REMANSO: UMA CIDADE COM TRAÇOS DE ABANDONO NO CANTINHO DA BAHIA, por Walter Salles


 

“O Sindicato dos Servidores Públicos bateu forte e ajudou categoria receber salários atrasados”, disse Jailson, um associado.

 

Depois das chuvas, as ruas que já estavam em situação precária ficaram ainda piores

Por Walter Salles- Remanso é uma das cinco cidades que virou letra de música dos compositores Sá e Guarabira, onde ao represar o Rio São Francisco, há muitas décadas, no projeto estavam as cinco cidades que a água ia engolir, como já dizia o beato da letra da música, foram elas: Remanso, Casa Nova, Cento Sé, Pilão Arcado e Sobradinho. Essas cidades foram engolidas, mas no momento que as águas as engoliam, outras novas iam sendo construídas.

Aqui é a lateral do prédio da prefeitura municipal

Pois é! A cidade de Remanso Nova, que foi projetada com uma arquitetura moderna, com ruas largas e pra melhorar, possuidora de um povo bom,  porém, pelo visto, lá o poder público não tem dado a atenção que o povo merece. Eu como jornalista até aproveito para perguntar ao prefeito atual, o popular Zé Filho, que aliás, está no seu quarto mandato, se ele acha que está atendendo ao menos razoável, a população de Remanso??? Senhores secretários, vereadores e prefeito; a nossa equipe esteve circulando pela cidade e o que foi constatado é que as ruas que um dia teve aquele asfalto de borra, hoje está uma verdadeira peneira de tantos buracos; outra grande quantidade de ruas que ainda é de terra, os carros são obrigados a passar a menos de 10 km por hora, senhores, pois são muitos buracos e retrocessos. Outra coisa que se constatou, é que qualquer chuva, por pequena que seja, inunda a parte central, perto da feira livre, pois não tem canalização para escoamento da água.

Rio São Francisco baixou o nível da água e mostrou as ruínas da Remanso Velha. Bate a saudade e o medo de um dia o “mar virar sertão”, como disse o beato, que parecia profetizar um futuro que já chegou.

Quando se pensa em um pouco de lazer, a única opção é ir ao Remanso Velho, já que a represa baixou consideravelmente o nível da água, fazendo as ruínas da velha cidade que foi engolida pelas águas, reaparecer e se tornar um local de visitas e de saudades dos mais antigos. Pois é, mas o que vem desagradando os moradores, é que já que só tem essa opção de lazer e trata-se de uma cidade histórica e que ficou famosa em todo o Brasil cantada por grandes artistas, como Sá e Guarabira, Biquíni Cavadão e tantos outros, deveria ter um acesso melhor, inclusive fazendo do local um grande ponto turísticos da Bahia. Tudo é uma questão de visão e vontade. Foi pra lá que foi a equipe do Café com Leite, mas só que pra piorar mais ainda o humor do pessoal da reportagem, que já estava há três dias vendo mazelas e abandono na cidade, foi gasto quase uma hora num percurso de menos de 10 km, pois o acesso é péssimo, como foi dito.  Lá chegando, ambiente bom, pelo fato do atendimento do senhor Itamar e sua esposa, que são proprietários da badalada barraca, (aqui vai um abraço pra ambos). Ali fomos todos servidos com um delicioso peixe assado pescado no próprio Velho Chico.

Um papo com Jailson, associado ao Sindicato dos Servidores Municipais

Jailson está de boné vermelho ao lado de amigos 

 

Ainda ali na barraca perto da margem do rio, conversamos um pouco com o Jailson que é um dos associados do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Remanso, onde ele passou informações importantes, no sentido da representatividade que tem a instituição junto ao servidor. Jailson disse da grande conquista do servidor público da cidade, recentemente, que foi o resgate do sindicato, que apesar de ser em defesa do servidor, estava sob a direção de pessoas ligadas ao poder público municipal, o que deixava sempre o servidor sem representatividade alguma. “Porém, depois de muitas lutas e estratégias, a gente conseguiu resgatar esta instituição das mãos de um poder que nada fazia em benefício do servidor”, disse Jailson, lembrando inclusive que os salários dos funcionários da prefeitura que estavam em atraso, só foram pagos pelo fato do sindicato ter conseguido bloquear o repasse do dia 30, para que fosse pago em primeiro lugar os salários atrasados dos servidores. “Só que se o sindicato tivesse sob domínio da prefeitura, os servidores provavelmente iam ficar sem receber os seus salários atrasados”, disse Jailson, lembrando que o presidente atual do Sindicado dos Servidores de Remanso é Fagnum, inclusive  o exaltou como presidente e assegurou que a categoria de servidores está bem representada.

Jailson lembrou ainda que qualquer sindicato se quiser representar bem a categoria da sua responsabilidade, não deve ser atrelado ao poder público municipal. Disse que se o sindicato que representa o trabalhador rural de Remanso quiser fazer um trabalho que agrade a categoria, deve fazer o mesmo que fez os novos dirigentes  do Sindicato do Servidor Público. Vale lembrar que os acessos às regiões da zona rural está quase que intransitável, onde o Sindicato que representa o protutor rural, já passou da hora de entrar em ação. Aqui fica a pergunta: e as máquinas que a ex-presidenta Dilma entregou para cada município, em Remanso elas não trabalham?

A equipe do Café com Leite notícia parabeniza os integrantes do Sindicato do Servidor, pela luta e determinação, mas lamenta o estado que encontrou a velha Remanso Nova, esperando que na próxima visita possa encontrar algo novo para a população. É natural que uma cidade na situação que se encontra Remanso, há muitos problemas a serem resolvidos, mas que se souber canalizar bem os recursos, certamente a administração vai conseguir mostrar uma face mais bonita da cidade.

Aqui vai um grande abraço pra toda população remansense.