“Quem fez a reforma trabalhista tem mentalidade escravocrata”! Disse Lula


Lula diz que não é favorável à estatização de tudo, mas defende Correios, Eletrobras e Petrobras estatais - ISTOÉ DINHEIRO

São Paulo – De acordo o site Metrópoles, o ex-presidente e pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar a reforma trabalhista nesta quinta-feira (12/5). Ele afirmou que quem realizou a mudança na legislação possui “mentalidade escravocrata”, e defendeu que economias fortes devem contar com sindicatos fortes.

A fala foi feita durante palestra no Sindimais, um encontro de sindicalistas realizado anualmente.

“A mentalidade de quem fez a reforma trabalhista e a reforma sindical é uma mentalidade escravocrata, é a mentalidade de quem acha que o sindicato não tem que ter força ou representatividade. No mundo desenvolvido, onde você tem economia forte, tem sindicato forte. Em qualquer lugar do mundo, seja nos países nórdicos, seja na Europa, no Japão, se tiver economia forte, tem sindicato forte”, analisou.

Lula ainda criticou o presidente Jair Bolsonaro (PL). “Ontem o presidente disse que é importante o povo comprar arma, porque somente com arma vai evitar um governo ditador. Ele é o ditador, eu quero que o povo vá pra universidade. É efetivamente a formação profissional que vai tornar o país competitivo, a gente não vai ser nunca um país competitivo se a gente não investir em educação”, destacou.