Internet mal usada tem acabado com a paz de muita gente


São muitas a denúncias que relatam abusos de pessoas covardes e inescrupulosas que, muitas vezes, por não aceitar o fim de um relacionamento virtual, termina denegrindo a imagem da pessoa que quer dar um fim no namoro. Pesquisas indicam que quem parte para tal vingança tem sido mais por parte dos homens. Atitudes assim demonstram que trata-se de pessoas extremamente sem caráter, porém, em casos raros pode acontecer que seja algum problema psicológico. Mas em geral são pessoas que possuem um grau de psicopatismo bastante elevado.

O que acontece é que na internet, principalmente o watssap, não existe uma lei que condene de forma mais severa o indivíduo que praticar tais atos.

Da mesma forma que os homens lideram nas pesquisas no sentido de vigar à pessoa por não aceitar o fim do “namoro”, as mulheres lideram em ser quem confia e que com poucos pedidos já enviam as fotos, que em período curto de tempo de conhecimento virtual, num momento de distração confiam demasiadamente, chegando ao cumulo de enviar fotos intimas. Posteriormente, no fim do relacionamento, tais fotos viralizam nas redes sociais e lhes obrigam a passar por constrangimento inesperado.

de acordo ao blog arino notícias, aqui foi relatado o caso de uma moradora do bairro Liberdade, em Sorriso, que afirma estar passando por um constrangimento, depois de terminar um relacionamento virtual de 4 meses com uma pessoa.

Segundo a denúncia, a mulher tem 39 anos e terminou um relacionamento virtual, depois de descobrir que a pessoa no qual mantinha contato era casado.

Não satisfeito com o término do namoro virtual, o homem passou a lhe ameaçar constantemente, enviou fotos intimas suas para vários dos seus contatos, e disse ainda que teria instalado um aplicativo no celular da denunciante para poder vigiá-la. Muita covardia.