Se há dois anos já descobriram que a carne era “fraca”, por que só agora a bomba explode? Jornalista assegura que os objetivos são outros


como-amaciar-carnes
Os Estados Unidos estão destruindo o nome ‘Brasil produtor de carne’ para que eles consigam comprar a nossa carne, por um preço baixo, e mais importante que isso, a nossa carne ‘in natura’. Eles não vão comprar de frigorífico brasileiro, só as peças de carne para que os frigoríficos americanos e de outros países especuladores possam revender essa carne com o nome deles”, resumiu o jornalista Leonardo Stoppa.
O jornalista lembra que os investigadores e Judiciário brasileiros já “sabiam que isso estava acontecendo há dois anos”, com as irregularidades agora deflagradas na Operação Carne Fraca. Stoppa defende que o problema já poderia ter sido resolvido, “de uma forma muito mais simples, sob segredo de Justiça”, visando a proteção das empresas brasileiras frente ao mercado internacional.
“É muito importante que nós brasileiros tomemos o controle do Brasil novamente. A gente não pode deixar a Polícia Federal e o Judiciário nas mãos dos Estados Unidos para que eles façam conosco aquilo que querem: coloquem nossos setores estratégicos na cadeia, construam situações para que as nossas indústrias percam a moral no mundo inteiro”, afirmou.
Agora, cá entre nós, se há dois anos as autoridades brasileiras já sabiam da qualidade da carne que iam pro mercado e nada foi feito para defender o consumidor brasileiro, por que só agora começa essa explosão de notícias acabando com o nome dos frigoríficos? O que será que há por trás disto? No sábado, o Trump conversou quase meia hora com o presidente da república brasileira, Michel Temer e o assunto foi carne. Durante dois anos o povo comeu carne podre, com as autoridades sabendo do fato, mas sempre preocupados em defender os interesses dos grandes frigoríficos, mas agora resolvem  “detonar” os grandes geradores de empregos em plena resseção, seria por interesses maiores? O que pensar de todas as áreas que envolvem a qualidade de vida dos brasileiros? E quem poderá investigar sobre esse fato? É preciso que o povo brasileiro abra os olhos para o que estão fazendo com o Brasil e o próprio povo. Jornalista Leonardo Stoppa, último parágrafo Walter Salles.