Uma história interessante. Leia com atenção e paciencia


 

 

 

1

Por Denise Oliveira:  Certo dia uma mulher que morava em um sitio recatado da cidade de Maracás, resolveu se libertar da angustia que sentia por não conseguir se libertar dos vícios que tinha. Tentou procurar meios onde pensava que seria ajuda para aquela complicada situação, tentativas que começaram a trazer mais angustia inclusive sua vida virando uma bola de neve. Esses meios foram no álcool, prostituição, homens que lhe desse tudo que ela queria para esbanjar uma vida de fachada, alegrias momentâneas, ou seja, festas, sexo, dinheiro, drogas, joias, roupas, riquezas materiais e bebidas, enfim.

Ao passar do tempo ela foi percebendo que não tinha valor algum e que a vida dela estava sendo destruída por algo que alimentou estava conseguido controlar.  Por muito tempo, por algo que ela não

Sem amigos, sem família, tudo ao redor dela estava destruído por conta de suas escolhas. Infelizmente a algo na vida da gente que precisamos procurar fins lucrativos em relação a valores pessoais para sair de situações constrangedoras como essa. Ela se pergunta: Como posso me ajudar em relação a isso? Quem sou? Onde recuperar a minha identidade? Será que existe esperança para minha situação?

Já enxergando a realidade árdua e tênue da situação que estava passando, começou a usar os meios sociais e comunicações para pedir alta ajuda. Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Quando posso recomeçar a organizar a minha vida, se há esperança que parece existir? Porque se pesquisando na internet sobre drogas diz o seguinte: “Diga não as drogas e sim a vida”! Onde procuro a vida?

Em meio às perguntas que vão surgindo em sua mente ela percebe que precisa resgatar a sua identidade. Ao findar do dia já com tantas questões sem respostas ela pesquisa novamente na internet sobre como resgatar sua identidade e achou a seguinte e primeira frase: “O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!” E veio outras perguntas: como vou cuidar do jardim, ou seja, a historia da minha vida? Sozinha? Quem está me procurando? Vivo em meios a tantas perguntas, será que estou ficando louca?

Ao passar do tempo ela tentou dormir e não conseguia por causa da abstinência das drogas, pegou um cigarro, fumou, e logo veio àquela vontade de beber e usar as drogas que ela tanto estava fugindo. Chorando muito se lembrou da mensagem que tinha visto na internet, “diga não as drogas e sim a vida”, ela em meio ao desespero teve uma reação, ela logo pegou canetas começou a escrever nas paredes de sua casa aquela frase que lhe fortalecia, “diga não as drogas e sim a vida” e cansada conseguiu dormir naquela madrugada fria.

Ao amanhecer ela tremula com abstinência e muita fome fez um lanche    e começou a pesquisar mais e mais na internet querendo melhorias em sua vida destruída, em meio aquela pesquisa apareceu o nome: “Deus”! Deus? Olhou para uma pequena estante velha encostada na parede e lá avistou sua bíblia que estava empoeirada, amarelada e velha. Mesmo assim ela pegou sua bíblia e começou a folhear, parou no livro de João e leu o seguinte:

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”

                                 João:8:32

Que verdade preciso saber? Que verdade?  Logo depois alguém bate em sua porta, ela ao abrir avistou um homem com o semblante sereno e feliz. E perguntou- lhe: Você está disponível no momento para que eu possa passar algumas palavras? Ela sem entender porque ninguém batia na porta de sua casa ainda mais pra conversar imediatamente ela o convidou para entrar, a casa bagunçada, as paredes riscada, o homem observa tudo e olha para ela com um olhar fixo, mas sereno e feliz e diz: vamos fazer uma oração? Ela radiante logo responde: sim! Assim que terminou a oração ele abre a sua pasta e pega sua bíblia e diz o que estava escrito ali:

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”

                                 João:8:32

A mulher confusa falou: Eu li essa frase agora, e você esta repetindo?  Não estou entendendo nada, me explica.

Ele ler outro verso que dizia assim: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Como posso adquirir esse conhecimento, essa vida eterna?

” E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida. Escrevi-lhes estas coisas, a vocês que creem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna.”  1 João 5:11-13

Logo depois ele falou que tinha que ir embora, mas que iria voltar outro dia para continuar a leitura e conversar se ela quisesse. A mulher com os olhos cheios de lagrimas sem querer ficar sozinha disse:  Por favor não vai, não posso ficar só! O homem com lagrimas nos olhos diz: Não vou ti deixar só, prometo que sempre voltarei. Vamos fazer uma oração agradecendo a Deus por essa oportunidade. Depois que terminou a oração o homem foi embora. Ele nunca se esquecera daquela mulher que em desespero chorava querendo ajuda, mas que ele não pôde ficar.

Ao findar do dia aquela mulher tremula triste e sem fome e deitada no chão da sala e de olhos fechados fala com aquele Deus que a Bíblia tanto cita: _Senhor se tu existe me da uma oportunidade de mudar de vida, abre o caminho, por favor!
Logo depois alguém bate na porta novamente, ela levanta rapidamente pensando que deveria ser aquele homem que a visitou, ao abrir a porta eram mais duas visitas que ela não conhecia e perguntou- lhe: _ Precisa de ajuda?

Ela em conflito com ela mesmo para conseguir se livrar de seu desespero de vida falou: _ Sim, sim! Entrem por favor!  Ao entrar perceberam a bagunça, as frases nas paredes, também observaram o rosto daquela mulher tristonha, com o semblante desesperador e pedindo ajuda. Aquelas visitas que ali estavam era Assistente Social e a outra Psicóloga, e se apresentaram dispostas a ajudar aquela mulher a dar a volta por cima. Ao saber quem elas eram perguntou: _ Como que vocês souberam da minha situação? As mulheres respondeu:_ Você tem recebido uma visita de um homem aqui em sua casa, ele está comovido e pediu ajuda profissional para ajudar você a melhorar sua qualidade de vida. A mulher com um sorriso no rosto e disposta a aceitar ajuda começou a contar a sua historia aquelas profissionais, ouvindo- a com muita atenção e comovidas com aquela historia de vida, elas ofereceram ajuda para leva- lá a uma instituição  de tratamento químico onde haverá todo processo para o que ela tanto almejava, retomar a sua vida e obter sua identidade de volta.

Desde aquele dia ela vinha se dedicando e dando o melhor de si para recuperar sua identidade. Ao passar do tempo ela recebeu alta e ao chegar em sua casa bagunçada, suja e riscada, resolveu fazer uma caprichada faxina geral pintou as paredes, lavou tudo que estava sujo, e colocou tudo no lugar e ainda disposta procurou trabalho. No findar do dia voltando para sua casa depois de uma longa caminhada procurando trabalho, encontrou aquele homem carismático disposto ajuda – lá e com o semblante feliz, se encontrava sentado na calçada esperando- a voltar. Ao vê- lá sorriu e muito feliz abriu os braços e lhe deu um forte abraço e com uma ótima noticia em suas mãos lhes disse: _Você procura um trabalho? A mulher com um sorriso respondeu imediatamente: _ Sim! Ele falou: _ Aqui está seu novo emprego, tenho o prazer de lhe contratar para trabalhar em uma de minhas empresas. A mulher com lagrimas nos olhos deu um forte abraço naquele homem e agradeceu por essa grande oportunidade que lhe oferecera. Ele falou: _ É um prazer ajudar pessoas como você que está a procura de crescimento, e são pessoas como você que trabalham comigo para crescermos juntos num só objetivo. Com fé e confiança transformamos vidas, então desde já seja bem vinda a empresa Multibom empresa de alimentos vegetais e grande variedades de produtos naturais e a granel.

Esta foi a historia desta mulher que não tinha esperança de nada em sua vida, mas soube dar a volta por cima, ela continuou por um bom tempo  seu tratamento e continuou lutando para vencer.

Denise é Assistente Social e mora  é Maracás.

   Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração.

Salmos 37:4

Autora: Denize Oliveira dos Santos