Joelma fez jejum de sete dias para perdoar Chimbinha


Após relatos de agressões e uma relação abusiva, o casal se separou em 2015. Para superar o trauma, Joelma recorreu à religião. ‘Eu não quero isso dentro de mim porque está me fazendo mal’

 por Correio Braziliense 

Fabio Nunes/Divulgação
Após 18 anos de união, o casal se separou em 2015 (foto: Fabio Nunes/Divulgação)

Em entrevista ao youtuber Rafael Aciole, a cantora Joelma revelou que, para perdoar o ex-marido e ex-companheiro de banda, o guitarrista Chimbinha, precisou da ajuda de uma pastora fez jejum de sete dias. O casal se separou em 2015, após 18 anos de união, em meio a relatos de agressões e abusos psicológicos, culminando em uma medida protetiva de Joelma contra o ex-marido.

“Já perdoei. Foi difícil porque eu lembro que comecei a sentir muita coisa ruim dentro de mim, e eu disse para Deus que precisava perdoar e pedi ajuda, porque eu não conseguia. Fiquei três noites de joelhos chorando e disse: ‘Eu não quero isso dentro de mim porque está me fazendo mal’, disse ela, e contou ainda que ao final de cada dia tomava um copo de água, que simbolizava um líquido da Bíblia similar ao Espírito Santo.
“E falou que quando eu tomasse essa água, era para dizer assim: ‘Deus, que essa água, que representa o Espírito Santo, amoleça o mal que está dentro de mim, que está petrificado dentro de mim’. E assim eu fiz. No sétimo dia eu consegui perdoar, graças a Deus”.