Governo Bolsonaro contrata empresa para disparar 2 bilhões de mensagens via celular


Bolsonaro e Paulo Guedes de olho nas eleições.Créditos: Antonio Cruz/Agência Brasil

Ministério da Economia do governo de Jair Bolsonaro (PL), sob o comando de Paulo Guedescontratou uma empresa que será responsável pelo disparo de quase 2 bilhões de mensagens de texto via celular. O valor do contrato é de R$ 84,2 milhões, com duração de 36 meses.

vencedora da disputa foi a TServcom Tecnologia, companhia que tem sede em Ituverava (SP). Outros quatro grupos participaram da licitação, porém, foram superados por terem oferecido preços mais altos.

No photo description available.

O ministério pretende utilizar esse tipo de ferramenta para notificar usuários sobre os serviços públicos do governo, de acordo com informações da coluna Radar, na Veja.

“O SMS (mensagem de texto) utiliza uma infraestrutura amplamente difundida e acessada pela população, sem qualquer custo para o cidadão. Não é necessário que haja conexão do cidadão com a internet – basta apenas que o usuário já esteja ativo em uma operadora de telefonia. A iniciativa facilita a distribuição da informação pública e contribui para que os cidadãos sejam melhor atendidos e assistidos”, disse nota do ministério.

No photo description available.

Ministério renovou contrato com a empresa

O Ministério da Economia usa a ferramenta desde abril de 2022, mas renovou o contrato com a TServcom em junho.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), foi às redes sociais para dizer que a iniciativa “é uso e abuso da máquina pública pra comprar voto” e pediu que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “tome providências” e “coloque freios nessas investidas”.

Bolsonaro driblou a lei pra fazer proselitismo político e agora contratou empresa pra disparar 2 bilhões de mensagens por telefone pra ‘divulgar serviços públicos’. É uso e abuso da máquina pública pra comprar voto. TSE tem de tomar providências e colocar freios nessas investidas”, publicou Gleisi.

A informação foi da Fórum
Error, no Ad ID set! Check your syntax!

No desespero, Bolsonaro fala em convocar seu “exército” para Sete de Setembro e ameaça Ministros do STF


O candidato da oposição, Lula,  prevendo que alguma coisa o presidente vai aprontar, já vem orientando os militantes e segdores, à não entrar no jogo dos bolsonaristas no Sete de Setembro. O que não se entende, é que o normal é um Presidente da República colocar seguranças para evitar confusão, mas em se tratando do Bolsonaro no poder, ele é quem incentiva o caos. No Sete de Setembro passado foi assim. Isso é um fato que vem chocando o mundo inteiro.

De acordo à matéria da Revista Fórum, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a fazer ameaças golpistas em seu discurso durante o lançamento da sua candidatura, neste domingo (24), na convenção do PL, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Bolsonaro convocou os participantes para irem às ruas “pela última vez” no dia 7 de setembro e afirmou que “estes poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo’, se referindo a membros do Supremo Tribunal Federal (STF).

May be an image of outdoors and text that says 'Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944'

“Juro dar minha vida”

Além disso, o presidente chegou a pedir que seus apoiadores gritassem “juro dar minha vida pela minha liberdade”, ao falar do seu “exército” de apoiadores e citar o general da reserva Walter Braga Netto.

“Nós somos a maioria, nós somos do bem, nós temos disposição para lutar pela nossa liberdade, pela nossa pátria. Convoco todos vocês agora para que todo mundo, no 7 de setembro, vá às ruas pela última vez… Estes poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo. Têm que entender que quem faz as leis é o poder Executivo e o poder Legislativo. Todos têm que jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Interessa para todos nós. Não queremos o Brasil dominado por outra potência. O que nós queremos é paz e tranquilidade, respeito à Constituição, respeito às leis, interdependência entre os poderes, harmonia. Isso não é fácil, mas quem tem que dar o Norte para nós é o povo brasileiro. Tenho certeza que aquilo que vocês querem será atingido”, disse Bolsonaro.

May be an image of food and text

Valentão que ameaçou matar Lula, Gleisi e ministros do STF já está atrás das grades


www.brasil247.com - Alexandre de Moraes e Ivan Rejane Fonte Boa Pinto

A polícia mineira prendeu, nesta sexta-feira (22), o bolsonarista Ivan Rejane Fonte Boa Pinto por ameaçar de morte o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e outros políticos de esquerda, como Marcelo Freixo. As ameaças foram divulgadas em um vídeo nas redes sociais. A prisão do bolsonarista foi decretada pelo ministro do STF  Alexandre de Moraes na quarta-feira (20).

No photo description available.

“Eu vou dar um recado para a esquerda brasileira, principalmente para o Lula: ô desgraçado, bota o pé na rua que nós vamos te mostrar o que nós vamos fazer com você. Anda com segurança armada até o talo, que nós da direita vamos começar a caçar você, essa Gleisi Hoffmann, esse Freixo frouxo do cara***, todos esses que te cercam, vagabundo”, diz o bolsonarista no vídeo que foi derrubado pelo Instagram e Facebook.

No photo description available.

Em um outro trecho do material, Ivan Pinto ameaça nominalmente diversos ministros do STF e suas famílias: “mas principalmente esses vagabundos do STF. Se eu fosse você, Barroso, Fachin, Fux, Moraes, Lewandowski, Mendes, eu ficava nos EUA, em Portugal, na Europa, até vocês duas, vad***, Cármen Lúcia e Rosa Weber, sumam do Brasil, nós vamos pendurar vocês de cabeça para baixo. (…) Nós cidadãos de bem não toleramos gente escrota como vocês. (…)”.

Na quarta-feira, a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) , usou o Twitter para denunciar as ameaças e alertou que “Querer a morte de adversários é a tônica do bolsonarismo. Acionamos as autoridades e não vamos tirar o pé das ruas para defender o povo e a democracia”.

 

Minas Gerais: Kalil sobe e campanha deve ser acirrada entre ele e Zema


O governador mineiro lidera com 44% das intenções de voto contra 33% do ex-prefeito de Belo Horizonte. No começo da campanha a diferença era bem maior. 

O candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil (PSD), ex-prefeito de Belo Horizonte, subiu quatro pontos, de acordo com pesquisa RealTime Big Data/TV Record, divulgada nesta quinta-feira (21). Mesmo assim, ele aparece atrás de Romeu Zema (Novo), pré-candidato à reeleição.

Zema lidera o levantamento, com 44% das intenções de voto, seguido de Kalil, com 33%.

Em seguida, aparecem o senador Carlos Viana (PL), com 8%; o ex-deputado federal Marcus Pestana (PSDB), 2%; Lorene Figueiredo (PSOL) e Vanessa Portugal (PSTU), 1% cada; e Renata Regina (PCB), que não pontuou.

May be an image of outdoors and text that says 'MARACÁS X SÃO PAULO SÃO PAULO X MARACÁS É com a Expresso Coopertai! HREA COOPERTA ERETE 華 SEDEX O Azulão que conquistou o viajante! Maracás, V. da Conquista, Montes Claros, BH e São Paulo. Saída todas as quartas e sábados das duas cidades. Reserve a sua passagem pelos fones.. (73)99107-7820 & (11) 98368-6447 Trabalhamos também com encomendas!'

Brancos e nulos foram 6% e 5% afirmaram não saber ou não responderam à pesquisa. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em seguida, aparecem o senador Carlos Viana (PL), com 8%; o ex-deputado federal Marcus Pestana (PSDB), 2%; Lorene Figueiredo (PSOL) e Vanessa Portugal (PSTU), 1% cada; e Renata Regina (PCB), que não pontuou.

Brancos e nulos foram 6% e 5% afirmaram não saber ou não responderam à pesquisa. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

May be an image of food

A pesquisa também testou um cenário com somente Zema e Kalil na disputa. O atual governador recebeu 48% das intenções de voto contra 39% do ex-prefeito de BH. Brancos e nulos somaram 7% e 6% disseram não saber ou não responderam à pesquisa.

Veja como ficaram os cenários:
Cenário 1 – Romeu Zema (Novo) – 44%; Alexandre Kalil (PSD) – 33%; Carlos Viana (PL) – 8%; Marcus Pestana (PSDB) – 2%; Lorene Figueiredo (PSOL) – 1%; Vanessa Portugal (PSTU) – 1%; Renata Regina (PCB) – 0; Branco/Nulo – 6%; Não sabe/não respondeu – 5%.

No photo description available.

Cenário 2 – Romeu Zema (Novo) – 48%; Alexandre Kalil (PSD) – 39%; Branco/Nulo – 7%; Não sabe/não respondeu – 6%.

A RealTime Big Data também fez duas simulações para a disputa do Senado em Minas.

Cenário 1 – Aécio Neves (PSDB) – 16%; Alexandre Silveira (PSD) – 11%; Cleitinho (PSC) – 10%; Duda Salabert (PDT) – 7%; Marcelo Álvaro Antônio (PL) – 3%; Paulo Piau (MDB) – 2%; Marcelo Aro (PP) – 1%; Dirlene Marques (PSTU) – 0%; Branco/Nulo – 26%; Não sabe/não respondeu – 24%.

Cenário 2 – Alexandre Silveira (PSD) – 13%; Cleitinho (PSC) – 12%; Marcelo Álvaro Antônio (PL) – 4%; Paulo Piau (MDB) – 4%; Marcelo Aro (PP) – 2%; Dirlene Marques (PSTU) – 0%; Branco/Nulo – 35%; Não sabe/não respondeu – 30%.

Foram ouvidos 1.500 eleitores, por telefone, entre 19 e 20 de julho. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o código MG-05124/2022. O nível de confiança é de 95%.

A informação foi da Revista Fórum.

 

Bolsonaro ironiza de forma “debochosa” jovens desempregados: “A culpa é do governo, cadê meu emprego?” Veja vídeo


O presidente Jair Bolsonaro (PL) ironizou jovens desempregados nesta quinta-feira (21), em sua tradicional conversa com simpatizantes no cercadinho do Palácio da Alvorada.

O presidente disse que não cria empregos e fez imitações: “A culpa é do governo, cadê meu emprego?’ Você tem que correr atrás”. Esse gesto do presidente lembrou quando ele imitava uma pessoa contaminada pela Covid, dizendo que estava sem ar. O mandatário brasileiro parece não sentir nada em saber que muitas vezes uma família de 5 pessoas por exemplo, se o homem da casa tiver desempregado, certamente toda família irá passar muita necessidade. Depois dessa ironia, o presidente voltou atrás e disse o seu governo ter gerado três mil empregos.

May be an image of outdoors and text that says 'Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944'

A seguir, Bolsonaro disse, ainda no cerdadinho, que seu governo foi responsável pela criação de 3 milhões de postos de trabalho. Se um governo faz o país andar em variados segmentos, certamente seráão criados muitos empregos.

É preciso se falar também na quantidade de pessoas que perderam seus empregos nesses 4 ou 6 anos de Temer e Bolsonaro. O que se sabe, e esse é o termômetro, é que cresceu de forma assustadora a quantidade de pessoas procurando comida no lixo, morando nas ruas e pedindo osso nos açougues. Se cresce a quantidade de desempregado, é porque as perdas de empregos vem superando a quantidade de empregos gerados e isso é fazer um país andar pra trás.

May be an image of food and text

Desemprego

No primeiro trimestre de 2020, a taxa de desemprego entre jovens de 18 a 24 anos atingiu 26,3%, subindo a 30% no mesmo período do ano seguinte. No primeiro trimestre de 2022, recuou a 22,8%.

Em 2021, o Brasil criou 2.730.597 vagas formais, revertendo o fechamento de 191.455 mil vagas em 2020.

Veja o vídeo da fala do presidente abaixo:

Vídeo Metrópoles

Mia Mamede, eleita Miss Brasil 2022, é jornalista, poliglota e empoderada e aguarda o dia de cocorrer a Miss Universo


Imagem de capa para Mia Mamede, eleita Miss Universo Brasil 2022, é jornalista, poliglota e empoderada
Mia Mamede, a nova Miss Universo Brasil 2022 é do Espírito Santo – Foto: reprodução / Instagram

A jovem Mia Mamede, a nova Miss Universo Brasil 2022, tem muito mais do que beleza física. Ela é do Espírito Santo, tem 26 anos, fala cinco idiomas – português, inglês, francês, espanhol e mandarim – conhece 39 países, é formada em jornalismo audiovisual e em sócio economia pela Universidade de Nova York. Tudo isso!

May be an image of outdoors and text that says 'MARACÁS X SÃO PAULO SÃO PAULO X MARACÁS É com a Expresso Coopertai! HREA COOPERTA ERETE 華 SEDEX O Azulão que conquistou o viajante! Maracás, V. da Conquista, Montes Claros, BH e São Paulo. Saída todas as quartas e sábados das duas cidades. Reserve a sua passagem pelos fones.. (73)99107-7820 & (11) 98368-6447 Trabalhamos também com encomendas!'

A capixaba é apresentadora e empreendedora. Atua na Mia Content House, produtora de conteúdo de viagem, multicultura, e entretenimento para YouTube, TV e streamings.

“Tudo ainda parece um sonho! Que felicidade em ser a primeira capixaba a levar a coroa para o Espírito Santo”, disse Mia após a vitória. (veja outras fotos dela abaixo)

Mia Mamede também venceu o Miss Dubai juvenil em 2012, quando morava no Emirados Árabes.

May be an image of food and text that says 'EM MARACÁS, CENTER PÂES Center & DOCES MANAAIM. Só aqui você encontra: bolos, tortas, salgados e frios com a Pães & Doces melhor qualidade da cidade. Não fique de fora dessa!!!. Um ambiente agradável e aconchegante para você e sua família Delicia é comer aqui! Conheça Ο nosso restaurante. Manaaim කදහය 國周り国館 Av. Brasília, N°1011, Maracás-Ba. Fone: (73)3533-3639'

O concurso

O concurso que elegeu Mia a nova Miss Universo Brasil 2022 foi nesta terça-feira (19), em São Paulo, e foi transmitido ao vivo pela internet.

Ela recebeu a coroa da Miss Brasil 2021, Elâine Souza.

As 5 finalistas do concurso, além de Mia, foram Rebeca Portilho, em segundo lugar, em terceiro, a mineira Isa Murta, seguida por Luana Lobo, do Ceará, e Alina Furtado, do Rio Grande do Sul.

No photo description available.

Agora Mia, como campeã, vai disputar o Miss Universo, nos Estados Unidos.

A data do evento ainda não foi anunciada.

Mais fotos de Mia Mamede

Quem é Mia Mamede, capixaba campeã do Miss Brasil 2022?

 

HZ | Miss ES, Mia Mamede está no TOP 5 do Miss Universo Brasil 2022 | A  GazetaMia Mamede — Foto: Cacá Lima/Divulgação

 

Com informações da Quem

Espalhe notícia boa!

EUA mandam recado direto às Forças Armadas brasileiras, diz Vera Magalhães


A posição dos EUA “dá a senha para que diplomacias de governos de outros países democráticos se manifestem mais firmemente contra o show de Bolsonaro”

www.brasil247.com - Joe Biden, TSE e urnas eletrônicas brasileiras

“Tanto a nota da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil quanto a declaração do porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, reiterando a confiança do governo norte-americano no processo eleitoral brasileiro têm outro destinatário direto, além de Jair Bolsonaro: as Forças Armadas brasileiras”, escreve a jornalista Vera Magalhães no Globo.

No photo description available.

“Ao reiterar a expectativa de que as eleições ocorram de forma justa, livre e confiável, ‘com todas as instituições agindo conforme seu papel constitucional’, o governo Biden comunica aos militares que o resultado das eleições será prontamente reconhecido por Washington”.

No photo description available.

De acordo com a jornalista, o governo estadunidense percebeu a ambiguidade das posições das Forças Armadas brasileiras quanto ao processo eleitoral.

De acordo com Vera Magalhães, a posição dos EUA “dá a senha para que diplomacias de governos de outros países democráticos se manifestem mais firmemente contra o show de Bolsonaro”.

 

Lula manda recado aos militares: sem cidadania, não há soberania


Ex-presidente disse ainda que o Brasil precisa de uma força militar de brasileiros nacionalistas que sabem que não há soberania se o povo não tiver emprego

www.brasil247.com -

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta quarta-feira que os membros das forças militares precisam ser nacionalistas que sabem que não existe soberania sem que a população tenha emprego, comida e cidadania.

May be an image of outdoors and text that says 'Tudo para a sua MADEIREIRA EIRAJK construção Aqui você encontra tudo. Do alicerce ao interruptor! E mais: temos preços bons, qualidade e atendimento. Estamos lhe aguardando na AV. Brasília 404, em frente a Pousada Menina Bonita, em Maracás. Telefone whatsapp (73) 3533-2944'

Em discurso durante ato em Garanhuns (PE), Lula afirmou que, quando elegeu-se presidente em 2002, desejava que o país tivesse soberania e tivesse capacidade de cuidar de suas fronteiras terrestres e marítimas, de seu espaço aéreo e de suas riquezas minerais e lembrou do papel das Forças Armadas.

“A gente precisava de uma força militar para cuidar disso…, uma força militar de brasileiros nacionalistas que sabem que não há soberania se o povo não tiver emprego, se o povo não tiver comida, se o povo não tiver educação. Se o povo não tiver cidadania, não é possível a gente ter soberania”, afirmou o petista.

May be an image of food and text

Bolsonaro, que é ex-capitão do Exército, busca a todo tempo vincular sua imagem à das Forças Armadas e durante seu governo indicou um número sem precedentes de militares em postos-chaves da administração pública até então tradicionalmente ocupados por civis.

Ao mencionar as afirmações falsas que Bolsonaro faz sobre as urnas eletrônicas, Lula aproveitou para acusar o presidente, que tentará a reeleição em outubro, de ter medo do voto.

May be an image of text that says 'MERCADO RPM Sua satisfação em 10 Lugar! 73 3533 -2850 VISA AUGUSTO ELOY, 11, MARACAIZINHO MARACÁS BA MasterCard'

“Vocês têm que saber, ele está querendo criar caso, ele está desconfiando da urna, mas no fundo, no fundo, o que ele não quer é que o povo trabalhador deste país vote. O que ele não quer é que vocês votem”, disse Lula, que lidera as pesquisas sobre a disputa presidencial.

Com informasção do 247

Passageiros se assustam com incêndios intensos na Europa


Alguns países da Europa a temperatura chegou a 45 graus nesse mês de julho e pode piorar

Um vídeo feito por passageiros de um trem com viagem de Madri até Ferrol na Espanha viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira (18). O vídeo mostra passageiros surpreendidos com queimadas florestais nas duas direções da estrada.

Alguns países na Europa como Inglaterra, Espanha, Portugal, Grécia e França passam por um período em que os incêndios durante o verão atingem níveis que quebram marcas históricas.

A Espanha registrou 360 mortes nos 6 primeiros dias de calor intenso no país, enquanto que mais de 15 mil pessoas precisaram evacuar suas casas que correm riscos de serem atingidas pelo fogo. Ao todo a Europa registrou cerca de 1 mil mortes causadas pelo calor intenso ou pelas queimadas.

Na Grécia, as autoridades afirmam que a despropoção dos fogos nesta época é  consequência da mudança climática. As queimadas que se espalham rapidamene por diversos países. Especialistas acreditam que os problemas com os incêndios são consequência da crise climática global que tem alterado o clima potencializando catástrofes ambientais.

 

Recado urgente para um mundo surdo


Essa matéria não tem praso de validade e talvez você seja a pessoa indicada para receber esse recado. Leia na íntegra e compartilhe!

Pessoas fechando o ouvido para não escutar: uma realidade dos tempos de hoje com implicações espirituais sérias. (Foto: Divulgação)

Não consigo pensar em surdez sem lembrar de Efatá. A palavra usada por Jesus ao realizar o milagre na vida de um surdo em Decápolis. O livro de Marcos nos conta que Jesus olhou para os céus e pronunciou essa palavra em aramaico que significa: Abre-te! Desimpedidos imediatamente os ouvidos que estavam tapados. Imagino o clamor aos céus na voz de Cristo quando da execução desse milagre.

Imagino que a mistura de clamor aos céus e angústia por aquela vida seja o sentimento atual que Jesus tenha em relação aos homens. Estamos todos surdos. O mundo se tornou um lugar de narrativas ensurdecedoras.

Narrativas 

A palavra narrativa aqui representa uma leitura da vida e da realidade que é expressa em nossa visão de mundo, atitudes e comunicação. No entanto, essa leitura da vida é subjetiva, e cada um enxerga a vida como prefere.

A internet permitiu que as preferências de muitos se encontrassem. Mas a internet também permitiu que aquilo que não é preferido também fosse encontrado. Assim, com base em preferências, comumente sustentadas por fatos reais e não verdadeiros, nós nos alinhamos com quem concordamos e conflitamos com quem não comunga de nossos ideais.

Como a base dessa divisão está nas preferências individuais, empoderadas por meias-verdades e boas intenções de ambos os lados, essa divisão é perfeita. Acabamos nos ensurdecendo voluntariamente para aquilo que não é nossa visão.

Tapar os ouvidos 

E nada pode ser mais perigoso do que tapar os próprios ouvidos. Porque ficamos presos em nós mesmos, seres pecadores que confiam nos próprios ideais. Com a porta de entrada fechada para aquilo que é diferente, revelador ou novo, ficamos travados num estado terrível, visto que nenhum de nós é perfeito. Ao contrário, somos todos injustos e maus.

Entretanto, o perigo é bem pior do que nós imaginamos, e vai muito além do que uma simples questão de preferência. Essa atitude sozinha pode inviabilizar a eternidade para nós. Mas deixe-me aprofundar.

O cristianismo passou séculos apresentando a graça de Cristo por meio do Seu sacrifício em nosso favor. Aprendemos que Deus está disposto a perdoar qualquer um, inclusive os piores de nós. Entendemos que no Reino de Deus o perdão é dez vezes infinito x infinito (70×7). E que “nada pode nos separar do amor de Deus” (Romanos 8:38-39). Portanto, não há quem possa me impedir de receber a salvação em Cristo e nada que eu possa fazer que seja maior que a graça de Jesus. Estas são verdades cristãs.

No entanto, há inúmeros momentos na Bíblia onde vemos Deus chegando a um limite. Acontece quando Ele destrói o mundo por um dilúvio, quando destrói Sodoma e Gomorra, quando devasta o Egito, quando devasta as terras canaanitas. Ou quando morrem Hofni e Finéias, os filhos de Eli, Coré, Datã e Abirão, o Espírito é retirado de Saul e quando morrem Ananias e Safira no Novo Testamento. Só para nomear alguns. Todos casos, em que tanto para nós quanto para Deus algum limite foi atingido, e o Senhor teve de pôr fim àquelas histórias. Sabemos, também, que um dia Deus dará um fim a todo o mal, indicando claramente que Ele tem sim um limite para o mal.

Limites 

Temos um paradoxo aqui ou uma contradição? Nem um, nem outro. Na verdade, o que nos confunde é o fato de que todos esses casos nos parecem absurdos demais porque nosso limite é bem mais curto. Afinal de contas, somos limitados, e essa é a dimensão máxima que nossa consciência consegue chegar. Mas Deus perdoou absurdos ultrajantes de Davi e Pedro, por exemplo. Limites, inclusive que, se eu fosse o juiz, não cruzaria visto que sou tão limitado. Mas Ele foi além do que eu imaginava. Morreu por todos nós. E tem cada um de nós que eu vou te falar, hein!

Falta uma peça para entender esse quebra-cabeça. Liberdade. Deus nos deu liberdade de escolha. Ao ponto de se permitir ser rejeitado e negado por nós. Por esse motivo, ninguém vai para o céu se não quiser, ninguém será obrigado a viver eternamente e nem será obrigado a amar a Deus. Aqueles que decidirem assim terão seus desejos concedidos. E Deus não violará nossa liberdade. Então cabe a pergunta: “Até quando Deus cortejará o ser humano? Até quando Ele cortejará um indivíduo? Até quando Ele tentará convencê-lo a uma vida eterna?” Deus não pode insistir para sempre. Em algum momento Ele terá de deixar que a decisão tomada siga seu curso, porque isso é o justo num ambiente de liberdade. No universo de Deus as pessoas têm o direito de dizer: “CHEGA! EU NÃO QUERO MAIS SABER! EU NÃO QUERO NEM OUVIR!” (enquanto tapa seus ouvidos).

Escolhas 

Deus respeita nossa escolha. E quando nossa escolha, a despeito de todas as tentativas de Deus é decidida, voluntária e determinada, Ele permitirá sua decisão.  E isso é o pecado contra o Espírito Santo: Deixar de ouvi-Lo. Fica mais claro quando entendemos melhor as palavras de Jesus: “se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir” (Mateus 12:32). Entendemos a palavra “contra” como se fosse uma ofensa ao Espírito Santo, mas a noção aqui está mais para falar contra o que Ele diz. Falar por cima daquela voz com a sua própria voz, falar contra o que ela está dizendo, desafiar a voz, cantar alto tra-lá-lá-lá-lá enquanto tampa os ouvidos. Acho que uma imagem vai dizer mais.

Nesse caso, não há como haver perdão, simplesmente porque o perdão está sendo frontalmente confrontado. Ir além disso seria quebrar a liberdade, trair a verdade, agir com injustiça. Assim, Deus cessa de falar a estes, e o perdão não poderá mais ser outorgado. Por isso haverá um tempo em que Deus dirá aos homens: “Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda” (Apocalipse 22:11). Não é um ato de cansaço, de cruzamento do limite do amor de Deus, é justiça com aquele que escolheu. E não há mais nada que Deus possa fazer.

Imagine um pai que vê seu filho destruir a própria vida por decidir não dar ouvidos. Essa é a dor de Deus. Não é Deus que não é capaz de perdoar, mas eles decidiram rejeitar. O assustador é que Apocalipse está nos informando que chegará um dia em que todos os que não ouviram a voz de Deus, se ensurdecerão a tal ponto. E naquele dia Deus aceitará a escolha de tantos.

Sendo assim, nos casos que citamos de destruição divina, a misericórdia de Deus se manifestou com o mundo da época e com as próprias pessoas envolvidas quando Ele lança destruição sobre elas. Elas chegaram ao seu próprio limite de escutar, e cruzaram esta linha. Dali para frente nenhum esforço traria sucesso. Deus sabe o fim desde o começo. E para aqueles que já não ouvem mais, não resta mais graça, e o mundo será uma dor a eles ou eles causarão dor no mundo. Não foi Deus quem chegou no limite, eles que se limitaram a não ouvir mais.

Entende agora? As narrativas que hoje nos dividem, solidificam nosso pensamento e tapam nossos ouvidos. É um treinamento para Apocalipse 22:11. Nós nos cercamos do que concordamos e rejeitamos ouvir outros argumentos. A política e as ideologias motivadas por nosso egoísmo travestido de amor e boas intenções estão nos atropelando. Os efeitos na fé são nítidos. Irmãos divididos, igrejas divididas, partidos se alastrando em nossas cabeças, famílias divididas, amizades desfeitas, o completo contrário de uma igreja em “um acordo” (Atos 2:1) que receberá a chuva serôdia. E estamos exatamente no tempo em que ela deveria receber esta chuva. No mínimo uma “coincidência”.

Ou, se eu fosse o diabo, e soubesse que há um “pecado imperdoável” (agora você entende por que se chama assim) eu trabalharia para jogar a humanidade nele, porque esse seria o esforço definitivo.

“Basta que eles não consigam mais ouvir então? Hmmm! Nesse caso: Encham eles de teorias, usem as mentes mais brilhantes, façam com que acreditem em meias verdade, envolvam elas com amor para garantir que eles se tornem pequenos ditadores da ‘verdade e do bem’, conte histórias ridículas, extraordinárias e longas para entretê-los, crie mil camadas de compreensão, ocupe a mente e feche qualquer abertura. Diga-lhes que só ouçam a voz interna, chame-a de ‘voz do coração’. Aproveite a natureza caída e valide suas lógicas internas. Use suas necessidades pessoais para justificar o egoísmo. Validem suas ideias trazendo mais gente que concordem com eles para perto. Chame quem se opõe ao pensamento deles de inimigo. Enfim, deixem-nos surdos. Será suficiente!” 

Estamos cada vez mais surdos. Os algoritmos estão lá fazendo o trabalho sujo de acabar com os diálogos, com as conversas, com a abertura. E o risco vai muito além da escolha do próximo presidente, esta além de questões econômicas, além das batalhas de superação pessoal, o risco é viver ouvindo apenas a si mesmo, e deixar de ouvir o que mais tem de ser ouvido! Acredito que se hoje Jesus fosse escrever um Tweet ou um post nas redes sociais, acho que Ele digitaria Seu mais profundo clamor: Efatá!

Matéria publicada em Notícias Adventistas.

 

Homem negro executado por policiais em Minas não estava armado, mostram as câmeras


Homem é morto durante abordagem da Polícia Militar em Contagem, Minas Gerais

Polícia Militar de Minas Gerais não apreendeu nenhuma arma com Marcos Vinícius Vieira Couto, executado durante uma abordagem policial no último sábado (16/7). O homem, de 29 anos, foi morto por um militar que atirou três vezes contra ele na Vila Barraginha, em Contagem.

A corporação afirmou que o homem tinha passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de armas.

Na versão da PM, os militares teriam sido chamados para atender a uma denúncia de ameaça e agressão vindas de um homem armado, mas ele “reagiu à prisão” e deu um tapa na direção de um dos agentes. A informação é do portal G1.

Em vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o momento em que o homem foi conduzido por um dos policiais para trás de um carro que estava estacionado no local.

Ministério Público irá investigar o caso

Após denúncia de testemunhas, a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acionou o Ministério Público e a Ouvidoria da Polícia Militar de Minas Gerais para apuração dos fatos.

O Ministério Público de Minas Gerais ficará responsável pela investigação da morte de Marcos Vinícius.

“A Comissão de Direitos Humanos (CDH) da OAB-MG acompanhará os desdobramentos, requer apuração e lamenta a morte do cidadão nesta ação policial.”

A Informação foi do Metrópoles

ABUSO E MENTIRAS Reunião com embaixadores: Bolsonaro comete crime eleitoral e pode ficar inelegível, diz especialista


Ao utilizar a TV Brasil, uma emissora pública, para disseminar informações falsas sobre o sistema eleitoral brasileiro, durante reunião com embaixadores estrangeiros nesta segunda-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro (PL) comete crime eleitoral e pode vir a ser cassado, caso se reeleja, ou mesmo ficar inelegível.

A avaliação é de Renato Ribeiro de Almeida, advogado especializado em direito eleitoral. À Fórum, Almeida explicou que a atitude de Bolsonaro em colocar em xeque a confiabilidade das urnas eletrônicas, atacar ministros do STF e TSE e seu principal adversário, o ex-presidente Lula (PT), em reunião com embaixadores transmitida por um meio de comunicação social, se assemelha ao caso do ex-deputado estadual Fernando Francischini, que teve seu mandato cassado por disseminar os mesmos tipos de mentiras através das redes sociais.

“Há a possibilidade [na reunião de Bolsonaro com embaixadores transmitida pela TV Brasil] de abuso dos meios de comunicação social. Se assemelha ao caso do Francischini, que foi cassado pela Justiça Eleitoral e perdeu o mandato devido a condutas de disseminação de fake news por meio das redes sociais”, diz o advogado.

Segundo Almeida, há um “agravante” no caso de Bolsonaro pois “se trata de uma TV pública, portanto de recursos públicos, que foram utilizados para disseminar mentiras, ataques aos adversários, especialmente Lula, sistema eleitoral, ministros, promovendo, especialmente diante de embaixadores, fake news e promovendo a desordem no país”.

“Temos uma situação que, por mais inusitada que seja, pode gerar consequências, inclusive cassação do eventual segundo mandato e também inelegibilidade por 8 anos“, atesta o advogado.

May be an image of food and text

Mentiras

Na reunião com embaixadores estrangeiros, foi exibida uma apresentação de Power Point com teorias conspiratórias, já desmentidas em inúmeras ocasiões, sobre suposta fraude nas urnas eletrônicas. Entre as mentiras contadas por Bolsonaro, está, por exemplo, a de que as de que as urnas não são auditáveis.

Outra mentira proferida pelo presidente é sobre o inquérito da Polícia Federal, autorizado pelo STF, sobre suposto ataque hacker às urnas eletrônicas em 2018. O TSE, no entanto, já informou que, na apuração, foi concluído que não houve qualquer tipo de fraude ou alteração nos resultados.

Mesmo assim, Bolsonaro trouxe o assunto novamente à tona e defendeu que as eleições municipais de 2020 não tivessem sido realizadas. “Até hoje esse inquérito não foi concluído. Entendo que não poderia ter as eleições de 2020 sem apuração”, disparou.

No photo description available.

Bolsonaro resgatou inúmeras mentiras que vem contando sobre o sistema eleitoral há mais de um ano, sem apresentar qualquer tipo de prova.

Ele citou, por exemplo, vídeos que mostram eleitores tentando digitar “17” na urna, em 2018, e o equipamento mostrando que essa seria uma opção de voto inválida. Acontece que, nesses vídeos, os eleitores digitam o número eleitoral na etapa em que deveriam digitar o número do candidato a governador, e não a presidente.

Em meio às mentiras sobre o sistema eleitoral, Bolsonaro aproveitou a reunião com embaixadores, ainda, para atacar ministros do STF e TSE.

Ele afirmou, por exemplo, que o ministro Edson Fachin é advogado do MST, informação já desmentida em inúmeras ocasiões, se referindo ao movimento como um grupo “terrorista”, e que o magistrado “soltou Lula” – o que também é mentira, já que a revogação da prisão do ex-presidente foi uma decisão tomada pelo plenário do STF.

“Fachin, Moraes e Barroso. São três pessoas apenas. Três pessoas que trazem instabilidade para o nosso país. Fachin tornou Lula elegível e agora preside o TSE. Moraes advogou para bandidos no passado e Barroso defendeu o terrorista italiano”, declarou.

No photo description available.

O presidente, em dado momento de seu discurso golpista, ironizou a presença de observadores internacionais no Brasil para acompanhar as eleições.

“Eu peço aos senhores, o que essas pessoas vêm fazer no Brasil? Vêm observar o quê que o voto é totalmente informatizado? Vêm dar ares de legalidade?”, questionou.

Toda a transmissão da reunião usada para desacreditar o sistema eleitoral brasileiro e atacar ministros do STF e TSE foi transmitida pela TV Brasil, uma emissora pública.

A informação foi da Revista Fórum.

Corpo de homem responsável por câmeras de clube onde petista morreu foi encontrado, mas a polícia já adiantou que foi suicídio


Jorge José da Rocha Guaranho, acusado de matar tesoureiro petista

O vigilante Claudinei Coco Esquarcini, um dos diretores da Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (Aresf), em Foz do Iguaçu (PR), onde ocorreu o assassinato do petista Marcelo Arruda em 9 de junho, foi encontrado morto nesse domingo (17/7), em Medianeira (PR). A informação da morte de Claudinei foi confirmada ao Metrópoles pela defesa da família de Arruda e pela Polícia Civil do Paraná (PCPR). A autoridade policial confirma se tratar de suicídio.

Claudinei seria o “responsável pelo fornecimento de senhas” das câmeras de segurança na Aresf. O policial penal federal Jorge José Guaranho (foto em destaque), acusado de ser o autor do assassinato de Marcelo Arruda, viu imagens do aniversário da vítima, antes de ir ao local e matar o guarda municipal e tesoureiro do PT. Guaranho estava em um churrasco em outro clube quando assistiu às cenas da festa de Arruda.

No photo description available.

Em depoimento ao qual o Metrópoles teve acesso, um outro vigilante da Itaipu, identificado como José Augusto Fabri, disse que a permissão para ver as câmeras não era um procedimento comum e citou Claudinei como responsável por permitir acesso às imagens das câmaras de monitoramento do clube onde Arruda foi morto.

A defesa da Arruda esclareceu que o vigilante poderia ter repassado imagens da celebração – com tema do Partido dos Trabalhadores – ao policial penal federal, que mais tarde viria a cometer o assassinato.

Claudinei conhecia o policial Guaranho, ex-diretor da Aresf e acusado de ser o autor do assassinato de Marcelo Arruda. Guaranho foi indiciado por homicídio duplamente qualificado.

AJUDE O CAFÉ COM LEITE SE MANTER NO AR. PIX 04047405000136 (CNPJ)

 

Ellen Jabour volta a criticar Roger Waters e culpa internautas por falta de interpretação de texto: “vocês não entenderam”


www.brasil247.com - Ellen Jabour e Roger Waters
Ellen Jabour e Roger Waters (Foto: Reprodução/Instagram | REUTERS/Peter Nicholls)

Após a modelo Ellen Jabour ser bastante criticada nas redes após cobrar que artistas sejam “isentões” em seus shows, ela voltou em suas redes sociais para reafirmar sua crítica e ainda culpar os internautas pela má interpretação de texto. ]

No photo description available.

Gente, vocês não entenderam! Não estava me referindo à letras de música sobre política, mas quando a banda ou músico resolve fazer do show um momento de propaganda política. O Roger Waters por exemplo veio falar sobre a nossa política (Brasil) no show dele e criou o maior climão”, disse.

Anteriormente, a modelo compartilhou uma matéria da Rolling Stone sobre o tom político da banda Rage Against the Machine e criticou o engajamento político do grupo, citando como exemplo negativo a postura de Roger Waters.

Os internautas ressaltaram a falta de coerência da modelo, pois tanto Waters como a banda  Rage Against the Machine sempre usaram o tom crítico em suas canções.

Do 247

No photo description available.

Zelensky pede a Bolsonaro sanções contra Rússia


www.brasil247.com - Bolsonaro e  Zelensky

Bolsonaro e Zelensky (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Serviço de Imprensa da Presidência da Ucrânia/Dvulgação via REUTERS)

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou pelo Twitter nesta segunda-feira (18) ter conversado com Jair Bolsonaro (PL) sobre a guerra em andamento contra a Rússia.

O ucraniano disse que falou com o brasileiro sobre a “situação no front” e sobre “a importância de retomar as exportações de grãos”. Ao lado da Rússia, a Ucrânia é um dos principais fornecedores de grãos para o mundo.

No photo description available.

Zelensky ainda pediu sanções do governo brasileiro contra a Rússia. O Brasil faz parte do Brics, grupo geopolítico que tem os russos entre seus membros. Bolsonaro esteve com o presidente russo, Vladimir Putin, dias antes do início da guerra com a Ucrânia, em fevereiro, e afirmou ser “solidário à Rússia”.

“Informei (ao presidente Jair Bolsonaro) sobre a situação no front. Discuti a importância de retomar as exportações de grãos para prevenir uma crise global dos alimentos provocada pela Rússia. Eu peço que todos os parceiros comerciais se unam às sanções contra o agressor”, escreveu Zelensky.

Do 247