(77) 99152-6666

Igreja Adventista socorre moradores em estado de calamidade na Bahia


 

Com apoio da Igreja Adventista do Sétimo Dia, representantes da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) chegaram ao sul da Bahia, nesta sexta-feira, 10 de dezembro, para avaliar os danos provocados pela enchente que tomou conta de ao menos 24 municípios da região, bem como iniciar as primeiras medidas de resposta emergencial.

Pode ser uma imagem de calçados e texto que diz "EM MARACAS Loja de Esportes Não precisa ir longe comprar produtos ligados ao esporte. Aqui você encontra tudo e outras novidades mais. Faça-nos uma visita efaça a sua compra no nosso mini-shopping de esportes. NIKE Rua Júlio Virgílio, ao lado do Só Montão Confecções. Maracás- Ba. Fone: (73)98849-5015"

Desde terça-feira, 7 de dezembro, chuvas torrenciais e o rompimento de uma barragem no interior de Minas Gerais contribuíram para problemas generalizados no sul baiano. Um ciclone extratropical ocorrido na quinta, 9 de dezembro, ampliou as consequências do mau tempo, levando o Governo do Estado a decretar estado de calamidade pública no território.
O diretor regional da ADRA para o Estado da Bahia, Leonardo Mendes, anunciou que a primeira medida será a distribuição de água potável para os moradores, em decisão conjunta com a prefeitura de Jucuruçu, um dos municípios mais afetados, devido ao transbordamento dos rios Gado Bravo e Jucuruçu, deixando famílias desabrigadas.
Pode ser uma imagem de texto que diz "IAR DOCUMENTOS Seus documentos em boas mãos Documentação de Casas e Terrenos Urbanos e Rurais, Ambiental CCIR e outros é aqui. Procure IRISVALDO ALVES DA ROSA, Praça Rui Barbosa, 107, 1° andar ao lado do Bradesco, em Maracás. (73) 99156 1640 & 98855 8072"
Como resultado desta primeira ação, a agência humanitária adventista vai destinar R$ 50 mil para a doação de água potável. Enquanto isso, a ADRA Internacional está mobilizando recursos que serão destinados para resposta estabelecida a partir do diagnóstico e necessidades mais imediatas das famílias afetadas pela calamidade.
Uma campanha vai mobilizar doadores interessados em ajudar a socorrer as famílias de municípios como Medeiros Neto, Guaratinga, Itamarajú, Jucuruçú, Vereda, Prado, Teixeira de Freitas e Eunápolis. Juntos, registram uma população de aproximadamente 430 mil habitantes.Moradores do município retirando pertences das casas alagadas. (Foto: Gilton Oliveira)
Quem desejar contribuir, a ADRA disponibilizou dois meios para doações:
Através da Conta Corrente da ADRA Brasil
Banco Santander – 033
Ag.1181
C/c 13.001729-4
CNPJ 01.467.063/0001-15
A informação é do Blog do Soares
Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Lula e Dilma pedem com Grupo de Puebla liberdade para Assange


www.brasil247.com - Lula e Julian AssangeLula e Julian Assange (Foto: Ricardo Stuckert | Reuters)

O Grupo de Puebla e o Conselho Latinoamericano de Justiça e Democracia (CLAJUD) emitiram uma carta onde exigem a liberdade de Julian Assange, fundador do WikiLeaks, e afirmam que a decisão do Tribunal de Westminster, que possibilita a extradição de Assange para os EUA é uma “violação do direito humano à liberdade de expressão e informação”. Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff assinam a carta.

“A decisão do Tribunal de Westminster (Reino Unido), de 10 de dezembro de 2021, que possibilita a extradição de Julian Assange para os Estados Unidos, não é apenas um grave erro judicial que põe em perigo sua vida, como afirmam seus advogados os defensores, mas sim é uma decisão que abre sérios precedentes na violação do direito humano à liberdade de expressão e informação”, diz a carta.

Além disso, os signatários da carta apontam para o parodoxo de que o ato do WikiLeaks, ao invés de ser aplaudido “desencadeou uma série de punições que incluem a acusação, difamação, desmoralização, estigmatização e criminalização de Assange, privado de liberdade em uma prisão de segurança máxima para terroristas. Este processo de humilhação e difamação transcende definitivamente um indivíduo, para se tornar um corretivo em nível internacional, mostrando passo a passo a crueldade que o sistema instituído pode atingir, para impedir alguém de ousar fazer algo semelhante. Em última instância, busca paralisar o instinto e o direito de busca pela verdade, instilando o medo” (leia a íntegra na Fórum).

Artistas se mobilizam e mandam ajuda a vítimas das enchentes na BA


Nos últimos dias, várias cidades foram atingidas por fortes chuvas, que provocaram enchentes e deixaram várias famílias desabrigadas. Pelo menos 25 municípios estão em situação de emergência. Veja ação dos artistas

Artistas como Whindersson Nunes, Anitta, Carlinhos Maia e o Felipe Neto estão fazendo doações e incentivando seguidores a ajudar vítimas das enchentes na Bahia - Fotos: reprodução / Instagram

Artistas como Whindersson Nunes, Anitta, Carlinhos Maia e o Felipe Neto estão fazendo doações e incentivando seguidores a ajudar vítimas das enchentes na Bahia – Fotos: reprodução / Instagram

Antes de começar a ajuda, Whindersson Nunes perguntou nas redes sociais o que estava acontecendo na Bahia e recolheu informações sobre como ajudar.

“Galera do extremo sul da Bahia, o que está acontecendo por aí e o que pode ser feito?”, perguntou o piauiense.

Assim que soube do tamanho do estrado Whindersson começou a procurar um avião para levar ajuda imediata aos moradores das áreas atingidas e descobriu que a cantora Annita também estava na mobilização e questionou:

“Gente, acabei de ver um lance da Bahia. Como posso ajudar?”. Após o questionamento, Whindersson respondeu:

“A chuva levou as estradas, e na cidade impossível de transitar, acho que a solução seria helicóptero pro resgate de pessoas ilhadas e pra levar doações, tem gente só com a roupa do corpo, estamos mandando dois, mais um pra atender as aldeias indígenas seria top demais”.

A ajuda

Neste sábado, 11, Whindersson agradeceu a cantora por se comover pela causa e disparou críticas também a gente rica que não ajuda.

“Anitta com duas ligação [sic] ajudou mais do que um bando de rico nojento que me oferece jato pra me buscar pra festinha e na hora de pedir a merda de um helicóptero fazem de conta q não entendem a gravidade do que a gente fala. Enfim, obrigado
@Anitta de coração”, desabafou.

Pode ser uma imagem de comida e texto que diz "EM MARACÁS, CENTER PÂES Center & DOCES MANAAIM. Só aqui você encontra: bolos, tortas, salgados e frios com a Pães & Doces melhor qualidade da cidade. Não fique de fora dessa!!!. Um ambiente agradável e aconchegante para você e sua família Delicia é comer aqui! Conheça Ο nosso restaurante. Manaaim කදහය 國周り国館 Av. Brasília, N°1011, Maracás-Ba. Fone: (73)3533-3639"

Felipe Neto e Carlinhos Maia

O influenciador Felipe Neto também entrou na mobilização para ajudar os moradores das áreas atingidas.

Ele anunciou nas redes sociais uma doação no valor de R$ 100 mil.

“O sul da Bahia está em situação catastrófica nesse momento. Precisamos ajudar! Quem puder ajudar, ajude Nova Alegria! Estou enviando 100 mil reais para ajudar as famílias desabrigadas. Ajude com o que puder!”, escreveu no seu perfil no Twiter.

Já Carlinhos Maia, também influenciador digital, divulgou neste sábado a doação de 30 toneladas de alimentos para as vítimas atingidas pela chuva.

“Todas 30 toneladas de alimentos que íamos entregar agora próximo ao natal em Maceió, será doada [sic] para o sul da Bahia. Como já estamos com todos os alimentos, estocados, já em mãos por causa do jogo da alegria, fica mais fácil enviar para lá”, disse o humorista no Instagram.

Segundo Carlinhos, os alimentos que seriam enviados ao Natal de Maceió deram substituídos posteriormente.

Ele também incentivou os seguidores a fazerem doações e divulgou um PIX, além de lista de materiais que os moradores da Bahia precisam.

Pode ser uma imagem de carro e texto que diz "CREDIBILIDADE DE MAIS DE 40 ANOS NA CIDADE DE MARACÁS AUTO ELETRICA JÓIA (73) 9.8853-7991 Veja OS nossos serviços Serviço em motor de arranque Serviço em alternador Serviço de instalações em geral Rastreamento em sistema de injeção eletrônico Limpeza de bicos injetores Serviço de chaveiro e imobilizadores Reparo em centrais de injeção eletrônica"

A chuva na Bahia

Este domingo marca o quinto dia seguido em que chuvas fortes assolam os municípios baianos.

O temporal atinge, principalmente, cidades das regiões sul e extremo sul do Estado.

De acordo com o governo da Bahia, de forma prioritária, itens como comida, água, medicamentos estão sendo enviados a moradores de 13 cidades.

Neste sábado o governo federal autorizou a ação do Exército nas áreas de calamidade na Bahia.

Pode ser uma imagem de ao ar livre e texto que diz "Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944"

A informação foi do Só Notícia Boa. Mas aqui vai uma dica do Café com Leite: Se você quiser doar e não souber como, consulte no Google e achará um meio. A ADRA, por exemplo, que é um ógão ligado a Igreja Adventista do Sétimo Dia, está fazendo um trabalho muito grande junto às famílias atingida. Se informe e faça o que puder.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Doy Motos Peças, serviços e acessórios em geral Com a sua moto em boas mãos não há com que se preocupar!!! Fale dom Doy. Em Maracás, AV. Brasília, ao lado da garagem da Camurugipe. Fone- (73) 99137 3522"

Seguranças de Bolsonaro agride jornalistas na Bahia


Segurança com punho fechado ameaçando um soco na cara do jornalista

Uma equipe de jornalistas da TV Bahia, uma afiliada da Rede Globo, foi agredida neste domingo (12) em Itamaraju, Sul da Bahia, por seguranças e militantes bolsonaristas.

Os jornalistas agredidos são Camila Marinho e o cinegrafista Cleriston Santana, que aguardavam a chegada do presidente Bolsonaro.

Após deixar o helicóptero, o presidente seguiu em direção ao estádio municipal Juarez Barbosa acompanhado de um séquito de bolsonaristas e cercado por seguranças.

Quando os repórteres da TV Bahia e da TV Aratu, afiliada do SBT, tentaram se aproximar do carro em que o presidente estava, foram impedidos pelos seguranças.

Posteriormente, um dos seguranças tenta impedir que os jornalistas aproximem os seus respectivos microfones e quando um dos aparelhos encosta nele, ele faz uma ameaça.

“Se bater de novo vou enfiar a mão na tua cara. Não bata em mim, não batam em mim”, ameaçou. Neste momento um dos apoiadores de Bolsonaro puxa os microfones e parte pra cima dos jornalistas.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Panificadora Massa Fina Aqui também é lanchonete e o produto é de qualidade!! MassaFin Massa F Massa ina Venha comprar seu pão na certeza que estará levando um ótimo produto para sua casa. Aqui também você faz o seu lanche, onde pode escolher dentre a nossa variedade de salgados e sanduiches. Entre e fique a vontade!!! Estamos em Planaltino, ao lado da Feira Livre, aguardando você."

Os jornalistas da TV Aratu Xico Lopes e Dário Cerqueira também foram agredidos.

A violência com que os jornalistas foram tratados na Bahia gerou repercussão nas redes. A jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil, questionou: “Tem que apanhar para trabalhar?”.

É estarrecedor a maneira de como a equipe do presidente da República se comporta diante dos profissionais da imprensa. se o repórter não fizer uma pergunta tipo “água com açúcar” ou o Bolsonaro abandona a entrevista ou acontece o que aconteceu em Itamarajú. Um político que não teme as perguntas dos jornalistas, está ali pra responder tudo. Há um político que sempre que vai participar de uma entrevista, seja coletiva ou com apenas um jornalista, ele, antes de começar diz: “perguntem o que quiserem”! Já viram ele falar isso? Esse é o diferencial de um democrata e um ditador.

A fonte foi a Revista Fórum.

Pode ser uma imagem de texto que diz "MERCADO RPM Sua satisfação em 10 Lugar! 73 3533 -2850 VISA AUGUSTO ELOY, 11, MARACAIZINHO MARACÁS BA MasterCard"

Entrando no jogo: Merval publica fake news no Globo sobre suposta “rejeição a Lula”


Muitas coisas vão ser inventadas para tentar desmoralizar o Lula, que vem liderando nas pesquisas com uma grande folga, que venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje. Não se pode dizer que isso é uma coisa natural porque não é. É, na verdade, canalhice dos que não têm prestígio junto à população, mas tem uma enorme capacidade de criar fake para enganar o povo. Até certo ponto engana, mas uma hora o povo cansa de tantos enganos e mentiras tipo: “Com a reforma da Previdência vamos juntar um trilhão de Reais”, disse o Guedes, mas para o programa que substitui o Bolsa Família, que em termos de gastos é basicamente o mesmo, mas teve que realizar um calote. que é não pagar os recursos de quem já tinha ganho na justiça e aguardava só receber, que é o chamado Precatórios. Cadê um trilhão?  E o gás pela metade do preço? Portanto, o que existe de sobra é mentiras e enganos sobre o povo brasileiro.

Merval Pereira, Bolsonaro, Sergio Moro e Lula

 A prova de que a imprensa corporativa também publica fake news está na coluna política desta quinta-feira do jornalista Merval Pereira, do Globo. Ele afirma que os três líderes nas pesquisas: o ex-presidente Lula, que venceria em primeiro turno, o segundo colocado Jair Bolsonaro, que é o atual presidente, e o terceiro Sergio Moro, ex-juiz declarado parcial e suspeito pela suprema corte brasileira, seriam os três mais rejeitados pelos eleitores. É uma informação falsa, como demonstram todas as pesquisas.

Nenhuma descrição de foto disponível.

O levantamento Genial Quaest, divulgado nesta quarta-feira, deixa claro que Lula não está entre os mais rejeitados pelos eleitores. Muito pelo contrário. Enquanto 64% não votariam em Bolsonaro em nenhuma hipótese, a rejeição de Moro é de 61%, seguida pela de João Doria (59%) e Ciro Gomes (55%). Ou seja: entre os candidatos conhecidos, Lula é o menos rejeitado, com 43%. É o único entre os cinco nomes viáveis, portanto, que aparece com rejeição inferior a 50%. Confira no vídeo abaixo, a partir do oitavo minuto.

Pode ser uma imagem de fruta e texto que diz "HORTIFRUTI Bela Vista Produtos fresquinhos para você! Frutas, verduras, legumes e outros mantimentos para a sua cozinha você encontra aqui!! Ο melhor é que temos preços baixos! Venha conferir. Estamos localizados à AV João Pessoa, ao lado da Machado Auto peças, em Maracás."

Eis o que escreveu Merval em sua coluna. “A exemplo do que aconteceu em 2018, os favoritos nas pesquisas eleitorais são os três mais rejeitados pelos eleitores, por razões diversas. Misturam-se aqui várias transgressões, à escolha do freguês”, escreveu.

Atriz da Globo cancela apresentação de peça em teatro que Moro fez lançamento de livro


De acordo a matéria publicada na Revista Fórum, a atriz Ana Beatriz Nogueira, que atualmente integra o elenco da novela “Um Lugar ao Sol”, na Rede Globo, onde interpreta a personagem Elenice, cancelou a apresentação de estreia do espetáculo “Um dia a menos”, programada para janeiro no Teatro dos Quatro, no Rio de Janeiro.

A iniciativa foi em protesto porque a casa de espetáculos recebeu um evento político do ex-juiz Sergio Moro (Podemos), pré-candidato à presidência em 2022, que ocorreu nesta quinta-feira (9).

O ex-juiz, considerado suspeito incompetente pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nas ações contra o ex-presidente Lula, participou de um “talk show” acompanhado do apresentador Carlos Nascimento.

Em protesto, Ana Beatriz comunicou o cancelamento do espetáculo: “Como atriz e produtora da peça ‘Um dia a menos’, estou cancelando minha estreia em janeiro no Teatro dos Quatro”.

 

A posição da atriz foi elogiada por outros artistas: “Arrasou na decisão! Por mais pessoas como você, Ana. Te amo”, disse Silvia Buarque. “Já era fã antes, imagina agora!”, declarou Roberto Birindelli.

Para tentar se justificar, a direção do Teatro dos Quadro divulgou uma nota, lamentando as críticas pelo evento com Moro. Os responsáveis pela casa disseram que “sempre lutaram por liberdade de expressão”.

“O evento de hoje é uma realização independente de uma editora que contratou o espaço para fazer o lançamento de um livro. Para nós, trata-se apenas de uma relação pontual e comercial, assim como tantas outras”, alegaram, segundo o UOL.

Moro leva escracho durante evento no Teatro dos Quatro

Sergio Moro não teve vida fácil, mais uma vez, durante o “talk show” no Teatro dos Quatro. Ele foi alvo de mais um protesto (veja aqui) o terceiro em menos de uma semana.

escracho aconteceu na entrada da casa de espetáculos, que fica no Shopping da Gávea, Zona Sul do Rio, onde o ex-ministro de Bolsonaro lançou seu livro sobre “combate à corrupção”.

“Traidor”, “fascista” e “ex-funcionário do Bolsonaro” foram alguns dos xingamentos proferidos pelos manifestantes.

 

Ao jornal argentino Lula disse que Bolsonaro é um fascista e Moro é um neofascista”


Da Revista Fórum: O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedeu, nesta sexta-feira (10), entrevista exclusiva ao jornal Página 12, o terceiro maior em circulação da Argentina. Durante a conversa, Lula falou sobre os problemas em vários países da América Latina, a relação entre o Brasil e a Argentina e os desafios econômicos do continente para os próximos anos.

“O Brasil vive uma situação que achava que nunca mais viveria, com 19 milhões de pessoas passando fome”, disse o fundador do Partido dos Trabalhadores (PT).

Sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-juiz e pré-candidato à Presidência Sérgio Moro, Lula afirmou que “são dois personagens muito comprometidos com a extrema direita e, no caso do Moro, é um personagem perigoso: quando era juiz se atreveu a mentir em um processo para me condenar e me levar para a prisão e assim me impedir de ser eleito presidente em 2018”, disse. “Ainda me pergunto: quantas mentiras esse homem pode contar à sociedade brasileira? Então, eu diria que são dois extremistas, o Bolsonaro é um fascista e o Moro é um neofascista, os dois vão tentar mentir para a sociedade o tempo todo. Eles vão ter que lutar entre si para ver quem vai para o segundo turno com o PT”, completou.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Panificadora Massa Fina Aqui também é lanchonete e o produto é de qualidade!! MassaFin Massa F Massa ina Venha comprar seu pão na certeza que estará levando um ótimo produto para sua casa. Aqui também você faz o seu lanche, onde pode escolher dentre a nossa variedade de salgados e sanduiches. Entre e fique a vontade!!! Estamos em Planaltino, ao lado da Feira Livre, aguardando você."

Boas chances de vencer

Lula afirmou também que “tudo indica que o PT tem boas chances de ganhar em 2022. Temos que agir com seriedade porque não há tempo para as eleições e, então, não podemos cantar vitória antes do tempo”. Segundo ele, “o PT tem um legado político e econômico extraordinário e de inclusão social no Brasil, vamos tentar dar à sociedade o que o PT fez de bom no país. Vamos trabalhar para ganhar as eleições”.

Lula lembrou, no entanto, que Bolsonaro, como presidente, “conta com o uso da máquina governamental, e o próprio Moro, com a ajuda de setores da mídia que fazem o enorme sacrifício para ele aparecer no noticiário. Não sei se é percebido na Argentina, mas no Brasil sou o mais censurado do planeta terra. Qualquer candidato que não seja o PT, que tem 1% nas pesquisas, aparece mais na televisão do que o Lula, que tem 46 ou 47% de intenções de votos. Não me preocupo porque tenho uma relação muito verdadeira com o povo e isso vai me permitir ganhar as eleições”, afirmou.

Pode ser uma imagem de texto que diz "MERCADO RPM Sua satisfação em 10 Lugar! 73 3533 -2850 VISA AUGUSTO ELOY, 11, MARACAIZINHO MARACÁS BA MasterCard"

“Estou convencido de que a América Latina pode se recuperar. Infelizmente pessoas como Néstor Kirchner e Hugo Chávez morreram, outras pessoas foram violentadas, como Rafael Correa e Dilma Rousseff, depois da violência da lei, contra mim; o golpe contra Fernando Lugo. Os governos conservadores destruíram tudo o que construímos para o bem-estar social de nossos povos. Sei o que está passando o camarada Alberto Fernández, o que significa a dívida que Macri deixou com o FMI e sua pressão; por isso, Alberto precisa trabalhar muito para que haja um acordo e que o povo argentino não seja vítima dos neoliberais”, encerrou.

Pode ser uma imagem de calçados e texto que diz "EM MARACAS Loja de Esportes Não precisa ir longe comprar produtos ligados ao esporte. Aqui você encontra tudo e outras novidades mais. Faça-nos uma visita efaça a sua compra no nosso mini-shopping de esportes. NIKE Rua Júlio Virgílio, ao lado do Só Montão Confecções. Maracás- Ba. Fone: (73)98849-5015"

Uma notícia pra lá de boa: Pelo menos 60 cidades da Bahia não registram casos de Covid há mais de 30 dias


Leitos para coronavírus mantêm baixa ocupação no Maranhão – Portal da Secretaria de Estado da Saúde

De acordo com os dados divulgados no último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, na Bahia, 75 cidades estão sem registrar casos de Covid-19 há cerca de 30 dias, destes, Contendas do Sincorá é o município que está há mais tempo sem contabilizar infectados (112 dias). Nas últimas 24 horas foram registrados 608 novos casos de Covid-19 na Bahia. O boletim ainda registrou seis óbitos causados pela doença. Desde o início da pandemia, dos 1.264.224 casos confirmados, 1.233.888 são considerados recuperados e 27.365 pessoas morreram. Ainda estão ativos 2.971 casos. Segundo a Sesab, 1.650.396 casos foram descartados e 258.683 estão em investigação. No estado, 52.615 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

 

Presidentes de diretórios estaduais do PSB decidem apoiar federação com PT e Lula 2022


De acordo a matéria publicada no 247 e outros sites, as alianças entre PT, PSB e PCdoB em torno da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a criação de uma federação entre esses partidos estão praticamente consolidadas, segundo informa o repórter João Valladares, no Valor Econômico. “O PSB deu mais um passo para formar uma federação com o PT e outras legendas menores posicionadas no campo da esquerda. Em reunião ontem, em Brasília, 18 presidentes estaduais do partido se posicionaram favoravelmente à inclusão do PT no arranjo eleitoral”, escreve o jornalista.

Pode ser uma imagem de comida e texto que diz "Panificadora Massa Fina Aqui também é lanchonete e o produto é de qualidade!! Massa Fina ิตรรต ino Venha comprar seu pão na certeza que estará levando um ótimo produto para sua casa. Aqui também você faz o seu lanche, onde pode escolher dentre a nossa variedade de salgados e sanduiches. Entre e fique a vontade!!! Estamos em Planaltino, ao lado da Feira Livre, aguardando você."

Participaram do encontro 23 dirigentes. “O encontro não teve caráter deliberativo, mas indica que o partido deverá aprovar a iniciativa em reunião da Executiva Nacional, ainda sem data definida para ocorrer. Na semana passada, a bancada do PSB na Câmara avisou ao presidente do PSB, Carlos Siqueira, que era amplamente favorável à união dos partidos contra a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) e em torno da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, lembra ainda João Valladares.

Pode ser uma imagem de texto que diz "MERCADO RPM Sua satisfação em 10 Lugar! 73 3533 -2850 VISA AUGUSTO ELOY, 11, MARACAIZINHO MARACÁS BA MasterCard"

 

Por que Ciro Gomes caiu para 5%? Por Miguel do Rosário


Ciro Gomes diz à CNN que retoma candidatura: "mais fortalecido do que nunca" | CNN Brasil

Os números principais da pesquisa Quaest são esses: no cenário expandido, com mais candidatos, que aparentemente é o mais provável, Lula lidera com 46%, seguido de Bolsonaro, 23%, Moro 10%, e Ciro 5%.

O fator que mais chama atenção é o esvaziamento súbito de Ciro Gomes, que vinha mantendo, antes da chegada de Moro, uma posição confortável de nome mais forte da terceira via.

Na live em que analisou a pesquisa, Felipe Nunes, CEO da Quaest, revelou que uma das questões apresentadas aos entrevistados explicam porque, em suas palavras, “Ciro foi desaparecendo”.

Nunes qualifica Ciro de “fraco”, no sentido de que sua candidatura ficou demasiadamente amarrada à uma “admiração pessoal do eleitor”, com pouca associação a um “projeto” ou “conteúdo programático”.

 

É uma situação irônica, porque a campanha de Ciro sempre procurou se vender como a única que possui um “projeto”. O candidato publicou um livro para reforçar essa imagem, e vive repetindo, em entrevistas, que o desafio do Brasil não é eleger “João, Maria ou Manoel”, e sim mudar o regime econômico e a governança política, ainda extremamente submissos a dogmas neoliberais arcaicos e antipopulares.

Entretanto, os eleitores diferenciam projeto de palavrório, e o fato concreto, agora demonstrado em pesquisa, segundo Felipe Nunes, é que Ciro Gomes não conseguiu associar sua candidatura a um projeto nacional.

Os outros candidatos tem tido mais sucesso nesse quesito.

Mesmo João Dória, que apresenta números pífios nas pesquisas, é associado a um programa, que seria levar adiante reformas liberais, além de ser visto como um dos responsáveis pelo sucesso da vacinação no país.

Lula também representa projetos: ampliação de programas sociais, recuperação de salários e empregos, investimentos públicos, volta a um tempo de bonança econômica (picanha, cerveja e viagens).

Sergio Moro é associado (mesmo que por razões equivocadas) à luta contra a corrupção, e também a reformas liberais.

Bolsonaro simboliza o projeto conservador, os valores da família, tradição e propriedade, a militarização da educação e de toda a ordem social.

Essa fragilidade de Ciro Gomes também deve ser atribuída aos erros de sua estratégia eleitoral.

Ao ir para o tudo ou nada, Ciro acabou com nada.

Nassif, que entrevistei nesta quarta-feira, no programa que ancoro na Revista Forum, observou que o principal erro de Ciro foi achar que poderia ser o candidato do antilulismo, esquecendo que, para isso, seria preciso abraçar o pacote completo: ou seja, defender as reformas liberais e antipopulares que integram o núcleo ideológico do antilulismo.

Como não fez isso, e como seu nome era, desde sempre, associado à esquerda, ele se viu diante de uma crise de identidade: perdeu apoio na esquerda, que se afastou dele por não concordar com o tom e a linguagem usados em seus ataques ao PT e a Lula, e perdeu apoio na direita, que nunca viu autenticidade nesse antipetismo súbito de Ciro, além da desconfiança de que tudo se tratava de uma estratégia puramente eleitoral, maquiavélica, para emplacar um programa econômico intervencionista ao qual ela – a direita – tem horror absoluto.

O caso de Moro é inteiramente distinto. Ele representa o pacote completo do antilulista: conservador nos costumes, liberal na economia, amigo da mídia, e ainda tem a vantagem de posar, melhor que ninguém, de “outsider”, ou seja, de alguém de fora do mundo político.

Jairo Nicolau, que também participou da live da Quaest, afirmou que”Moro é outsider da política que Bolsonaro fingiu ser em 2018″.

Entretanto, Nicolau disse não ver muito espaço para Moro crescer e passar de 15% ou 20%. “Essa hipótese é muito pouco provável. Ele começa bem, mas não vejo futuro”.

O economista-chefe da Genial, José Marcio Camargo, que participa da mesma live, disse que o desafio de Moro é sair do “nicho” de um eleitorado temático, interessado na luta contra a corrupção.

Nicolau analisou ainda que, ao contrário do que se esperava; de que a temperatura eleitoral fosse esquentar apenas a partir de março ou abril do ano que vem; ou mesmo mais tarde, “houve antecipação do jogo eleitoral”. Ele acha que a eleição de 2022 será a mais longa da nossa história. “Teremos um ano de campanha”.

Nicolau aposta que Doria pode ganhar alguns pontos nos próximos meses, em virtude da gigantesca estrutura política que lidera, como governador de São Paulo. Lembrou que, em breve, surgirão os candidatos pequenos, como Cabo Daciolo, que pode chegar a dois pontos.

Quanto a possibilidade do Auxílio Brasil ajudar Bolsonaro a penetrar no Nordeste, Nicolau considera que isso é difícil acontecer, pois até o momento o presidente foi incapaz de ampliar sua aprovação na região.

O principal desafio de Bolsonaro, para Nicolau; é recuperar onde ele foi bem em 2018; especialmente nas periferias urbanas, ou seja, junto aos “pobres urbanos”.

Nicolau observou que o “desempenho impressionante” de Lula nas pesquisas não tem paralelo com momentos anteriores do petista. Ele não tinha um patamar tão sólido em 2002 ou 2006. A razão desse força, segundo ele, é porque Lula está “praticamente solitário” junto aos eleitores de baixa renda.

E adianta um dado que não consta no relatório divulgado hoje. Nicolau diz que Lula tem hoje cerca de dois terços dos votos do eleitor menos escolarizado e com renda familiar inferior a dois salários, contra 20% de Bolsonaro, ou seja, Lula tem o triplo de votos em Bolsonaro junto a uma fatia que corresponde a metade do eleitorado brasileiro.

Entre eleitores com escolaridade média, Lula lidera, mas com vantagem bem menor em relação a Bolsonaro. Já entre os eleitores com ensino superior, há empate entre Lula e Bolsonaro, com Moro logo atrás.

Se Bolsonaro não recuperar o voto dos eleitores da periferia; “um abraço”, diz Nicolau, acrescentando que esse é um eleitor mais volátil; mais disposto a mudar de voto, ao contrário do eleitor mais escolarizado; pertencente a uma elite, que já formou sua opinião e dificilmente irá mudar seu voto.

Miguel do Rosário é fundador e editor do site O Cafézinho. Mas a fonte foi o DCM

“Ditadura nunca mais”: oposição comemora derrota de PL que cria polícia política para Bolsonaro


Líder do PSOL, deputada Talíria Petrone (RJ) durante votação ao regime de urgência do “PL antiterrorista” (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

Da Revista Fórum: Parlamentares da oposição, líderes de movimentos sociais e entidades comemoraram, no final da tarde desta quarta-feira (8), uma derrota sofrida por bolsonaristas com relação ao Projeto de Lei (PL) 1595/19, conhecido como “PL antiterrorismo” ou “PL de ações contraterroristas”, proposta que, além de criar uma polícia secreta e política para Jair Bolsonaro, visa criminalizar os movimentos sociais e atos da oposição.

Em uma articulação com os governistas, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), pautou a votação de regime de urgência do projeto, visando acelerar a tramitação para que ele pudesse ser aprovado à toque de caixa e sem discussão prévia. O regime de urgência, no entanto, foi rejeitado com 228 votos “sim” e 199 “não”. Para a urgência ser aprovada, eram necessários 257 votos “sim”.

Durante a divulgação do resultado da votação no plenário da Câmara, foi possível ouvir gritos de “ditadura nunca mais” feitos por deputados.

“Vitória importantíssima. O governo Bolsonaro tentou emplacar a tal lei antiterrorista para poder perseguir os movimentos sociais, o povo brasileiro e a democracia. E foi derrotado. Não tem regime de urgência, esse projeto não vai ser votado. O plenário disse: ditadura nunca mais. Mais uma derrota do Bolsonaro e do bolsonarismo. O governo Bolsonaro vai acabando”, celebrou Rogério Correia (PT-MG).

“Queremos que esse tipo de proposta autoritária volte para a lata de lixo da história. Seguimos atentas para barrar esse absurdo que ataca a democracia e tenta criminalizar movimentos de oposição ao governo. Ditadura nunca mais!”, declarou, por sua vez, a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ).

À FórumRaimundo Bonfim, coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), considerou a decisão desta quarta-feira uma “vitória da pressão popular”.

“É uma vitória, inda que parcial, sinalizar que é possível, sim, impedir a aprovação deste ataque ao direito de reunião e manifestação. O povo está morrendo é de fome e não de ações terroristas. A livre atuação dos movimentos sociais e populares é indispensável para manutenção do regime democrático e a conquista de melhores condições de vida”, pontuou.

Ditadura Bolsonaro

De autoria do deputado bolsonarista Major Vitor Hugo (PSL-ES), a proposta foi aprovada em comissão especial em setembro e, segundo especialistas, tem por real objetivo criminalizar movimentos sociais e qualquer oposição ao governo Bolsonaro. No texto, é proposto enquadrar atos que tenham “a intenção de intimidar ou coagir a população civil ou de afetar a definição de políticas públicas por meio de intimidação, coerção, destruição em massa, assassinatos, sequestros ou qualquer outra forma de violência”.

Além disso, o projeto cria o Sistema Nacional Contraterrorista e da Política Nacional Contraterrorista, ambos submetidos ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Trata-se, na prática, da criação de uma polícia política e secreta para Bolsonaro.

 

“A Câmara está discutindo o pedido de urgência na votação do projeto que, na prática, permitirá a Bolsonaro perseguir opositores, criando uma polícia política diretamente ligada ao presidente. É um absurdo. Nós estamos trabalhando para derrotar essa proposta”, afirmou o deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ), líder do bloco da Minoria na Casa.

Paulo Teixeira (PT-SP), ao protestar contra a votação da urgência ao projeto, afirmou que a proposta é uma tentativa de bolsonaristas de “fechar o regime” e implantar uma ditadura no Brasil.

Entidades criticam

Além de parlamentares da oposição, entidades estão se mobilizando contra o Projeto de Lei 1595/19.

Segundo 19 entidades que assinam nota técnica contra o PL divulgada na última semana, entre elas a Anistia Internacional e o Conectas, trata-se, na prática, da criação de uma polícia política e secreta para Bolsonaro.

 

“Equacionando os mais diversos sinais de autoritarismo dado pelo atual governo, bem como a proposta de ampliação do que hoje se entende por terrorismo, estamos diante de um dos mais perigosos projetos contra a democracia brasileira. A polícia política subordinada ao Presidente dará a ele o amplo acesso a informações privilegiadas e dados privados de toda a população, representando uma superestrutura de vigilância e infiltração nas organizações sociais e políticas (artigo 11º). Ademais trata-se de ferramenta de repressão que comprometerá ainda mais a segurança das vozes dissidentes que já vêm sendo perseguidas, inclusive pelo recurso à recém-revogada Lei de Segurança Nacional
(LSN)”, diz um trecho da nota.

 

As entidades chamam a atenção ainda para o fato de que a tramitação do projeto à toque de caixa vem às vésperas da eleição de 2022, e que isso “impõe uma ameaça concreta à organização política e à reação social da população”.

“A aprovação do PL 1.595/2019 pode fortalecer a criação de ferramentas de perseguição a opositores e à sociedade civil, de forma absolutamente incompatível com o ambiente livre e democrático que se almeja ao desenvolvimento do nosso país”, diz outro trecho da nota.

Para Raimundo Bonfim, coordenador da Central de Movimentos Populares (CMP), outra entidade que assina a nota técnica, “trata-se de um projeto que autoriza a criminalização de movimentos populares, transformando lideranças sociais em terroristas. É a criação da polícia secreta do Bolsonaro para perseguir opositores”.

 

Inflação na casa dos 10% desorganiza a economia e massacra classe média e pobres


www.brasil247.com -

O estouro da meta da inflação por dois anos consecutivos, com as projeções de inflação de 10,18% neste ano e de 5,02% em 2022, pelo BC, deve atingir fortemente as famílias de baixa renda. Com o aumento dos preços, a camada da população com salários inferiores tem menos condições financeiras para adquirir os itens básicos para a sua sobrevivência

Diante do aumento nas contas de luz, da desvalorização do real diante do dólar e da instabilidade política, o brasileiro terá um início de ano de 2022 repleto de dificuldades para pagar suas despesas básicas.

A conta de luz ainda deve continuar subindo no ano que vem. Estimativas de uma empresa de tecnologia especializada em tarifas de energia apontam que as tarifas devem ter um reajuste médio de 19% no país em 2022.

No acumulado de 12 meses, até outubro, a faixa com renda familiar menor, de um a três salários mínimos, registrou inflação de 10,63%, indica estudo da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

A inflação também preocupa investidores, que apontam que um ciclo mais duro de alta de juros poderá levar a economia a uma recessão ainda maior. Contudo, não há como trazer a inflação para baixo sem desacelerar a economia ainda mais. Para a decisão do Copom hoje (8), a esmagadora maioria dos analistas espera alta de 1,5 ponto porcentual da taxa Selic, para 9,25%.

Apesar do resultado negativo do PIB, a inflação também atingiu em cheio os chamados “outros serviços”, como bares, restaurantes e hotéis, que tiveram alta de 4,4% no terceiro trimestre em comparação com os três meses anteriores.

Do 247

Hospital usa pele de tilápia para tratar doença rara em mulheres


A pele de tilápia foi utilizada pela primeira vez na reconstrução vaginal de mulheres com doença rara - Foto: reprodução UFC

O uso medicinal da pele de tilápia está cada dia mais abrangente e tem apresentado ótimos resultados em todos os procedimentos.

Dessa vez, a técnica é utilizada para reconstruir o canal vaginal de mulheres com síndrome de Rokitansky, uma doença rara que provoca alterações na formação do útero e da vagina, que ficam ausentes ou pouco desenvolvidos.

O procedimento foi realizado no Hospital das Clínicas da UFMG/Ebserh, tornando a instituição a primeira a aplicar a técnica para esse tratamento.

Pacientes

Duas mulheres foram operadas na semana passada e agora, o HC vai receber outras pacientes de Minas Gerais com o mesmo diagnóstico e em tratamento no SUS, para realizar o procedimento.

“A pele da tilápia contém grande quantidade de colágeno tipo 1, que a torna tão forte e resistente quanto a pele humana.

Além disso, o processo de manufatura da pele de tilápia é rápido e barato”, explica o professor Leonardo Bezerra, médico responsável por pesquisar a técnica ginecológica.

Baixo risco de rejeição

Uma das grandes vantagens do procedimento, segundo o Dr. Leonardo, é que a pele de tilápia tem um baixo risco de rejeição. Ele explica que, por se tratar de um animal aquático, o cruzamento de infecções não existe.

As peles chegam ao bloco cirúrgico esterilizadas, embaladas a vácuo e prontas para o uso, após passarem por processo que engloba o beneficiamento, a limpeza e a extração, sob a coordenação do Núcleo de Processamento e Desenvolvimento de Medicamentos da UFC.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Média complexidade

A cirurgia para reconstrução íntima possui uma média complexidade, segundo a cirurgiã e coordenadora do Setor de Uroginecologia do HC, Marilene Vale C. Monteiro.

“As mulheres com a síndrome de Rokitansky, ou anegesia vaginal, nascem sem o canal vaginal, e os sintomas variam. Se elas não realizarem a cirurgia, não há como a menstruação descer, se a mulher tiver o útero, e elas terão dificuldade em manter relação sexual”, acrescenta.

A técnica, ainda em fase de estudo comparativo pelo Hospital das Clínicas – entre duas abordagens, uma delas utilizando a pele de tilápia –, vem sendo aplicada desde 2017 no Ceará e já beneficiou 25 pacientes em todo o país.

Pode ser uma imagem de ao ar livre e texto que diz "Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944"

Pesquisa premiada

A pesquisa com pele de tilápia, desenvolvida por cientistas Universidade Federal do Ceará, ganhou três prêmios nacionais em apenas um mês.

As pesquisas premiadas envolvem o uso medicinal da pele do peixe em diversas áreas: para tratar queimaduras, feridas, para cirurgias plásticas e reparadoras e também no uso veterinário, em cães.

Com essas comendas recebidas em novembro, as pesquisas com a pele de tilápia já somam 19 premiações, todas em primeiro lugar. Que orgulho dos nossos cientistas!

Do Só Notícia Boa.

Pode ser uma imagem de calçados e texto que diz "EM MARACAS Loja de Esportes Não precisa ir longe comprar produtos ligados ao esporte. Aqui você encontra tudo e outras novidades mais. Faça-nos uma visita efaça a sua compra no nosso mini-shopping de esportes. NIKE Rua Júlio Virgílio, ao lado do Só Montão Confecções. Maracás- Ba. Fone: (73)98849-5015"

Pesquisa diz que Lula venceria no primeiro turno em todos os cenários se as eleições fossem hoje


Da Revista Fórum

Se as eleições fosse hoje, Luiz Inácio Lula da Silva venceria no primeiro turno em todos os cenários, de acordo com nova pesquisa da Genial/Quaest, publicada nesta quarta-feira (8).

O ex-presidente lidera em todos os cenários, em primeiro e segundo turnos. Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) permanece em segundo lugar, mas é derrotado em qualquer situação de segundo turno.

A Quaest analisou quatro cenários de pesquisa estimulada, em que são apresentados os nomes dos candidatos.

Pode ser uma imagem de texto que diz "MERCADO RPM Sua satisfação em 10 Lugar! 73 3533 -2850 VISA AUGUSTO ELOY, 11, MARACAIZINHO MARACÁS BA MasterCard"

Intenção de votos válidos

Embora o jornal O Globo afirme que Lula não venceria em primeiro turno, a Fórum fez os cálculos excluindo o número de brancos, nulos e indecisos, usando apenas as intenções de votos nos candidatos. Desse modo, Lula venceria em todos os cenários apresentados.

No cenário com sete pré-candidatos, Lula teria 46% dos votos; Bolsonaro, 23%; Sergio Moro viria em terceiro, com 10%; Ciro Gomes, na quarta posição, com 5%; João Doria (PSDB), com 2%; e Rodrigo Pacheco (PSD) e Felipe D’Ávila empatados com 1%. O número de brancos e nulos é de 7% e o de indecisos, 5%. Se fossem levados em conta apenas as intenções de votos válidos, Lula venceria a eleição já no primeiro turno, com 52%.

Em um cenário sem a presença de Doria, Pacheco e D’Ávila, Lula segue na liderança com 47% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 24%. Sergio Moro aparece com 11%, enquanto Ciro vem em seguida, com 7%. Se fossem levados em conta apenas as intenções de votos válidos, Lula também venceria a eleição neste cenário já no primeiro turno, com 52%.

Em um terceiro cenário, sem Doria, Moro e D’Ávila, Lula tem seu melhor desempenho, com 48% dos votos, chegando a 56% das intenções de votos válidos. Bolsonaro também cresce, chegando aos 27%. Ciro aparece com 8%, e Pacheco, com 2%, completam a lista.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Panificadora Massa Fina Aqui também é lanchonete e o produto é de qualidade!! MassaFin Massa F Massa ina Venha comprar seu pão na certeza que estará levando um ótimo produto para sua casa. Aqui também você faz o seu lanche, onde pode escolher dentre a nossa variedade de salgados e sanduiches. Entre e fique a vontade!!! Estamos em Planaltino, ao lado da Feira Livre, aguardando você."

 

Já no último quadro sem Moro, Pacheco e D’Ávila, Lula tem 47% das intenções de votos, seguido por Bolsonaro, com 27%; Ciro Gomes, com 7%; e João Doria, com 5%. Neste cenário, Lula atingiria 54% das intenções de votos válidos.

Lula vence também em todos os cenários de simulações de segundo turno: 55% dos votos contra 31% de Bolsonaro; 53% contra 29% de Sergio Moro; 54% contra 21% de Ciro Gomes; 57% contra 14% de João Doria; e 58% contra 13% de Rodrigo Pacheco.

Derrotado mesmo sem Lula

Mesmo sem a presença de Lula, Bolsonaro também seria derrotado nos cenários levantados pela pesquisa. Ele aparece com 31% das intenções de voto contra 34% de Sergio Moro, e com 34%, contra 39% de Ciro Gomes.

O levantamento foi feito presencialmente entre os dias 2 e 5 de dezembro, com 2.037 entrevistas em 120 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro, de 2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O estudo que vem monitorando a avaliação do governo desde julho foi feito pela Quaest.

Pode ser uma imagem de texto que diz "IAR DOCUMENTOS Seus documentos em boas mãos Documentação de Casas e Terrenos Urbanos e Rurais, Ambiental CCIR e outros é aqui. Procure IRISVALDO ALVES DA ROSA, Praça Rui Barbosa, 107, 1° andar ao lado do Bradesco, em Maracás. (73) 99156 1640 & 98855 8072"

 

 

Morre a atriz Mila Moreira, aos 72 anos


Morreu na madrugada desta segunda-feira (06),  no Rio de Janeiro, a atriz Mila Moreira aos 72 anos de idade. De acordo com nota divulgada pelo Hospital CopaStar, onde ela estava internada, a família não autorizou divulgar a causa da morte da atriz.

Mila começou a carreira como modelo, aos 14 anos, e participou de diversas novelas na TV Globo, entre elas “Plumas e Paetês” e “Marrom Glacé”. Ao longo da carreira, ela esteve em cerca de 30 novelas e minisséries.

Ela foi uma das primeiras modelos a atuar em novelas. Em entrevista ao Vídeo Show, ela afirmou ter enfrentado preconceito. A estreia aconteceu em “Marron Glacé”, em 1979, quando interpretou Érica.

“Na época, não era comum ter uma modelo fazendo televisão, então, claro que, inicialmente, teve um preconceito. Todo mundo ficava esperando para meter o pau mesmo. Os olhares tortos eram mais por conta de ser uma pessoa fora da classe. Era como hoje, as pessoas ainda acham que você está roubando o trabalho dos outros. Você estuda para ser atriz e chega alguém que só porque é bonitinha e está na moda vira atriz”, disse Mila.

Entre novelas marcantes das quais a atriz participou estão “Elas por Elas”, “Corpo a Corpo”, “Que Rei Sou Eu?”, “Meu Bem, Meu Mal”, “Paraíso Tropical”, “Ti Ti Ti”.