É hoje: Se for um plano, uma “ordem”, não tem jeito, o Lula vai ser preso, mas se os juízes analisar os fatos com coerência, tudo pode mudar


 

Walter Salles: Desde o começo do processo contra o ex presidente da República, Lula da Silva, que muita gente diz que o petista vai ser preso, mas não por culpa comprovada e que mereça uma prisão, até mesmo porque ainda não se provou nada do que o acusam, mas sim, baseado num propósito de fazer o ex-presidente não ter direito a concorrer à presidência em 2018. Olhado pelo lado do interesse dos EUA, pois querem comandar o brasil, como já começaram a comandar depois do Governo Temer, não tem escapatória para o petista. Mas se olhar pelo lado da justiça como tem ou teria de ser aplicada, o judiciário chamaria o Lula e diria o seguinte: “vá pra casa, descanse uns dias, você está livre para concorrer a presidência da República”. E apontaria o dedo para outros muitos que estão aí dando risadas e tomando água gelada com o presidente Temer e o juiz Moro, que são os tucanos e quem estiver agregados a ele, vocês todos vão para trás das grades, pois é lá o lugar de vocês. Com isso, esse blog não está inocentando o ex-presidente das eventuais culpas, mas, pelo fato das faltas de provas, sim, pois não está tendo coerência entre acusação, sentenças e fatos.

O Lula acaba de ser indicado ao Prêmio Nobel da Paz, é clamado pelo povo brasileiro para ser presidente, pois o mesmo deixou o segundo mandato com quase 90 por cento de aprovação, as provas até agora se baseiam em delações premiadas e por aí vai seguindo o roteiro de desencontros com uma “realidade” que tentam criar.

Acontece que o Lula foi, talvez, o único presidente que chegou para o presidente americano e falou que a festa acabou, e que agora o americano ia ser tratado no Brasil com a mesma medida que o brasileiro for tratado na América. Episódio desses e outros parecidos, devem ter deixado os “grandões americanos” com sangue nos olhos e, imediatamente podem ter colocado a “batata do Lula pra assar”. Mas pode ser que a chapa esfriou e não vai conseguir assar a batata. Isso vai depender dos cinco juízes que irão dar o desfecho final da “novela” que se arrasta há muito tempo, nesta terça feira.

Tudo começa a se encaixar na cabeça dos que pensam e analisam os fatos. No domingo o Fantástico gastou 14 minutos do programa para denegrir a imagem do Lula e do PT. O que a Globo e aliados não sabem, é que isso só faz a galera tomar raiva da emissora e se aproximar mais do ex-presidente petista. Isso é fato comprovado. Dois dias depois, chega a terça feira do desfecho. Para a Globo, que confia, ainda, na sua audiência, é como se tivesse preparado o povo para receber a provável notícia de que o futuro certo do Lula é a cadeia. Será?