Brasileiros deportados viajaram com algemas nos pés e nas mãos


Todos tentaram entrar ilegalmente no país norte-americano, pelo México, porém foram descobertos e estavam presos.

Enquanto brasileiros são deportados dos EUA com o apoio de Bolsonaro, as porteiras do Brasil foram abertas, pelo presidente, para os americanos entrarem como e quando quiserem

 

Cerca de 50 brasileiros deportados dos Estados Unidos desembarcaram, nesta sexta-feira (24), no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Todos vieram da cidade de El Paso, no Texas.

Os brasileiros tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos, pelo México. No entanto, foram descobertos e estavam presos. “Nunca mais. Não tenho inimigos, mas, se tivesse, não desejaria isso para eles”, declarou Renê Lima, ao Estado de S. Paulo. Ele afirmou que muitos passageiros viajaram algemados, nas mãos e pés.

O Serviço de Imigração e Fiscalização Aduaneira dos Estados Unidos divulgou que “indivíduos presos e sob custódia das forças federais de segurança estão sujeitos a serem algemados. Fazer isso está totalmente de acordo com as leis federais e as políticas da agência”.

“Direito”

Neste sábado (25), pela manhã, Jair Bolsonaro declarou, em Nova Déli, na Índia, onde se encontra em visita oficial, que é “direito” dos Estados Unidos deportarem brasileiros que entraram no país ilegalmente.

“O que eu falar aqui vai dar polêmica: eu acho que qualquer país, as suas leis têm que ser respeitadas. Qualquer país do mundo onde pessoas estão lá de forma clandestina é um direito daquele chefe de Estado, usando da lei, devolver esses nacionais”, disse Bolsobnaro, em apoio a atitude do governo americano,  o que não acontecia há mais de uma década.

Fonte Revista Fórum.

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Palco de Gusttavo Lima pega fogo durante show; veja vídeo


Situação aconteceu durante um show em Ouricuri, interior de Pernambuco

 

 A apresentação de Gusttavo Lima em Pernambuco, na última quinta-feira, dia 23, literalmente pegou fogo. Durante um show do sertanejo em Ouricuri, interior de Pernambuco,a parte superior do palco pegou fogo, assustando quem estava na plateia.

Foto: reprodução

Apesar do susto, o incêndio foi controlado pela chuva e, segundo relatos de espectadores nas redes sociais, o show não precisou ser interrompido.
O ocorrido foi registrado pela plateia, que se manifestou na internet. ”Socorro! Minha cidade virou notícia porque o palco do Gusttavo Lima pegou fogo”, escreveu uma internauta.

”E o palco do Gusttavo Lima que começou a pegar fogo durante o show?”, se impressionou outro fã.

 

Filha e pai faxineiro são aprovados juntos na Universidade Federal do Ceará


O estudo é uma das coisas mais importantes na vida de uma pessoa. Muitas vezes não damos valor ao acesso à educação, mas as pessoas que crescem sem a oportunidade de estudar têm opções muito limitadas do que fazer com as próprias vidas, já que as boas oportunidades de crescimento favorecem aqueles que estudam.

É cada vez maior o número de adultos ou de idosos que buscam as escolas e universidades. Essas pessoas, que por algum motivo foram privadas do estudo durante a juventude, têm ânsia por conhecimento, pela melhora de vida, e entendem que um diploma abre muitas portas.

Apesar de ficarem em desvantagem em alguns aspectos, mantêm-se firmes, dedicados e alcançam grandes conquistas.

Histórias de superação nunca são demais, por isso hoje trazemos mais uma que mostra que o conhecimento é para todos, independente de classe social, ocupação ou idade.

Os protagonistas dessa história são João Monte Rodrigues, de 52 anos, e a filha Ester Rodrigues, de 17 anos. São uma família muito simples, que vive na comunidade indígena dos Tapeba, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

João teve uma infância complicada, e não pôde se dedicar totalmente aos estudos, já que trabalhava na roça ou em outras atividades. Ele atualmente é funcionário de serviços gerais em uma repartição pública.

Desempregado e sabendo que os estudos poderiam lhe trazer mais oportunidades, ele resolveu voltar à escola em 2012, depois de 34 anos sem estudar, e recebeu muito apoio da família e dos amigos.

Ester, filha de João, também estava na escola, e eles chegaram ao final do Ensino Médio no mesmo período. Os dois iriam realizar o ENEM e estudavam juntos até tarde, aprendendo um com o outro e se preparando para a grande oportunidade de conseguir o ensino superior.

“Nessa idade, é mais cansativo, mais difícil, mas conseguimos e terminamos juntos”, contou João.

filha e pai faxineiro são2

Depois de muito estudo, os dois foram aprovados. Ester foi aprovada para o curso de Engenharia Ambiental, e João, beneficiário das ações afirmativas para a população indígena, conquistou sua vaga para Engenharia de Petróleo.

Foi uma grande conquista para os dois, que sem condições de pagar um cursinho preparatório, tiveram que estudar por conta própria, o que exige ainda mais dedicação e comprometimento.

A notícia da aprovação foi muito emocionante para João, que realizou um grande sonho. Em entrevista ao jornal O Povo, João falou sobre a conquista:

“Ainda não caiu a ficha! “Ser universitário” é grande para mim, um sonho mesmo! Acho que só vou acreditar quando entrar na sala de aula, no primeiro dia mesmo. Tô ansioso. Penso na glória do final, em conquistar uma carreira. Já me considero um grande vitorioso, em chegar até aqui”.

Aprovados no Sisu, ambos fizeram a matrícula no começo de fevereiro.

No entanto, a permanência na faculdade ainda não é uma certeza, ele precisará de uma Bolsa Permanência do Ministério da Educação para conseguir finalizar a graduação, porque o curso é integral, e ele não poderá trabalhar.

 

Prefeita cancela carnaval para priorizar a doação de moradias populares e o auxílio a famílias carentes


A prefeita Amanda Aldigueri decidiu cancelar a realização do carnaval em Granja para poder priorizar as ações preventivas e de contingenciamento. Seriam gastos cerca de R$ 1,2 milhões nas festas carnavalescas.

De acordo com o radialista Miqueias Santos, a prefeitura irá doar 52 moradias com recursos próprios para a população de áreas de risco. Inclusive irá ofertar aluguel social, em caso de desabrigados e desalojados, além de disponibilizar cestas básicas, água e colchões.

Embora a decisão tenha desagradado algumas pessoas, os indicadores sociais e educacionais de Granja são considerados satisfatórios.

A Prefeitura de Granja conquistou o 2º lugar no ranking divulgado pela Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste) em qualidade nos gastos dos recursos financeiros.

Com informações  do Acontece na Bahia.

Janeiro e fevereiro será de muita chuva no Nordeste


13548_screenshot-20191231-132743-2-png
Mais chuva sobre o Nordeste no verão 2019/2020. Muitas áreas de instabilidade se formam sobre a Região em janeiro e em fevereiro, e chove de forma constante. Os volumes serão significativos e o total acumulado poderá ficar bem acima da média.

 

Neste verão, a situação da temperatura da água do Atlântico Sul vai fazer com que as frentes frias se desloquem mais lentamente pela costa do Sul e do Sudeste ajudando a aumentar o potencial de chuva sobre o continente.
“No verão, essa é uma situação bastante favorável para a formação de ZCAS”, comenta a meteorologista Patricia Madeira, da equipe de previsão climática da Climatempo. A ZCAS deve provocar grandes volumes de chuva sobre a Bahia neste verão.
Outro fator importante no verão 2019/2020 será a fase negativa do dipolo do Atlântico. Patricia Madeira explica que “a fase negativa é quando o Atlântico Sul fica mais quente em relação ao Atlântico Norte, na costa norte do Brasil. Neste caso a ZCIT desce mais e provoca mais chuva no norte do Nordeste e norte da Região Norte”
A ZCIT – Zona de Convergência Intertropical – é um dos principais fenômenos meteorológicos que atuam no verão da América do Sul, e é responsável pela maior parte da chuva da estação em grande porções das Regiões Nordeste e Norte do Brasil.
Confira abaixo um pouco do resumo de como será os meses de janeiro, fevereiro e março no Nordeste:
Janeiro
Muita chuva e menos calor do que a média em todo o Nordeste brasileiro.
Fevereiro
Menos chuva do que em janeiro, mas ainda acima da média em todas as áreas, e com temperatura abaixo do normal.
A formação de ZCAS provoca chuva contínua na Bahia em fevereiro. Na parte norte da Região, a atuação da ZCIT é bem evidente, especialmente em fevereiro.
Março
Em março, a chuva diminui em todas as áreas, mas o sul da Bahia ainda tem volumes acima da média com a permanência de uma frente fria na região. Tecnicamente, o Climatempo informa que o verão 2019/2020 será com uma situação de neutralidade no Pacífico Equatorial.
A temperatura da água do oceano Atlântico, especialmente do Atlântico Sul, que banha toda costa leste do Brasil, do Uruguai e da Argentina, terá maior peso no comportamento da chuva e da temperatura sobre o Brasil neste verão.
Fonte: Climatempo

 

Licitação da Ponte Salvador-Itaparica é concluída


A assinatura do contrato está prevista para março

[Licitação da Ponte Salvador-Itaparica é concluída]
Foto : Divulgação

A última etapa, de homologação, da licitação para o Consórcio que vai construir a Ponte Salvador-Itaparica foi concluída. A informação consta no Diário Oficial do Estado de hoje (24).

A assinatura do contrato está prevista para março deste ano. O grupo, composto por três empresas, terá um ano para elaborar o projeto e outros quatro para entregar a obra. O investimento será de R$ 5,4 bilhões, com aporte estadual de R$ 1,5 bi.

As companhias CR20, CCCC South America e CCCCLTD serão responsáveis pela gestão e administração do equipamento por 30 anos. Fonte:Metro1

Bahia eleva vigilância epidemiológica por conta de Coronavírus


Por orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) determinou a revisão dos fluxos de investigação sobre eventuais casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars)

[Bahia eleva vigilância epidemiológica por conta de Coronavírus]
Foto : Reprodução / Youtube

A Bahia elevou o nível de alerta das equipes de vigilância epidemiológica e sanitária para identificar casos suspeitos de um novo tipo de coronavírus detectado recentemente na China e que, até ontem, já havia afetado mais de 470 pessoas em pelo menos sete países, com 17 mortes. De acordo com o Correio, por orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) determinou a revisão dos fluxos de investigação sobre eventuais casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) associada a coronavírus e o encaminhamento das ocorrências suspeitas ao hospital estadual de referência para doença infectocontagiosas, o Instituto Couto Maia, onde será feito rastreamento de contato com pessoas supostamente infectadas pelo vírus.

No alerta enviado às equipes de vigilância, a Sesab recomendou cautela para evitar “medidas restritivas e desproporcionais em relação aos riscos para a saúde e trânsito de pessoas, bens e mercadorias”, já que não foi registrado nenhum caso suspeito na Bahia.Fonte:Metro1

Pai se passa por filha de 7 anos e ajuda a prender suspeito de enviar fotos íntimas para crianças no PI


Homem enviava mensagens ara crianças e convidava para fazer sexo. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Homem enviava mensagens ara crianças e convidava para fazer sexo. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O pai de uma menina de sete anos ajudou a Polícia Civil do Piauí a prender um homem suspeito de enviar fotos íntimas e aliciar várias crianças. A prisão aconteceu na manhã desta terça-feira (21) na cidade de Pedro II, onde o suspeito morava. A criança e o pai são de Teresina e o caso foi registrado no 12º Distrito Policial. A defesa alega que o suspeito sofre de problemas mentais.

Homem mandava fotos íntimas para crianças do Piauí, disse a polícia. — Foto: Divulgação/Polícia CivilHomem mandava fotos íntimas para crianças do Piauí, disse a polícia. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Homem mandava fotos íntimas para crianças do Piauí, disse a polícia. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com o delegado titular do DP, Ademar Canabrava, a criança avisou ao pai que uma pessoa estava lhe mandando mensagens “estranhas” e o pai começou a trocar mensagens com o suspeito. Quando o homem começou a enviar fotos íntimas para o telefone da filha, o pai procurou a polícia.

Nas mensagens, fornecidas pela polícia ao G1, o suspeito diz que quer “transar” e fazer “sexo” com a menina. Pede ainda que ela envie fotos para ele usando apenas calcinha e das partes íntimas.

Homem chegou a dizer que "transou" com uma menina de 9 anos, nas mensagens. — Foto: Divulgação/Polícia CivilHomem chegou a dizer que "transou" com uma menina de 9 anos, nas mensagens. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Homem chegou a dizer que “transou” com uma menina de 9 anos, nas mensagens. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Diante disso, o delegado pediu a quebra do sigilo telefônico e o suspeito foi identificado. O nome do homem é Francisco James, segundo o delegado, ele foi preso em casa e já prestou depoimento. O delegado informou que o homem contou já ter estuprado uma menina de 9 anos há algum tempo, em Pedro II.

“O pai pegou o celular da filha de 7 anos, viu as mensagens e passou a conversar com esse homem. Em seguida ele nos procurou e passamos a acompanhar as conversas. Após isso, entramos em contato com a operadora para identificar o nome, endereço e verificamos que ele se encontrava na cidade de Pedro II. Determinei que uma equipe se deslocasse até lá e prendesse em flagrante”, explicou o delegado.

Delegacia do 12º Distrito Policial de Teresina. — Foto: Glayson Costa/G1Delegacia do 12º Distrito Policial de Teresina. — Foto: Glayson Costa/G1

Delegacia do 12º Distrito Policial de Teresina. — Foto: Glayson Costa/G1

O celular do homem, apreendido pela polícia, tinha várias mensagens com outras crianças. A polícia vai investigar se alguma delas manteve contato com o suspeito pessoalmente. Ele foi autuado pelo artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente, que prevê que é crime “aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso”.

O homem está preso e passará por audiência de custódia. O advogado do homem esteve na delegacia e alegou que o suspeito sofre de problemas mentais.

 

AMOR ETERNO: Mãe grávida e com câncer, recusa quimioterapia e morre para salvar o filho


A mãe Suelen Camilo, de 27 anos, emocionou a família e os moradores de Londrina, ao preferir não fazer quimioterapia, para tratar de um câncer no ovário para não prejudicar e tentar salvar a vida de seu bebê.

As sessões de quimioterapia poderiam salvá-la ou prolongar a sua vida, mas para isso, ela teria que abortar o bebê. Suelen então, optou por não fazer o tratamento para dar a chance de seu filho nascer.

Suelen deu a luz ao menino que nasceu saudável mas ela não resistiu e veio a falecer, duas semanas após o parto.

Seu esposo, Luciano Alberto, comandante do Corpo de Bombeiros muito abalado, não quis dizer nada, quer somente cuidar do menino como se fosse ele, pai e mãe.

Com informação de Londrina 24h

 

China isola segunda cidade para tentar frear epidemia de coronavírus


Passageiros usam máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus em estação ferroviária de alta velocidade, em Hong Kong, nesta quarta-feira (22) — Foto: Kin Cheung/APPassageiros usam máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus em estação ferroviária de alta velocidade, em Hong Kong, nesta quarta-feira (22) — Foto: Kin Cheung/AP

Passageiros usam máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus em estação ferroviária de alta velocidade, em Hong Kong, nesta quarta-feira (22) — Foto: Kin Cheung/AP

China suspendeu a circulação de trens em mais uma cidade do país para tentar conter uma epidemia de coronavírus. A medida foi tomada nesta quinta-feira (23) no município de Huanggang, onde vivem 7,5 milhões de habitantes. Antes, a China já havia adotado medidas para isolar Wuhan.

Segundo a agência France Presse, o prefeito de Huanggang suspendeu a circulação de trens da cidade, situada a 70 quilômetros de Wuhan. A medida vale até o final desta quinta. Depois, ela poderá ser retirada ou mantida pelas autoridades locais.

Pedestre cobre o rosto com máscara sanitárias após a confirmação dos primeiros casos de coronavírus em Hong Kong, China. Foto de 23 de janeiro de 2018. — Foto: Miguel Candela Poblacion/Anadolu AgencyPedestre cobre o rosto com máscara sanitárias após a confirmação dos primeiros casos de coronavírus em Hong Kong, China. Foto de 23 de janeiro de 2018. — Foto: Miguel Candela Poblacion/Anadolu Agency

Pedestre cobre o rosto com máscara sanitárias após a confirmação dos primeiros casos de coronavírus em Hong Kong, China. Foto de 23 de janeiro de 2018. — Foto: Miguel Candela Poblacion/Anadolu Agency

A Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu o primeiro alerta da doença em 31 de dezembro de 2019, depois que as autoridades chinesas notificaram casos de uma misteriosa pneumonia na cidade de Wuhan. Foram, então, adotadas medidas como isolamento de pacientes e realização de exames para identificar a origem da doença.

Casos de coronavírus em outros cinco países

Além da China, outros 5 países já registraram pacientes afetados pelo vírus, que provoca um tipo de pneumonia: Estados Unidos, Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul

Há ainda casos suspeitos no México, em Hong Kong, nas Filipinas e na Austrália.

Ministério da Saúde descarta caso em MG

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiga a suspeita de um caso de coronavírus em Belo Horizonte. A paciente é uma mulher, brasileira, de 35 anos, que veio de Xangai, na China.

O Ministério da Saúde, no entanto, disse que, até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de pneumonia “relacionado ao evento na China”.

A pasta falou também que “o caso noticiado pela SES-MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS)”. A SES informou que o caso em questão foi notificado ao órgão como suspeito e que as investigações “precisarão seguir o curso definido até sua conclusão”.

 

Filha encontra pai biológico após 56 anos com aviso do Facebook


Pai e filha - Foto: SWNS

Pai e filha – Foto: SWNS

Uma filha conseguiu achar o pai biológico porque o nome dele foi sugerido como amigo pelo Facebook.

Karen Harris, de 56 anos, foi dada para adoção logo que nasceu, no início dos anos 1960. Os pais delas eram adolescentes na época e não se casaram.

Quando Karen completou 18 anos, ela procurou uma agência de adoção para tentar rastrear os pais biológicos.

Ela não sabia praticamente nada sobre a família, mas depois que uma assistente social compartilhou com ela detalhes que eles poderiam ter, Harris primeiro conseguiu encontrar a mãe biológica dez anos depois.

Faltava então encontrar o pai.

Ela sabia que ele era eletricista de Croydon e seu nome era Trevor Sinden, mesmo assim não conseguiu localizá-lo na época.

O aviso

Décadas depois, o nome dele apareceu no recurso “Amigos sugeridos” do Facebook.

Karen Harris vive em Penryn, na Cornualha e Trevor Sinden a mais de 500 km de distância, em Kent, EUA

Ao vasculhar o perfil e histórico on-line, ela percebeu que poderia estar realmente olhando para o pai.

Conversas

Os dois conversaram por várias semanas antes de se encontrarem pela primeira vez, na semana passada e ambos disseram que era como se se conhecessem a vida inteira.

“É tão surreal que as chances de se encontrar são tão pequenas”, disse Sinden, 72 anos.

“Procurei na internet, mas nunca a encontrei. É cedo, mas sinto que já nos conhecemos muito bem. Se não fosse pelo Facebook, não teríamos nos conhecido.”

O encontro

O pai e a filha decidiram se encontrar em Lyme Regis, Dorset, a meio caminho entre Cornwall e Kent.

Quando se viram pela primeira vez, eles se abraçaram por tanto tempo que um pedestre disse: “Espero que vocês se conheçam.”

Eles tiveram muito o que fazer nos dias seguintes, que foram gastos em caminhadas e em passeios.

Harris também foi apresentada a dois de seus primos e passou “um tempo maravilhoso com muitas memórias novas”.

Gratidão

“É algo que alguém que não é adotado provavelmente não consegue se identificar ou entender, mas muda a maneira como você olha o mundo.

“Agora há alguém como eu, me amando por mim e eu aprecio cada momento. Sou incrivelmente abençoada por encontrá-lo agora.

Com informações do GNN

Mulher sem mãos e pernas tem pedido de benefício negado pelo INSS por não poder assinar papel, em RO


Ex-sinaleira diz ter feito três pedidos no INSS, mas todos foram negados. Ela diz que precisa do benefício, pois a filha fica em casa para ajudá-la na alimentação e banho.

Benefício Negado: Cleomar fez 3 pedidos ao INSS para tentar receber benefício

Olhar em Pauta: sem mãos, mulher fica sem INSS por não assinar documento

Essa matéria que foi publicada pelo G1, narra a história de uma mulher sem mãos e pernas que teve um pedido de benefício negado por não poder assinar os documentos oficiais que autorizam o pagamento do auxílio pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Porto Velho.

Em entrevista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição, a ex-sinaleira Cleomar Marques conta que entrou com três pedidos no INSS em 2019, mas todas as solicitações foram negadas. Uma delas porque Cleomar não poderia assinar os papéis.

Olhar em Pauta: sem mãos, mulher fica sem INSS por não assinar documento

“Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘quem vai assinar? Você assina?’. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, afirma.

O INSS foi questionado a respeito da frase que, segundo Cleomar, a servidora falou, mas não respondeu até a última atualização desta reportagem.

Mesmo com a negativa do INSS, Cleomar fez um novo requerimento para tentar um benefício assistencial à pessoa portadora de deficiência,que também foi indeferido por ela ter uma renda per capita familiar superior a 1/4 do salário mínimo, ou seja, uma média de R$ 238,50.

À Rede Amazônica, o INSS informou que a renda foi apurada com as informações do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo.

Em um terceiro requerimento, a ex-sinaleira teve a solicitação de benefício indeferida porque o INSS alegou “falta do período de carência”.

Cleomar diz que se sente constrangida após tantas negativas do INSS — Foto: Rede Amazônica/ReproduçãoCleomar diz que se sente constrangida após tantas negativas do INSS — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Cleomar diz que se sente constrangida após tantas negativas do INSS — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Cleomar diz que precisa do auxílio do INSS, pois não pode trabalhar e sua filha fica em casa para ajudá-la na alimentação e banho, por exemplo. Atualmente, mãe e filha dependem de doações para sobreviver.

“Olha, é um constrangimento para mim tudo isso. Eu trabalhava, tinha minha vida e agora sou dependente dos outros. É a minha filha, única que mora comigo, que faz tudo para mim”, desabafa.

Amputações dos membros

Cleomar trabalhava como sinaleira em uma das usinas de Porto Velho e, de uma hora pra outra, passou a sentir dores fortes no estômago. Ela foi várias vezes na emergência e o médico desconfiou de uma gastrite.

A mulher então fez um novo exame e foi informada que seu problema poderia ser Helicobacter pylori, uma bactéria que aparece na mucosa do estômago. Em uma outra consulta o médico informou que o problema era na vesícula.

A dor continuou e, após idas e vindas na emergência, Cleomar pediu para ser internada no pronto socorro do Hospital João Paulo II.

Atualmente, Cleomar diz depender de doações para viver com a filha — Foto: Rede Amazônica/ReproduçãoAtualmente, Cleomar diz depender de doações para viver com a filha — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Atualmente, Cleomar diz depender de doações para viver com a filha — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Foi então que os médicos decidiram operar a paciente. Após a cirurgia, Cleomar entrou em coma, teve infecção generalizada e os membros foram necrosando. Quando acordou não tinha mais os membros inferiores e superiores.

“Quando eu acordei eu já estava assim [amputada]. Abriram tudo em mim, mas eu não vi nada. Só lembro de entrar na sala de cirurgia”, diz.

O que diz o INSS?

Segundo a assessoria de comunicação do INSS, foi solicitado ao instituto um auxílio-doença para Cleomar e este foi indeferido por falta de período de carência, no ano passado. Depois, um novo benefício foi solicitado, também sendo indeferido por apresentar renda per capita familiar superior a 1/4 do salário mínimo.

Ainda segundo o INSS, a renda da família foi apurada em razão das informações constantes do cadastro único para programas do governo federal.

O INSS informou ainda que atendeu pessoalmente a filha de Cleomar e foi informado que um novo requerimento poderia ser feito se houvesse alteração da composição do grupo e também da renda familiar junto ao Cadúnico.

Ainda segundo o instituto, Cleomar agora pode procurar o INSS, pois poderá solicitar o requerimento de um novo benefício.

Matéria publicada na íntegra pelo G1

Associação de Juristas pede à PGR que enquadre por abuso de autoridade procurador que denunciou Glenn


O procurador Wellington Divino Marques de Oliveira

De acordo a matéria do DCM, a ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) protocolou nesta quarta-feira, 22/01, na PGR (Procuradoria Geral da República), uma representação (acesse aqui) contra o procurador no Distrito Federal, Wellington Divino Marques de Oliveira. A entidade aponta evidente prática de abuso de autoridade na denúncia apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) contra o jornalista Glenn Greenwald e pede que seja instaurado procedimento de investigação para apuração de conduta ilícita.

Para a Associação, a acusação apresentada pelo procurador descreve fato que não pode ser considerado crime. “Tenta criminalizar a livre manifestação do pensamento e a divulgação de informações, atingindo em cheio o direito fundamental à liberdade de expressão, liberdade de informação e liberdade de imprensa (art. 5º, incisos IV e IX, e art. 220 da CF)”, conforme representação.

Os Juristas pela Democracia afirmam que o uso do aparelho de Estado em desacordo com o que é determinado nas normas e em desrespeito aos direitos dos cidadãos foi o que levou à aprovação da Lei 13.869, em 2019, conhecida como Lei de Abuso de Autoridade.

“Ao acionar o Poder Judiciário de forma infundada e para dar vazão à sua posição político-ideológica, o procurador incide no que prevê o art. 30, da Lei 13.869/2019, com evidente abuso de autoridade”, aponta documento.

‘Quando vão perceber a fria na qual entraram?’ Marta questiona as elites sobre os retrocessos do governo Bolsonaro


Mais dias menos dias, Marta acredita que cada um da elite dominante, vai descobrir a barca furada que entrou. “Éramos felizes e não sabíamos”, logo vão dizer

Em um grupo de discussão nas redes sociais, a ex-prefeita de São Paulo e ex-senadora Marta Suplicy aproveitou a manhã deste sábado (18) para  perguntar quanto tempo as elites do país ainda vão demorar para entender os retrocessos do governo Bolsonaro.

Segundo Marta, os mais pobres já se tocaram.

E a classe média começa a se questionar.

“Quando as elites vão perceber a fria na qual entraram?

Os mais pobres deste país já perceberam.

A classe média começa a se perguntar. Nada justifica ter que passar a ouvir as falas vexaminosas e desrespeitosas de um presidente despreparado além de desequilibrado. Percebe-se o desmonte de ações e instituições fundamentais para os cidadãos e a ameaça de um governo cada vez mais autoritário e contra as liberdades inerentes a um governo democrático.

Temos que nos preparar para este enfrentamento. A resposta virá pelas urnas”. Fonte DCM.