Moro se triste com resultado das pesquisas e vê futuro sombrio


Tanto pra senado como pra Governo do Estado do Paraná, que é sua terra, ele começa ficar na poeira. Ao que vêm indicando as pesquisas, a surra vai ser grande

Os dias não andam nada fáceis para o ex-ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro (PL) e ex-juiz considerado suspeito pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Sérgio Moro (União Brasil).

De acordo com levantamento divulgado pelo IRG Pesquisa nesta segunda-feira (4), Moro não aparece na frente nem para o Senado e nem para o governo do estado em seu próprio estado, o Paraná.

Senado

Alvaro Dias (Podemos) lidera a corrida ao Senado pelo estado do Paraná, com 32% das intenções de votos, enquanto o ex-juiz da Lava Jato tem 22%.

Governo do estado

Já para a disputa ao governo estadual, cenário com Moro na disputa, Ratinho Júnior (PSD) tem 46,4% dos votos, enquanto Roberto Requião (PT) tem 19,6%. Moro figura em terceiro, com 12,9%.

Em um segundo cenário — sem Moro –, Ratinho aparece com 56,5% dos votos, o que consagraria sua vitória em primeiro turno. Na sequência, Requião tem 23,5%.

O IRG ouviu 1.500 eleitores entre os dias 29 de junho e 3 de julho. A pesquisa está registrada no TSE com os números PR-03374-2022 e BR06776-2022. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

A fonte foi a Revista Fórum.