Flávio Dino: “se governadores tiverem que bancar até o auxílio emergencial, Bolsonaro vai provar sua total inutilidade”


Governadores reagiram ao presidente. Ele disse durante visita ao Ceará que daqui para a frente os que “fecharem seus estados” é que devem bancar o auxílio emergencial.

Isso é quase que uma declaração que a sede por ver gente morta é cada vez maior.

Flávio Dino – Foto: Divulgação

Da Revista Fórum

Governadores reagiram ao presidente Jair Bosonaro (Sem Partido), que afirmou durante visita ao Ceará, nesta sexta-feira (26), que daqui para a frente os que “fecharem seus estados” é que devem bancar o auxílio emergencial.

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B-MA), “se os governadores tiverem que bancar até o auxílio emergencial, aí mesmo que o presidente da República vai provar sua total inutilidade”, disse ao Painel.

Wellington Dias (PT-PI), disse que “não é razoável o líder de um país fazer o cidadão ter que escolher entre comida na mesa ou a vida”, declarou

“Que absurdo! Até onde vai essa marcha da insensatez liderada pela maior autoridade do país?”, disse Fátima Bezerra (PT-RN).

Já João Doria (PSDB-SP), afirmou que “o desequilíbrio de Bolsonaro é proporcional à tragédia humana que o negacionismo provocou no Brasil”.