(77) 99152-6666

Pluntc, Blact, Zum…Não vai a lugar nenhum: Rui Costa diz que alianças do PT não devem ser condicionadas a “Lula Livre”


Na verdade existem duas alas no PT, ou seja um PT ao modo de quando o partido foi fundado e um PT, que parece só usar a sigla, no entanto, faz questão de não se alinhar ao grupo do PT que vem lutando a mais de 500 dias, pela liberdade do líder maior no PT, que é o Lula. Percebe-se com clareza que petistas querem ser líder como o Lula é, porém, não percebe que qualquer petista ou esquerdista só decola uma candidatura tendo o apoio do Lula, esteja ele preso ou não. Tanto o Rui Costa como o seu antecessor Jaques Wagner, foram, e eles sabem disto, que quem originou as suas carreiras na política foi o Lula.

De acordo a matéria na Veja, no momento em que o PT se esforça para encontrar novas lideranças políticas capazes de se mostrar eleitoralmente viáveis, o governador da Bahia, Rui Costa, tomou a dianteira: nesta entrevista a VEJA, ele assume pela primeira vez que poderá ser pré-candidato à Presidência da República em 2022. Reeleito para o segundo mandato com 75% dos votos, o petista conclama os partidos de esquerda a se unirem em uma frente para pensar um projeto de país em oposição ao governo de Jair Bolsonaro, que contemplaria até a discussão sobre a legalização da maconha. Costa considera que essa aliança não deve ser condicionada a uma defesa da liberdade do ex-­presidente Lula. E vai contra a direção nacional do PT ao criticar as violações de direitos humanos na Venezuela e pedir o endurecimento de punições a assassinos. Segundo ele, o PT se desconectou da sociedade brasileira e não devia ter lançado Fernando Haddad como candidato em 2018. (…)

O PT deve exigir a defesa do “Lula livre” para formar alianças? Não, não acho que esse é o ponto que deve ser usado pelo PT para condicionar qualquer diálogo com as oposições para formar uma frente. Mas o PT não deve nem pode abrir mão dessa bandeira. Hoje mais do que nunca está claro que Lula não teve direito a um julgamento justo. A condenação no caso do tríplex é uma aberração gigantesca.
Veja alguns comentários sem corte e sem escolha.
  •  

    Esse Ruimzinho é conhecido pelos Servidores aqui da Bahia. Ele se esconde atrás do PT, mas tem comportamento de direita. Ajudou a entregar o pré-sal em troca dos créditos da Lei Kandir. Não votei nele. Não é confiável.
    Criou aqui no Estado uma Estatal não dependente, ou seja, um empresa privada, para gerenciar os créditos fiscais e desviar os recursos do orçamento para os banksters, chamada BAHIAINVEST.
    Só confio no LULA, só !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Vai logo para o p$db, tucano enrustido! E pede pra sair do PT.

  • Outro petista cheira peido do Ciro pilant

    Avatar

    O que ele anda falando?! Pirou?! Quem quer fazer aliança com o PT deve carregar essa bandeira.
    O PT e o partido mais forte e quem procura aluança é porque quer ter vantagens políticas.
    Não vejo razão para retirar o Lula Livre da pauta.

    • Tá se achando maior que o PT porque teve votação alta…na próxima vai junto com o Ciro e Jaques Wagner para o PDT. Se não querem o Lula Livre, literalmente, sai fora. A condição sine qua non é essa, não quer se manda e leva os seus junto.

       

      É um péssimo governador a votação expressiva só foi porque ele “era”do PT.

Uma vez, num debate com um militante da direita do PT, fã de Rui Costa, quando afirmei que o governador da Bahia é de direita, ele me respondeu: “e quem é de esquerda? Cuba, Venezuela?” Parei ali por que a resposta que eu queria ele me forneceu. Isso é a direita do PT. Sempre fui crítico co Rui Costa embora tenha votado nele por falta de opções à esquerda no estado. Esse sujeito está mais para Ciro e PDT do que para PT. Ele é o responsável pela “direitização do PT” na Bahia e tem perfil truculento: no início do seu primeiro mandato quando a PM matou 13 pessoas, ele comemorou como o Witzel e comparou a tragédia a um jogo de futebol. Na Bahia de 2019, em minha cidade, já existem duas escolas estaduais militarizadas. Nessas escolas, determinados funcionários bolsonaristas, que não têm nada a ver com educação e com o apoio tácito de policiais que lá mandam, estão tocando terror e até ameaçando colegas professores que critiquem Jair Bolsonaro e sua gangue miliciana. É, companheiros, isso é o estado da Bahia governado pela ala direita (aqui se chama “reencantar”; ridículo, não?) do PT. Rui Costa é tão de esquerda quanto Ciro Gomes – não à toa suas agendas se assemelham. Acredito que em 2022 o PT perca a hegemonia no Estado justamente por essa direitização: as pessoas estão com raiva de Bolsonaro e seus parceiros e querem o PT, mas não o PT de direita. Querem o PT que enfrente e que tenha uma agenda, discursos e ações à esquerda, para fazer a luta dialética com a extrema e a direita. O PT do tipo Rui, Wagner, Santana, Quáquá, Genro e outros não em representa nem à verdadeira militância com que convivo. Força Gleisi, continuamos apoiando a Venezuela chavista e rechaçando os golpistas da oposição de lá; continuamos sendo contra execuções sumárias da PM na Bahia (mesmo de “bandidos perigosos”) e continuamos a favor de que LULA LIVRE é condição sine qua non para qualquer aliança do partido dos trabalhadores com outras agremiações políticas. Professor Ismael, perseguido profissionalmente em meu estado e em meu município, o primeiro governado por um PT que se assemelha ao PSDB e ao bolsonarismo em muitos aspectos.

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Gleisi a Ciro. Quem levou Haddad ao segundo turno foi o povo e não você


A deputada Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, rebateu as declarações do ex-ministro Ciro Gomes, candidato a presidente pelo PDT nas eleições presidenciais de 2018, de que teria vencido Jair Bolsonaro no segundo turno da disputa, ao invés de Fernando Haddad.

“Está claro pq Ciro fugiu p/ Paris em 2018: não aceitou o jogo democrático.  Respeite ao menos o eleitor, Ciro. Foi ele quem escolheu levar Haddad, e não vc, ao 2o. turno #LulaPresoPolitico #LulaLivre”, escreveu Gleisi pelo Twitter.

Em entrevista à BBC Brasil, Ciro disse que deixou o Brasil, não para Paris, mas para Portugal, após ter sido derrotado no primeiro turno porque “era o limite mínimo para guardar coerência” com o que estava pensando no País.

De acordo com o ex-ministro, que também governou o Ceará, “Haddad é uma fraude cuja origem eu denunciei ancestralmente, porque foi transformado num vice, convidou a Manuela para ser um terceiro não sei de quê de uma candidatura do Lula” (leia mais no Brasil 247). 

 

Ciro Gomes se transformou na caricatura de Jair Bolsonaro: bate em Lula e no PT para ocupar espaço na mídia. Por Joaquim de Carvalho


Ciro Gomes devolveu a gentileza de Haddad com uma frase amarga, dita em entrevista que a BBC Brasil está publicando hoje.

“O Haddad é uma fraude cuja origem eu denunciei ancestralmente, porque foi transformado num vice, convidou a Manuela para ser um terceiro não sei de quê de uma candidatura do Lula”, disse ele.

Há duas semanas, quando esteve em Fortaleza na Caravana Lula Livre, Fernando Haddad publicou uma foto com Ciro Gomes e comentou: “Revi meu amigo”.

Ciro Gomes devolveu a gentileza de Haddad com uma frase amarga, dita em entrevista que a BBC Brasil está publicando hoje.

“O Haddad é uma fraude cuja origem eu denunciei ancestralmente, porque foi transformado num vice, convidou a Manuela para ser um terceiro não sei de quê de uma candidatura do Lula”, disse ele.

É impossível explicar a frase de Ciro Gomes pela lógica da política — com declarações como esta, ele não conquista apoio entre os 47 milhões de eleitores que votaram em Haddad no segundo turno das eleições de 2019.

Também não ocupa espaço no campo da direita, congestionado pelas candidaturas de Bolsonaro, João Doria e Sergio Moro, além de Luciano Huck, que corre por fora.

O ressentimento explica o comportamento de Ciro Gomes. Mas não só.

Ciro Gomes certamente sabe que a única maneira de conquistar espaço na mídia é dando o que ela quer: uma língua para bater no PT e no seu ex-candidato.

Ciro Gomes não tem mandato, não ocupa cargo público, não preside partido, não tem ocupação profissional conhecida. Na entrevista à BBC, ele disse que é advogado e dá palestras.

Diz que seu partido quer que seja candidato a presidente em 2022. Até lá, toca a vida e, para não ser completamente esquecido, dá entrevista.

E para que ela tenha alguma repercussão, bate no PT. E agora bate abaixo da linha da cintura. Não só contra Haddad, mas contra Lula. O que ele disse:

“O Lula se corrompeu. Desculpa, é doído dizer isso, mas o Lula se corrompeu. Ele virou sabe o quê? Um caudilho sul-americano. É o culto à personalidade. Toda a agenda do país agora é refém do egoísmo do Lula.”

No TRF-4, onde um cartel confirmou a condenação de Moro, a frase de Ciro Gomes deve ter sido recebida com brindes de taça de espumante.

Lá, em janeiro de 2018, se disse algo parecido.

É uma colocação injusta.

Se fosse caudilho, Lula teria se deixado seduzir pela tentação do terceiro mandato em 2010, com a repetição do que Hugo Chavez fez na Venezuela e Evos Morales, na Bolívia.

Se fosse caudilho, Dilma Rousseff não teria sido candidata à reeleição em 2014, já que era grande o número de pessoas que queriam que ele concorresse à presidência.

Aos que o procuravam, inclusive grandes empresários, Lula dizia que só seria candidato se Dilma dissesse que abriria mão da reeleição.

“É direito dela se candidatar”, disse mais de uma vez.

Se fosse caudilho, Lula não teria nomeado adversários ideológicos para o Supremo Tribunal Federal.

Se fosse caudilho, teria feito como Bolsonaro e ignorado a lista tríplice da Associação Nacional da Procuradoria da República para a indicação do chefe do Ministério Público.

Um caudilho não daria autonomia à Polícia Federal.

Lula pode ser criticado por várias razões, inclusive por excesso de republicanismo.

Pode ser criticado também por não ter instituído sob seu governo a tributação sobre lucros e dividendos, como lembra Ciro na entrevista — nesse ponto, ele está certo.

Mas acusá-lo de caudilhismo — ainda que o termo não seja necessariamente pejorativo — é desonesto.

Lula não impôs sua liderança — até porque isso não é possível.

Ele conquistou espaço com uma estratégia inteligente, gestada desde que era líder sindical.

Empenhou-se na fundação de um partido, de uma central de trabalhadores e ocupou espaço gradativamente, crescendo de baixo para cima.

Queria chegar à presidência, como Ciro Gomes, mas se colocou como produto de um projeto coletivo.

É isso que Ciro Gomes e outros políticos profissionais não perdoam: Lula está conectado a raízes sociais como nenhum outro líder no Brasil.

 

E é por isso que, mesmo preso, continua com apoio no mundo todo e conta ao lado do cárcere com uma vigília que talvez seja a mais longa da história.

Atacar Lula por sua liderança, na tentativa de desqualificá-lo, não levará Ciro Gomes a lugar nenhum.

Ou melhor, a um ponto apenas:

Com esse espaço na mídia, no futuro ele terá de disputar com Jair Bolsonaro o posto de quem xinga mais o ex-presidente, que concluiu seu mandato com índice de aprovação jamais visto no país: 87% de brasileiros consideraram sua gestão ótima ou boa.

Deve ser doído para outros políticos encarar um fato destes.

Na verdade, o que o Ciro Gomes é, de forma bastante clara, é uma figura transparente. Qualquer pessoa percebe logo a sua transparência de ficar irritado em não conseguir o que o Lula conseguiu sem xingar ninguém. Está bem transparente a falta de amor do Ciro, por pessoas que ele deveria ter amor e afeto, como o próprio Lula; como fica transparente também o seu desespero em vê que não está adiantando bater no Lula e no PT, pois nas pesquisas de opinião pública o seu nome aparece num gráfico cada vez menor. E agora, Ciro, o que fazer pra crescer nas pesquisas de opinião pública? vai lutar por eleições Indiretas Já, para que o Lula, que os indicativos mostram que a sua liberdade não está longe, não possa ser o candidato indicado pela Direita, mas que talvez você seja? Não seria, pois a Direita também não lhe apoia. A verdade é que o desgaste foi grande e com o voto popular, ja que você não está bem nem com a Esquerda nem com a direita, fica difícil sentar na cadeira espaçosa. Quem está de fora consegue enxergar melhor.

Fonte DCM, último parágrafo Café com Leite Notícias.

Mulher despenca ao tentar usar lençóis amarrados para escapar de incêndio no Hospital Badim


Mulher que caiu do terceiro andar mandou, ferida, áudio desesperado para marido

Mulher que caiu do terceiro andar mandou, ferida, áudio desesperado para marido

Uma imagem feita pelo Globocop simboliza o desespero de quem estava dentro do Hospital Badim, no Rio de Janeiro, quando o incêndio começou na noite desta quinta-feira (12). Pelo menos 11 pessoas morreram.

Lençóis amarrados um no outro aparecem saindo pela janela do terceiro andar do prédio, em uma aparente tentativa de escapar do fogo ou da fumaça.

Uma das pessoas que tentou usar a “teresa” – como é popularmente chamada essa corda improvisada – foi Gigiane dos Santos, que acompanhava uma paciente.

Gigiane dos Santos acompanhava paciente e tentou fugir usando uma corda feita de lençóis — Foto: Reprodução/TV Globo

Gigiane dos Santos acompanhava paciente e tentou fugir usando uma corda feita de lençóis — Foto: Reprodução/TV Globo

Logo após a queda, ela mandou um áudio desesperado para a família pedindo socorro.

“O hospital, que eu estava tomando conta de uma senhora, está pegando fogo, eu tentei pular do terceiro andar, estou toda quebrada no chão, no Badim, aqui no Maracanã, pelo amor de Deus, me ajuda”, disse a mulher no áudio.

Lençóis amarrados na janela do Hospital Badim, que pegou fogo no fim da tarde desta quinta-feira (12) no Rio — Foto: Reprodução / TV GloboLençóis amarrados na janela do Hospital Badim, que pegou fogo no fim da tarde desta quinta-feira (12) no Rio — Foto: Reprodução / TV Globo

Lençóis amarrados na janela do Hospital Badim, que pegou fogo no fim da tarde desta quinta-feira (12) no Rio — Foto: Reprodução / TV Globo

Segundo o marido, Gigiane e outros pacientes não estavam conseguindo sair por corredores e escadas, e a mulher acabou caindo da janela do terceiro andar ao tentar escapar.

“Ela falou que já estava muito escuro, muita fumaça, e eles não estavam conseguindo sair, se aproximaram da janela para pedir socorro”, afirmou Leonardo dos Santos.

Gigiane sofreu fraturas nos dois tornozelos e na região do quadril, foi levada para o Hospital Quinta D’Or e passará por cirurgia.

A paciente que ela acompanhava, Maria Alice Teixeira da Costa, é uma das 10 vítimas identificadas.

Sobre o hospital

O Hospital Badim é uma unidade de saúde particular que faz parte da Rede D’Or São Luiz. O prédio que pegou fogo foi construído há 19 anos no Maracanã. Outro prédio, anexo a ele, foi inaugurado em 2018. Ao todo, o complexo hospitalar tem 15,7 mil m² de área construída, 128 leitos de internação, 32 leitos de tratamento intensivo e cinco salas de centro cirúrgico, de acordo com o site institucional.

A direção do hospital disse que criou um comitê de apoio para atender familiares de pacientes e funcionários. Foram criados ainda o número de Whatsapp (21) 97101-3961 e o e-mail [email protected] para que os familiares de vítimas possam receber informações sobre sua localização.

‘Perco tudo, mas não dou um centavo’, diz ex-Pânico sobre dívida de pensão


Carlinhos Silva está foragido por dever R$ 650 mil para o filho

O humorista Carlinhos Silva, conhecido como Mendigo do Pânico, que está foragido da Justiça por dever cerca de R$ 650 mil em pensão alimentícia, afirmou que parou de fazer os pagamentos “porque não existe penitência para a mulher”.

Em entrevista ao Fofocalizando, Carlinhos disse que está “cuidando da minha cabeça”. “Tenho dois acordos assinados que não foram cumpridos. Parei de pagar a pensão porque não existe penitência para a mulher. A Justiça e a mãe do meu filho não me respeitam. Tenho todos os documentos. Não é possível que chegou a esse ponto! Há seis anos não tem acordo. Para eles virou questão de honra me colocar na prisão. Sei o que o menor precisa. Acabaram com a minha família, não sei o que meu filho pensa de mim. Por que tenho que respeitar a Justiça se ela não me respeita?”, afirmou.

Ele contou que não vê mais o filho e contou que seu apartamento foi penhorado por conta da dívida. Disse ainda que está sendo injustiçado. “A minha cobertura, que é marvilhosa, está penhorada. Não posso trabalhar para pegar a pensão. Sou um pai injustiçado, sempre implorei para estar com meu filho. Dinheiro vai depois, primeiro é meu filho. Tentei de novo o acordo, pagar escola, plano de saúde e comida. Mas ela não quer acordo! A pensão está em quase sete mil reais e eu tenho que trabalhar”, argumenta.

Para ele, a sua ex-mulher está interessada apenas em sua prisão. “Caso eu vá preso hoje, deve ter uma festa preparada. Quando eu descobri que o problema não era mais dinheiro, deixei de pagar. Eu perco tudo, volto para a m…, mas não dou um centavo. Ninguém vai devolver os oito anos de vida do meu filho. Meu apartamento está penhorado, preciso trabalhar. Que direito do menor esses caras defendem?”.

Carlinhos e a assistente de palco Aline Hauck têm juntos o filho Arthur Henrique, de 8 anos. Em 2018 ele já tinha dito que não pretendia pagar a dívida. “Se for para ser preso, eu vou, mas não vou mais pagar pensão para não ver meu filho. Não tenho medo de cadeia. Criança virou um bem, cara. Mesmo se eu tivesse [dinheiro], não iria pagar, a não ser que ela pague o tempo que perdi com meu filho”, disse ele.

 

Uma menina, seu irmão caçula e a história por trás da foto que comoveu o mundo


“Eles deixaram de brincar juntos na escola e em casa para ficar sentados em um quarto frio do hospital”.

menina irmão câncer
Aubrey consola o irmão Beckett

A imagem de uma menina de 5 anos consolando o seu irmão de 4 anos com câncer viralizou no Facebook nesta semana e alcançou diversos países do mundo.

Aubrey Burge, como qualquer menina da sua idade, poderia estar brincando, correndo, pulando ou nadando. Mas ela optou por ficar ao lado do pequeno Beckett enquanto ele vomitava após uma sessão de quimioterapia.

A foto foi compartilhada pela mãe das crianças, Kaitlin Burge, 28, moradora de Princeton (Texas). Ela queria transmitir sobre como sua filha está vivendo desde que o irmão foi diagnosticado com leucemia linfoblástica aguda –um tipo de câncer que começa na medula óssea –, em abril de 2018.

Kaitlin escreveu que decidiu postar a foto para lembrar da importância da família em momentos difíceis. A jovem conta que a filha ficou o tempo todo ao lado do irmão, enquanto ele passava mal no banheiro, massageando suas costas. A menina ainda o ajudou a lavar o rosto e as mãos, o levou de volta para o sofá na sala, e se ofereceu para limpar o banheiro.

“Uma coisa que ninguém te conta sobre câncer infantil é que ele afeta a família inteira. Você sempre escuta sobre as dificuldades médicas e financeiras, mas com que frequência você ouve sobre os apertos que as famílias que têm outras crianças vivem? ”, questiona Kaitlin.

A mãe diz que a diferença entre os seus dois filhos é de apenas 15 meses e conta como eles deixaram de brincar juntos na escola e em casa para ficar sentados em um quarto frio do hospital.

“Para alguns, isso pode ser difícil de ler e ver. Meus dois filhos, com 15 meses de diferença de idade, foram de brincar juntos na escola e em casa para se sentar juntos em um quarto frio de hospital. Minha menina, então com 4 anos, viu seu irmão ir de uma ambulância para a UTI. Ela viu uma dúzia de médicos colocarem uma máscara no rosto dele, colocar várias agulhas, colocar uma dúzia de medicamentos no corpo dele, tudo enquanto ele estava ali, deitado, sem poder fazer nada. Ela não tinha certeza do que estava acontecendo. Tudo o que ela sabia era que algo estava errado com o irmão dela, com seu melhor amigo”, disse.

“As crianças precisam de apoio e de companheirismo e não devem ser mantidas à distância de quem está doente. O mais importante é mostrar que eles estão sendo cuidados, independentemente da situação”, continuou Kaitlin.

Segundo a mãe, o menino já apresentou melhoras, mas deve continuar em tratamento por mais dois anos. Aubrey e Beckett têm ainda uma irmã mais nova, Chandler, de 2 anos.

“Vomitar entre as sessões de brincadeira. Ficar e apoiar seu irmão e acariciar suas costas quando ele se sente mal. Passar de 13 quilos para nove. Isso é o câncer infantil. Ou você lida com isso. Ou o abandona”, finaliza a mãe.

 

PANIFICADORA PAPITO’S INFORMA


NA  PAPITO’S PODE ESTÁ A SUA SORTE

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

Neste sábado dia 14 já vai acontecer o primeiro sorteio de uma Pop 0 Km, e você pode ser o ganhador dela. Compre na PAPITO’S e exija o seu cupom, coloque na urna e Boa Sorte!

Enfermeira descobre que novo colega é um bebê de quem ela cuidou


Quando você descobre que o mundo é realmente um lugar pequeno.

enfermeira descobre colega bebê cuidou

O médico Brandon Seminatore era um bebê quando a enfermeira Vilma Wong cuidou dele na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN), do Hospital Infantil Lucile Packard, em Palo Alto, Califórnia, nos Estados Unidos.

Wong, 54 anos, ficou surpresa ao saber que o novo médico da UCIN era um dos bebês de quem ajudou a cuidar 28 anos atrás. Seminatore nasceu prematuro, com apenas 26 semanas de gestação, por isso precisou de cuidados na UCIN. As informações são do site METRO.

O nome do jovem médico não era estranho para Wong, mas a enfermeira não sabia dizer de onde conhecia Brandon. Depois que Brandon revelou que ambos agora trabalhavam no mesmo hospital onde nasceu, Wong sabia de quem se tratava.

enfermeira descobre colega bebê cuidou
Wong cuidou de Brandon na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN) há quase 30 anos. Hoje, são colegas de trabalho

“Eu fiquei muito desconfiada porque me lembro de ter cuidado de um bebê com o mesmo sobrenome”, explicou Wong.

Brandon, que se especializou em neurologia infantil, inclusive tem uma foto em que está deitado no colo de Wong nos primeiros dias de vida.

“Perguntei se o seu pai era um policial e houve um grande silêncio e então ele me perguntou se eu era Vilma. ‘Eu disse sim’.”

enfermeira descobre colega bebê cuidou
O mundo é realmente um lugar pequeno

Aparentemente, a mãe de Brandon pediu para que ele procurasse Wong na UCIN, mas o médico imaginou que a enfermeira já estava aposentada.

“Eu fiquei em choque inicialmente, mas muito feliz por saber que cuidei dele há quase 30 anos e agora ele é um médico pediatra residente para a mesma população da qual ele fazia parte quando nasceu”, destaca a enfermeira.

Advogado quebra celular e joga pela janela durante ação da PF em Salvador


Ele também rasgou e jogou fora vários documentos

Um dos três advogados que tiveram as casas vasculhadas durante uma operação da Polícia Federal em Salvador nesta quarta-feira (11) se desesperou e quebrou um celular diante dos agentes. Depois, ele atirou o telefone pela janela do apartamento. A informação é da coluna de Lauro Jardim, de O Globo.

O advogado também rasgou e jogou pela janela vários documentos – a operação buscava justamente esse tipo de conteúdo. Os policiais recuperaram o celular e também a papelada.

Outros quatro desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) também foram alvo da ação em suas casas e gabinetes. A operação Injusta Causa foi autorizada pelo ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Operação
Cerca de 50 policiais federais, acompanhados de cinco procuradores da República, cumprem 11 mandados de busca e apreensão no órgão público, em escritório de advocacia e nas residências dos investigados.

Enquanto equipes da Polícia Federal foram vistas no Loteamento Aquarius na Pituba, outros agentes federais buscavam documentos no TRT 5ª Região, onde funciona o Fórum Ministro Coqueijo Costas, na Rua Bela Vista do Cabral.

Como os mandados foram expedidos pelo STJ, um juiz de lá esteve no TRT-BA  acompanhando a coleta de informações. O CORREIO procurou o STJ e aguarda uma resposta.

Na ação estavam também um delegado federal e agentes da Polícia Federal.  Por volta das 10h, os agentes federais saíram com os malotes lacrados e nada comentaram com a imprensa.

Para não chamar a atenção, agentes chegaram de paletó e gravata – vestidos como advogados que habitualmente frequentam o fórum. A identificação de que se tratava de policiais só foi possível por conta da saída dos malotes – que exibiam a etiqueta “Polícia Federal”. Poucos agentes tinham os distintivos aparente. Outra tática para evitar chamar atenção para a operação foi o uso de veículos sem a logomarca da PF, entre eles duas Pajeros.

Uma advogada disse que houve atraso de uma hora nas audiências agendadas para hoje. “Na segunda turma estava um confusão. Na hora, ninguém sabia o que estava acontecendo”, disse ela, fazendo referência as buscas da PF.

Poderia ter sido preso
Segundo informações do site Ocorreio, o presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Bahia (OAB-BA), Adriano Batista, informou que a comissão acompanhou a busca e apreensão no escritório de advocacia. Sempre que existe mandado de busca e apreensão em escritórios de advocacia ou mandado de prisão a advogados, a polícia deve comunicar a OAB.

A entidade, por sua vez, indica um representante da comissão para acompanhar o caso. “Nós tomamos conhecimento ontem (terça-feira). Eles nos comunicaram e indiquei um representante que foi hoje às 5h da manhã. Nosso representante não tem conhecimento de quem é o advogado, nem mesmo qual é o endereço (onde vai ser cumprido o mandado)”, explicou. Isso porque o representante da OAB deve ir até a sede da PF e, de lá, seguir na viatura da polícia.

Segundo o presidente da comissão, o mandado de busca e apreensão não teve como objeto o escritório em si, mas a sala de um advogado específico – João Gonçalves Franco Filho, que, por sua vez, não estava presente. “Ele não estava lá porque salvo engano, houve (cumprimento de mandado) também na casa dele. Não fomos chamados para ir nas residências porque não houve mandado de prisão”, disse. “Queria deixar claro que o escritório ao qual o advogado era vinculado não foi investigado”, ressaltou.

Justamente por não estar presente nas casas dos advogados, a OAB-BA não foi oficialmente comunicada sobre a situação do advogado que jogou o celular pela janela. Batista explicou que também não sabe se a situação realmente aconteceu e disse que a OAB não foi procurada nem pelos advogados nem pelos defensores deles.

Mesmo assim, o advogado, cuja identidade não foi revelada, poderia ter sido preso por tentativa de destruição de provas. “Você não é obrigado a produzir provas contra você, nem a entregar o celular. Mas ele poderia ter sofrido as consequências por destruir provas na frente da autoridade policial”, disse Batista.

Após Anvisa reprovar doses, abastecimento da vacina pentavalente é suspenso


Lote comprado pelo Ministério da Saúde foi reprovado em teste de qualidade feito pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

[Após Anvisa reprovar doses, abastecimento da vacina pentavalente é suspenso]
Foto : Erasmo Salomão/ Ministério da Saúde

O fornecimento vacina pentavalente está parcialmente interrompido em postos de saúde, depois que doses compradas pelo Ministério da Saúde foram reprovadas no teste de qualidade feitos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) no mês de julho.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) confirmou que em média 60 mil doses da pentavalente deveriam ser distribuídas mensalmente no estado.

A vacina deve ser aplicada em bebês de dois a seis meses, para prevenção a cinco doenças: difteria, tétano, coqueluche, a transmitida pela bactéria haemophilus influenza tipo B (responsável por infecções no nariz e na garganta) e hepatite B.

O Ministério da Saúde informou, também ao Metro1, que o abastecimento das doses deve ser normalizado a partir de novembro, quando o Sistema Único de Saúde (SUS) fará busca ativa pelas crianças que completaram dois, quatro ou seis meses de idade, entre os meses de agosto e novembro, para vaciná-las.

“O Ministério da Saúde solicitou a reposição do fornecimento à OPAS. No entanto, não há disponibilidade imediata da vacina pentavalente no mundo. A compra de 6,6 milhões de doses começaram a chegar de forma escalonada em agosto no Brasil”, diz o comunicado.

Ainda segundo o ministério, por se tratar de um imonubiológico, diferentemente dos medicamentos sintéticos, a vacina não tem disponibilidade imediata.

A pasta afirma ainda que não há dados sobre uma emergência epidemiológica no Brasil das doenças cobertas pela vacina pentavalente. “Ainda assim, neste momento, os estoques nacionais são suficientes para realização de bloqueios vacinais, caso surtos inesperados apareçam. O sistema de vigilância à saúde monitora continuamente o tema a emitirá os alertas se estes forem necessários”, completa.

Presidente da COOPERTAI, que atende sete estados do Nordeste, Téo da Van, não tem dado trégua na legalização do transporte alternativo


O presidente e fundador da Cooperativa Coopertai, Téo da Van, como ficou conhecido em todo Brasil, principalmente nos sete estados do nordeste brasileiro, que inclui também o norte de Minas Gerais, está sempre buscando junto às autoridades competentes, a regularização do transporte alternativo que são de vans e ônibus, para que esse segmento que tanto tem ajudado a população, venha ser regularizado para que a cada dia fiquem ainda melhores serviços prestados.

Recentemente, mais uma vez o presidente da instituição esteve em Brasília, acompanhado de autoridades políticas, para que aconteça uma espécie de aceleração do processo de regulamentação da categoria, que, como informou o Téo, já conseguiram a licença para a existência de linhas interestadual, onde já saiu no diário oficial, e 11 linhas já foram abertas, inclusive  a de Maracás para São Paulo, mas ainda há uma luta, para que a categoria também consiga linhas dentro do seu estado.

No dia 09 de setembro,Téo da Van esteve reunido com o presidente da UPB, Eures Ribeiro que é prefeito de Bom Jesus da Lapa, o prefeito de Serra do Ramalho Ítalo Rodrigo e outros representantes da categoria em Salvador, para então posteriormente levar o projeto para o Governador Rui Costa, para que ele entenda que há uma grande viabilidade no caso de abertura de novas empresas para trabalhar no transporte intermunicipal, ou seja, dentro do Estado da Bahia, pelo fato de mais empregos e mais alternativas para o usuário.

O presidente da Coopertai disse ainda, estar bastante otimista, e o que as empresas precisam é provar para o governo, tanto federal como estadual, que cada um tem condição de atender às exigências do governo, para que aconteça o que certamente será melhor para muita gente que são: o usuário, os proprietários dos veículos, a geração de empregos e o próprio governo que irá arrecadar mais impostos.

O que acontece, é que as coisas estão evoluindo e já não existem mais espaços para o chamado monopólio, mas sim a abertura do leque, para que vários segmentos, dentre eles o transporte, possam abrir novas e modernas empresas, para assim enriquecer as categorias e fazer cada um, dentro de uma concorrência saudável, oferecer melhor atendimento ao usuário.

Naturalmente que, como disse o Téo, a qualidade de todo contexto que faz acontecer o transporte, tem que existir. O veículo, a qualificação do motorista, o conforto e tudo que envolve a satisfação do usuário na sua viagem. Pois fora disto o caminho será interrupção e falência.

Em um rápido bate papo, Téo disse que ultimamente está na correria em busca desse objetivo e que está acreditando na luta, pois o presidente Jair Bolsonaro tem sinalizado interesse em quebra de monopólio no Brasil, exatamente para que não haja abusos de preços, mas sim concorrência saudável.

Na Bahia, o presidente da Coopertai ainda vai se encontrar com o senador Otto Alencar e o deputado Jorge Solla para fortalecer a possibilidade de mais essa conquista para a categoria, que é trabalhar com novas linhas dentro do Estado da Bahia.

Quem espera com ansiedade, acreditando em condições melhores, é a população que está sempre viajando, pois assim poderá ter mais opção de escolha, inclusive com preços

mais em conta.

Frota avisa Guedes que vai jogar contra CPMF e desafia Bolsonaro: “Será que o Mito tem culhão para demitir o Mago?”


Ex-PSL, que se abrigou em ninho tucano, Alexandre Frota foi um dos principais articuladores de Paulo Guedes para aprovação da reforma da Previdência na Câmara.

 

Alexandre Frota e Paulo Guedes (Agência Câmara)

De acordo a Revista Fórum, um dos principais articuladores do ministro da Economia, Paulo Guedes, para a aprovação da reforma da Previdência na Câmara, o deputado Alexandre Frota (PSL-SP) avisou o “amigo” que, em relação à nova CPMF, eles estarão em “lados diferentes”.

“Guedes insistirá na criação de tributo, apesar de resistências. Eu já aviso ao meu amigo da economia que nessa jogaremos de lados diferentes não aceito mais impostos”, declarou Frota em tuíte.

O deputado ainda lançou um desafio ao ex-aliado, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), caso Guedes insista na criação do novo imposto. “E se Guedes insistir? Será que o Mito tem culhão para demitir o Mago?”, indagou Frota.

Aliado de Bolsonaro, Netanyahu tem robô bloqueado por campanha de ódio no Facebook


Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que concorre à reeleição, foi punido pelo Facebook por publicação de ‘bot’ da campanha que incitava ódio contra árabes

Bolsonaro e Benjamin Netanyahu durante sua visita a Israel (Alan Santos/PR

Concorrendo à reeleição, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu foi punido pelo Facebook após um robô de sua campanha divulgar mensagem de ódio contra os árabes, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pela agência EFE.

“Os árabes querem nos aniquilar”, diz a mensagem, que foi distribuída por um robô que faz as mídias sociais de Netanyahu, um dos principais aliados de Jair Bolsonaro no cenário internacional, no Facebook.

O Facebook informou que o robô da campanha de Netanyahu violou as políticas de discurso de ódio da rede social e que por isso decidiu suspendê-lo por 24 horas. “Também descobrimos que o ‘bot’ estava fazendo mau uso da plataforma no período de tempo permitido para ligar para as pessoas”.

O Likud, partido liderado por Netanyahu, afirmou que a postagem não foi aprovada pelo primeiro-ministro, que discorda da mensagem. Um porta-voz ainda teria dito que a publicação foi “um erro de um funcionário da campanha”.

O candidato da Lista Unida, Ayman Odeh, que reúne os partidos árabes de Israel, afirmou que a decisão do Facebook foi tomada depois de uma denúncia feita pela coalizão. “Ontem pedimos diretamente ao Facebook que parasse de ser uma tribuna para a incitação perigosa de Netanyahu”, escreveu no Twitter.

Com informação da Fórum.

Golpista em 1964 e em 2016, Globo pede agora “firme defesa da democracia”


Depois de liderar os golpes de 1964, que lançaram o Brasil numa ditadura de 21 anos, e de 2016, que permitiram a ascensão do neofascismo no país, a Globo publica editorial nesta quinta em que pede defesa da democracia, diante das ameaças bolsonaristas. Um dos argumentos da Globo em seu editorial é o fim da exigência para publicar balanços em jornais impressos – o que faz sentido econômico, diante das mudanças tecnológicas.

Grupo de comunicação com DNA eminentemente golpista, por ter lutado contra a democracia brasileira em 1964 e em 2016, a Globo agora pede que as instituições defendam o Brasil do autoritarismo de Jair Bolsonaro, que ela própria ajudou a eleger. “Estes quase nove meses de governo Bolsonaro aconselham a necessidade de uma especial atenção de instituições e organismos da sociedade a desvios de poder que precisam ser coibidos e corrigidos”, diz o editorial, que aponta autoritarismo no fim da exigência de publicação de balanços em jornais impressos – o que talvez seja um dos únicos acertos de Bolsonaro.

Escola diz que Felipe Neto é perigoso para as crianças e polemiza


Uma unidade de ensino do DF classificou o conteúdo postado pelo youtuber como inapropriado para as crianças

Felipe Neto

Crédito: Reprodução/InstagramFelipe Neto ironizou aviso da escola

Uma escola particular do Distrito Federal causou polêmica nas redes sociais após enviar um recado para os pais, orientando-os a proibirem seus filhos de assistirem os vídeos do youtuber Felipe Neto.

Um dos influenciadores digitais mais seguidos do país, com 25 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, Felipe é classificado no bilhete como um “fenômeno da internet”, mas que aborda em suas produções temas polêmicos, que podem influenciar o comportamento das crianças e adolescentes de maneira negativa, segundo a instituição de ensino localizada na Vila Buritis, na cidade de Planaltina.

“Senhores pais e responsáveis, o ator, comediante e youtuber Felipe Neto virou um dos fenômenos da internet. Possui mais de 20 milhões de seguidores e trata de diversos temas, alguns bastante agressivos. Estamos enfrentando realidades trágicas, devido ao uso desequilibrado de videogames e aos encantamentos provocados pelos youtubers, nos mundos virtuais, dos jogos eletrônicos, da idolatria em torno dos famosos da tecnologia, embora sem nenhum conteúdo”, diz a escola.

felipe neto

Crédito: Reprodução/TwitterEscola alertou os pais sobre os “perigos” dos filhos assistirem a vídeos do youtuber Felipe Neto

 

De acordo com informações do site “Metrópoles”, a coordenadora pedagógica do Centro Educacional Delta, Lisane Pereira, confirmou que o recado foi entregue aos pais dos alunos da educação infantil e do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

“Recebemos aqui [na escola] muitos pais angustiados, sem saber o que fazer para mudar o mau comportamento dos filhos. Muitos ficam horas buscando distração na internet, trocam o dia pela noite e não rendem na escola”, disse a coordenadora.

“Algumas crianças com histórico exemplar se tornaram agressivas por acharem bonitas as atitudes desses tipos de influenciadores. E é preocupante ver isso ocorrer com crianças pequenas, pois é muito mais difícil controlá-las depois”, lamentou Lisane.

Nas redes sociais, o pedido da instituição viralizou e dividiu opinião entre os internautas. Alguns concordaram com a decisão da escola, enquanto outros defenderam o influenciador

Em nota enviada à Catraca Livre, a assessoria de Felipe Neto informou que o caso será analisado pelo setor jurídico do influenciador.

Veja a íntegra do comunicado:

A assessoria de Felipe Neto esclarece que o caso será tratado pelo setor jurídico. Por tratar-se de uma inverdade utilizando o nome do artista, o caso será julgado pelas pessoas competentes e cabíveis. Felipe Neto reitera seu compromisso com o conteúdo livre para todas as idades, sem palavrões, piadas de teor sexual, reafirmando sempre o compromisso de não atrapalhar a educação dos jovens, cuja responsabilidade é de seus pais e responsáveis. O youtuber também utiliza seu canal para promover mensagens de aceitação, igualdade, fim do machismo e homofobia, além de reforçar a importância da família. Este continuará sendo seu compromisso, como profissional e ser humano.

Como cuidar das crianças nas redes sociais?

As redes sociais se tornaram parte do cotidiano das pessoas nas sociedades modernas! Seja através de computadores ou aparelhos móveis, elas passaram a integrar a vida de bilhões de pessoas, principalmente jovens e adolescentes.

No entanto, cada vez mais crianças têm acesso a esse tipo de conteúdo e, portanto, ficam suscetíveis às malícias de pessoas mal intencionadas. Portanto, é imprescindível que os pais tenham cuidado e orientem os filhos na hora de navegar nas redes sociais, para que acessem conteúdos condizentes com sua faixa etária.

No link abaixo, veja algumas dicas de especialistas que lhe ajudarão a não expôr seus filhos nas comunidades virtuais.