Bolsonaro é recebido sob protestos em Alagoas, onde vai inaugurar obra de Renan Filho; veja vídeo


Vários movimentos populares bloquearam as proximidades do aeroporto. Visita é uma afronta à atuação de Renan Calheiros na CPI do Genocídio.

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) é recebido em Maceió, nesta quinta-feira (13), no Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Rio Largo, sob protestos.

Uma manifestação bloqueou as proximidades do aeroporto. Pneus foram queimados e manifestantes com cartazes, bandeiras e gritos de protesto impediram a passagem nas duas vias às 6h30. Após o vídeo continua a matéria

A Polícia Militar (PM) foi acionada. Com a chegada do Bope, por volta das 07:50, a saída foi liberada. A entrada, no entanto, segue bloqueada.

A visita de Bolsonaro foi decidida após o depoimento do ex-secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten. Na ocasião, ele recebeu ordem de prisão do relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL). No final do depoimento, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que é filho do presidente, foi à CPI e chamou Renan de “vagabundo”.

Renan respondeu que vagabundo é ele que fica com dinheiro dos seus funcionários em forma de “rachadinha”.

Alagoas é governado pelo filho de Renan Calheiros (MDB-AL), Renan Filho (MDB), que não vai participar da visita do presidente.

Bolsonaro vai participar de várias agendas tanto na capital quanto no interior do estado. Entre elas está a inauguração de um viaduto que já foi inaugurado por Renan Filho, em dezembro de 2020.

A obra teve investimentos na ordem de R$ 77,4 milhões, conquistados após interferências do senador Renan Filho, nos governos Dilma e Temer.

A informação foi da Revista Fórum.