Cadeirante suspeito de tráfico morde, dá soco e saca arma de PM em BH


Homem reagiu com violência à abordagem dos militares, que o prenderam pelo armazenamento de drogas e armas


Suspeito de envolvimento com o tráfico, cadeirante deu trabalho à PM durante abordagem policial. Ele foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes I (Ceflan) no Bairro Floresta, Região Leste da capital(foto: GOOGLE MAPS)

Um cadeirante de 44 anos suspeito de tráfico de drogas resistiu à prisão e agrediu policiais na noite dessa segunda-feira (11) no Bairro Horto, Região Leste de Belo Horizonte.

Segundo o boletim de ocorrência, os militares foram à casa dele apurar uma denúncia de armazenamento de entorpecentes. Ao perceber que a guarnição se aproximava, ele tentou fugir e teve que ser contido por policiais.

Apesar da limitação motora, o homem enfrentou os agentes. Um deles levou um soco no olho, foi mordido e quase teve a arma arrancada do coldre.

Na residência do cadeirante, a PM afirma ter encontrado 209 pedras de crack e duas armas de calibre 32 e 38, além de uma pistola de fabricação caseira.

Ele negou ser dono do material, mas se recusou a informar a procedência dele, alegando que, caso o fizesse, sua família correria perigo.
De acordo com a corporação, já havia um mandado de prisão aberto contra o suspeito, que tem passagens por outros crimes. Ele, inclusive, teria ficado paraplégico durante uma troca de tiros com a polícia, ao ser atingido na coluna.
A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes I (Ceflan) no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte. Com informações do Estado de Minas Gerais