Copidescando aqui: (SEM COMUNICAR A POLÍCIA) Homem diz ter reagido a assalto e mata dois suspeitos com tiros de metralhadora em Passo Fundo


Seria o efeito da nova proposta chegando antecipado? Será que a palavra do ruralista vai prevalecer junto à polícia?

Resultado de imagem para foto metralhadora

Um homem reagiu a um assalto e matou duas pessoas em uma propriedade rural no interior de Passo Fundo, na noite deste domingo (10). Os dois mortos ainda não foram identificados.

O homem contou à polícia que estava em casa, no centro da cidade, quando recebeu um alerta no celular informando que o alarme de sua outra propriedade, na zona rural, estava tocando. Ele se dirigiu ao local, na localidade de Nossa Senhora das Graças, e afirma ter visto duas pessoas saindo  da casa. (Mas não seria o caso deste cidadão ter alertado a polícia, ao invés de ir só?) talvez se não tivesse de posse de uma metralhadora, tivesse alertado a polícia.

O homem não se feriu. Agora, a investigação busca testemunhas e mais detalhes para entender exatamente o que ocorreu. O delegado Gilberto Dumke, da 1ª Delegacia de Polícia, diz que ainda é cedo para que haja definições:

— Por enquanto, é tudo muito prematuro. Só temos a narrativa dele, e ainda estamos buscando mais testemunhas. Se o que ele contou for comprovado, configura legítima defesa. Mas ainda estamos investigando e aguardando resultados de perícia — explica.

Segundo a Polícia Civil, o dono da propriedade possui um Certificado de Registro (CR), documento que permite a posse da metralhadora e o transporte em determinadas condições. Não há informações se algo foi levado da residência. Fonte Gaúcha ZH, copidesque Café com Leite Notícia>