PDT na Câmara quer definição sobre candidatura de Ciro, mas metade dos deputados tende a apoiar Lula


Ciro Gomes é alvo de inquérito da PF por ter criticado Bolsonaro em entrevista - Jornal O Globo

A bancada do PDT na Câmara dos Deputados pressiona a cúpula do partido para uma definição sobre a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República, informa a coluna do jornalista Ricardo Noblat, no Metrópoles, nesta terça-feira (11).

Pode ser uma imagem de texto que diz "Doy Motos Peças, serviços e acessórios em geral Com a sua moto em boas mãos não há com que se preocupar!!! Fale dom Doy. Em Maracás, AV. Brasília, ao lado da garagem da Camurugipe. Fone- (73) 99137 3522"

O PDT tem 25 deputados e metade tende a apoiar o ex-presidente Lula (PT), favorito nas pesquisas para vencer a eleição contra Jair Bolsonaro (PL), o segundo colocado. Um terço dos que seguem ao lado de Ciro acha cedo para tomar decisões com base em pesquisas eleitorais. Desde a entrada do ex-juiz suspeito Sergio Moro (Podemos), declarado parcial pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a candidatura de Ciro se enfraqueceu ainda mais.

Pode ser uma imagem de comida e texto que diz "Panificadora Massa Fina Aqui também é lanchonete e o produto é de qualidade!! Massa Fina ิตรรต ino Venha comprar seu pão na certeza que estará levando um ótimo produto para sua casa. Aqui também você faz o seu lanche, onde pode escolher dentre a nossa variedade de salgados e sanduiches. Entre e fique a vontade!!! Estamos em Planaltino, ao lado da Feira Livre, aguardando você."

Os descontentes com o desempenho de Ciro querem uma definição do partido até final de fevereiro ou meados de março. A direção da sigla, no entanto, acha cedo e avalia que a corrida eleitoral começará a tomar forma em abril e maio.

Realmente, o que disseram alguns deputados do PDT está correto: as coisas começam a se definirem sobre quem tem mais chances de alavancar uma candidatura lá pros meses de abril e maio mesmo. Só que há uma coisa chamada tendência e que já começa ser sinalizada agora ou antes de agora, como o Sergio Moro que começou parecendo que ia crescer, mas fez igual fogos nas mãos de criança: “queima tudo cedo e na hora que acende a fogueira não tem mais fogos e a criança chora”.

Pode ser uma imagem de carro e texto que diz "CREDIBILIDADE DE MAIS DE 40 ANOS NA CIDADE DE MARACÁS AUTO ELETRICA JÓIA (73) 9.8853-7991 Veja OS nossos serviços Serviço em motor de arranque Serviço em alternador Serviço de instalações em geral Rastreamento em sistema de injeção eletrônico Limpeza de bicos injetores Serviço de chaveiro e imobilizadores Reparo em centrais de injeção eletrônica"

já o Lula veio armazenando fogos há muito tempo e no auge da festa vai ter muito fogos pra soltar e fazer a festa. O Bolsonaro está estagnado com os radicais e incondicionais. Sabe aquele que o presidente pode soltar uma bomba dentro da casa dos seus pais e que só ele sobreviveu? pois é: ele vai continuar sendo bolsonarista porque é um incondicional.

O Ciro sempre demonstrou ser um candidato seguro preparado e com condições de governar o país, porém, talvez por deixar a rivalidade aflorar na sua mente e no seu coração, e ainda seguindo as orientações do seu marqueteiro João Santana, terminou se perdendo, mas, como disse alguns deputados do PDT, o seu partido, poderá ter chances de ultrapassar Bolsonaro e ir pro segundo turno. Nem tudo está perdido.

Fonte 247.