FALALULA SE TORNA O TEMA MAIS COMENTADO NAS REDES


Resultado de imagem para foto de lula com multidão

Foram quase 400 dias em que a imprensa  aberta, nem só não entrevistava o Lula, pois não era permitido, mas  bombardearam, pois bombardeio não era proibido e foi o que fizeram durante esse tempo.  As redes sociais também foram impedidas de fazer entrevistas com o ex-presidente lula, mas o que chamou a atenção do mundo, foi o fato das virgílias lá em Curitiba, que desde o primeiro dia da sua prisão até hoje, o “caldo só engrossa”, e a as duas palavras de ordem nos últimos dias que na verdade se tonaram uma é LULALIVRE. A mídia que enxergava em Lula um preso político, (Redes Sociais) e que a sua prisão foi apenas para que a extrema direita fosse eleita no país, como de fato foi, e, constatando o plano, o Juiz Sérgio Moro foi convidado para ser Ministro da Justiça, fez um trabalho sem trégua, mostrando os fatos reais e sinalizando o caminho que o país estava entrando, e que, na verdade, o propósito deles era, e é, outro. Esse fato, simplesmente terminou enfraquecendo as forças da direita, o que vem fazendo a cada dia que passa o povo enxergar que o país caiu na mão de um grupo que só fala em vender as nossas riquezas e castigar o trabalhador.

Agora o Brasil e o mundo aguardam para saberem o que o ex-presidente Lula tem a falar, já que durante muito tempo, além dele não ter o direito de se expressar na imprensa, como já foi dito, ainda era bombardeado com as delações, que apesar de não terem provas de nada que diziam os delatores, se tornou uma especie de lei, que terminou sentenciando um ex-presidente que fez muito pelo país e que é reconhecido internacionalmente. Até aqui café com Leite Notícias.

 

Com mais de um ano preso e silenciado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai finalmente falar aos jornalistas Florestan Fernandes Júnior e Mônica Bergamo. O reaparecimento de Lula na cena política pode marcar um ponto de virada no golpe que vem destruindo o Brasil desde 2016 para impor uma marcada pela estagnação econômica, entrega de setores estratégicos para estrangeiros, ferindo a soberania nacional, e cortes de direitos.

O STF liberou o ex-presidente Lula para dar entrevistas aos jornalistas Florestan Fernandes Júnior, Mônica Bergamo e outros veículos que pediram autorização para falar com ele na prisão. “A hashtag #FalaLula está no top do Twitter. Para alguns jornais, no entanto, a notícia de que o STF liberou a entrevista simplesmente não existe”, postou a jornalista no Twitter.

Na mesma rede social, Florestan afirmou que “a autorização dada ao El País para entrevistar Lula deixou o ex-presidente um pouco mais livre. E os jornalistas começam a ver uma luzinha no fim do túnel”. “Espero que não seja uma miragem”, disse.

Lula foi condenado no processo do triplex em Guarujá (SP) com uma sentença questionada por vários juristas. Segundo a acusação, ele recebeu um apartamento da OAS como propina em troca de contratos na Petrobrás. Mas o ex-presidente nunca dormiu nem tinha a chave do imóvel. O próprio Ministério Público Federal (MPF) reconheceu na apresentação da denúncia a falta de “prova cabal”, mas o procurador Deltan Dallagnol falou somente em “plena convicção” para denunciar Lula.

O ex-presidente vinha liderando todas as pesquisas eleitorais no ano passado, mas Sérgio Mor, então juiz da Operação Lava Jato, demiti a ordem de prisão mesmo sem o esgotamento de todos os recursos judicias. Durante a campanha, Moro recebeu o convite da equipe de Jair Bolsonaro para ser ministro – a proposta foi aceita.

A pesquisa Vox Pupuli-CUT, divulgada nesta quarta-feira (10), apontou que, após um ano preso, Lula é considerado o melhor presidente da história por 48%. O segundo colocado, com 18%, é “nenhum” (respostas espontâneas). Fonte 247