Cartel mata mulheres, crianças e bebês americanos no México


Imagem de carro queimado no norte do México — Foto: Reprodução/Twitter

Do G1:

No norte do México, criminosos atacaram um comboio de três carros que levava uma família de mórmons dos Estados Unidos na segunda-feira (4). Ao menos nove pessoas morreram, mas o número pode ser mais alto

FORAM TRÊS MULHERES E SEIS CRIANÇAS, DE ACORDO COM O “NEW YORK TIMES”. O MINISTRO DA SEGURANÇA DO MÉXICO, ALFONSO DURAZO, CONFIRMOU O NÚMERO.

O nome da família de americanos é LeBarón. Eles vivem em uma comunidade mórmon fundamentalista na região da fronteira entre os dois países há décadas. Membros da família são ativistas anticrime, e fazem campanha contra grupos criminosos que atuam nos estados de Sonora e Chihuahua.

Eles viajavam em três carros utilitários quando foram atacados –de acordo com Durazo, os criminosos podem ter confundido a identidade dos passageiros, que teriam pensado que era um comboio de rivais.