“Sentimentos aos familiares”, diz Bolsonaro sobre mortes de Dom e Bruno


Jair Bolsonaro - Canal Rural

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais, nesta quinta-feira 16, para se manifestar sobre as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips.

“Nossos sentimentos aos familiares e que Deus conforte o coração de todos!”, escreveu o presidente no Twitter em resposta a uma postagem da Funai lamentando a morte da dupla.

Enquanto a mensagem de Bolsonaro tem apenas uma linha e não informa nenhuma medida a ser adotada pelo governo após os assassinatos, a da instituição tem cinco parágrafos e traz menção aos cargos que Bruno havia exercido como servidor público e ao seu “imenso legado” para a proteção de indígenas isolados.

havia exercido como servidor público e ao seu “imenso legado” para a proteção de indígenas isolados.

Na noite anterior, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), principal adversário político de Bolsonaro nas eleições deste ano, pediu um momento de silêncio aos apoiadores em Minas Gerais, após o anúncio da morte do indigenista e do jornalista.

Lula ainda prometeu colocar fim ao garimpo ilegal caso seja eleito. Ele disse estar comprometido com a demarcação de terras indígenas.

“Se nós ganharmos essas eleições, eu quero assumir um compromisso de que não haverá, em hipótese alguma nesse país, garimpagem na terra indígena desse país“, afirmou. “Posso dizer para vocês que é um compromisso. Terei todo o prazer de demarcar todas as terras que precisarem ser demarcadas”, afirmou Lula.

Com informação do DCM