil – tem chão Frentes – Griffen – antena oi – filhos – Estratégia de comunicação. Não é o triplex, e quem estava por trás do Mensalão, e o maestro, e o comandante. -Audiências Novo CENPES e Credencial – Diogo assumiu Credencial e Taccla. Novo CENPES.

• 14:29:48 Isabel Grobba Isso se chama integridade! Hehehe

Fonte: STF

Como se vê, Deltan Dallagnol utilizou uma série de procuradores sob seu comando para colocar em prática o “Plano do LULA”. O objetivo da operação se torna cristalino quando se lê as mensagens de outro procurador da Lava Jato, Antônio Carlos Welter, do dia 20 de abril de 2017.

O que se buscava era “consumir a moral de Lula aos poucos”, para que ele “deixasse de ser a esperança de alguns”:

20:40:51 Welter Prr O Lula precisa ser desmascarado antes de poder ser
preso.

• 20:41:12 Welter Prr Ele tem que deixar de ser a esperança de alguns

• 20:41:41 Welter Prr Vai ter que ter a moral consumida aos poucos

• 20:42:32 Welter Prr Vai ter que sair a acao do sitio e depois e da conta
amigo

• 20:42:37 Welter Prr E depois outra