Justiça proíbe Bahia de abater jumentos


Decisão ocorre após casos de maus-tratos em Itapetinga  e Itororó

[Justiça proíbe Bahia de abater jumentos]
Foto : Divulgação/Polícia Civil

Por Lara Ferreira

Em liminar provisória concedida no dia  (30), a Bahia foi proibida pela Justiça Federal de abater jumentos. A decisão é da juíza Arali Maciel Duarte, da 1ª Vara Federal, em Salvador.

A proibição vem após ocorrências de maus-tratos registradas pelo Governo da Bahia, por meio da Polícia Civil e da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia. As denúncias contabilizam centenas de animais mortos de fome e sede em Itapetinga e Itororó, no sudoeste do estado.

Em Itapetinga, no mês de setembro, 300 animais morreram e 750 foram encontrados em confinamento ilegal, sem ter o que comer ou beber. Já no final de outubro, em Itororó, nove animais mortos foram abandonados na estrada.