CÁRMEN LÚCIA LIGOU PARA JUNGMANN MANDANDO NÃO SOLTAR LULA, DIZ DALLAGNOL


Em novos diálogos, Dallagnol diz que “Cármen Lúcia ligou pra Jungman e mandou não cumprir” decisão de soltar Lula.

 

Cármen Lúcia, do STF, e Moro em visita à Associação de Proteção e Assistência aos Condenados em BH

Novos diálogos mostram a operação de guerra travada pela Lava Jato para não deixar Lula sair da prisão após decisão do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em julho de 2018.

Favreto trabalhava como plantonista e acatou pedido de habeas corpus apresentado pelos deputados petistas Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (RS) e Paulo Teixeira (SP).

A decisão durou poucas horas.

Após instâncias de Moro e de outros personagens sobre Rogério Galloro, diretor-geral da Polícia Federal, o presidente do tribunal, Thompson Flores, interveio e determinou que Lula continuasse detido.

Nas conversas que vêm a público agora, Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato na época, aparece articulando com os membros da “força-tarefa” para que a decisão de Favretto não fosse levada a cabo.

“O moro tem que ficar resguardado” e por isso “não pode ser imputado abuso algum”, diz Januário Paludo.

Deltan liga para Thompson, que mandou, por telefone, Galloro descumprir a ordem de Favretto. Dallagnol comemora: “É teeeeetraaaa”

Também aparece com destaque a ministra Cármen Lúcia, do STF, como tendo telefonado para Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública.

“Cenário tá bom”.

Mais adiante, o procurador Antônio Carlos Welter comenta: “Se a Carmen resolver, melhor”.

Eles se autocongratulam após conseguir que o ex-presidente não fosse libertado.

“Parabéns pelo trabalho de todos, hoje foi de lascar. Só espero que já tenha acabado”, diz Welter.

Deltan faz piada: “Rapaz hoje envelheci uns 10 anos”.

Os diálogos, apresentados pela defesa de Lula ao Supremo, foram extraídos de mensagens obtidas por meio da Operação Spoofing.

Na verdade o novelo que escondia as mentiras está se desenrolando e desmascarando muita gente.
Com informação do DCM.