VÍDEO – Lula participa de debate sobre a desigualdade com sindicatos globais em Genebra


O que acontece é que o trabalho que o Lula desenvolveu no Brasil, é mais reconhecido la fora, principalmente na Europa, do que no próprio Brasil. A questão é que houve um trabalho muito forte e poderoso na mídia e, mais recente, a enxurrada de fake news que surgiram, isso em nível de Brasil, a maior parte com uma carga muito grande de palavras que provocavam uma rejeição sem explicação, por um ex-presidente que deixou o seu segundo mandato com 87% de aprovação,  por ele ter lutado por um povo que estava abaixo da linha da pobreza, fazendo ter o direito de comer. Não se tratava de passear e ter carro. A preocupação do ex-presidente Lula era vê aquelas pessoas que passavam fome, ter o direito de comer três vezes ao dia. Isso lhe fez crescer no Brasil e fora, politicamente, mas depois, como foi dito, a mídia tratou de fazer o povo acreditar que ele merecia ser preso. O povo acreditou e o Lula foi preso sem provas de crime e sem manifestações no Brasil.

Agora está o Lula se reunindo com grandes instituições da Europa, numa luta que não pode parar, que é tentar diminuir essa tal  desigualdade social, que chegou a um ponto que não tem como ficar calado. Crianças no Haiti comem bolinhos de terra com manteiga como alimento principal do dia. Enquanto isso, há famílias no mundo que dobram seus patrimônios de 800 bilhões de dólares em um ano. Atualmente no Brasil, infelizmente, esse modelo está voltando, onde seguindo a filosofia do Maluff, ricos têm que ficar mais ricos e pobres mais pobres. Pasmem, mas esse desequilíbrio total que se alastra pelo mundo, muitos o chamam de equilíbrio, e assim o sistema da extrema direita vai seguindo e muitos sem recurso morrendo. É um verdadeiro extermínio lento e perverso. Veja o vídeo. Texto Café com Leire, vídeo DCM.   

Lula participa de debate sobre a desigualdade com sindicatos globais em Genebra

Posted by Lula on Friday, March 6, 2020