Em reunião secreta com delator da Odebrecht, Serra chorou e pediu para ser poupado


Denunciado pela Operação Lava Jato, o senador José Serra (PSDB-SP) marcou em 2016 um encontro com integrantes da Odebrecht e pediu para ser poupado das delações. Até chorou, mas não teve jeito

José Serra
José Serra (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

De acordo as matérias que circulam nos sites do Brasil, dentre eles o 247, que é fonte desta matéria, Alvo de uma denúncia da Operação Lava Jato, o senador José Serra (PSDB-SP) marcou em 2016 um encontro com um dos delatores da Odebrecht, que prometia entregar aos investigadores fatos ilegais envolvendo o ex-governador e sua filha, Verônica. A reunião secreta aconteceu na casa de um funcionário do parlamentar, em uma comunidade, em São Paulo.

De acordo com informações da coluna de Bela Megali, o tucano chorou, desesperou-se e pediu para ser poupado. Mas foi delatado nas investigações.

A denúncia da Lava Jato apontou que, entre 2006 e 2007, o tucano usou seu cargo para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios nas obras do Rodoanel Sul.