Zé de Abreu diz que está cansado de lutar contra Bolsonaro: ‘Ele já fez tudo que podia fazer’


O ator José de Abreu disse nas redes que está cansado de lutar contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ele criticou a “mídia acoelhada”, que ainda apoia a política econômica do ministro Paulo Guedes e não faz uma campanha forte pelo impeachment.

“Bate um cansaço de lutar contra Bolsonaro. Ele já fez tudo que podia fazer, merece cadeia, e vemos a mídia acoelhada. São brabos contra o PT porque o sabem republicano”, diz o ator no Twitter. DCM

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Bahia recebe nova remessa da Oxford e distribuição será no sábado


O avião desembarcou no aeroporto de Salvador, às 9h40, trazendo um carregamento de 244.200 doses

Bahia recebe nova remessa da Oxford e distribuição será no sábado

Foto: Divulgação Sesab

A Bahia recebeu um novo lote de vacinas da AstraZeneca/Oxford nesta quinta-feira (6). O avião desembarcou no aeroporto de Salvador, às 9h40, trazendo um carregamento de 244.200 doses.

A quantidade será distribuída para os 417 municípios do estado no próximo sábado (8). De acordo com a Secretaria estadual da Saúde (Sesab) a espera foi estatégica, pois “como ocorreu uma entrega na última segunda, os municípios ainda possuem estoque da primeira dose da AstraZeneca”. A assessoria da pasta completou: “no entanto, caso os municípios terminem as doses antes do envio no próximo sábado, faremos o despacho antecipado por via terrestre”.

A vacina da Oxford tem espaço de imunização de 90 dias, entre uma aplicação e outra. A vacina trazida ao Brasil é importada direto da Índia.

Prefeito admite crise da segunda dose em Salvador: “não dá pra suprir todo o público”


A falta de doses surgiu, de acordo com o prefeito, após a SMS seguir recomendação do Ministério da Saúde
Prefeito admite crise da segunda dose em Salvador: "não dá pra suprir todo o público"

Foto: Secom

Em meio à crise da segunda dose da CoronaVac em Salvador, o prefeito Bruno Reis (DEM) admitiu que, no momento, não há condições de suprir todo o público que aguarda a aplicação de reforço na capital. A declaração foi dada na manhã desta quarta-feira (5), durante coletiva no lançamento da campanha Maio Amarelo, para conscientizar a população sobre a importância da prevenção aos acidentes de trânsito.

“No momento, não dá pra suprir todo o público pendente da segunda dose”, admitiu o prefeito. Neste momento, a cidade está sem estoque de CoronaVac para segunda dose. O gestor prevê chegada de 10 mil doses do imunizante para esta quinta-feira (6). Salvador, no entanto, tem um público de 40 mil pessoas aguardando tomar o reforço.

A falta de doses surgiu, de acordo com o prefeito, após a Secretaria Municipal de Saúde seguir recomendação do Ministério da Saúde de aplicar todas as doses e não mais guardar uma quantidade para quem já tinha sido imunizado. O prazo entre uma dose e outra, da CoronaVac, é de 28 dias. “A gente sempre fez a retenção de 50% das doses. Nos lotes 8, 9 e 10 seguimos a recomendação de aplicar tudo”, disse o prefeito.

Questionado pelo Metro1 se houve arrependimento em seguir o Ministério da Saúde, Bruno Reis disse que não tinha nada a fazer. “Se o governo federal diz que pode aplicar 100% das doses, que eles garantem, o que vamos fazer? Se eu tivesse retido, tenho certeza que a população e a imprensa iriam questionar… Ou seja, cumprimos o que estava determinado. Se o governo federal não garantiu, quero que as pessoas julguem com responsabilidade o que fez cada um”, pontuou.

Escravidão – Século XXI: série mostra caso de uma baiana que era tratada como escrava


Escravidão - Século XXI: série mostra caso de uma baiana que era tratada como escrava

Em junho de 2008, a Bahia se chocou com a história de Gabriela Jesus Silva, que foi encontrada em uma casa no bairro de Itapuã, em Salvador, em condições análogas a escravidão. A jovem, que tinha 25 anos na época, era natural de Cansanção, no interior da Bahia, e morava na casa de um casal formado por uma professora, Maria Helena Silva, e um comerciante, José Carlos Carreira da Silva.

Gabriela saiu de Cansanção ainda criança, com o consentimento dos pais, e foi viver com Maria Helena, que prometeu pagar escola, universidade e tratá-la como filha. Mas Gabriela era tratada como escrava, era surrada e trancada em casa, de onde só saía para comprar pão para a família.

O caso de Gabriela está no primeiro episódio da série documental Escravidão – Século XXI, que estreia hoje na HBO. A direção é de Bruno Barreto e Marcelo Santiago. “Esse caso nos chamou a atenção pela dramaticidade, porque Gabriela viva em condições precárias, é uma vítima clássica da escravidão contemporânea, que perdeu a dignidade e a identidade”.

Este primeiro episódio se chama Cultura da Escravidão. Os próximos são Escravidão Rural, Dinâmica da Escravidão, Escravidão Globalizada e Sexo e Escravidão. “Tem também o caso do Rio de Janeiro, em que modelos masculinos do Espírito Santo ou do Rio Grande do Sul eram atraídos por um agenciador que lhes prometia que iriam atuar em Malhação. Mas se aproveitavam da ingenuidade deles e os exploravam sexualmente”, diz Bruno Barreto.

A ideia da série é de Luiz Carlos Barreto, pai de Bruno e essencial produtor de cinema brasileiro. O projeto surgiu quando Bruno leu o livro Pisando Fora da Própria Sombra, do padre Ricardo Rezende. “Ele trata de um caso seminal de combate ao trabalho escravo, de Zé Pereira, um homem que fugiu da fazenda onde era explorado e sofreu um atentado cometido por um capataz. Mas ele se fingiu de morto e denunciou o caso”, lembra Bruno.

Os diretores ressaltam que a escravidão contemporânea é um mal que atinge todas as regiões do país, por isso a série aborda casos de diversos estados. No episódio de estreia há, além da Bahia, o caso de uma fazenda no Pará, onde, nos anos 1990, trabalhadores foram encontrados em condições análogas à escravidão. Em São Paulo, há o caso de trabalhadores bolivianos explorados numa fábrica de roupa. Do Rio, o episódio citado sobre exploração sexual. “Mas esse trabalho análogo à escravidão é um fenômeno mundial”, alerta Bruno. HBO, às Terças-feiras, 22h. Estreia Hoje. Também disponível no HBO Go. Do Ibahia

 

Marido de Paulo Gustavo faz primeiro desabafo: ‘Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa’


 Marido de Paulo Gustavo faz primeiro desabafo: 'Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa'

Foto: Reprodução / YouTube

Marido de Paulo Gustavo, o médico Thales Bretas falou publicamente sobre a morte do parceiro ainda na madrugada desta quarta-feira (5). Em seu perfil do Instragam, ele fez uma homenagem ao parceiro, com quem viveu por sete anos.

 

“Ainda é muito difícil processar tudo o que aconteceu nos últimos dias… Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa! Linda como vinha sendo… tão feliz! E foi muito! Como fui feliz nesses últimos 7 anos que tive o privilégio de conviver com você! Como eu aprendi, cresci! Espero poder passar um pouco do seu legado de generosidade, afeto, alegria e amor”, desejou.

 

Os dois eram casados desde 2015 e são pais de Romeu e Gael, de 1 ano de idade. O comediante morreu aos 42 anos, na noite desta terça-feira (4), após complicações da Covid-19 (veja aqui). Ele estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul.

 

“Você é um furacão! Uma estrela que brilhou muito aqui na Terra, e vai brilhar ainda mais no céu, olhando pela nossa família sempre!!! Eu te amo tanto… e sempre te amarei, pro resto da minha vida! Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante pra mim e pro mundo. E continuará sendo, eternamente…”, diz em outro trecho. Confira:

Maracás: Carla realiza grandioso trabalho na cidade. Vejam as maravilhas que ela produz


A maracaense Carla Santos, que já foi funcionária pública, descobriu em 2017 o seu potencial  para desenvolver um trabalho que é na verdade uma arte de muito requinte, que merece atenção especial. 

Por Walter Salles: Dizem por aí que o mês de Agosto é o mês do desgosto, mas, na verdade, a falácia  não passa de superstição. Pois foi no dia 17 de Agosto de 2017 que a maracaense Carla Santos realizou a sua primeira pintura em uma caixa de MDF e percebeu que ali estava apenas começando uma nova etapa na sua vida, que seria uma espécia de dois trabalhos em um. Isso porque com o seu novo trabalho de produção de peças para decoração, ela sabia que ali estaria contribuindo com a despoluição do meio ambiente, pois a sua principal matéria prima são recipientes “sem valor” para muita gente, que, no entanto, para quem tem um olhar capaz de enxergar o valor daquele material e em que pode ser transformado tudo aquilo, faz mudar radicalmente o cenário.

Esse trabalho de reciclagem que Carla vem desenvolvendo, retirando vasilhas plásticas e outras do meio ambiente e as transformando em lindas e valiosas obras de arte, vem despertando olhares de pessoas exigentes e que sabem dar o real valor a esse requintado trabalho.

Em um bate papo com o Café com Leite Notícias a artista e artesã disse que sabe que ela é uma “andorinha” tanto na criação das peças, pois no Brasil existem muitos gigantes na área, como  para salvar a natureza, mas que ela se sente muito feliz e útil, por poder transformar aquilo que se chamam de lixo em lindas peças de decoração.

Carla disse ainda, que ela nunca tomou um curso presencial, mas sim participou de lives com artistas renomados, utilizou apostilas e realizou alguns cursos à distância. Disse que à medida em que ela se aprofundava nesse mergulho para o mundo da criatividade, ia adquirindo experiência e a certeza que é o seu mundo colorido, onde ela vai seguir em frente realizando grandes obras e colorindo com um toque de requinte e beleza os ambientes.

” Hoje trabalho com peças em MDF, onde faço toda pintura e decoração ao gosto do cliente”, comentou Carla, acrescentando ainda que também trabalha com pinturas e decoração em garrafas de vidro, potes de conserva e outras embalagens que seriam jogadas ao lixo, muitas vezes de forma expostas. Após as fotos continua a matéria.

 

Veja algumas das tantas obras realizadas pela artista Carla Santos

Cada uma mais bonita que a outra

 

 

 

 

 

 

Para finalizar a rápida entrevista, a artista comentou que foi no artesanato que ela encontrou o grande prazer de trabalhar com muito amor. Disse que em determinado momento viu os seus trabalhos parados devido a pandemia, mas foi em Deus que ela buscou fé e confiança em dias melhores. “Aqui estou trabalhando. Quero agradecer a Deus em primeiro lugar, mas não posso deixar de agradecer a todos que acreditaram no meu trabalho e se tornaram clientes, me motivando assim a seguir em frente”, reconheceu.

Demonstrando ser modesta e humilde, apesar da grandiosidade das suas obras, a artesã disse que ainda tem muito pra aprender e que seguir em frente sempre acrescentando algo novo será o seu lema.

A equipe do Café com Leite parabeniza Carla pela sua luta, pelo seu lindo trabalho pois a importância que tudo isso faz ao meio ambiente é grande, ao mesmo tempo em que ela ajuda as donas de casa nas decorações em pontos estratégicos com lindas peças de decoração.

Para quem ainda não conhece o trabalho de Carla, faça uma visita, conheça seu trabalho e, quem sabe, faça a sua encomenda para lindas peças de decoração. Anote o contato. (73) 99107-0904. Decore a sua cozinha, o seu escritório, o seu quarto e outros departamentos para dar ao ambiente um novo visual.

 

Autor de atentado em creche de SC sofria bullying e gostava de jogos online “com violência”


O velório coletivo das vítimas do atentado começou por volta das 23h desta terça-feira no ginásio do Parque de Exposições Theobaldo Hermes em Saudades (SC). Três crianças e duas educadoras foram assassinadas a golpes de facão

ouça este conteúdo

O delegado Jeronimo Marçal, que investiga o atentado que deixou 3 crianças e duas adultas mortas em uma creche na cidade de Saudades, no interior de Santa Catarina, afirma que o assassino, um jovem de 18 anos sem antecendentes criminais, enfrentava bullying na escola e gostava de jogos online, alguns deles “com violência”.

“A gente já tem algumas informações que conseguiu colher no dia de hoje, que dão mais ou menos um perfil, ainda incipiente, mas de um rapaz problemático. Quem me relatou isso foram pessoas próximas a ele. [O jovem] vinha enfrentando bullying na escola, vinha maltratando alguns animais, [era] muito introspectivo”, afirmou o delegado, segundo o portal Uol.

O velório coletivo das vítimas do atentado começou por volta das 23h desta terça-feira (4) no ginásio do Parque de Exposições Theobaldo Hermes. Por volta das 4h desta quarta-feira (5), familiares e amigos dos mortos fizeram uma pequena celebração. Às 9h, está prevista uma missa de corpo presente, antes do sepultamento, que será às 10h no Cemitério Municipal.

As vítimas são a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, a agente educacional Mirla Renner, de 20 anos, e os três alunos da escola: Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses, Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 mesepor taboola

Todas as vítimas foram atingidas com pelo menos cinco golpes de facão. Uma quarta criança, de 1 ano e 8 meses, segue internada na UTI do Hospital de Pinhalzinho.

O jovem, que tentou se matar, mas foi impedido por moradores da região e segue internado com estado estável de saúde.

Segundo o delegado Marçal, o jovem pode ser descrito como uma pessoa “relativamente simples” e proveniente de uma “família humilde”. Ele trabalhava em uma empresa da cidade.

“Como ele não era de socializar, estava guardando dinheiro”, disse o delegado, afirmando que foi encontrado dinheiro em espécie na casa do rapaz. Ainda não se sabe a motivação do crime. Da Revista Forum

Hildegard sobre a morte de Paulo Gustavo: “não foi covid, foi assassinato frio desse governo gelado e monstruoso”


Ela lembrou que o governo de Jair Bolsonaro recusou onze oferecimentos de vacinas e assina milhares de mortes.

A verdade é que assim como Paulo Gustavo, milhares de pessoas que perderam as suas vidas, principalmente em 2021, poderiam estarem vivas caso o governo tivesse aceito as vacinas que foram oferecidas ainda em 2020. Agora, enquanto a vacina cai de conta gotas, a pandemia segue de forma desenfreada e ninguém sabe que será ou serão as próximas vítimas.

Hildegard Angel

“Hoje perdemos o maior ator de humor brasileiro da atualidade, maior bilheteria do teatro, maior bilheteria do cinema. Não foi COVID. Foi assassinato frio desse governo gelado, monstruoso, sem gota sentimento e amor, que recusou 11 oferecimentos de vacinas e assina milhares de mortes”, escreveu a jornalista Hildegard Angel.

Como disse o Caetano Veloso, o ator Paulo Gustavo que fez muita gente soltar grandes gargalhadas nos cinemas, teatros e TV, deixou o Brasil de luto.

O ator Paulo Gustavo não resistiu às complicações da COVID-19 e morreu nesta terça-feira (4) aos 42 anos. Ele sofreu uma embolia pulmonar no último domingo (2).

O ator Paulo Gustavo estava internado com complicações da COVID-19 desde o dia 13 de março no Rio de Janeiro.

No último domingo (2) o quadro de saúde do ator teve uma piora, quando sofreu uma embolia pulmonar.

Anteriormente, Paulo Gustavo vinha apresentando melhoras significativas, tendo uma redução dos sedativos e bloqueadores e conseguindo interagir.

Na noite desta terça-feira (4) os médicos anunciaram que o quadro do ator era irreversível, mas que ele mantinha os sinais vitais.

Nesta terça, novo boletim disse que o ator estava com quadro irreversível, mas mantinha os sinais vitais. No entanto, posteriormente, às 22h12, foi constatada a morte de Paulo Gustavo.

ator ficou marcado pelo grande sucesso com a comédia “Minha mãe é uma peça”, vivendo o papel da personagem Dona Hermínia, de sua criação. A série de três filmes da obra vendeu mais de 26 milhões de ingressos entre 2013 e 2020.

Fonte 247.

“Se o governo tivesse comprado as vacinas a tempo não teria havido a segunda onda”, diz Renan após depoimento de Mandetta


O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL) teceu algumas considerações sobre o depoimento do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta  (DEM-MS), ocorrido nessa terça-feira:

“O depoimento mostrou que houve aconselhamento paralelo na COVID, adoção da cloroquina ao arrepio do Ministério, participação de Carlos Bolsonaro em reuniões (pq?), alerta sobre os 180 mil mortos.

Bolsonaro divergiu das orientações científicas, no isolamento e na cloroquina.
Foi um depoimento importante na minha opinião para clarear exatamente o que ocorreu naquele momento inicial da pandemia.

Quanto ao ex-ministro Pazuello fico até contente que mais um integrante do governo fique preocupado com isolamento, distanciamento, ao contrário de comportamentos recentes.

A CPI tem gerado uma mudança elogiável no comportamento, na condução de vacinas, na negociação de insumos e até mesmo no abandono do negacionismo.

Outra informação relevante foi trazida pelo senador Alessandro Vieira quanto a eventuais inobservâncias nos procedimentos de compras de medicamentos, que não passarão pela análise do Conitec.

Mais um dado a se destacar é a afirmativa de que havia a consciência de que estava se fazendo uma indução de uso de medicamentosa mesmo sem evidência científica.

Na reposta ao senador Otto Alencar o ex- ministro ainda indicou outra testemunha, além do presidente da Anvisa, sobre as articulações para fraudar uma bula de remédio para uma conveniência. O ministro Jorge Ramos.

Mandetta disse ainda que havia a consciência de integrantes do governo de que estavam fazendo a indução de uso de medicamentos que não tinham evidência científica.

Sobre Paulo Guedes, Mandetta afirmou que ele era antagônico. Ao ministério da Saúde, a ciência e ele.
Se o governo tivesse comprado as vacinas a tempo, não só a da Pfizer, mas qualquer outra, não teria havido a segunda onda.

Marieta, a mulher que abriu as portas da casa dela para crianças estudarem


Crianças vão estudar na Casa da Marieta em Ceilândia, DF - Foto: divulgação
Crianças vão estudar na Casa da Marieta em Ceilândia, DF – Foto: divulgação

Dona Marieta Soares saiu do Nordeste para tentar a vida em Brasília, mais precisamente em um condomínio de chácaras, em Ceilândia – a 34 km do Congresso Nacional. Ela tinha o sonho de dar aos seus filhos a chance de estudar.

E foi o sonho daquela mãe, recém-chegada ao Centro-Oeste do país, que fez Marieta abrir portas da casa dela para centenas de outras crianças começarem a estudar na região.

“Eu acreditava que em Brasília conseguiria colocar meus três filhos para estudar, uma oportunidade que não tive. Morávamos bem longe da escola dos nossos filhos, às vezes tínhamos que andar cinco ou seis quilômetros para chegar à escola mais próxima. Mas mesmo longe, matriculei meus filhos e todo dia eu tinha que levar e trazer. Tinha mania de catar livro e revista para aqueles trabalhos da escola em que os professores pediam recortes”, lembra Marieta.

E foi este exemplo que movimentou a comunidade, na época: “Os vizinhos viam que eu ensinava meus filhos e começaram a aparecer por lá pedindo ajuda também”, disse.

“Ela abriu as portas da casa dela para dezenas de crianças porque sabia da importância da educação e, mais do que isso, sabia que estava realizando o sonho de muitas mães e pais também. Ela foi capaz de fazer do sonho dela, a realidade de uma comunidade!”, afirmam Iara e Eduardo, os Caçadores de Bons Exemplos.

A virada

Em 2002, já eram 65 alunos dentro de um barraco de 10 metros quadrados e uma procura que não tinha fim.

Com o passar do tempo, entenderam que não era sustentável acolher todas as crianças naquele terreno e começaram um movimento para conseguir transporte para as crianças irem para a escola.

“Em 2007, conseguimos quatro ônibus para levar as crianças. Não era suficiente. O número de meninos que chegavam não parava de aumentar e, mesmo em casa, já não dávamos conta de tanto aluno”, conta Marieta.

A ideia de tornar a Casa da Marieta em um projeto social foi de um dos filhos, que sugeriu oficializar as coisas com uma faixa na porta de casa para chamar atenção de quem quisesse ajudar.

Os frutos logo vieram e hoje o projeto atende centenas de crianças e oferece capoeira, reforço escolar, escolinha de futebol, oficinas de fazer puff com material reciclável, oficina de inglês e muito mais.

“A Casa da Marieta é um espaço de acolhimento e sempre faz o maior esforço para ajudar, contribuir e melhorar a situação de quem precisa, de quem chega até aqui, daqueles que estão mais necessitados. Estamos sempre prontos para ajudar, as portas vivem abertas, dia e noite, é igual hospital”, concluiu Dona Marieta.

Saiba mais sobre o projeto dela no Facebook.

Dona Marieta - Foto: arquivo pessoal
Dona Marieta – Foto: arquivo pessoal
Dona Marieta - Foto: arquivo pessoal
Dona Marieta – Foto: arquivo pessoal
Casa da Marieta - Foto: arquivo pessoal
Casa da Marieta – Foto: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa – com Caçadores de Bons Exemplos

 

Trem empurra carro com três ocupantes em distrito de Conceição do Coité


Um trem de carga atingiu um veículo Hilux com três ocupantes, na noite de domingo (2), no distrito de Salgadália, em Conceição do Coité.

 

Segundo o Calila Notícias, o condutor do veículo identificado como Antoniel, estava com a esposa e o filho de um ano de idade quando tentou cruzar a linha férrea no momento que o trem se aproximava. Ninguém ficou ferido.

Por passar em área urbana, o trem costuma passar com baixa velocidade, mas o fato de um carro atravessar praticamente no mesmo momento não foi possível parar. O carro foi empurrado por aproximadamente 200 metros, segundo o site.

De acordo com testemunhas, o maquinista buzinou antes, mas o motorista possivelmente não ouviu. O local foi temporariamente interditado. Acorda Cidade

Trem do metrô da Cidade do México cai em avenida e deixa dezenas de mortos e feridos


Um trem do metrô da Cidade do México descarrilou e despencou após um viaduto desabar na noite desta segunda-feira (3).

Ao menos 23 pessoas morreram e 65 ficaram feridas, segundo a prefeita da capital mexicana, Claudia Sheinbaum. Há crianças entre as vítimas e 7 feridos estão em estado grave.

Nesta reportagem você vai ver:

  • Viaduto do metrô desabou na Cidade do México, capital do país
  • Vagões com passageiros despencaram e atingiram carros em avenida
  • Ao menos 23 pessoas morreram e 65 ficaram feridas
  • Vários feridos conseguiram sair dos vagões por conta própria
  • Uma pessoa saiu com vida de automóvel que foi esmagado
  • Resgate precisou ser suspenso devido ao risco de colapso da estrutura
  • Linha 12 do metrô transporta mais de 5 milhões de passageiros por mês
  • Inaugurada em 2012, ela é a 7ª mais movimentada da capital mexicana
Imagem aérea mostra região de acidente de trem do metrô depois que um viaduto desabou parcialmente na Cidade do México — Foto: Pedro Pardo/AFP

Imagem aérea mostra região de acidente de trem do metrô depois que um viaduto desabou parcialmente na Cidade do México — Foto: Pedro Pardo/AFP

Bombeiros e equipes de resgate trabalham para retirar vítimas de vagão que caiu depois que um trecho da Linha 12 do metrô desabou na Cidade do México — Foto: Jose Ruiz/AP

Bombeiros e equipes de resgate trabalham para retirar vítimas de vagão que caiu depois que um trecho da Linha 12 do metrô desabou na Cidade do México — Foto: Jose Ruiz/AP

Trem do metrô cai após viaduto desabar na Cidade do México

Trem do metrô cai após viaduto desabar na Cidade do México

 

O viaduto da linha 12 do Metrô da cidade, que vai de Mixcoac a Tláhuac, ruiu entre as estações Los Olivos e Tezonco por volta de 22h30 (horário local, 0h30 de terça-feira em Brasília).

A estrutura e dois vagões desabaram sobre veículos que circulavam na avenida Tláhuac.

Vários feridos conseguiram sair dos vagões por conta própria e uma pessoa saiu com vida de um automóvel que foi esmagado pelos escombros do viaduto, segundo a prefeita.

Equipes de resgate trabalham no local onde um viaduto do metrô desabou com vagões com passageiros dentro na Cidade do México em 3 de maio de 2021 — Foto: Luis Cortes/Reuters

Equipes de resgate trabalham no local onde um viaduto do metrô desabou com vagões com passageiros dentro na Cidade do México em 3 de maio de 2021 — Foto: Luis Cortes/Reuters

Dezenas de socorristas e bombeiros trabalharam durante a madrugada para retirar passageiros dos escombros, mas o resgate precisou ser interrompido pelo risco de colapso.

“Por enquanto, interrompemos o resgate porque o metrô está muito instável. Uma grua vai chegar para ajudar”, afirmou a prefeita da Cidade do México.

Segundo Sheinbaum, aparentemente uma viga da estrutura do metrô cedeu, mas a causa do acidente ainda será investigada.

Paulo Gustavo sofre embolia e lesões cerebrais; estado de saúde do ator é crítico


Paulo Gustavo está internado desde o dia 13 de março em decorrência de complicações da covid-19; ele segue precisando da ECMO, espécie de pulmão artificial

Paulo Gustavo, internado por complicações da covid-19, teve piora clínica nas últimas horas após sofrer uma embolia. De acordo com a Veja Rio, o quadro do humorista é crítico após a equipe médica detectar uma fístula broncovenosa – uma abertura entre os pulmões e as veias.

Com isso, bolhas de ar entraram na corrente sanguínea de Paulo, causando uma embolia, insufiência cardíaca e lesões cerebrais.

Ainda segundo a publicação, os médicos avaliam a possibilidade de uma nova cirurgia, de risco altíssimo, para fechar a fístula.

Paulo Gustavo está internado desde o dia 13 de março em decorrência de complicações da covid-19. Ele segue precisando da ECMO, espécie de pulmão artificial. Ibahia

Provável debate com Lula em 2022 já preocupa Bolsonaro


A aliados próximos, Bolsonaro já teria confidenciado o medo de enfrentar a “retórica afiada” de Lula e pede dicas sobre o que pode fazer para debater com o ex-presidente

 

Faltando mais de um ano para início da campanha eleitoral em 2022, o provável debate com o ex-presidente Lula já tira o sono de Jair Bolsonaro (Sem partido), segundo informações da coluna Radar, no site da revista Veja nesta segunda-feira (3).

A aliados próximos, Bolsonaro já teria confidenciado que medo de enfrentar a “retórica afiada” de Lula e pede dicas sobre o que pode fazer para debater com o ex-presidente.

Com uma comunicação truncada e pouco embasamento no que fala, Bolsonaro já traça estratégias para fugir de um debate direto, prevendo usar antigos chavões usados entre apoiadores, como “não tem conversa com bandido”, ou ignorar o teor das declarações do petista, dizendo que são “besteiras”.

Em 2018, Bolsonaro participou de apenas dois debates no primeiro turno, na Band e Rede TV!, e se saiu muito mal. No segundo turno, o atual presidente usou como desculpa a recuperação da cirurgia da facada levada na campanha para faltar a todos os debates marcados contra Fernando Haddad (PT), mesmo com liberação de médicos.

da Revista Fórum

PSOL vai ao STF contra Eduardo Bolsonaro por defender golpe em El Salvador


Eduardo Bolsonaro estampando o rosto de um de seus ídolos (Arquivo)

De acordo a matéria que está no DCM, a bancada do Psol na Câmara vai pedir ao Supremo Tribunal Federal que inclua o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no inquérito sobre atos antidemocráticos por ter defendido a destituição da Suprema Corte de El Salvador. No domingo (2), Eduardo publicou um tweet em que comemorou a ação capitaneada por aliados do presidente Nayib Bukele no Congresso.

Crítico frequente do STF brasileiro, Eduardo usou o tweet para mandar um recado para o Judiciário. “Juízes julgam casos, se quiserem ditar políticas que saiam às ruas para se elegerem”, disse.

Para a deputada Talíria Petrone (Psol-RJ), “saudar a atitude autoritária do presidente de El Salvador é a mostra que não querem um Brasil com democracia”.