(77) 99152-6666

‘Não temos e não teremos problema de abastecimento’, diz ministra da Agricultura


A ministra da Agricultura, Tereza Cristina — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoA ministra da Agricultura, Tereza Cristina — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Em longa conversa com o Blog neste domingo (22), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que não haverá problema de abastecimento no Brasil mesmo diante da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a ministra, neste domingo, o fluxo de produtos e mercadorias está normal. Neste sábado (21), poucos frigoríficos em Santa Catarina e no Paraná chegaram a ligar o alerta, com a possibilidade de paralisação, mas a situação já foi contornada.

A ministra recebeu relatos de que no Brasil inteiro produtores, tanto da agricultura quanto da pecuária, passaram a adotar cuidados, e a produção não será suspensa. Além disso, o transporte será assegurado. Segundo as informações de gestores de distribuição, houve um consumo acima do normal tanto na sexta-feira (20) quanto no sábado, mas sem desabastecimento.

Também houve relatos de ações deliberadas em alguns municípios, que tentaram fechar fábricas e o fluxo de caminhões, mas a medida provisória editada pelo governo na sexta-feira surtiu efeito e foi utilizada com sucesso pelos jurídicos das empresas.

O entendimento é de que é necessário cuidado do ponto de vista sanitário, mas os caminhões vão circular porque são considerados de necessidade urgente.

Se isso não for feito, há um risco de acontecer o que ocorreu na greve dois caminhoneiros, o de faltar alimento.

Neste domingo, o fluxo de mercadorias está tranquilo, a produção está próxima do ritmo normal, seguindo regras específicas. Segundo a ministra, será a maior produção do Brasil de todos os tempos.

Após um superaquecimento na sexta e no sábado, as primeiras horas deste domingo parecem demonstrar que o fluxo de compra está perdendo força, próximo à normalidade, com redução das pressões que aconteceram neste sábado.

Neste domingo, a ministra vai ter uma videoconferência com italianos para entender como eles conseguiram lidar com a situação. A Itália é um bom exemplo sobre manutenção do fluxo de mercadorias, mesmo com a crise.

Nesta segunda-feira (23), haverá uma conferência com ministros da agricultura de vários países da América do Sul, como Chile, Argentina, Paraguai e Uruguai, para que seja mantida a cadeia de produção e de transporte de mercadorias. Logicamente, com todo o cuidado das medidas sanitárias de cada país.

De acordo com Tereza Cristina, a agricultura não parou, está produzindo com cuidados, mas tudo está funcionando.