(77) 99152-6666

VÍDEO – Padre Julio Lancelotti quebra pedras instaladas pela prefeitura de SP contra moradores de rua


O café com Leite não pode deixar de dar o seu palpite. Já que tu, prefeito, juntamente com o Dória, tucanos imprestáveis não fazem casas para os trabalhadores informais e que tem o viaduto como a sua morada, para passar a noite fria de São Paulo, deixem ao menos eles em paz. Já não chega ter cortado a passagem gratuita dos velhinhos?

Isso foi nesta segunda, Mas o padre, que tem amor pelos moradores do viaduto, já entrou em ação. Atenção impressa, fique de olho. Vê se não fazem como os jornalistas da Jovem Pan, SBT, Record e Bande que trabalham em função de Bolsonaro. O nosso dever é defender os mais oprimidos. Isso foi nessa segunda (1), Clique nas letras vermelhas. Bruno Covas instalou pedras embaixo de viadutos para espantar moradores de rua em São Paulo.

Muito revoltado com a situação inacreditável, o padre Julio Lancelotti foi até o viaduto Dom Luciano Mendes de Almeida, no bairro do Tatuapé, e derrubou as pedras a marretadas.

Fonte DCM

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Lava Jato é o maior esquema de corrupção judicial do mundo. Por Jeferson Miola


Moro e Dallagnol

Originalmente publicado no BLOG DO JEFERSON MIOLA

Por Jeferson Miola

 

A Lava Jato é o maior esquema de corrupção judicial do mundo. Não se conhece precedente histórico de processo sistemático e sistêmico de corrupção do sistema de justiça de um país como o promovido pela Lava Jato na perseguição a Lula e ao PT.

A história é repleta de casos de golpes de Estado, atentados contra o ordenamento jurídico, rupturas institucionais e outras modalidades de quebras da ordem democrática. Mas não se encontram registros de semelhante organização criminosa, estruturada e atuante nas distintas instâncias do judiciário e formada por agentes do próprio sistema de justiça, para atentar contra a ordem jurídico-institucional.

Para o jurista e professor Lenio Streck, “Não há escândalo similar. Não se tem conhecimento que, em um estado constitucional, tenha havido esse grau de uso do direito contra os adversários e inimigos. O Brasil, nesse ponto, é campeão de lawfare”, disse ele.

As mensagens liberadas pelo STF com novas/velhas e sobejas provas do funcionamento mafioso da Lava Jato já não surpreendem. Elas apenas adicionam comprovantes materiais da ação criminosa e organizada de funcionários públicos que usaram seus cargos e se desviaram de suas prerrogativas funcionais para satisfazer interesses pessoais, político-ideológicos e de um projeto extremista de poder.

A operação liderada por Sérgio Moro, il capo di tutti capi, e obedientemente executada pelo capanga Deltan Dallagnol tinha como diretriz central interromper, por meios criminosos, a continuidade dos governos petistas que a oligarquia dominante não conseguia derrotar legalmente, pela via eleitoral e democrática.

Pesa o agravante, ainda, da Lava Jato ter assim agido a partir de um plano concebido e assessorado desde o estrangeiro, e em associação ilícita com autoridades de outros países.

Juízes, desembargadores, ministros de tribunais, parlamentares, policiais, procuradores e militares – acumpliciados com a Globo e mídia oligopolista – agiram a serviço de prioridades econômicas e geoestratégicas dos Departamentos de Estado e de Justiça dos EUA. Muitos destas autoridades públicas brasileiras foram, inclusive, adestradas e treinadas para a missão em instituições dos EUA.

labor a serviço estrangeiro está documentado nos diálogos entre o ex-juiz e o procurador. Em 4 de novembro de 2015, Moro ordenou a Dallagnol: “Vc viu a decisão do evento 16 no processo 5048739-91? A diligencia merece um contato direto com as autoridades do US”, ao que o serviçal Deltan responde: “Não tinha visto… creio que não houve intimação nossa ainda. Vamos providenciar…  Obrigado por informar”.

Moro completa, fazendo gracejo: [vamos] “Colocar US attorneys [procuradores dos EUA] para trabalhar pois até agora niente rs”, e então o prestativo Deltan atualiza o chefe: “Hoje falei com eles sobre as contas lá da Ode pra ver se fazem algo rs”.

Em maio de 2019 o procurador do Departamento de Justiça dos EUA Daniel Kahn enalteceu a associação secreta e clandestina com procuradores da Lava Jato: “estamos muito, muito gratos pela oportunidade de trabalhar com os brasileiros. Tem sido uma das parcerias mais fortes que poderíamos ter com uma autoridade estrangeira”, disse ele.

Kahn destaca “que geralmente isso permite é agilizar o processo de obtenção da prova do que se feita de uma maneira mais formal”. Ele se referia à “hermenêutica de Guantánamo”, de produção forçada de provas para incriminar alvos do lawfare: “Se pudermos ter uma conversa antecipada, podemos começar reunir informalmente a coleta de provas e, em seguida, quando enviamos a solicitação formal, podemos encaminhá-la a um promotor específico no Brasil e eles podem encaminhá-la a um promotor específico aqui. Isso funciona muito bem”.

A devastação da economia brasileira, derivada da destruição da engenharia nacional e de setores estratégicos a mando dos EUA, foi acompanhada do metódico enfraquecimento, pela oligarquia colonizada, dos mecanismos e organismos de integração regional, como MERCOSUL, UNASUL e CELAC, e do debilitamento dos arranjos internacionais nos quais o Brasil despontava, como o bloco dos BRICS, por exemplo.

Por trás da retórica do falso combate à corrupção da Lava Jato se esconde a maior de todas as corrupções, que é a corrupção do sistema de justiça e a violação do Estado de Direito e da democracia, com desdobramentos catastróficos para o povo brasileiro.

É inadequada a comparação da Lava Jato com a operação italiana Mãos Limpas, porque os métodos e as práticas de Moro, Dallagnol & comparsas são típicas de estruturas mafiosas. Para Salvatore Lupo, “Máfia é uma organização criminosa cujas atividades estão submetidas a uma direção de membros que sempre ocorre de forma oculta e que repousa numa estratégia de infiltração da sociedade civil e das instituições”.

Com olhar na infestação das instituições estatais por criminosos de toga, o catedrático Paolo Pezzino entende que “a Máfia é um tipo de crime organizado não apenas ativo em vários campos ilegais, mas também com tendências a exercer funções soberanas – normalmente pertencentes a autoridades públicas – sobre um território específico”.

O escândalo de corrupção da Lava Jato, que não encontra equivalência no mundo moderno e na história mundial, não deve ser banalizado como conflito jurídico-político, pois é caso de polícia, de aplicação do código penal.

Não é razoável que os operadores deste terrível crime, que deveriam estar presos, ainda continuam ocupando cargos públicos, recebendo polpudos salários e regalias e, sobretudo, sendo protegidos pelo corporativismo fascista.

O atraso do julgamento da suspeição de Sérgio Moro pelo STF não é menos escandaloso que o escândalo monumental do envolvimento criminoso de juízes, magistrados, procuradores e outros agentes estatais com a destruição da democracia.

farsa da Lava Jato para prender Lula levou apenas 569 dias entre o show do power point do Deltan e o encarceramento do ex-presidente em Curitiba, onde ele permaneceu injustamente encarcerado por 580 dias; ao passo que o habeas corpus em que Lula pede a suspeição do Moro e a anulação dos processos está pendente de decisão no STF há 817 dias até este 2 de fevereiro de 2021.

Como se observa, as instituições continuam “funcionando normalmente”, dentro do “novo normal” que é o Estado de Exceção instaurado pela Lava Jato. Enquanto isso, a democracia agoniza e o fascismo sobe degraus na escalada militar-autoritária.

Doria bate boca com Constantino: “Vassalo do Bolsonaro”


Umas das coisas que mais desagrada na atualidade é a gente se deparar com emissoras e seus “profissionais” da comunicação, trabalharem a serviço de Bolsonaro. Não se encontra mais a chamada Grande Mídia livre para informar ao povo como deve ser. E ai daquele que sair fora do trilho, o chefe pede logo ao seu subordinado, que é o dono da emissora, que casse a cabeça daquele “rebelde”.
Reprodução da tela do bate boca ao vivo entre o governador de São Paulo, João Doria, e Rodrigo Constantino(foto: Reprodução/Jovem Pan)

Nesta terça-feira (02/02) o governador de São Paulo (PSDB), João Doria, e o comentarista político Rodrigo Constantino se envolveram em um bate boca. Ao vivo, eles trocaram acusações durante Jornal da Manhã, da Jovem Pan.

É possível notar a irritação no timbre das vozes dos dois protagonistas da discussão, que começou com Doria.

Em direito de resposta solicitado por Doria, o governador começou com críticas contra o comentarista político. Doria iniciou lembrando a fala de Constantino sobre estupro, que gerou  polêmica e provocou a demissão do funcionário da rádio em novembro de 2020,  o chamou de “vassalo do Bolsonaro”.

No jornal apresentado por Thiago Uberreich, Doria foi convidado para se defender das críticas de Constantino a respeito da fase vermelha do Plano São Paulo, em que proíbe o funcionamento de serviços não essenciais para tentar conter a proliferação da pandemia do coronavírus no estado.

“Muito obrigado, Thiago Uberreich e direção da Jovem Pan. Por dever de justiça, o mesmo tempo que Rodrigo Constantino nos fez críticas, nós usaremos para fazer a defesa, a defesa da vida, da ciência. E contrariar Rodrigo Constantino, um negacionista, ideólogo do [Jair] Bolsonaro, defensor de um governo homicida, como é o governo Bolsonaro”, disse Doria.

Estupro

”Aliás, o mesmo Rodrigo Constantino que defendeu um estupro nas redes sociais, foi demitido da Jovem Pan e lamentavelmente voltou. Rodrigo Constantino, São Paulo defende a ciência, a saúde e a vida. Coisa que você e Jair Bolsonaro nunca fizeram, ao contrário, você e Bolsonaro sempre disseram que era uma gripezinha, um resfriadinho”, alfinetou Doria.

”Hoje, o Brasil contabiliza mais de 225 mil mortos por uma pandemia que poderia ter tido seu efeito minimizado, se não tivéssemos um governo negacionista e jornalistas, aliás, pseudo-jornalistas como você, defendendo terraplanismo e a ideologia ao invés de defender o povo e a vida das pessoas”, continuou o governador.

“Foi aqui em São Paulo, Rodrigo Constantino, que viabilizamos a vacina. Aquela que você em várias vezes em comentários na Jovem Pan, você e Jair Bolsonaro desqualificaram, chamaram de ‘vacina da China’, ‘vachina’, ‘vacina do Doriamas mas é esta vacina, Rodrigo Constantino, que foi aprovada e qualificada pela Anvisa como uma vacina segura e eficaz”, destacou o governador.

Em seguida, Doria agradeceu novamente o âncora e a Jovem Pan pelo espaço, mas avisou que gostaria de outro tempo de resposta caso houvesse uma tréplica de Constantino. Como o comentarista já estava no ar, ele começou a responder o governador.

Fica aí

“Pode ficar no ar para escutar, governador. Eu entendo que você tenha ficado tão emotivo assim, porque eu apresentei fatos. E você vem de novo com essa tentativa de monopolizar as virtudes, a ciência e me atacar”, começou  Constantino.

A  partir daí, aos  4 minutos e 05 segundos, Constantino e Doria começaram a bater boca, com interrupções de ambos.

Constantino  é chamado  de  ‘vassalo de Bolsonaro”, ‘extremista, de extrema direita, com colocações absurdas, que contraiam a ciência’.   “Você desrespeita a vida, quando defendeu  um estupro”, dispara Doria. Na última acusação, Constantino  disse que “ meus advogados estão adorando isso’, depois de comunicar ao governador que irá acioná-lo na Justiça.

Entre outros xingamentos, Constantino  chama Dora de  ‘governador decadente’, que  estaria ‘surtando’ ao fazer acusações de que o comentarista seria terraplanista. Ouça o bate boca na íntegra.

Com informação do Estado de Minas

VÍDEO: Depois de comprar deputados por R$ 3 bilhões, Bolsonaro diz que “ficou na torcida”


Bolsonaro e sua torcida de R$ 3 bilhões. Foto: Reprodução

Cara de pau, Bolsonaro afirmou que ficou “apenas na torcida” na eleição do Congresso que elegeu seus candidatos:

“Parlamentares, no meu entender, escolheram bons candidatos. Hoje continua. Eu apenas fiquei na torcida”, afirmou.

O presidente mentiu novamente: às vésperas da eleição, ele liberou R$ 3 bilhões a 285 parlamentares.

Para despolitizados, que muitos chamam de gado, com a vitória de Lira e Pacheco, “começa agora o seu governo”.

Na verdade, Bolsonaro se mostrou um homem de muita coragem. Pois tirar o auxílio, não providenciar oxigênio para Amazonas deixando gente morrer sem ar, (O governo não nem uma obrigação de mandar oxigênio para Amazonas não). Foi o que ele disse. Pois é, deixar de salvar vidas para comprar deputados com tanto dinheiro, ou, outra forma de empregar bem o dinheiro seria comprando 150 milhões de vacinas, que era a quantia comprada com três bi.

Algo que também deixa o presidente rebaixado, é toda vez que quiser realizar algo que dependa do voto dos deputados, ter que pagar. Meio parecido com um cara que só consegue uma mulher se pagar pra ela. “Se era os deputados que não deixavam trabalhar”, agora não vai ter mais desculpa.

Resultado da pré-seleção para o Fies será publicado hoje


Candidatos não selecionados integrarão lista de espera.
Resultado da pré-seleção para o Fies será publicado hoje
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 

Agência Brasil – O resultado da pré-seleção para as cerca de 93 mil bolsas oferecidas por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021 será publicado ainda hoje (2) pelo Ministério da Educação (MEC). Os candidatos podem consultar o resultado no site do programa ou na instituição para a qual se inscreveu.

Segundo o MEC, serão disponibilizados R$ 500 milhões para as bolsas de financiamento estudantil. Os candidatos pré-selecionados deverão complementar sua inscrição entre os dias 3 e 5 de fevereiro de 2021.

De acordo com o MEC, os candidatos não selecionados integrarão uma lista de espera, podendo ser convocados a qualquer momento, entre os dias 3 de fevereiro e 18 de março.

A seleção para o Fies é feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na edição deste ano, pode participar quem fez o Enem entre 2010 e 2019, obteve média acima de 450 e não zerou a redação. As notas de 2020 não poderão ser utilizadas devido ao adiamento das provas, que foram aplicadas somente em janeiro de 2021. Outro pré-requisito é ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Criado em 1999, o Fies tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. O programa é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, com juros zero, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. O percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino.

Já o P-Fies tem regras específicas e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.Acorda Cidade

 

Arthur Lira faz festa da vitória para 300 pessoas em meio à pandemia


Poucos convidados usavam máscaras; festa incluía aliados e ministros do governo Bolsonaro

Arthur Lira novo presidente da câmara
Legenda: Após vitória na eleição da Câmera, Lira realizou festa para 300 pessoas em sua casa no Lago Sul, área nobre de Brasília
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Horas após dizer que colocará em votação medidas de combate à pandemia de Covid-19, o novo presidente da CâmaraArthur Lira (Progressistas-AL), promoveu uma grande festa de comemoração de sua vitória em uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília.

Cerca de 300 pessoas estiveram no local e poucos convidados usavam máscaras, o que incluía ministros do governo de Jair Bolsonaro, fiador da eleição de Lira – que também estava sem a proteção.

Legenda: Comemoração foi até as quatro horas da manhã e uniu figuras carimbadas do Centrão, militantes bolsonaristas
Foto: Reprodução

Articulador político do Palácio do Planalto, o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, foi um dos presentes na festa na madrugada desta terça-feira. Como revelou o Estadão, seu gabinete se tornou um QG da campanha de Lira na reta final, onde cargos e emendas eram negociados.

Fabio Faria (Comunicações), Fabio Wajngarten (Secretaria de Comunicações) e Jorge Seif (Secretaria da Pesca) completavam o time do governo na festa.

Deputados e políticos aliados, como Roberto Jefferson, presidente do PTB, eram maioria. Mas até mesmo quem não apoiou Lira compareceu. A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) foi uma delas.

Uma banda de música animava os presentes. Imagens de bastidores das viagens da campanha de Lira eram exibidas num telão.

No meio da festa, a música foi interrompida para um discurso. “A partir de amanhã, a vida é dura”, afirmou o novo chefe da Câmara, sendo abraçado e assediado por ao menos dez pessoas ao seu redor, contrariando todas as recomendações de autoridades de saúde para evitar a propagação do novo coronavírus.

Pouco antes, ainda no plenário da Câmara, Lira pediu um minuto de silêncio para os mais de 225 mil mortos pela doença no País. “Temos que fortalecer a rede de proteção social. Temos que vacinar, vacinar e vacinar o nosso povo”, disse Lira antes da festa. Diário do Nordeste

Arthur Lira é eleito o novo presidente da Câmara dos Deputados


Lira, que foi lançado por bloco de 11 partidos com 236 deputados federais, recebeu 302 votos

Arthur Lira presidente da Câmara dos Deputados
Legenda: Arthur Lira é o nome do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido)
Foto: Câmara dos Deputados

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) foi eleito, nesta segunda-feira (1º), o novo presidente da Câmara dos Deputados para o biênio 2021-2022. Lira, que foi lançado por bloco de 11 partidos com 236 deputados federais, recebeu 302 votos. Como obteve a maioria absoluta (metade mais um) de votos dos presentes, não haverá segundo turno.

Arthur Lira, de 51 anos, é natural de Maceió. Ele é empresário, advogado e agropecuaristaLíder do PP, está no terceiro mandato de deputado federal. Além do presidente Jair Bolsonaro, teve apoio do PP, PL, PSL, Pros, PSC, Republicanos, Avante, Patriota, PSD, PTB e Podemos.

lira e maia
Legenda: Arthur Lira foi cumprimentado por Rodrigo Maia após a eleição
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Ele é alvo de duas ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF), mas nega envolvimento nos casos investigados. Um trata do “quadrilhão do PP”, quando o partido foi acusado de crimes contra a Petrobras, Caixa Econômica e Ministério das Cidades.

Lira também é acusado de receber propina de R$106 mil para manter o cargo do ex- presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Francisco Colombo. Além disso, é acusado pela ex-mulher, Jullyene Cristine Santos, de injúria e difamação.

Sessão 

placar
Legenda: Placar da votação na Câmara dos Deputados
Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

A sessão para eleger o novo titular da Casa ocorreu no Plenário Ulysses Guimarães e foi conduzida pelo atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que chorou na despedida. Cada candidato teve dez minutos para defender as propostas.

O processo de votação foi presencial e secreto, com 21 urnas eletrônicas distribuídas pelo Plenário e pelos salões Verde e Nobre, que ficaram restritos aos parlamentares.

Apuração

Cada urna eletrônica recebeu até cinco deputados federais por vez, para evitar aglomerações de pessoas e manter o distanciamento social. Cada parlamentar registrou os 11 votos de uma só vez na urna eletrônica.

A apuração foi realizada por cargo, iniciando-se pelo presidente da Câmara. Para ser eleito, o candidato precisa da maioria absoluta dos votantes em primeira votação ou ser o mais votado no segundo turno. Depois de eleito o novo presidente, são apurados os votos dos demais integrantes da Mesa Diretora. Diário do Nordeste

 

Lancha desaparece com cinco amigos depois de sair do Rio de Janeiro em direção a Fortaleza


No último contato, na sexta-feira (29), um dos ocupantes da embarcação informou que as condições do mar estavam ruins, com a maré alta e muito vento, e que as roupas e comida deles estavam molhadas.

Lancha desaparece com cinco amigos depois de sair do Rio de Janeiro em direção a Fortaleza

Foto: Arquivo pessoal

Cinco amigos — sendo quatro cearenses e um gaúcho — desapareceram em uma lancha no mar do Rio de Janeiro, quando navegavam de volta à Fortaleza. O grupo viajou ao Rio, no último dia 23 de janeiro, para que um deles, o empresário Ricardo José Kirts, realizasse a compra da embarcação. Eles estão desaparecidos desde o último sábado (30).

O grupo é formado por Ricardo, o também empresário Domingos Sávio, um mecânico, um pescador e o comandante da embarcação, que não tiveram os nomes completos divulgados.

A Marinha do Brasil informou, por meio do Comando do 1° Distrito Naval (Com1ºDN), que tomou conhecimento, na manhã deste domingo (31), do desaparecimento da Embarcação de Esporte e Recreio “O Maestro”, supostamente na altura de São João da Barra (RJ).

A mulher de um dos navegantes, Vitória Magalhães, revelou que eles tentaram começar a viagem de volta no dia (26), mas a embarcação apresentou problemas técnicos no motor e nas bombas, então, eles tiveram de parar para consertar. No dia (28), eles prosseguiram a viagem, com direção a Vitória (ES), para reabastecer a lancha.

O grupo saiu do Bairro Urca, no Rio de Janeiro, após fazer os reparos necessários na embarcação. Ela revelou também que, no último contato — às 23h23 da sexta-feira (29) — o marido mandou a localização de onde estavam, Farol de São Thomé (RJ).

“Quando eu falei com ele, em nenhum momento ele me pediu ajuda, socorro. Ele disse que as coisas estavam ruins, mas estavam continuando viagem para Vitória. Então, eu deixei passar. Quando foi no sábado, que eu não consegui entrar em contato com ele — e nem no domingo — foi que eu entrei em contato com a Marinha”, relembra Vitória.

De acordo com Vitória, na última vez em que se falaram, o marido disse que as condições do mar estavam ruins, com a maré alta e muito vento; e que as roupas deles e a comida estavam molhadas, e que eles iam em direção à capital do Espírito Santo.

Ela falou que quando entrou em contato com a Marinha, pediu que eles tentassem contato com os navegantes, via rádio, mas as autoridades não conseguiram comunicação com a embarcação de imediato.

“Pouco tempo depois, eles retornaram dizendo que foi, sim, feito um pedido de socorro próximo à localização que eu tinha enviado [Farol de São Thomé (RJ)] para eles, sendo que eles não conseguiram confirmar se realmente eram eles, porque o sinal falhou”, complementa Vitória.

Contudo, nesta segunda-feira (1º), ela disse que a Marinha confirmou o pedido de socorro foi da lancha “O Maestro”. Ela tem medo de o grupo estar à deriva, porque um dos motores da lancha (que possui dois) tinha parado de funcionar, segundo relato do seu marido.

A Marinha informou ter acionado “imediatamente, o Salvamar Sueste, estrutura responsável por busca e salvamento no mar, que acionou o Navio-Patrulha ‘Macaé’ e duas aeronaves, sendo uma da corporação e outra da Força Aérea Brasileira (FAB)”. Além disso, a Marinha afirma que emitiu aviso por rádio para alertar e solicitar apoio a todas as embarcações nas áreas próximas.

Fonte: G1

Vacinação de idosos em Salvador começa nesta terça-feira


Imunização até domingo (7) é direcionada a pessoas a partir dos 90 anos; calendário especifica prioridade diária, por idade

[Vacinação de idosos em Salvador começa nesta terça-feira]
Foto : Pref Caruaru

A vacinação do primeiro grupo de idosos começa hoje (2) em Salvador. Até o final da semana, ela será exclusiva para esta categoria, direcionada a pessoas a partir dos 90 anos. A cada dia, uma idade específica será a prioridade.

A Secretaria de Saúde de Salvador divulgou um calendário com as datas, entre hoje (2) e o próximo domingo (7) e idades correspondentes a cada dia. Hoje, as pessoas com 95 anos ou mais já podem ir aos locais de imunização para receber a primeira dose da vacina.

Calendário escalonado de vacinação para idosos:
02/02 – 95 anos ou mais
03/02 – 94 anos
04/02 – 93 anos
05/02 – 92 anos
06/02 – 91 anos
07/02 – 90 anos

Antes de comparecer ao local de imunização é necessário que o idoso verifique se o nome consta no site da Secretaria Municipal da Saúde. Caso não esteja, o cadastro pode ser feito pelo próprio site ou presencialmente no 5º Centro de Saúde, nos Barris. Para realizá-lo é necessário ter em mãos a carteira de identidade, CPF, RG e comprovante de residência.

Os postos disponíveis para esta etapa são as unidades de Família em Plataforma e o 5º Centro de Saúde, nos Barris, além dos locais que operam em modo “drive-thru”, localizados também no 5º Centro de Saúde e no Atacadão, em Fazenda Coutos. Eles funcionam diariamente das 8h às 17h.

Os idosos acamados ou com dificuldade de locomoção podem solicitar a vacina domiciliar por este link. Metro1

Primeiro dia de aplicação do Enem digital tem 68,1% de abstenção; “muito em função da pandemia”


Primeiro dia de aplicação do Enem digital tem 68,1% de abstenção; "muito em função da pandemia"
Crédito da Foto: ilustrativa/Pexels

O primeiro dia de aplicação da versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou a ausência de 68,1% dos 93 mil candidatos inscritos. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ao todo, 34.590 candidatos fizeram as provas.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, atribui as faltas principalmente à pandemia do novo coronavírus. “O índice de abstenção continua alto, como também teve no Enem impresso. A gente entende que isso é muito em função da pandemia. Alguns locais estão em lockdown, as pessoas não saíram de suas casas para fazer as provas”, diz. O Enem impresso, finalizado no último domingo (24/1), teve abstenção recorde na história do exame. Mais da metade dos candidatos não compareceu.

Por conta da pandemia, o Inep adotou uma série de medidas de segurança, como o uso obrigatório de máscaras cobrindo o nariz e a boca, a disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e a antecipação da abertura dos portões, das 12h para as 11h30, no horário de Brasília. Candidatos com sintomas da covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa não deveriam comparecer ao local de prova. Esses candidatos terão direito a reaplicação do exame, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Ao todo, até o momento, 174 participantes pediram para participar da reaplicação. Desses pedidos, 118 foram aceitos pelo Inep. O pedido deve ser feito pela Página do Participante. O prazo ainda será definido. Mais 70 candidatos foram eliminados por desrespeitarem as regras do exame.

Segundo Lopes, o exame marca o início de mudanças não apenas no próprio Enem, que deverá se tornar 100% digital até 2026, como nas demais avaliações do Inep, que deverão também passar a ser feitas no formato digital. “Agora em 2021 a gente fez uma grande mudança, começando uma nova jornada, que é o começo da digitalização das avaliações e dos exames feitos pelo Inep. O primeiro a ser escolhido foi justamente o Enem”, diz.

ATRASOS NA APLICAÇÃO

Neste domingo, participantes relataram atrasos no início da aplicação das provas por problemas técnicos ou mesmo impedimento na realização do exame. De acordo com o diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais do Inep, Camilo Mussi, isso ocorreu por problemas de um dos servidores na transmissão das provas para os computadores. Os exames foram enviados neste domingo, pela internet, pelas máquinas antecipadamente cadastradas para o Enem.

A transmissão atrasou, de acordo com o diretor, até as 1h30. “Gostaríamos que todos tivessem começado as provas às 13h30. Não foi possível. Alguns participantes, pelo tempo, foram embora e terão direito à reaplicação”, diz.

O presidente do Inep enfatiza que aqueles que não conseguiram fazer a prova hoje poderão, caso desejem, fazer as provas no próximo domingo (7) e pedir para fazer apenas o primeiro dia do exame na data da reaplicação. “Tivemos alguns problemas? Tivemos, mas todo processo novo, inédito, está sujeito a obstáculos, empecilhos”, diz. Fonte: Agência Brasil

 

Após reajustes, motoristas reclamam dos novos preços de combustíveis


Em Feira de Santana, o valor da gasolina já atingiu R$ 4,95.
Após reajustes, motoristas reclamam dos novos preços de combustíveis
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

 

Os motoristas que precisaram abastecer os veículos na manhã desta segunda-feira (1º), foram surpreendidos com os valores nos postos de combustíveis. Em Feira de Santana, o valor da gasolina já atingiu R$ 4,95.

De acordo com o frentista Divanildo Santana Lima, o reajuste feito pela Petrobras precisa ser repassado para os clientes.

“Segundo a Petrobras, o reajuste foi de 5%, então passam os valores para as revendedoras, eles já nos passam com esse reajuste e precisamos repassar para os clientes também. O pessoal reclama bastante porque precisa se locomover, seja com gasolina, etanol ou diesel”, explicou.

No posto de combustível onde Divanildo trabalha, ainda não houve reajuste da gasolina, mas ele explicou que já existem locais cobrando R$ 4,95 e R$ 4,99.

“Por enquanto aqui só aumentou o etanol, a gasolina e o diesel ainda continuam com os preços velhos. O diesel aqui custa R$ 3,63. o etanol passou para R$ 3,65, a gasolina vai para R$ 4,65, mas tem locais que estão vendendo a R$ 4,95 ou R$ 4,99”, destacou.

Para Antônio Sampaio, os reajustes nos preços dos combustíveis chegam a ser abusivos para os consumidores. Na opinião dele, não deveria haver tanto reajuste em tão pouco tempo.

“Eu fui surpreendido com esses preços porque chegam a ser abusivos às vezes. Fomos avisados, mas nunca esperamos que venha a ter esse aumento. Na minha opinião devem ser reduzido também tantos impostos que são cobrados, pois o povo continua sofrendo com isso. Daqui uns dias vou ter que andar de bicicleta porque o aumento está sendo frequente. Todo mês fica difícil, se fosse a cada dois ou três meses, mas desse jeito, não dá”, finalizou.

Com informações do Acorda Cidade.

Traição por Ministério: ACM Neto abandona o Maia e Baleia, mas ganha o MEC


Está bem claro que os políticos da escala mais alta não atuam pensando no povo ou o que é mais importante para o país, mas sim nos seus interesses. A oferta do presidente Bolsonaro foi irresistível para o DEM, especificamente para o presidente da sigla, ACM Neto. Isso irritou o presidente da câmara dos deputados Rodrigo Maia, que passa o último dia como presidente se sentindo triste por ter sido traído e, quem sabe, arrependido de ter engavetado 60 pedidos de impeachment do presidente Jair Mecias Bolsonaro. Até aqui Café com Leite Notícuias. 

ACM Neto (DEM-BA) e Jair Bolsonaro (PSL-RJ)ACM Neto (DEM-BA) e Jair Bolsonaro (PSL-RJ) (Foto: Alan Santos/PR)

O apoio do DEM ao candidato de Bolsonaro na Câmara, Arthur Lira (PP-AL) teve um preço ajustado: a entrega da gestão da educação brasileiro para a sigla de ACM Neto. A promessa de Jair Bolsonaro é a de entregar ao DEM o Ministério da Educação logo depois da eleição da Presidência da Câmara, se Lira vencer, informa O Antagonista.

ACM Neto liderou a mudança do apoio da sigla de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato de Maia, para Arthur Lira, o de Bolsonaro.

O nome do DEM para o MEC é o do deputado João Roma, do Republicanos, do grupo de ACM Neto, que teria carta branca para lotear toda a pasta – com exceção do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), que fica com Marcelo Lopes da Ponte, nomeado por indicação do senador Ciro Nogueira, presidente do PP.

Com informação do 247

Greve dos Caminhoneiros | anunciada para essa segunda-feira, rodovias tem trânsito livre em Vitória da Conquista


Fotos: BLOG DO ANDERSON

Anunciada para essa segunda-feira (1), a Greve dos Caminhoneiros não teve início em Vitória da Conquista. Na Rodovia Santos Dumont houve uma tentativa frustrada, no entanto sem adesão. O BLOG DO ANDERSON circulou um dos principais trechos da BR-116 e pode constatar o fluxo com trânsito livre nos dois sentidos e também as presenças da Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar do Estado da Bahia em suas rondas rotineiras.

A Greve dos Caminhoneiros foi convocada pela Associação Nacional do Transporte Autônomos do Brasil (ANTB).

De acordo com a ANTB, o principal motivador da greve é a alta do preço do diesel, que teve aumento de 4,4% nas refinarias no final de dezembro e é o combustível majoritariamente utilizado por caminhoneiros. Também é reivindicada uma revisão no reajuste na Tabela do Piso Mínimo de Frete, realizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para o transporte rodoviário de carga.  Do Blog do Anderson

 

Vacina: nascida durante a gripe espanhola, idosa centenária recebe 1ª dose contra Covid-19 na Gávea


‘Vi muita coisa na minha vida e agora estou vivendo esse momento’, disse a jornalista Zuleide Souza de Lima, de 101 anos
Zuleide Souza de Lima, de 101 anos, é vacinada contra Covid-19 na Gávea Foto: Marcia Foletto/Agência O Globo
Zuleide Souza de Lima, de 101 anos, é vacinada contra Covid-19 na Gávea Foto: Marcia Foletto/Agência O Globo

 

RIO — Nascida em 1919, durante a gripe espanhola — que matou cerca de 50 milhões de pessoas pelo mundo entre 1918 e 1920 —, a jornalista Zuleide Souza de Lima, 101 anos, foi a primeira a ser vacinada contra a Covid-19 no Centro Municipal de Saúde Píndaro de Carvalho Rodrigues, na Gávea, na Zona Sul do Rio, na manhã desta segunda-feira. Dona Zuleide, que já contou a história de muitas pessoas, durante sua trajetória profissional, agora se vê fazendo parte de uma. Nesta segunda, de acordo com o calendário da nova etapa de vacinação, estão sendo imunizadas no estado do Rio pessoas com 99 anos ou mais.

‘Que felicidade’:Nelson Sargento é vacinado em cerimônia que abre nova fase de campanha no Rio

— A pessoa vacinada tem uma segurança, não é mesmo? Vi muita coisa na minha vida e agora estou vivendo esse momento. Momento histórico e importante para todos nós — comemorou Zuleide.

Muito alegre e ativa, a aposentada que mora no Leblon e tem uma filha, três netos e 12 bisnetos e que no próximo mês de março completa 102 anos, tem bom humor.

— Eu pareço com essa idade? Não, né? Olha, eu já trabalhei no Jornal O GLOBO e lembro das coberturas de vacinação que fizemos. Agora, estamos vivendo nessa pandemia e peço que as pessoas se vacinem. É uma coisa real (a pandemia) e que todos tem que tomar a vacina. Estou aliviada com esse cuidado — contou Zuleide que estava acompanhada de uma cuidadora e de uma fisioterapeuta.

Fundador de uma rede de saúde, o empresário Milton Soldani Afonso, de 99 anos, foi o segundo a receber a dose.

Covid-19:Quem é você na fila da vacina?

O idoso foi infectado pela Covid-19 em agosto e ficou em estado gravíssimo no CTI de um hospital particular de Copacabana. Hoje, ao ser vacinado, Afonso, que tem quatro filhos, 12 netos e quatro bisnetos, celebrou:

— Deus tem me abençoado muito (e consegui me curar). Mais um vez eu venci uma barreira, pois a vida é uma luta. Hoje, estou vacinado. Vi a Primeira e a Segunda Guerra e agora essa pandemia. A vacina era um sonho, um sonho triste.

A Secretaria municipal de Saúde (SMS) prevê imunizar 220 mil pessoas, acima de 80 anos, em fevereiro. Na terça-feira, será a vez dos idosos com 98, e assim, sucessivamente, até sexta, com pessoas de 95.

 

Eleição para presidente da Câmara acontece nesta segunda; saiba mais


Até o momento, oito deputados estão na disputa. O número, entretanto, pode mudar já que o prazo para as candidaturas serem oficializadas vai até às 17h

[Eleição para presidente da Câmara acontece nesta segunda; saiba mais]
Foto : Marcello Casal/Agência Brasil

A votação para escolher o novo presidente da Câmara dos Deputados acontece nesta segunda-feira (1º), a partir das 19h, de forma secreta e presencial. Quem vencer, comandará a Casa no biênio 2021 e 2022.

Até o momento, oito deputados estão na disputa. O número, entretanto, pode mudar já que o prazo para as candidaturas serem oficializadas vai até às 17h.

Confira:

  • Alexandre Frota (PSDB-SP) – Candidatura avulsa, sem o apoio de partidos.
  • André Janones (Avante-MG) – Candidatura avulsa, sem o apoio de partidos.
  • Arthur Lira (PP-AL) – Tem o apoio de pelo menos dez partidos (PSL, PP, PL, PSD, Republicanos, PSC, Avante, Patriota, PTB e Pros).
  • Baleia Rossi (MDB-SP) – Tem apoio de pelo menos dez partidos (PT, MDB, PSDB, PSB, PCdoB, Rede, PV, Solidariedade, Cidadania e PDT).
  • Fábio Ramalho (MDB-MG) – Candidatura avulsa, sem o apoio de partidos.
  • General Peternelli (PSL-SP) – Candidatura avulsa, sem o apoio de partidos.
  • Luiza Erundina (PSOL-SP) – Candidata do PSOL.
  • Marcel van Hattem (Novo-RS) – Candidato do Novo

Os principais nomes na corrida são o do líder do chamado Centrão, Arthur Lira, que tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro e o de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Além de definir as pautas de votação, o presidente da Câmara também decide, sozinho, se autoriza ou não a abertura do processo de impeachment do presidente da República, além de ocupar o segundo lugar na linha de sucessão da presidência.