Lula mostra prova de que Bolsonaro cometeu fraude na eleição de 2018


Pesquisa Datafolha divulgada no dia 22 de agosto de 2018.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recorreu a um gráfico de pesquisa eleitoral de 2018 para desmascarar o presidente Jair Bolsonaro.

O petista publicou um levantamento sobre o primeiro turno das eleições de 2018, onde ele liderava com 39% das intenções de voto.

Na época, recorda Lula, Bolsonaro vinha em segundo lugar com 19%; Marina Silva tinha 8%, Geraldo Alckmin, 6%. Ciro Gomes, 5%, Alvaro Dias, 3%, e João Amoedo na lanterninha com 2%.

O levantamento era do Datafolha, divulgado no dia 22 de agosto de 2018.

O ex-presidente foi preso e permaneceu preso político por 580 dias para garantir a eleição de Bolsonro. Sérgio Moro era o juiz que condenou Lula e, após o resultado eleitoral, foi agraciado com o cargo de ministro da Justiça.

Lula recorreu ao #TBT –hashtag nas redes sociais que indicam passado– em virtude da acusação de Bolsonaro, nos EUA, de que houve fraude na eleição de 2018 e que ele teria vencido no primeiro turno.

Alto lá, Bozo! Quem teria vencido a eleição era Lula, mas houve perseguição política de Moro e as fake news.

O ex-presidente Lula tenta reaver no STF seus direitos políticos de olho na eleição de 2022. Ele espera que a corte máxima declare que Moro conduziu parcialmente os processos e anule a sentença que o condenou na primeira instância.