Maracás necessita de reforma no trânsito em toda a cidade. Por Walter Salles


SEMEC: SALVE, SALVE MARACÁS TERRA DAS FLORES!

Por walter Salles:  Maracás já conta com uma grande quantidade de carros durante horário de expediente, principalmente nos horários de funcionamento dos bancos.

A cidade conta com três agências bancárias, sendo duas agências próximo à área livre, o chamado espaço do forró, e a outra no começo da AV. João Pessoa , também próximo à Praça Rui Barbosa no Centro da cidade.

Estacionamento em fila? 

Em frente ao Bradesco, quem chega mais cedo ainda encontra uma vaga para estacionar na localidade, mas quem chega mais tarde tem que procurar vaga um pouco mais distante. Na verdade, a situação ainda não é mais precária porque os motoristas desobedecem o modelo da placa, que manda estacionar em fila, (foto) que caberia um terço dos carros. Só que ironicamente falando, a desobediência dos motoristas estacionando em ângulo, ajudou a caber mais carros.

Na verdade, o que deveria acontecer, inclusive muitas são as opiniões favoráveis, era acabar com o espaço que fica ali 360 dias do ano aguardando a chegada do forró para quatro ou cinco dias de festa e depois ele, o espaço branco, fica lá ocupando o local de um amplo estacionamento e até alguns quiosques padronizados com lanches para o povo que circula no local. O nome disso é visão de crescimento. Também, já passou da hora de o tão conhecido Beco do Moreira passar a ser mão única.

Um pequeno toque pode fazer a cidade mais bonita e mais gostosa pra dirigir e pra viver dentro dela.

O acesso ao Bairro Morumbi, horto Florestal e adjacências, pode ser via nascente do Rio Jiquiriçá, claro que com a via asfaltada. iluminada e muito bonita.

Outras mudanças precisam ser feitas na cidade. Só não vale usar essa minha ideia para falar em palanques para prometer, se é que vai ter palanque este ano, e depois nada acontecer.

Maracás precisa e merece ser mais bonita, até porque , aqui mora um povo merecedor. Resta apenas aparecer um gestor com uma visão mais aberta.

Não cabe mais para Maracás, por exemplo, soltar fogos porque calçou uma rua. Não adianta mudar apenas o gestor e continuar o mesmo ritmo. Maracás precisa ser polo industrial, ser polo educacional, ter oficinas de cultura, precisa ser mãe de muitas outras na área de Saúde e muitas outras coisas interessantes que fazem crescer a cidade e sua gente. Até porque Maracás é dotada de um povo também dotado de criatividade e inteligência. Aqui é a terra de artistas, muitas vezes enrustidos e sem chance de mostrar o seu talento. Um abraço.