A Expresso Coopertai vem conquistando confiabilidade dos passageiros


Ônibus revisados e confortáveis

A empresa de ônibus Expresso Coopertai iniciou as suas atividades há alguns anos e vem conquistando a cada dia a confiança dos passageiros que viajam para São Paulo e outras cidades. Em conversa com passageiros que costumam viajar nos ônibus da empresa, dizem que são vários fatores que fazem eles optarem pela Coopertai, onde um deles está no próprio custo com passagem, que é bem mais em conta, mas que existem outros fatores positivos. “Gosto da forma de como os motoristas tratam a gente, gosto das paradas e outros fatores que deixam a gente mais seguros como se tivesse entre família, isso é muito bom”, relatou uma senhora.

A diretoria da empresa informou que o principal fator da empresa, e que é prioridade, é passar segurança e tranquilidade para o viajante, o que acarreta muitos detalhes, que vai das revisões periódicas dos ônibus, o cuidado com passageiros e, pensando também no fator economia, ter uma passagem mais em conta,  para que os custos do viajante sejam amenizados”, informou.

Lembrando que os ônibus que saem de Maracás com destino final à capital paulista, passa por Lajedo do Tabocal, Itiruçu, Entrocamento de Jaguaquara, Jequié, Manoel Vitorino, Poções e Vitória da Conquista. A Coopertai serve a todas essas cidades. Também tem um carro saindo do Baixo Sul da Bahia que passam por Ipiau, Jitaúna, Jequié e segue o mesmo caminho. Lembrando também que ambas as linhas passam em Belo Horizonte e seguem pela Fernão Dias.

Na verdade, essa relação de passageiro e Coopertai é quase uma perfeição, pois são passageiros, em muitos casos, acostumados a viajar na empresa, o que termina ficando bem familiar de forma bastante agradável entre passageiros e motoristas.

Ônibus na rodoviária de Maracás, que é seu ponto de partida, um pouco antes da viagem rumo a São Paulo

Para que o viajante fique bem informado, aqui vai os horários de saída dos carros de Maracás para São Paulo e vice versa. Tem carro nos dias de Quarta e Sábado, sendo na quarta feira as 6 horas da manhã e aos sábados as 7 da manhã. Mais informações, entre em contato com estes telefones que também funcionam como Watssap : (11) 98368-6447/ (11) 98627-5310/  (73) 99107-7820. Adquirem as suas passagens e tenham uma boa viagem.

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Ômicron é identificado, pela Anvisa, em dois brasileiros não vacinados


De acordo a Revista Fórum  a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta terça-feira (30), a confirmação de dois casos no país de pessoas infectadas pela nova variante do coronavírus, a Ômicron: um casal de brasileiros.

De acordo com a Anvisa, a testagem foi feita em um passageiro vindo da África do Sul, que desembarcou em Guarulhos no dia 23, com resultado de exame RT-PCR negativo.

O homem procurou o laboratório localizado no aeroporto, no dia 25, para, realizar o teste de RT-PCR requerido para seu retorno à África do Sul. Na oportunidade, ele estava acompanhado da esposa.

Desta vez, ambos testaram positivo. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de São Paulo foi informado. O casal está em isolamento domiciliar, apresenta sintomas leves da Covid-19 e não tem histórico de vacinação.

Leia a íntegra da nota da Anvisa:

A Anvisa informa que serão enviadas para análise laboratorial confirmatória as amostras de dois brasileiros que, preliminarmente, apresentaram resultado laboratorial positivo para a variante Ômicron do Sars-Cov-2, após testagem realizada pelo laboratório Albert Einstein.

Tal testagem deve-se ao fato de que um passageiro vindo da África do Sul e que desembarcou em Guarulhos no dia 23/11, portando resultado de RT-PCR negativo, com vistas a se preparar para a viagem de regresso à África do Sul, procurou o laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos, no dia 25/11, para, já na companhia de sua esposa, realizar o teste de RT-PCR requerido para o retorno. Naquele momento, ambos testaram positivo para a Covid-19 e o fato foi comunicado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de São Paulo.

Diante dos resultados positivos, o laboratório Albert Einstein adotou a iniciativa de realizar o sequenciamento genético das amostras. Ademais, o laboratório notificou a Anvisa sobre os resultados positivos dos testes e sobre o início dos procedimentos para sequenciamento genético no dia 29/11 e, na data de hoje, 30/11, informou que, em análises prévias, foi identificada a variante Ômicron do Sars-Cov-2.

De acordo com os protocolos nacionais, o material deve ser enviado ao Instituto Adolfo Lutz (IAL) para fins de confirmação do sequenciamento genético.

A Anvisa também oficiou o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde estadual e municipal de São Paulo sobre o evento em saúde identificado na data de hoje para adoção das medidas de saúde pública pertinentes.

Diante da identificação e testagem com resultado positivo para Covid-19, a Rede CIEVS, ligada ao Ministério da Saúde, deve monitorar casos de acordo com o sistema de vigilância vigente no Brasil, para avaliação das condições de saúde e direcionamento dos indivíduos aos serviços de atenção à saúde, bem como para adoção das medidas de prevenção e controle da Covid-19.

A Agência ressalta que a entrada do passageiro no Brasil ocorreu no dia 23/11, ou seja, antes da notificação mundial sobre a identificação da nova variante, que foi relatada pela primeira vez à Organização Mundial de Saúde (OMS) pela África do Sul no dia 24 de novembro.

A entrada também foi anterior à edição da Portaria Interministerial CC-PR/MS/MJSP/MINFRA n° 660, de 27 de Novembro de 2021, que proibiu, em caráter temporário, voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela República da África do Sul e que também suspendeu, em caráter temporário, a autorização de embarque para o Brasil de viajantes estrangeiros, procedentes ou com passagem, nos últimos 14 dias antes do embarque, por esse país.

A fonte foi a Revista Fórum.

Em livro, Moro diz que não viu corrupção em rachadinhas de Bolsonaro e que indicação ao STF seria “natural”


Após se lançar pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sergio Moro tenta reescrever a própria história e a ligação umbilical com Jair Bolsonaro (Sem partido) em livro festejado pela mídia liberal.

Recortes do livro confirmam que o ex-juiz, que aceitou ser “super” ministro da Justiça após influenciar nas eleições de 2018, esperava ser indicado por Bolsonaro para uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

Com a mesma arrogância e prepotência que comandou as condenações na Lava Jato, muitas delas sem provas, Moro diz que “a indicação do meu nome viria naturalmente” ao STF, antes de dizer que “aqui de fato fui ingênuo, admito”.

“Evidentemente eu não descartava a possibilidade de ser nomeado pelo presidente no momento oportuno, mas não cabia estabelecer isso como condição para aceitar o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. […] Eu simplesmente pensei que, naquele momento, demandar a promessa da vaga não era algo honrado a fazer. Além disso, a indicação do meu nome viria naturalmente se eu, como ministro da Justiça, fizesse um bom trabalho (aqui de fato fui ingênuo, admito)”, diz em trecho do livro divulgado pela Folha de S.Paulo.

Moro, no entanto, não fala de “ingenuidade” ao se referir sobre as denúncias do sistema de corrupção conhecido como “rachadinhas” em gabinetes do clã Bolsonaro, reveladas antes mesmo da posse, em 2019. Segundo a Folha, no livro, ele diz que “achou as explicações de Bolsonaro satisfatórias e não viu sinal de que ele quisesse obstruir o inquérito”.

Sim antes do final das eleições

Moro ainda confirma no livro que aceitou ser ministro de Bolsonaro antes mesmo do segundo turno das eleições. Dias antes do primeiro turno, o ex-juiz levantou sigilo sobre a delação sem provas de Antonio Palloci para tentar prejudicar a candidatura de Fernando Haddad.

“Durante aquele churrasco, que avançou madrugada adentro [antes do segundo turno das eleições, em Curitiba], sinalizei a Paulo Guedes que, se Jair Bolsonaro fosse eleito presidente, eu aceitaria o desafio. Combinamos, entretanto, que a formalização do convite só ocorreria após o segundo turno das eleições para que o fato não tivesse qualquer influência sobre o pleito. Mais um indicativo, aliás, de que jamais pretendi influir na eleição presidencial de 2018”, escreve Moro, com tom de ironia e desfaçatez.

 

“Confissão de crimes em cascata”, diz Ciro Gomes

Pelas redes sociais, Ciro Gomes (PDT), que polariza com Moro a disputa pela terceira colocação nas pesquisas de intenção de votos para 2022, diz que o resumo do livro apresentado pela Folha é uma “confissão de crimes em cascata”.

Confissão de crimes em cascata, cumplicidade, subserviência, oportunismo e cinismo deslavado, são as definições mais civilizadas que se pode fazer sobre o conteúdo do livro de Sérgio Moro”, diz Ciro, em uma sequência de tuites publicados nesta terça-feira (30).

Ciro destaca que Moro “admite não ter visto crimes nas rachadinhas nem nas seguidas agressões de Bolsonaro às instituições” e “também não viu problema na enquadrada do general Villas Boas ao Supremo”.

“Suas mentiras e contradições explodem quando ele nega acertos para ser indicado para o Supremo, mas candidamente confessa que não ‘descartava a possibilidade de ser nomeado pelo presidente no momento oportuno’”, diz o pedetista.

“Todos que já conheciam Moro não se surpreenderão com esta podre exposição de motivos, mas é impossível que os demais brasileiros não fiquem chocados com tamanha hipocrisia e falsidade juntas”, emenda Ciro, que desafiou Moro para um debate.

“Se esta delação em busca de um prêmio já revira o estômago, imagine o asco que causaria as omissões do muito que não é contado no livro. Por estas e outras, reitero meu convite : ‘vamos debater, Moro? Por que se escondes, ex-juiz valentão?’”.

Com a informação do 247

Pode ser uma imagem de carro e texto que diz "CREDIBILIDADE DE MAIS DE 40 ANOS NA CIDADE DE MARACÁS AUTO ELETRICA JÓIA (73) 9.8853-7991 Veja OS nossos serviços Serviço em motor de arranque Serviço em alternador Serviço de instalações em geral Rastreamento em sistema de injeção eletrônico Limpeza de bicos injetores Serviço de chaveiro e imobilizadores Reparo em centrais de injeção eletrônica"

Lula disse que qualquer presidente sério mudará poplítica de preços da Petrobrás


Ex-presidente Lula e a plataforma da Petrobrás

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta manhã que irá mudar a política de preços da Petrobrás, que foi implantada pelo governo de Michel Temer após o golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff e vem sendo mantida por Jair Bolsonaro.

“Qualquer pessoa séria mudará a política de preços da Petrobrás. Não faz sentido dolarizar os preços num país autossuficiente em petróleo”. Questionado sobre que política adotará, Lula foi direto: “a que já implantei

Lula disse ainda que os governos Lula e Dilma foram marcados pela responsabilidade fiscal e que, ao contrário do discurso, Jair Bolsonaro tem furado o teto de gastos a cada medida que adota. Pelo seu discurso, ficou claro que serão retomados investidos públicos em infraestrutura. “Na crise do 2008, tiramos R$ 500 bilhões do BNDES para fazer a economia funcionar”, afirmou. “Voltaremos a ter um estado indutor”.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Doy Motos Peças, serviços e acessórios em geral Com a sua moto em boas mãos não há com que se preocupar!!! Fale dom Doy. Em Maracás, AV. Brasília, ao lado da garagem da Camurugipe. Fone- (73) 99137 3522"

 

Pode ser uma imagem de ao ar livre e texto que diz "Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944"

Ciro Gomes detona Sergio Moro e diz que o ex-juiz suspeito confessou “crimes em cascata” em seu livro


Segundo o presidenciável, ele admitiu ter prevaricado no caso das rachadinhas bolsonaristas, quando foi ministro da Justiça. Ciro também o chamou para um debate aberto.

Sérgio Moro e Ciro Gomes
Sérgio Moro e Ciro Gomes (Foto: Reuters)

 O candidato Ciro Gomes, do PDT, detonou o ex-juiz suspeito Sergio Moro, que lançou livro sobre sua atuação na Lava Jato, que, segundo o Supremo Tribunal Federal, corrompeu o sistema judicial ao ferir a regra básica da imparcialidade e, segundo o Dieese, destruiu 4,4 milhões de empregos no Brasil. “Confissão de crimes em cascata, cumplicidade, subserviência, oportunismo e cinismo deslavado, são as definições mais civilizadas que se pode fazer sobre o conteúdo do livro de Sérgio Moro, no resumo apresentado pela Folha”, escreveu Ciro.“Nesta sua delação premiada, Moro admite não ter visto crimes nas rachadinhas nem nas seguidas agressões de Bolsonaro às instituições. Também não viu problema na enquadrada  do general Villas Boas ao Supremo.

 

Ciro Gomes. “Seu rosário de culpas e desculpas inconvincentes avança quando apoia o uso político e a contaminação de imagem que Bolsonaro faz das Forças Armadas e sua política de facilitação de armas à população civil. Suas mentiras e contradições explodem quando ele nega acertos para ser indicado para o Supremo, mas candidamente confessa que não ‘descartava a possibilidade de ser nomeado pelo presidente

“Todos que já conheciam Moro não se surpreenderão com esta podre exposição de motivos, mas é impossível que os demais brasileiros não fiquem chocados com tamanha hipocrisia e falsidade juntas. Se esta delação em busca de um prêmio já revira o estômago, imagine  o asco que causaria as omissões do muito que não é contado no livro. Por estas e outras, reitero meu convite: ‘vamos debater, Moro? Por que se escondes, ex-juiz valentão?’”, finaliza.

 

Com informação do 247

PF verifica mensagens e ligações do advogado de Adélio Bispo


Adélio Bispo pf

Polícia Federal tem analisado imagens do advogado de Adélio Bispo

A Polícia Federal passou a verificar o material apreendido no escritório dos advogados que defendem Adélio Bispo, responsável pela facada contra Bolsonaro. Os policiais analisaram as trocas de mensagens, ligações telefônicas e trocas de e-mails. A PF também tem visto imagens do circuito de segurança do escritório do criminalista, além das contas bancárias.

“A princípio, recebemos o inquérito e estamos olhando o material que foi apreendido com o advogado. O que estava suspenso era a análise do telefone dele. Aí, pode ter tudo lá dentro”, disse o delegado Rodrigo Morais para o jornal O Globo.

Nenhuma descrição de foto disponível.

O policial relatou que não há uma data para concluir a análise do material que está nas mãos da PF desde 2018. Vale ressaltar que os policiais não encontram nenhuma prova que Adélio agiu em conjunto com outra pessoa. A conclusão da Polícia Federal era que Bispo tinha atuado sozinho.

Bolsonaro e Adélio Bispo

Em 2018, Bolsonaro era candidato à Presidência da República e foi esfaqueado em Minas Gerais por Adélio. Ele precisou ser internado e passar por uma cirurgia para sobreviver. O então deputado decidiu não participar dos debates do segundo turno e venceu a eleição.

Conforme revelou o DCM, Bispo tem sido pressionado na penitenciária. A intenção é que o rapaz confesse um suposto mandante do crime.

A informação foi do DCM.

Pode ser uma imagem de fruta e texto que diz "HORTIFRUTI Bela Vista Produtos fresquinhos para você! Frutas, verduras, legumes e outros mantimentos para a sua cozinha você encontra aqui!! Ο melhor é que temos preços baixos! Venha conferir. Estamos localizados à AV João Pessoa, ao lado da Machado Auto peças, em Maracás."

Em livro, Moro diz que não viu corrupção em rachadinhas de Bolsonaro e que indicação ao STF seria “natural”


Da Revista Fórum: Após se lançar pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sergio Moro tenta reescrever a própria história e a ligação umbilical com Jair Bolsonaro (Sem partido) em livro festejado pela mídia liberal.

Leia também:
Milícia virutal de Moro liderou ataques contra Lula na fake news sobre Nicarágua
Mourão troca mensagens com Moro e tem apoio de militar para ser vice de ex-juiz

Recortes do livro confirmam que o ex-juiz, que aceitou ser “super” ministro da Justiça após influenciar nas eleições de 2018, esperava ser indicado por Bolsonaro para uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

Com a mesma arrogância e prepotência que comandou as condenações na Lava Jato, muitas delas sem provas, Moro diz que “a indicação do meu nome viria naturalmente” ao STF, antes de dizer que “aqui de fato fui ingênuo, admito”.

“Evidentemente eu não descartava a possibilidade de ser nomeado pelo presidente no momento oportuno, mas não cabia estabelecer isso como condição para aceitar o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. […] Eu simplesmente pensei que, naquele momento, demandar a promessa da vaga não era algo honrado a fazer. Além disso, a indicação do meu nome viria naturalmente se eu, como ministro da Justiça, fizesse um bom trabalho (aqui de fato fui ingênuo, admito)”, diz em trecho do livro divulgado pela Folha de S.Paulo.

Moro, no entanto, não fala de “ingenuidade” ao se referir sobre as denúncias do sistema de corrupção conhecido como “rachadinhas em gabinetes do clã Bolsonaro, reveladas antes mesmo da posse, em 2019. Segundo a Folha, no livro, ele diz que “achou as explicações de Bolsonaro satisfatórias e não viu sinal de que ele quisesse obstruir o inquérito”.

Sim antes do final das eleições

Moro ainda confirma no livro que aceitou ser ministro de Bolsonaro antes mesmo do segundo turno das eleições. Dias antes do primeiro turno, o ex-juiz levantou sigilo sobre a delação sem provas de Antonio Palloci para tentar prejudicar a candidatura de Fernando Haddad.

“Durante aquele churrasco, que avançou madrugada adentro [antes do segundo turno das eleições, em Curitiba], sinalizei a Paulo Guedes que, se Jair Bolsonaro fosse eleito presidente, eu aceitaria o desafio. Combinamos, entretanto, que a formalização do convite só ocorreria após o segundo turno das eleições para que o fato não tivesse qualquer influência sobre o pleito. Mais um indicativo, aliás, de que jamais pretendi influir na eleição presidencial de 2018”, escreve Moro, com tom de ironia e desfaçatez.

“Confissão de crimes em cascata”, diz Ciro Gomes

Pelas redes sociais, Ciro Gomes (PDT), que polariza com Moro a disputa pela terceira colocação nas pesquisas de intenção de votos para 2022, diz que o resumo do livro apresentado pela Folha é uma “confissão de crimes em cascata”.

Confissão de crimes em cascata, cumplicidade, subserviência, oportunismo e cinismo deslavado, são as definições mais civilizadas que se pode fazer sobre o conteúdo do livro de Sérgio Moro”, diz Ciro, em uma sequência de tuites publicados nesta terça-feira (30).

Ciro destaca que Moro “admite não ter visto crimes nas rachadinhas nem nas seguidas agressões de Bolsonaro às instituições” e “também não viu problema na enquadrada do general Villas Boas ao Supremo”.

“Suas mentiras e contradições explodem quando ele nega acertos para ser indicado para o Supremo, mas candidamente confessa que não ‘descartava a possibilidade de ser nomeado pelo presidente no momento oportuno’”, diz o pedetista.

“Todos que já conheciam Moro não se surpreenderão com esta podre exposição de motivos, mas é impossível que os demais brasileiros não fiquem chocados com tamanha hipocrisia e falsidade juntas”, emenda Ciro, que desafiou Moro para um debate.

“Se esta delação em busca de um prêmio já revira o estômago, imagine o asco que causaria as omissões do muito que não é contado no livro. Por estas e outras, reitero meu convite : ‘vamos debater, Moro? Por que se escondes, ex-juiz valentão?’”.

Aliança entre Lula e Alckmin pode sair. essa semana terão uma conversa que pode até chegar mais perto da definição


Lula e Alckmin

Lula e Geraldo Alckmin se encontram nesta semana para uma nova conversa sobre o quadro político nacional, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Eles já tinham se encontrado pessoalmente em outra ocasião neste ano. Mas essa será a primeira reunião dos dois depois que a jornalista revelou que lideranças do PT e do PSB tentam viabilizar uma chapa com Lula concorrendo à Presidência e Alckmin à vice.

Depois que as tratativas vieram à tona, ambos deram declarações sinalizando que elas de fato estavam ocorrendo e poderiam evoluir.

‘The Rock’ doa seu carro a fã que faz boas ações e ele… [vídeo]


O ator Dwayne Johnson, o The Rock, deu o próprio carro a um fã e ele não aguentou de emoção - Fotos: Instagram
O ator Dwayne Johnson, o The Rock, deu o próprio carro a um fã e ele não aguentou de emoção – Fotos: Instagram

O ator Dwayne Johnson, o The Rock, quis presentear um fã, mas não queria dar um presente qualquer. Então sabe o que ele fez? Deu o próprio carro.

E ele explicou no Instagram o motivo da boa ação.

“Convidei fãs para uma exibição especial de Alerta Vermelho e queria fazer algo legal. E também algo GRANDE… algo ENORME… algo inesquecível. Minha ideia original era dar o Porsche Taycan, que dirijo no filme. Então, entramos em contato com a Porsche, mas eles disseram não. Mas eu ainda disse, sim! Eu vou fazer o melhor. Vou dar meu caminhão personalizado como presente. Meu bebê”, escreveu o astro de Hollywood.

A cena da entrega é emocionante. O fã desabou no chão, muito emocionado, enquanto lia o cartão escrito por The Rock:

“Obrigado pelo seu serviço, irmão, e aproveite seu novo caminhão”. (assista abaixo)

O escolhido para o presente

Quem recebeu o carro de Dwayne de presente foi Oscar Rodriguez, depois de uma pesquisa que o astro fez entre os fãs e descobriu tudo de bom que Oscar faz pela família e pela comunidade.

“Reuni o máximo de informações que pude sobre todos na plateia e, no final das contas, a história de Oscar me emocionou. Cuida de sua mãe de 75 anos. Treinador pessoal. Líder em sua igreja. Oferece apoio e alimentação para mulheres vítimas de violência doméstica. Veterano orgulhoso e humilde da Marinha. Ser humano gentil”, contou o ator.

“No Dia de Ação de Graças, ele merece muito mais do que apenas eu dando a ele meu caminhão pessoal. Eu sempre digo que é bom ser importante, mas é mais importante ser legal. E Oscar exemplifica ser bom e gentil até o fim. Oscar disse certo, pouco antes de partir – é apenas amor. Isso é tudo, irmão. Apenas ame”, lembrou Dwayne.

Que abraço!

O fã ficou em extase!

O abraço que Oscar deu no Dwayne na hora da surpresa foi o que todo fã gostaria de fazer, mesmo que não ganhasse o carro do astro do cinema!

Assista à cena emocionante:

A fonte foi o Só Notícias Boas.

Orquestra da FAB toca para Bolsonaro música de compositor ídolo de Hitler


Bolsonaro assiste à concerto da FAB. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma das principais canções escolhidas pela Força Aérea Brasileira (FAB) para tocar durante o Concerto de Estreia da Orquestra Sinfônica, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), foi a ópera “Os Mestres-Cantores de Nuremberg”, do compositor alemão Richard Wagner, que é uma das favoritas dos nazistas.

A composição completa de “Os Mestres-Cantores de Nuremberg” possui quatro horas de duração, mas a FAB tocou somente dez minutos dela no evento ocorrido nesta segunda-feira (29).

O compromisso estava fora da agenda de Bolsonaro. Ele foi acompanhado de autoridades como o ministro da Defesa, general Braga Neto, e o comandante da Aeronáutica, tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior.

Richard Wagner (1813-1883) pertencia ao grupo conservador dos “nacionalistas alemães” e é conhecido por seu forte antissemitismo (aversão aos judeus).

A FAB foi questionada pela coluna de Carla Araújo, do UOL, sobre o responsável pelo repertório e os critérios de escolha da música do compositor alemão para o concerto, mas ainda não se manifestou.

Uma música de Richard Wagner também foi escolhida para tocar durante o polêmico vídeo que fez o ex-secretário da Cultura Roberto Alvim ser demitido em janeiro de 2020. Ele copiou trechos de um discurso de Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda na Alemanha Nazista, sobre as artes.

Na época, Bolsonaro divulgou uma nota oficial em que definiu a fala do então secretário como “infeliz” e afirmou repúdio às ideologias totalitárias. No entanto, durante seu governo, diversas autoridades já foram associadas ao antissemitismo, incluindo o próprio presidente.

Bolsonaro deu ordem direta para prisão de mulher que o chamou de “noivinha do Aristides”


A situação

A ordem de abordagem que resultou na prisão arbitrária de uma mulher que protestou contra Jair Bolsonaro, no município de Resende, no Rio de Janeiro, partiu do próprio ocupante do Palácio do Planalto. De acordo com  a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a informação consta do Boletim de Ocorrência registrado pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que integravam a escolta oficial.

No B.O. os policiais afirmaram que Bolsonaro estava na rodovia por volta de 9h da manhã do último domingo (29) quando a mulher, que estava no banco do passageiro de um carro, o viu acenando para os motoristas e o xingou. Os agentes também afirmaram que a abordagem do veículo foi feita “mediante determinação do próprio sr. Presidente” após a mulher ter gritado “palavras de calão direcionadas a ele, mais especificamente berrou ‘Bolsonaro filho.

A mulher então foi enquadrada nas “devidas cominações legais”,  e que os demais ocupantes do veículo foram “qualificados”. “Diante das informações obtidas, foi constatada, em princípio, ocorrência de injúria com causa de aumento de um terço na pena por ter sido cometida contra o Sr. Presidente da República”, destaca o B.O.

Ela foi levada para a delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda e liberada após prestar depoimento e se comprometer a comparecer perante à Justiça.

Fontr 247.

Homem recebe 1º olho impresso em 3D do mundo


Steve Varze e o olho impresso em 3D: o primeiro do mundo - Foto: Moorfields Eye Hospital
Steve Varze e o olho impresso em 3D: o primeiro do mundo – Foto: Moorfields Eye Hospital

Um paciente britânico se tornou a primeira pessoa no mundo a receber um olho impresso em 3D.

Steve Verze, engenheiro de 47 anos, de Hackney, fez o implante no Moorfields Eye Hospital, em Londres, para colocar a prótese no olho.

“Desde os 20 anos eu precisava de uma prótese de olho, e sempre me senti constrangido”, disse Verze.

“Quando saía de casa, muitas vezes dava uma segunda olhada no espelho e não gostava do que via. Este novo olho está fantástico e, por ser baseado na tecnologia de impressão digital 3D, só vai ficar melhor e melhor.”

O Hospital informou à imprensa que trata-se da primeira prótese ocular totalmente digital criada para um paciente. A cirurgia foi na última quinta-feira, 25.

Alta definição

“Um olho impresso em 3D é uma verdadeira biomímica e uma prótese mais realista, com definição mais clara e profundidade real para a pupila”, explicou o hospital em um comunicado à imprensa .

“Ao contrário dos métodos tradicionais, ele usa varreduras do olho em vez de um molde invasivo da órbita do olho, tão difícil para as crianças que podem precisar de uma anestesia geral”.

O processo de produção também é muito mais rápido do que os olhos protéticos de acrílico tradicionais, que são pintados à mão e podem levar meses para serem concluídos.

Animados com o resultado

O professor Mandeep Sagoo, chefe clínico do projeto no Moorfields Eye Hospital e professor de oftalmologia e oncologia ocular na University College London, disse estar “animado” com o potencial do novo método de desenvolvimento.

“Esperamos que o próximo ensaio clínico nos forneça evidências robustas sobre o valor desta nova tecnologia, mostrando a diferença que faz para os pacientes. Ela tem claramente o potencial de reduzir as listas de espera”, disse Sagoo.

Com informação do Só Notícias Boas.

Ipespe: Lula aumenta vantagem sobre Bolsonaro e Moro passa Ciro


A diferença da Pesquisa Ipesp (ex-Ibope) é que ela não é realizada por telefone e acaba atingindo pessoas de classes sociais mais baixas

Pesquisa eleitoral Ipespe (ex-Ibope), divulgada nesta sexta-feira, confirma a liderança absoluta do ex-presidente Lula no primeiro e segundo turnos. Segundo o instituto, Lula tem 42%; Bolsonaro, 25%; Moro 11%; Ciro, 9%; Doria, 2%; e Mandetta e Rodrigo Pacheco, 1%.

Os números mostram que Moro cresceu três pontos percentuais e já ultrapassou Ciro Gomes, do PDT.

No segundo turno, Lula vence com folga todos os adversários.

Joaquim de Carvalho: nova investigação sobre Adélio só terá êxito se investigar lacunas apontadas no documentário


“Análise do celular do advogado serve apenas para o discurso bolsonarista”, alerta

247 – O jornalista Joaquim de Carvalho, autor do documentário “Uma fakeada no coração do Brasil”, que atingiu mais de 1,5 milhão de visualizações, alerta para o risco de que a reabertura das investigações sobre a suposta facada de Juiz de Fora sirva apenas para alimentar o discurso bolsonarista no ano eleitoral. Confira:

 

 

 

Incapaz de reduzir a gasolina mais cara do século, Bolsonaro insulta Lula


Lula e Jair Bolsonaro

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (25), Jair Bolsonaro mentiu aos brasileiros ao atribuir a alta dos combustíveis no Brasil a refinarias que não teriam sido concluídas durante governos petistas.

Além disso, o chefe do governo federal também insultou o ex-presidente Lula, chamando-o de “ladrão”. Lula tem tido sucessivas vitórias na Justiça e teve suas condenações na Lava Jato anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou o ex-juiz Sergio Moro parcial para conduzir os casos envolvendo o ex-presidente.

Em relação aos combustíveis, Bolsonaro omitiu o verdadeiro motivo para a alta dos preços: Preço de Paridade de Importação (PPI). O PPI foi implantado na Petrobrás durante o governo Michel Temer, após o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, e mantido por Bolsonaro. Em alguns postos pelo Brasil, o litro da gasolina já é vendido por mais de R$ 8.

O que a política de preços faz é atrelar o custo do combustível no Brasil ao mercado internacional, puxando os valores para o alto. Assim, a Petrobrás lucra cada vez mais e repassa valores elevados a seus acionistas.