A mídia brasileira é como um disco antigo (LP) que só mostra as músicas de um lado: por Walter Salles


Café com Leite Notícias: Quando eu não tinha ainda a consciência que tenho hoje sobre as coisas que acontecem dentro e fora das cabeças das pessoas, na verdade, eu era mais feliz. Eu gostava de vê novelas e depois assistir o Jornal Nacional para ficar bem informado. E ficava mesmo, “bem informado” dentro de um propósito da emissora que, nas suas conveniências, era mais coerente com os seus interesses passar aquele tipo de notícia. Quantas vezes fomos desviados dos focus que teriam uma conotação forte, no sentido da informação correta para os brasileiros e no lugar a Globo colocava algo como as procriações das tartarugas ou coisas parecidas!! Só que na época não existia uma mídia que se pode dizer mais forte e com mais eficácia, que é a internet. Isso tem atrapalhado a mídia, digamos tradicional, que não consegue mais dominar o ser humano como antes. Eu perguntaria se você, leitor, acha que fica bem informado quando assiste um telejornal numa emissora brasileira? A gente sempre está com a banda de uma maçã e não sabe como seria saber da outra banda.

 

Muita gente tem me parado nas ruas e falado que eu defendo muito o Lula nas matérias que publico, aí eu respondo que tento mostrar o que a mídia não mostra. É o que chamo de músicas do outro lado do disco. Logo quando criado o plano de derrubar o PT e até mesmo prender o Lula, toda vez que falava em seu nome na TV, a imagem que se via era de dinheiro saindo de um esgoto sujo. Isso, de certa forma, ao longo do tempo, conseguiu mexer com o subconsciente das pessoas. Se o plano da mídia é de tirar da esquerda para dar à direita, é natural que nunca você veja, por exemplo, a Globo, que é a maior de todas e a mais interessada na derrota da esquerda, mostrar alguma falcatrua da turma tucana. Com as redes sociais, em parte passando uma notícia séria e coerente com os fatos, mostrando aonde estão as malas e os desvios de verbas grandes, mesmo com a TV, jornais e cites tendenciosos à direita, escondendo os fatos reais, não conseguem levantar o nome de determinado candidato junto a opinião pública. O Geraldo Alckmin, por exemplo, que é o pré candidato preferido da Globo até agora, na última pesquisa ficou com 6% da preferência popular, enquanto o Lula ficou com 31%. Aí você pode vê que a mídia aberta já não tem aquele poder de outrora tanto de exaltar quanto denegrir determinado candidato.

Quando coloquei um título de que a mídia brasileira é como um disco de músicas dos dois lados, mas que só é mostrada de um lado, existe uma verdade. A Globo está mais americana que brasileira e só defende as posturas americanas, embora aquela América de lá esteja em plano de dominar a nossa América, ainda assim a Globo está de acordo e é responsável por fazer o povo aceitar sem saber que está aceitando, como já está acontecendo depois de 2016.

O governo perverso dos Estados Unidos da América atacou a Síria na semana passada sem dó e sem piedade. A TV brasileira mostrou o objetivo dos EUA, falou que eles estão preocupados com armas químicas da Síria, mas entretanto, fica a pergunta: alguém entrevistou o presidente da Síria, pra que pudéssemos saber o que ele tem a dizer?

 

Nesse contexto todo o que tenho a dizer aos leitores do Cafe com Leite Notícias e impresso, é que assistam TV, mas também vejam outras mídias mais coerentes nas redes sociais, para poder ter um olhar também critico, onde quando a notícia não bater com a realidade você gritar.  Nos últimos anos houve muita injustiça acontecendo no país, que envolve mídia, Planalto, Judiciário, Senado e, de forma manipulada, em parte, a sociedade brasileira. Li ontem que um cidadão falava que só não vai votar no Bolsonaro se a mídia disser que ele é corrupto. Vixe…então não vai votar no homem, pois ele não é o candidato da mídia aberta e logo está caindo na malha fina. Agora se ele quiser votar em um candidato que a mídia não vai chamá-lo de ladrão, prepare para votar no Alckmin. Esse, como eu disse, é blindado de qualquer crítica pesada porém merecedora.

O Lula foi o único presidente que se postou de igual para igual sobre o presidente americano na época, bem como trouxe aqui um presidente “mal visto”, que foi o Mahmoud Ahmadinejad, então presidente do Irã. Dois fatores que até então eram desconhecidos.

É preciso que conheçamos as culturas e costumes mundiais para sabermos melhor avaliar as coisas na hora certa. Chega de 90% das TVs, principalmente à noite, estarem ligadas na Globo. Isso nem só é uma aberração, como é também um crime, no sentido de fazer o povo se atrair com os programas que não levam a nada. Na verdade, o povo é usado o tempo todo e não sabe. Depois da novela entra um filme onde sempre mostra que os EUA são os mocinhos e que vão salvar alguém dos monstros russos ou chineses.

O FHC, que é tucano, vou mexer um pouco na ferida dele também, é o único professor aposentado que um dos seus imóveis, que é na Europa, é avaliado em 11 milhões de Euros. No entanto nunca investigaram tamanha riqueza.  Acho que se os brasileiros olhassem tudo com os seus próprios olhos e fossem mais interessados em investigar os fatos, iria ter um pouco de orgulho em um presidente que governou o Brasil por oito anos, depois de ser investigado com um pente fino por várias vezes, o que foi encontrado foi um apartamento em que, em delação, o Léo Pinheiro disse que deu ao Lula de presente. Mas as provas que realmente o imóvel pertence ao Lula ainda não apareceram, mas mesmo assim, cadeia nele.

Agora acaba de ser invadido por pessoas que não possuem casas. Quem será que vai gritar, “saiam do meu apartamento”? Aliás, a polícia já fez os invasores desocuparem o AP. Quem será que se preocupou com a invasão?