Primeiro de janeiro foi dia de posse em todo Brasil. O povo quer mudança


 

O que se espera é que seja dada a largada para uma nova era na política administrativa,

para que o quadro da política brasileira e a fama de corrupção dos políticos comecem a mudar.

unnamed

A  câmara de vereadores de Maracás ficou lotada e muita gente do lado de fora durante posses 

 

Os prefeitos, prefeitas, vereadores e vereadoras eleitos (as) democraticamente pelo voto direto do povo no  dia 2 de outubro, tomaram posse debaixo de muitos aplausos, como acontece de quatro em quatro anos no país inteiro. As populações da micro região de Jequié, cidades em que o Blog e jornal Café com Leite têm acesso direto com o leitor, vivem uma nova expectativa e esperanças de uma administração melhor.

Em Maracás o prédio da câmara municipal esteve lotado de pessoas para assistirem as posses do novo prefeito Soya, vice Tião e vereadores. Foram muitas palavras pronunciadas e aplaudidas. Os novos vereadores, (as) maioria reeleitos, usaram o microfone para pronunciar as suas primeiras palavras como vereador (a) do período de quatro anos. Um fato que ficará pra história das posses da cidade, é que o vereador conhecido por Juarez do Torno foi eleito presidente da casa de leis por unanimidade, ou seja 11 votos sem abstenção e sem outra opção. Isso, certamente, acarreta muita responsabilidade perante o novo presidente.

Após a posse dos vereadores aconteceu a do prefeito e vice, onde Soya em seu breve discurso falou em governar com os “pés no chão”, como se diz, pois, disse ele, que da mesma maneira em que ele aprendeu com o seu pai, que foi seguir em frente com honestidade e respeito, ele vai aplicar na sua administração. Foi apresentado o secretariado e o povo aplaudiu, por creditar que cada um vai dar conta do seu recado.

Em Jequié, o empossado foi Sergio da Gameleira, como é conhecido, que também foi aplaudido. Só que no caso de Jequié, a responsabilidade do novo administrador é ainda maior, pois ali a população vive num município, que apesar de uma boa arrecadação, se encontra à beira de uma intervenção, pois as ruas, praças, instituições públicas, postos médicos, quadras poliesportivas e muitos outros setores que servem ao público, se encontram num verdadeiro caos. Desde a primeira gestão do então prefeito Roberto Britto, que foi o autor de muitas grandes obras para Jequié, que a cidade sofreu uma estagnação grande. Construção e funcionamento das Velas Culturais, projeto Esporte Dois Mil, A Escola Vai Ao Teatro, a grande parceria com a Petrobrás na época, onde muitos artistas renomados cantaram em Jequié, foram na primeira gestão de Britto, no entanto, são coisas do passado. Hoje o que se vê são clínicas fechando as postas. Tudo isso faz parte de um pacote que o novo gestor vai ter que enfrentar para resgatar Jequié.

Em outras cidades também aconteceram posses, naturalmente, como foi o caso de Santa Inês, que o maracaense Emerson Elói, apesar de não fazer tanto tempo morando na cidade, mas que através do seu trabalho junto ao Colégio ACM, que ganhou prêmio nacional, a população quis e conseguiu o eleger prefeito da cidade, onde a sua posse aconteceu debaixo de festa e muita alegria. Ali a população sente como se “agora realmente vai”, onde a responsabilidade do professor Mercinho, como é conhecido em Maracás, cresce ainda mais. Só que no caso do prefeito Emerson, ele sempre falou, mesmo depois de eleito, que pretende conduzir os trabalhos da maior e melhor transparência possível, onde quer priorizar o mais fraco, na sua qualidade de vida, mas vai procurar cuidar também, de forma nunca vista na historia da cidade, da Saúde e Educação. Elói escolheu cada secretário a dedo e pediu que cada um se dedique ao máximo, pois para que haja uma administração a altura que o povo merece, é preciso que haja dedicação, respeito e amor por todos.

Passando para a cidade de Tanhaçu, no começo da Chapada Diamantina, o já prefeito de fato e de direito, Jorge Teixeira, também terá muitas dificuldades, mas, de acordo às suas palavras, quando ha respeito com os recursos próprios e conta com um secretariado escolhido minuciosamente, como aconteceu, ha uma grande possibilidade de colocar as coisas em dia e realizar uma administração que possa se igualar ou até superar as suas próprias administrações do passado. Teixeira foi empossado debaixo de muito aplausos e depois do ato, muitos abraços de boas vindas ao comando da amável Tanhaçu. Em Planaltino o ex prefeito Zeca Braga voltou e disse que pretende superar a sua própria gestão, que, diga-se de passagem, foi considerada entre as melhores de todos os tempos. Outro jovem que disse pretender realizar uma grande gestão é o amigo Gerinho, como é conhecido em Irajuba. Gerinho nunca foi prefeito, mas sempre atuou como secretário, o que lhe fez conhecedor dos problemas que a nova administração vai ter que enfrentar, onde já sabe como começar a batalha. Didi, na cidade de Contendas do Sincorá, foi aplaudido pelo trabalho realizado na sua gestão, foi um dos poucos reeleitos na Bahia e assegura que vai fazer um bom trabalh, tal vez melhor que a primeira gestão, priorizando agora o social. Ao desenrolar os trabalhos o blog e jornal Café com Leite estará informando através de publicações dos acontecimentos.

Mulheres chegando com mais intensidade  ao poder

 

06

A cada dia que passa mais mulheres são eleitas em cargos públicos

Um fator que vem chamando a atenção e gerando certa expectativa no cenário político brasileiro é a candidatura de mulheres em cargos eletivos e eleitas. Só na micro região foram muitas mulheres que tomaram posse neste primeiro de janeiro. Em Lajedo do Tabocal Mariane Fagundes tomou posse depois de uma grande vitória, como também em Itiruçu, onde a médica Lorena foi empossada com festa e muita esperança de dias melhores por parte do povo; em Contendas do Sincorá a vice prefeita é a senhora Maria Helena; Em Ipiau, Maria e Margaret vão comandar os destinos da cidade como prefeita e vice respectivamente, ambas do PP. Outras muitas mulheres tomaram posse em todo Brasil, o que se espera é que todas tenham os seus corações voltados para acolher o mais carente, com obras e programas que venham amenizar o sofrimento da classe.

O bom mesmo é cada empossado e empossada procurar fazer uma nova história no seu município, para que em todo Brasil seja festejada a chegada de uma nova era nas administrações públicas, fazendo assim uma longa distância do mar de lamas que virou a classe política brasileira, onde o que vem imperando é a corrupção.

O blog e jornal Café com Leite deseja a todos e todas, nas suas individualidades, que aconteça a melhor administração pública de todos os tempos em cada município.