Wagner Moura vence ação de R$ 80 mil por danos morais contra Reinaldo Azevedo


Os réus do processo se defenderam ao usar o artifício da liberdade de expressão

[Wagner Moura vence ação de R$ 80 mil por danos morais contra Reinaldo Azevedo]
Foto : Divulgação

Por Adelia Felix

O ator Wagner Moura, 43 anos, venceu uma ação na Justiça contra o jornalista Reinaldo Azevedo e a editora Abril. O processo por danos morais calcula o pagamento de R$ 80 mil ao ator. As informações são da Folha de São Paulo.

Com a decisão, a editora Abril tem cinco dias para retirar do ar a reportagem intitulada “Wagner Moura, o ´aclamado´ do nariz marrom, levou um R$ 1,5 milhão do Ministério da Cultura”, publicada no dia 30 de março de 2016.

A reportagem dizia que Moura teria arrecadado R$ 1,5 milhão para a montagem do espetáculo de teatro “Esperando Godot”. Consta nos documentos, no entanto, que o valor foi liberado via incentivo da Lei Rouanet para a empresa Turbilhão de Ideias Cultura e Entretenimento Ltda e que esse valor seria utilizado para o custeamento de toda a produção e profissionais envolvidos no projeto.

Os réus do processo se defenderam ao usar o artifício da liberdade de expressão. No entanto, a juíza contrapôs que “a informação veiculada pelos meios de comunicação deve ser verdadeira, já que a imprensa possui a profícua missão de difundir conhecimento, disseminar cultura, iluminar as consciências, canalizar as aspirações e os anseios populares, enfim, orientar a opinião pública no sentido do bem e da verdade”, pontuou.

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Lula fica indignado ao saber do aumento da pobreza no Brasil


Wellington Dias visitou o acampamento Lula Livre em Curitiba

Wellington Dias visitou o acampamento Lula Livre em CuritibaFoto: Divulgação

 

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, demonstrou indignação ao saber  que a população de rua aumentou significativamente em todos os estados da federação, de que aumentou o número de pessoas buscando ajuda nas prefeituras, depois que o governo Bolsonaro chegou ao poder. Lula demonstrou otimismo de que o povo brasileiro e o país vão superar tudo isso. “O Brasil não será governado pelo ódio”, disse Rui Costa, governador da Bahia.

“Lula é um homem cheio de energia. Um abraço dos nove governadores e informar sobre a criação do Consórcio Nordeste trabalhar políticas públicas coerentes aprendidas nos governos Lula e Dilma. Lula falou da Pauta Brasil, um momento de grandes oportunidades para o país e para o povo brasileiro e o país nessa situação”, disse Wellington Dias, também presente no acampamento Lula Livre, em Curitiba (PR).

“Vamos viajar pelo Brasil para levar essa mensagem de esperança, seguir acreditando na nossa luta, seguir acreditando no nosso povo, junto com o povo, acreditando no Brasil. Dizer do nosso compromisso da nossa luta. Muito em breve nós vamos estar recebendo aqui fora Luiz Inácio Lula da Silva.  “O amor vencerá. A luta e o amor vencerão”, concluiu Wellington Dias, lembrando a frase escrita no quadro de mensagens de Lula, ao falar para os presentes no acampamento.

Fonte: Movimento Lula Livre

 

Polícia encontra idosa mantida em cárcere privado por 20 anos


Iva da Silva de Souza foi mantida em cárcere privado durante cerca de 20 anos por um casal em Vinhedo

 

Idoso

Idoso Foto: Idoso Feliz

A Polícia Civil localizou nesta terça-feira, 25, familiares da idosa Iva da Silva de Souza, de 63 anos, que foi mantida em cárcere privado durante cerca de 20 anos por um casal em Vinhedo, no interior de São Paulo. Segundo a polícia, Écio Pilli Júnior, de 47 anos, e Marina Okido, de 65, foram presos, suspeitos de estelionato.

Irmã da vítima, Odete da Silva Souza foi localizada em Araraquara, também no interior, e já fez contato com a mãe, que mora na região de Maringá, no Paraná. Ela disse que não fala com Iva há mais de 40 anos e não a vê há ainda mais tempo. Segundo ela, Iva deixou a casa dos pais, em Colorado (PR), quando tinha cerca de 17 anos na esperança de conseguir trabalho em uma cidade maior.

Segundo relato de Odete, eles eram em dez filhos e Iva, a mais velha, trabalhava na lavoura com os pais. Ela quis sair de casa para ter salário e ajudar a família. Outra irmã teria chegado a conversar com a vítima após a viagem, mas achou que estava tudo bem. Na juventude, Iva trabalhou como doméstica, mas a cidade era desconhecida da família.

Os parentes registraram o desaparecimento na polícia do Paraná em 1996, depois de não ter mais notícias de Iva. A Polícia Civil encontrou Odete usando as poucas informações dadas pela mulher e após buscas na internet. Nesta tarde, era providenciada a viagem de Odete até Vinhedo para fazer o reconhecimento formal da irmã.

Conforme a assistente social Giorgia Bezerra, que atende Iva na casa de acolhimento para idosos da prefeitura de Vinhedo, será preciso aguardar o resultado dos exames para promover o encontro entre as irmãs. “Queremos fazer isso o mais rápido possível, mas ainda esperamos o laudo da avaliação psicológica o resultado de exames para ver se ela está em condições de saúde e psicológicas para reencontrar a família.”

De acordo com Giorgia, a vinda da mãe também está sendo providenciada. “Vamos conversar com a irmã e com a mãe assim que elas estejam na cidade a avaliar se já é o caso dela retornar ao convívio dos familiares, o que seria ideal”, afirmou

A assistente social disse que Iva viveu durante muitos em isolamento social, por isso houve a necessidade de encaminhamento ao serviço de atendimento do município. “As condições em que ela e a outra mulher, ainda mais idosa, se encontravam eram de muito risco”, disse. “Ela sequer sabia em que bairro ou em que cidade ela estava, mas parecia resignada com a situação. Tanto que os policiais civis demoraram para perceber que havia algo errado.”

Os agentes da Polícia Civil foram à casa onde a idosa estava em cárcere privado ao investigarem a emissão de cheques sem fundo no comércio local. Os cheques haviam sido emitidos em nome de Iva pelo casal Júnior e Marina, que haviam aberto uma conta bancária usando os documentos da mulher.

No local, estavam apenas duas idosas: Iva e a mãe de Marina, de 88 anos, que é cadeirante. A situação causou desconfiança nos agentes, mas eles só se deram conta de possível crime quando Iva pediu ajuda. O casal chegou logo depois e acabou detido.

Segundo a Polícia Civil, a mulher trabalhou durante muitos anos como doméstica para os pais de Marina, mas quando o homem morreu, há cerca de 18 anos, com a esposa já idosa, Iva passou a ser tratada pela filha e genro deles em condições semelhantes à de escravidão. Ela teria sido agredida e impedida de sair, sendo obrigada a trabalhar em troca de comida.

Fonte: Noticias ao Minuto

Hilux de Remanso bate de frente com motocicleta e causa mortes


Veículo envolvido no acidente

Veículo envolvido no acidenteFoto: Autoria desconhecida/Redes sociais

Três pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na colisão entre uma caminhonete e uma motocicleta ocorrida na tarde desta quinta-feira (27) no km 504 da BR-135, conhecida como ‘rodovia da morte’, próximo ao município de Monte Alegre, no Sul do Piauí.

A moto era ocupada por um jovem identificado como Luiz Carlos Ramos da Silva, de 23 anos, e uma adolescente de 14 anos que não teve o nome revelado. Ambos morreram no local.  A outra vítima fatal é  José Ferreira Vasconcelos, de 61 anos, passageiro do carro.

Segundo as primeiras informações divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma motocicleta colidiu frontalmente contra uma Hilux SW4 que seguia de Remanso (BA) com destino Goiânia (GO). A Hilux era ocupada por sete pessoas e capotou após a colisão. Duas pessoas foram encaminhadas ao hospital com fraturas nas costelas e a outra com traumatismo cranioencefálico (TCE).

Só pra completar a matéria, em todo acidente há um culpado. Se todos procurarem a dirigir corretamente, sem dúvida alguma os acidentes reduzirão pelo menos em 95%.

Fonte desta matéria Piauí Hoje.

 

Agrotóxico que reduz QI de crianças tem uso crescente no Brasil


Inseticida clorpirifós já foi banido de oito países europeus e está sob contestação em seis estados americanos

Contestado na Europa e nos EUA, o agrotóxico clorpirifós tem efeitos devastadores. Segundo especialistas, ele deixa traços nos alimentos e, no organismo humano, causa danos como distúrbios hormonais, deficiência mental irreversível nos fetos e diminuição de até 2,5 pontos de QI (quociente de inteligência) das crianças. O clorpirifós é um agrotóxico que surgiu para substituir o devastador DDT na agricultura e é usado há mais de 50 anos – mas é cada vez mais contestado pelos efeitos nocivos à saúde e ao meio ambiente.O produto combate larvas e insetos e foi banido de oito países europeus. A sua licença para a utilização agrícola na União Europeia se aproxima do fim e o prazo, janeiro de 2020, levantou o debate sobre a pertinência de renovar a autorização. Segundo o jornal francês Le Monde, a Comissão Europeia estuda a possibilidade de não validar a permissão.

Uma das maiores especialistas em perturbadores hormonais do mundo, a pesquisadora Barbara Demeneix, do Laboratório de Evolução dos Reguladores Endócrinos de Paris, avalia que, se for concretizada, a medida já virá tarde.

“Nós esperamos muito que seja proibido na Europa, depois de tantos estudos não só sobre o impacto nas crianças, mas também no meio ambiente”, sustenta Demeneix. “Uma pesquisa incrível mostrou os efeitos desse químico nos peixes-corais. O estudo foi muito claro em demonstrar o quanto o clorpirifós afeta os hormônios da tireoide, portanto o desenvolvimento de todos os vertebrados. Está claro que há impactos não só no homem, como na biodiversidade.”

 

Uso crescente no Brasil

Nos Estados Unidos, seis estados estão em vias de barrar o inseticida na agricultura. Ele esteve prestes a ser interditado do território nacional, antes de Donald Trump assumir a Casa Branca.

No Brasil, ele já foi um dos inseticidas mais utilizados e a sua aplicação nas lavouras não só é permitida, como vem aumentando nos últimos anos. Em 2009, foram vendidas 3 toneladas do produto, segundo monitoramento do Ibama. Oito anos depois, as vendas ultrapassaram as 6,4 toneladas.

O pesquisador Armando Meyer, do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro, frisa que existem alternativas ao clorpirifós. “É gravíssimo porque, em nenhuma medida, uma substância química deveria passar por cima e comprometer a cognição das nossas crianças, por mais que ela possa contribuir para o desenvolvimento de um país. É algo inimaginável, ainda mais porque existem diversas alternativas no mercado que cumprem a mesma função do clorpirifós”, ressalta Meyer. “Mas, em agrotóxicos, tudo é uma questão de custo-benefício. E saúde será sempre um custo no uso dos agrotóxicos.”

O clorpirifós é eficiente porque, nos insetos, atinge o funcionamento de um neurotransmissor fundamental ao sistema nervoso central, a acetilcolina. O problema é que diversos outros seres vivos também possuem esse circuito – entre eles, os humanos. Além disso, o agrotóxico é um desregulador hormonal que atinge a tireoide – cujos hormônios das mulheres grávidas são fundamentais para o desenvolvimento do cérebro do feto.

Queda do QI

Os riscos são diretamente proporcionais à exposição direta ao produto. Os únicos estudos empíricos realizados no mundo sobre o seu impacto na inteligência humana foram feitos nos Estados Unidos. O último deles, publicado em março, mostrou o aumento da frequência de autismo e lesões cerebrais em filhos de mães que vivem a menos de 2 quilômetros dos locais de pulverização.

A pesquisa mais importante, feita na Universidade de Columbia em 2012, provou que, num grupo de 40 crianças de até 11 anos, quanto mais elas foram expostas ao agrotóxico durante a gravidez, menor era o tamanho dos seus córtex cerebrais. Aos três anos, elas apresentavam deficiências motoras e cognitivas, como hiperatividade ou déficit de atenção. A redução do QI foi constatada aos sete e associada ao contato das mães com o clorpirifós durante a gestação.

A tese de doutorado de Meyer foi sobre os efeitos do químico nos ratos. Ele comprovou que a exposição dos recém-nascidos ao produto também gera danos cerebrais. “As evidências científicas sobre a relação entre o clorpirifós e a alteração do desenvolvimento do sistema nervoso são muito contundentes, tanto em experimentação animal quanto em estudos epidemiológicos, em seres humanos. De fato, essa é uma substância que deveria estar fora do contato com humanos”, atesta o pesquisador brasileiro.

O uso doméstico do produto é proibido na maioria dos países há mais de 20 anos.

Irmão chora na formatura da caçula: “Estou tão orgulhoso de você”


Irmão chora na formatura da caçula: "Estou tão orgulhoso dela"

A pequena Charlee Smith, 5 anos, não conseguiu segurar as lágrimas quando seu irmão Derek, 8 anos, disse estar “muito orgulhoso” por ela ter completado a pré-escola.

A mãe da dupla, Aundrea Smith, registrou o momento que acabou viralizando no Instagram. A foto mostra os irmãos felizes e emocionados, numa cena tocante. A família mora em Connecticut, nos Estados Unidos.

A formatura de Charlee aconteceu na última sexta-feira (21), em cerimônia do Pré-Jardim de Infância em Fairfield County.

Aundrea, que trabalha como coach, compartilhou o momento no Instagram, que viralizou: 20 mil curtidas em menos de uma semana.

 

 

“Hoje minha filha se formou na Pre-K. Depois da cerimônia, meu filho foi até ela e deu-lhe um abraço: ‘Estou tão orgulhoso de você’”, relatou a mãe no post. “Então, claro, minha filha começou a chorar. Enquanto enxugávamos nossas lágrimas, meu marido perguntou: ‘Por que você está chorando?”‘.

Ela respondeu: “Estou tão feliz. Somos tão abençoados. Marque alguém abaixo que seja uma bênção em sua vida. Deixe-os saber o quanto eles significam para você”.

Bolsonaro ataca China, maior parceiro do Brasil, e bajula Trump


Bolsonaro ataca China, maior parceiro do Brasil, e bajula Trump

Jair Bolsonaro demonstrou sua submissão aos interesses dos Estados Unidos e criticou a China, maior parceiro comercial do Brasil, ao discutir com o presidente norte-americano, Donald Trump, os “riscos associados às atividades chinesas no Ocidente”, além de tratarem da possibilidade de sanções contra Venezuela e Cuba; Trump, por sua vez, reafirmou os interesses dos EUA sobre o Brasil; “Você tem ativos que alguns países nem conseguem imaginar”, disse

Jair Bolsonaro encontra Donald Trump no G20

247 – O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (28), durante reunião de cúpula do G-20, realizada em Osaka, no Japão, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “é muito querido pelo povo brasileiro” e voltou a reafirmar seu alinhamento com a política externa norte-americana ao discutir os “riscos associados às atividades chinesas no Ocidente”, além de dizer que apoia a sua reeleição. Trump, por sua vez, reafirmou os interesses dos EUA sobre o Brasil. “Você tem ativos que alguns países nem conseguem imaginar. É um tremendo país, com uma população tremenda, então estou entusiasmado para ir [ao Brasil]” afirmou.

De acordo com o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, os dois presidentes também discutiram a crise política e econômica na Venezuela. Em nota a Casa Branca confirmou as conversações ao afirmar que Trump e Bolsonaro discutiram a crise no país sul-americano “num momento em que venezuelanos reclamam por democracia e liberdade” e que podem adotar sanções contra o país e seus aliados, como Cuba, visto por eles como uma “ameaça comunista”.

EUA e Brasil estão entre os países que reconhecem a legitimidade do oposicionista Juan Guaidó como líder da Venezuela e apoiam a derrubada do presidente Nicolás Maduro.

Em relação à China, um dos principais parceiros comerciais do Brasil, Bolsonaro demonstrou apoio à declaração de Trump que afirmou esperar que a reunião bilateral que terá com o presidente Xi Jinping, agendada para este sábado (29), “seja no mínimo produtiva”.

O presidente brasileiro vem criticando e questionando a China desde a sua eleição, seguindo o exemplo dos EUA que está em guerra comercial com o país asiático. Bolsonaror também se encontrará com Xi Jinping no sábado.

Cada vez mais isolado pela comunidade internacional e alinhado aos interesses da política externa norte-americana, Bolsonaro tem conseguido poucos resultados práticos para o Brasil na reunião do G-20.

A análise é que ele tem conseguido protagonizar um dos maiores vexames diplomáticos do país nos últimos tempos (leia no Brasil 247).

Confira o Twitter de Jair Bolsonaro sobre o assunto.

Brasil 247.

 

 

Carlos Bolsonaro dá piti após 39kg de cocaína: “Respeito é o cacete!”


Carlos Bolsonaro tem ataque de raiva na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro após prisão do militar com 39kg de cocaína em avião presidencial: “Respeito é o cacete! Eu respeito quem eu quiser”

carlos bolsonaro respeito cacete

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) disparou ofensas aos colegas de Câmara Reimont (PT-RJ) e Tarcísio Motta (PSOL-RJ), na tarde de quarta-feira 26. O filho do presidente ficou visivelmente irritado com questionamentos sobre a prisão do sargento que transportava 39kg de cocaína na comitiva de Jair Bolsonaro (PSL) ao Japão.

Tudo começou quando Reimont afirmou que não poderia responsabilizar o presidente pela prisão, porém, Bolsonaro precisa dar explicações. A resposta de Carlos veio agressiva.

“A minha família, mais uma vez, foi citada anteriormente, por um vereador aqui que, para mim, é um zero à esquerda, à esquerda literalmente. O vereador cabeça de balão, chamado vereador Reimont”, disse o parlamentar.

A fala gerou protestos. Tarcísio Motta pediu respeito, mas Carlos prosseguiu.

“Respeito é o cacete, eu respeito quem eu quiser. Eu respeito quem eu quiser. Você tem que ir para a Venezuela fazer um regime, porque tá muito gordinho, tá bom?”, ofendeu o filho do presidente.

O parlamentar do PSOL fez pedido de ordem, enquanto o vereador do PSC continuou com os ataques.

“É o seguinte, as informações chegam totalmente distorcidas aqui dentro. Ô fofinho, relaxa, fofinho, relaxa, fofinho”, afrontou.

O microfone foi desligado, e então só se ouviu as reações do vereador do PSOL.

“Eu não vou aceitar, não vou aceitar ser chamado de fofinho”, manifestou-se, ao presidente da Casa, Jorge Felippe (MDB-RJ).

Carlos Bolsonaro se queixou:

“Você tem um vereador na minha frente que acusa meu pai, presidente da República, de traficante de drogas, e o senhor vem falar para mim que quer retirar as minhas palavras de baixo calão? Acho que o senhor não está sendo justo, com todo o respeito”, argumentou.

Felippe, então, afirmou que, se a expressão citada por Carlos foi utilizada, Tarcísio também seria retirado dos anais da casa. Carlos, então, finalizou:

“Eu creio que ele não seja idiota, eu creio que ele não seja idiota. Qualquer um aqui sabe que, quando um avião presidencial parte para um país, vai adiante outro avião para que assim averigue a situação de segurança ou seja lá o que for para investigar a situação que pousará ou então logo após o avião presidencial. E foi provado que o militar que foi preso em Sevilla, o Manoel Silva Rodrigues, não tinha qualquer cargo na presidência, não estava ligado diretamente à equipe presidencial de Jair Bolsonaro que está viajando com ele no Japão. Que está viajando com ele não, que foi num avião adiante com ele no Japão. Mas é claro que a esquerda vai ignorar esses fatos. Então, são apenas fatos, presidente. Infelizmente, nós temos aqui fanfarrões que sobem à tribuna, sem o mínimo atributo, sem a mínima preocupação com a verdade, somente para transformar isso aqui em um circo. Então, deixo aqui o meu repúdio. Eu sei que aquele pessoalzinho ali vai subir, vai sapatear, vai sambar, mas o presidente Jair Bolsonaro vai continuar presidente. O ministro Sergio Moro vai continuar sendo ministro. E a esquerda vai continuar sendo detonada, como vem sendo há muito tempo nesse país, porque nos destruiu, não economicamente, mas moralmente. Em todos os sentidos. Eles vão conhecer o lugar de onde eles vieram, que é a latrina. Ouviu, cabeça de balão? Um abraço ao senhor.”

Pragmatismo  Político

FÁTIMA BERNARDES CRITICA GOVERNO BOLSONARO AO VIVO NA GLOBO


Fátima Bernardes

Fátima Bernardes. Reprodução: TV Globo

Do TV Foco:

Fátima Bernardes é mesmo apaixonada por Túlio Gadêlha e não esconde isso de ninguém, nem quando o assunto é apoiar as ideologias do namorado. A famosa usou o “Encontro”, da TV Globo, desta quinta-feira (26), para concordar com uma crítica que o político fez ao governo de Jair Bolsonaro, um dia após ele botar a boca no trombone e abusar do deboche.

A apresentadora criticou ao vivo uma piada feita pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, sobre os 39 quilos de cocaína apreendidos em um avião presidencial na Espanha, ontem, com um militar brasileiro. “No passado o avião presidencial transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”, escreveu o veterano no Twitter.

Fátima Bernardes leu a frase durante o programa e, em tom de indignação, fez alguns comentários. Ela reforçou o fato de ele trabalhar com Educação enquanto reproduzia a declaração e criticou o posicionamento de Weintraub. “Eu ainda tive a ilusão de quando eu li a palavra educação que a gente pudesse estar falando de alguma coisa relacionada a novas políticas educacionais, a uma maneira de a gente cuidar realmente da educação, mas não foi dessa vez”, disparou.

A apresentadora fez seu comentário ácido um dia após Túlio Gadêlha debochar da situação que envolve o presidente Jair Bolsonaro em seu Instagram. O deputado federal eleito por Pernambuco comentou sobre a prisão do militar encontrado com cocaína comparando a autoridade máxima do Brasil ao traficante Pablo Escobar, o chamando de BolsoNarcos, em referência à série que retrata a vida do criminoso.

(…)

Ministro da Educação viraliza após tentar fazer piada com caso #BolsoNarcos


“Inacreditável um comentário desses vindo de um ministro da Educação. E olha que todos sabem que detesto Lula e Dilma”. Tentativa de piada do ministro da Educação desagrada até conhecidos opositores das gestões petistas

ministro da educação tráfico lula dilma

Abraham Weintraub, ministro da Educação, tornou-se um dos assuntos mais comentados do Twitter após associar os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff ao transporte de drogas.

“No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”, questionou Abraham Weintraub.

O comentário do chefe da pasta da educação brasileira foi feito dois dias após a prisão no aeroporto de Sevilha (Espanha) de um sargento da Aeronáutica brasileira que transportava 39 kg de cocaína no avião da FAB. O militar estava em “missão de apoio à viagem presidencial”, segundo o Comando da Aeronáutica, quando foi detido.

O termo “ministro da educação” se tornou o mais comentado da rede social no Brasil pouco tempo após o tuíte do ministro. Ontem, as palavras “militares” e “39 kg” ficaram praticamente o dia inteiro na lista de assuntos do momento do Twitter.

A “piada” do ministro recebeu críticas de membros da oposição e também de figuras como João Amoêdo, candidato à Presidência pelo Partido Novo:

“Ministro, não tenha compromisso com o erro, peça desculpas. Vamos trabalhar pela educação e pelos brasileiros, com a postura que se espera de um ministro de Estado”, postou Amoêdo.

O comentarista Rodrigo Constantino, crítico do PT, também repudiou o ministro: “Inacreditável um tweet desses do ministro da Educação. E olha que como todos sabem eu DETESTO Lula e Dilma. Mas há que se prezar um mínimo de liturgia do cargo”.

Weintraub não é o primeiro a se posicionar sobre a prisão do sargento. Também no Twitter, o ministro da justiça Sergio Moro afirmou que a situação “é uma ínfima exceção em corporação (FAB) que prima pela honra” e que “o caso será “devidamente apurado pelas autoridades espanholas e brasileiras”.Matéria do Pragmatismo Político.

Weintraub ataca PT, Lula e Dilma por causa do aerococa, e Gleisi reage: “Moleque”


Resultado de imagem para foto do ministro da educação

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann, disse que pretende acionar na Justiça o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pelas injúrias lançadas contra Dilma Rousseff e Lula, bem como aos próprios petistas.

“Abraham Weintraub não está à altura do cargo. Ele se comporta como um moleque. Será acionado judicialmente pelas injúrias lançadas contra Dilma Rousseff e Lula. Vamos pedir ainda à Comissão de Ética da Presidência da República que avalie a sua conduta”, disse Gleisi, através do Twitter.

O ministro da Educação tinha usado o Twitter para defender Bolsonaro no caso do tráfico internacional de cocaína flagrado pela polícia espanhola no avião da comitiva presidencial que foi ao Japão.

Resultado de imagem para foto da gleisi

Gleisi assegura que vai processar o ministro

“Tranquilizo os ‘guerreiros’ do PT e de seus acepipes: o responsável pelos 39 kg de cocaína NADA tem a ver com o Governo Bolsonaro. Ele irá para a cadeia e ninguém de nosso lado defenderá o criminoso. Vocês continuam com a exclusividade de serem amigos de traficantes como as FARC”, disse.

E tentou fazer piada, com uma frase que caracteriza injúria:

“No passado o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?.”

A resposta ao ministro da Educação não ficará restrita à área judicial. Orlando Silva, do PC do B, também reagiu:

“Sr. Ministro, vou te convocar na Câmara dos Deputados para explicar essa tua fala. É bom levar provas para não sair de lá preso!”

É bom que tanto Gleisi quanto Orlando Silva levem adiante o plano de enquadrar esse ministro, que parece ter prazer em fazer ataques desqualificados.

Já disse a mais de uma pessoa que “comunista merece levar tiro na cabeça”. Confrontado no Congresso Nacional sobre essa declaração, tergiversou:

“Quanto à bala na cabeça, que a deputada Jandira (Feghali, do PC do B) falou, eu não tenho passagem na polícia, eu não tenho processo trabalhista – nunca tenho – minha ficha é limpíssima”.(…)”Bala na cabeça quem prega não é esse lado aqui”.

Weintraub deveria se ocupar da Educação em vez de provocar discussões públicas estranhas à área de seu ministério.

Parece proposital. É um caso policial que Weintraub tenta politizar, cumprindo a tarefa que de atiçar as hostes bolsonarista.

Se é para politizar, não se deve considerar irrelevante que o militar-traficante Marcelo Silva Rodrigues é bolsonarista de fazer arminha com a mão, como revelou Kiko Nogueira em artigo no DCM.

O traficante-militar já fez 29 viagens ao Exterior desde 2011, participando inclusive de voo com a então presidente Dilma Rousseff.

Se tivesse sido bom para o negócio do tráfico em governo passado, ele não precisaria se expor em campanha para Bolsonaro, repetindo o gesto-símbolo da arminha e repetindo o slogan “Muda Brasil, muda de verdade”. DCM.

Empresa de mineração deve gerar 440 novos empregos em Brumado e Tanhaçu


A implantação de uma unidade da MG Óxidos, no município de Brumado, gera atualmente 40 empregos diretos e 100 indiretos. O investimento foi de aproximadamente R$ 6 milhões, com a produção de 15 mil toneladas de calcário/óxidos para o mercado Siderúrgico. As obras de implantação foram visitadas por uma equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), na semana passada. O projeto é fruto de protocolo de intenções assinado com o Governo do Estado, por meio da SDE, no mês passado. “Esse investimento trouxe para Brumado, que é conhecida como a ‘Capital do Minério’, por possuir em seu subsolo variados tipos de minerais, e a Tanhaçu, que é produtor de cal, calcário e mármore, um crescimento significante na economia e geração de novos empregos na região”, afirmou João Leão, vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico. A MG Óxidos atua na produção de calcário estabilizado e customiza calcário e minério, conforme solicitação dos seus clientes. A empresa possui um pré-acordo com a Ferrovia Centro Atlântica (FCA) para a construção de um terminal logístico ferroviário, proporcionando a geração de 300 empregos durante a construção e mais 150 na operação plena do projeto.

A PF descobriu plano para matar deputada do PSOL do Rio, que agora anda escoltada


Talíria Petrone. Foto: Reprodução/Twitter

A deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) é protegida por uma escolta da Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados em Brasília desde abril. Durante a Páscoa, ela recebeu um telefonema da polícia informando sobre o esquema de segurança, que foi adotado porque a Polícia Federal (PF) do Rio de Janeiro detectou, em mensagens trocadas pela Dark Web (uma camada abaixo da Deep Web), que sua vida estava em risco.

 

Os diálogos captados pela PF eram consistentes a ponto de Talíria ter de ficar entre duas e três semanas sem voltar ao Rio, onde foi eleita para seu primeiro mandato federal no ano passado. E o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), solicitou por duas vezes ao governador do estado, Wilson Witzel, um pedido de escolta para a deputada. A resposta não veio. Tampouco ao pedido de reunião com o governador feito pela bancada federal do PSOL para tratar do assunto.

“É uma situação horrível. Ninguém em sua plena consciência gosta de viver com privações e é disso que se trata”, disse Talíria ao BuzzFeed News nesta quinta-feira (27). “Quando era vereadora, eu ia para Câmara de bicicleta. Hoje eu tenho de alugar um blindado para andar no Rio”.

(…)

Mulher é presa ao fingir ser sargento do Exército e cobrar até R$ 30 mil de vítimas


Imagem: Polícia Civil/Divulgação

 

Uma mulher de 40 anos foi presa após fingir ser sargento do Exército para aplicar golpes em Campo Grande. Segundo a polícia, ela cobrava de R$ 4 mil até R$ 30 mil para “facilitar” o suposto ingresso nas carreiras de sargento e oficiais temporários. Após três meses de investigação, os policiais chegaram inclusive a apurar que ela esteve em eventos políticos, nos quais chegou a ser recebida por um candidato a governador e até “batiam continência para ela”.

Ao G1 o Exército ressaltou que ela não faz parte do quadro de funcionários. A reportagem tentou entrar em contato com a defesa dela, mas, não conseguiu até o momento.

“Ela tinha contato pessoal com as vítimas e ia pessoalmente receber o dinheiro, alegando que já tinha pago as pessoas envolvidas. Nós encontramos vítimas que pagaram R$ 4 mil, R$ 7 mil, R$ 15 mil, R$ 18 mil e até R$ 30 mil para ela. Agora, a investigação continua porque nem todas elas compareceram na delegacia”, afirmou ao G1 o investigador do Grupo de Operações e Investigações (GOI), que há 3 meses apura a conduta da suspeita.

Com o dinheiro arrecadado, a polícia aponta que Alzira de Jesus Araújo fez uma festa para a filha e também viajou para a praia, onde inclusive passeou de lancha. “Temos fotos das redes sociais nela, que constam no inquérito de estelionato, crime no qual ela é reincidente. A mulher ainda tem um antecedente por furto”, explicou o policial.

(…)

Luisa Sonza se emociona ao falar sobre depressão de Whindersson: ‘Eu já vinha percebendo…’


A cantora revelou ainda que o marido já tinha chegado a iniciar terapia anteriormente, mas abandonava: “Típico da depressão”

[Luisa Sonza se emociona ao falar sobre depressão de Whindersson: 'Eu já vinha percebendo...']
Foto : Divulgação

Luisa Sonza participou do “Encontro com Fátima Bernardes” desta quinta-feira (27) e, logo no início do programa, falou sobre a luta contra a depressão que vem enfrentando seu marido Whindersson Nunes. Por causa da doença, o humorista chegou a cancelar compromissos profissionais para se dedicar ao tratamento.

“Eu me emociono, é difícil. Quando é uma pessoa importante você faz de tudo para ajudar. Não é um trabalho e nem uma dificuldade. É o mínimo como ser humano eu ajudar da forma que eu puder”, declarou Sonza.

A cantora contou ainda como notou que o marido não estava bem: “Eu já vinha percebendo que as coisas não estavam bem há mais ou menos um ano, e eu falava para ele para gente fazer terapia. Ele começava e parava. Isso é um sintoma típico da depressão, a pessoa não quer assumir. Até que ele viu que não estava bem e resolveu procurar ajuda, foi um alívio”.

Por fim, ela revelou como o marido está hoje: “Agora ele está muito melhor e pode se ajudar realmente, entendendo que é uma doença e que não é brincadeira”.

Em abril deste ano, Whindersson Nunes usou suas redes sociais para relevar que estava passando por uma depressão e que iria se afastar dos palcos para se dedicar ao tratamento. “Apesar de tudo de bom que vem acontecendo comigo, de tudo que já conquistei, eu me sinto há alguns anos triste”, escreveu ele no Twitter. Com informações do Metro1.