Bolsonaro, nervoso, diz que Vélez precisa usar ‘poder de comando’ no MEC


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) manifestou descontentamento com a gestão de Vélez no Ministério da Educação. Ele afirmou que “falta autoridade” na pasta. A declaração foi dada durante entrevista no programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, nesta tarde de quarta-feira (27).

“Você tem que ter poder de comando, exercer a autoridade, indicar as pessoas corretas. O Ministério da Educação é um dos mais aparelhados que tem, tem conselho dos mais variados possíveis, para o ministro tomar a decisão não é fácil”, disse Bolsonaro.

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, já trocou três vezes o secretário executivo da pasta, considerado o número 2 na hierarquia. Nesta semana, exonerou o diretor-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Marcus Vinicius Rodrigues, por assinar uma portaria sem ouvir toda a equipe.

Vélez chegou a comentar a mais recente exoneração na pasta em audiência pública no Congresso Nacional, e afirmou que o então presidente do Inep “puxou o tapete”.

A bolsa de apostas sobre a demissão de Vélez do MEC cresceu em Brasília no dia de hoje. Ele foi indicado para o ministério pelo jornalista e guru da família Bolsonaro, Olavo de Carvalho.Fonte Esmael.