Lula volta à cena política, com entrevista a Kennedy Alencar nesta quinta-feira


Depois de um período de silêncio, o ex-presidente Lula falará pela primeira vez sobre a suspeição do ex-juiz Sergio Moro, sobre sua expectativa em relação ao julgamento no STF e sobre a estratégia de colocar o bloco na rua com Fernando Haddad.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula)

 O ex-presidente Lula voltará à cena política nesta quinta-feira (18) com uma entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, às 11h, no UOL Entrevista.

Após um período de silêncio na virada de 2020 para 2021, Lula falará sobre a suspeição do ex-juiz Sergio Moro e sua expectativa em relação ao julgamento no STF que pode anular suas sentenças no âmbito da Lava Jato.

O ex-presidente deve também se pronunciar acerca da estratégia de colocar obloco na rua com o ex-ministro Fernando Haddad, já visto como alternativa do PT para a disputa da eleição presidencial de 2022.

Vale lembrar que quando o ex-presidente deixou o seu segundo mandato, ele recebia da população brasileira 87% de aprovação das suas gestões, o que é raro ou inédito de acontecer. Com as denúncias que agora descobre que foi tudo uma farsa, o que se espera, e é justo, é que ele [o Lula] se não recupere os seus 87%, mas que uma grande quantidade de brasileiros que chegou a votar contra o PT e a esquerda, comece a refletir. O bloco vai girar o país. para, sobre tudo, resgatara popularidade de um que foi considerado nem só por 87% dos brasileiros, mas também uma grande quantidade de países e nações do mundo, dizem ter sido o maior Estadista do Brasil. Presidente que governou pensando nas futuras gerações. 

Fonte 247. parágrafo em itálico, Café com Leite