Japão: Em greve, motoristas de ônibus não param de trabalhar, mas sim, param de cobrar a passagem


Este é um exemplo de como se deve fazer greve sem prejudicar a população.

Motorista em greve com catraca coberta - Foto: Twitter/@mipourako

Em vez de parar de rodar e deixar os passageiros a pé, eles mandaram a conta para os patrões.

 

Sim, para protestar contra a insegurança no trabalho, os motoristas cobriram e liberaram as catracas. Eles pegam os passageiros nas paradas, mas não cobram pelo valor das passagens.

A tática incomum de greve começou nesta quarta, 02 e está sendo pratica por motoristas de ônibus do Grupo Ryobi, em Okayama.

A intenção dessa tática inteligente é que a tarifa gratuita impeça os patrões, a imprensa e a opinião pública de alegarem que os trabalhadores estão colocando suas próprias necessidades acima das da comunidade.

Além disso, o site de notícias online Japan Today diz que as viagens gratuitas nos ônibus ajudarão a preservar o relacionamento da empresa com seus passageiros diante de uma companhia rival que oferece viagens mais baratas.

Sucesso

O tempo dirá se a tática é bem-sucedida, mas os resultados já apareceram.

Muitos leitores de mídias sociais estão elogiando os grevistas pelo movimento não convencional, que pressiona os patrões, sem deixar de servir a comunidade.

Ótima ideia para os sindicalistas brasileiros implantarem, não acha? Isso nem só em para os motoristas de ônibus , mas também para outras categorias que envolvam pagame

#AprendeBrasil

 

 

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Aécio diz a interlocutores que deve ficar fora das eleições


Resultado de imagem para foto de aécio

Segundo interlocutores de Aécio Neves em Minas Gerais, o senador tem dito que tende a ficar de fora da disputa eleitoral deste ano. Lideranças do PSDB, principalmente as ligadas ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, aguardam ansiosamente pelo anúncio do tucano. Alckmin, pressionado por sua pré-candidatura a presidente da República, chegou a externar seu desejo de que o senador mineiro ficasse de fora da disputa eleitoral. A reação de Aécio Neves foi ruim, e Geraldo Alckmin, aconselhado a não “empurrar”, espera.

A a situação do Aécio não é das boas. para que ha um pouco mais de três anos esteve quase galgando o Planalto, não deve ser fácil agora se sentir incapacitado de disputar o senado. Mas é bem assim a vida. Os acontecimentos se transformam em espelhos e os espelhos em exemplos, sejam eles positivos ou negativos, para os bons observadores. Pois o tempo sempre termina cobrando os atos.

 

VÍDEO: Policial militar é filmado ao agredir idoso em Brasília


 

 

O idoso que aparece na imagens de vídeo gravado em Ceilândia, Distrito Federal, segundo agredido por um policial militar é Otacílio da Silva. Ele esteve nesta tarde na Corregedoria da PM pedir investigação do caso e contou que foi agredido por tentar impedir que os PMs entrassem na residência dele sem mandado judicial. Ficou com o olho e a boca inchados e ainda foi preso levado à delegacia por desacato. A gravação, feita por uma câmera de segurança, será enviada aos corregedores. “Eles queriam entrar em casa e meu pai não deixou. Quando meu pai não deixou eles entrarem, eles não poderiam fazer isso. Eles acabaram entrando, porque pularam o portão sem autorização judicial para entrar na casa”, disse o filho da vítima, Édson Rocha.

As imagens mostram que não houve, inicialmente, tentativa de imobilizar Otacílio. Foi uma agressão, com e pontapés. A PM disse que vai apurar o caso. DCM.

 

Adolescente faz 15 e escolhe viagem humanitária, não festa


Foto: Bianca Torres/Arquivo Pessoal

Foto: Bianca Torres/Arquivo Pessoal

A adolescente Bianca Torres, de Jundiaí (SP), trocou a festa de debutante por uma viagem humanitária: oito dias em dois assentamentos para refugiados em Angola, na África.

A adolescente, que completou 15 anos nesta quarta-feira, 02, conta que a ideia surgiu na escola durante aulas de geopolítica.

Bianca estudou sobre os países africanos e se sensibilizou com a realidade dos refugiados.

“Eu vi que, em vários países, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita era mais ou menos 300 dólares e pensei :’como uma pessoa pode ter isso em um ano, sendo que eu ia gastar muito mais que isso em uma noite?’, não era justo”, contou.

Com o apoio da mãe, Jessica Alvarez Castro, a jovem decidiu que doaria o dinheiro da festa para um lugar onde seria melhor utilizado.

Parte do dinheiro foi doado para duas ONGs e a outra parte foi utilizada na viagem para a Angola.

Jessica disse que não acreditou quando a filha desistiu da comemoração de aniversário, mas ao perceber a determinação da filha, não hesitou em apoiar.

Livros

Bianca e o pai, Demetrius Valdevino Torres, partiram para a Angola em novembro de 2017 sem certeza do que iriam encontrar nos assentamentos para refugiados mantidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O assentamento de Lovua está localizado no município de Lovua, na província de Lunda Norte no Nordeste da Angola.

Os refugiados que chegam à Lovua são da República Democrática do Congo.

Pai e filha acompanharam a rotina nos assentamentos de Kakanda e Lovua.

O local em Kakanda foi desativado em 2018 e as pessoas foram transferidas para Lovua, onde vivem cerca de 13 mil refugiados atualmente.

58% dos refugiados no assentamento de Lovua são crianças com menos de 18 anos.

Angola ainda atende cerca de 45 mil refugiados e solicitantes de refúgio de outras 20 nacionalidades em zonas urbanas, principalmente em Luanda e Viana.

Por isso, Bianca levou livros infantis para ler para as crianças e percebeu a importância da leitura em ambientes vulneráveis.

“Quando as crianças viram os livros elas ficaram muito felizes, queriam tocar. Mas eram muitas delas e não dava para atender a todo mundo”, finalizou Bianca.

 

Campanha Maio Amarelo pretende reduzir bruscamente a quantidade de acidentes com morte em todo Brasil. Em 2017 foram registrados 37 mil vítimas


Com o lema “Nós somos o trânsito”, foi lançada nessa quarta-feira, 2, em Brasília, a quinta edição do Maio Amarelo, campanha internacional que chama atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os acidentes rodoviários matam 1,25 milhão de pessoas por ano, em todo o mundo, e são a principal causa de morte de pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Do total de mortes, 90% ocorrem nas estradas de países de baixa e média renda, que detêm apenas a metade da frota de veículos do mundo.

No Brasil, de acordo com o DataSUS, mais de 37,3 mil pessoas morrem todos os anos no trânsito das cidades e rodovias do país. “É como se um avião de médio porte caísse todos os dias com 93 passageiros a bordo. É o que representa o número de vidas que perdemos no trânsito em nosso país [todos os dias]”, afirmou o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que participou do lançamento da campanha na capital federal.

Todo acidente que acontece nas estradas ou em vias urbanas, 90% é culpa do condutor

 

De acordo com Baldy, o objetivo do Maio Amarelo é articular os órgãos de trânsito nos estados, como os Detrans, com a ação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Além das campanhas educativas, serão intensificadas, ao longo do mês, campanhas de fiscalização, como as blitz de trânsito.

Em 2011, o Brasil aderiu ao programa das Nações Unidas chamado Década de Ação pela Segurança no Trânsito, uma pacto global que prevê a redução em 50% do número de vítimas no trânsito até 2020. De lá pra cá, o Brasil conseguiu diminuir em 25% o número de mortes em acidentes automobilísticos.

“O Maio Amarelo consegue trazer para sociedade essa atenção para o tema, mas de nada adianta o esforço de cada órgão, se o motorista, ao conduzir nas cidades ou estradas, não tiver responsabilidade e a devida consciência de que tem em seu poder uma arma de grande potencial para matar ou lesionar as pessoas”, afirmou o diretor-geral da PRF, Renato Dias.

Principais causas

Segundo a PRF, o excesso de velocidade, as ultrapassagens indevidas, a combinação de álcool e direção, a falta de cinto de segurança e o uso de celular ao volante são as cinco principais causas de acidentes de trânsito no país. “A grande preocupação no momento é o uso do celular pelo motorista. Agora, com o Whatsapp, potencializou mais o risco de tirar a atenção do condutor”, acrescentou Renato Dias, da PRF.

Perguntado sobre a aplicação de tecnologias para bloqueio de celular por motoristas em trânsito, o ministro Alexandre Baldy diz que o governo estuda o tema, mas que a medida é complexa. “Nós temos que, primeiro, educar e tornar cada vez mais conhecida dos usuários do trânsito, daqueles que dirigem no dia a dia, a realidade de mortes em nosso país, que mata quase 100 pessoas por dia em acidentes. Em vez de banir a utilização de telefone no trânsito, que a gente possa ter a conscientização do motorista para não usar o aparelho enquanto dirige”, argumentou.

Com informações da Agência Brasil

Fortaleza: Empresas devem pagar R$ 60 mil para pais de rapaz morto dentro de posto de gasolina


Empresas devem pagar R$ 60 mil para pais de rapaz morto dentro de posto de gasolina

O juiz Antônio Francisco Paiva, titular da 17ª Vara Cível de Fortaleza, condenou a W.S. Segurança Ltda. e o Posto Petrocar a pagar indenização por danos morais de R$ 60 mil para pais de rapaz morto dentro da loja de conveniência do posto. A decisão foi publicada no Diário da Justiça dessa segunda-feira, 30.

Consta nos autos (nº 0021271-16.2006.8.06.0001) que no dia 12 de março de 2005, por volta das 5h30, a vítima entrou com um amigo no estabelecimento, localizado na Avenida Washington Soares. Em determinado momento, o amigo levou uma coronhada na cabeça e desmaiou.

Em seguida, o segurança do local, em posse de um revólver, pediu para que o jovem virasse de costas, levantasse a blusa e ficasse de frente para ele. Ocorre que o celular da vítima tocou e ele fez menção em pegar na cintura. O segurança então desferiu dois tiros contra ele, que acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu.

Em razão disso, os pais dele entraram com ação na Justiça com pedido de tutela antecipada para requerer o pagamento de um salário mínimo por mês até quando o filho completasse 70 anos. Requereram também indenização por danos morais, sob o fundamento de que ele contribuía para o sustento familiar.

Em contestação, o Posto Petrocar defendeu a inexistência de obrigação de reparação de danos por ausência de conduta omissiva ou comissiva do posto. Disse ser incabível o pensionamento pela falta de prova da dependência econômica dos autores. Já a WS Segurança alegou que o funcionário agiu em legitima defesa e sustentou incoerência dos danos materiais e morais.

Ao analisar o caso, o magistrado julgou procedente os pedidos para condenar as empresas a pagarem, solidariamente, pensão mensal de 2/3 do salário mínimo, desde o óbito, devendo ser reduzida para 1/3 do salário após a data em que a vítima completaria 25 anos, perdurando tal obrigação até a data em que atingiria idade correspondente à expectativa média de vida do brasileiro. Condenou, ainda, ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 60 mil.

O juiz afirmou que, apesar de o autor do crime ser funcionário da empresa W.S. Segurança, a mesma prestava serviço terceirizado ao estabelecimento, não eximindo a tomadora de serviços pelos atos ilícitos cometidos pelo segurança.

Com informações do Ceará Agora.

 

 

 

 

O fim de um governo em imagens constrangedoras. Por Ricardo Miranda


 

FATOS E FOTOS QUE A VELHA MÍDIA NÃO MOSTRA

Vexame de Temer no largo do Paissandu. Foto: Reprodução/YouTube

 

Os escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, de 24 andares, que pegou fogo e desabou na madrugada de terça, 01/05, no Largo do Paissandú, no Centro de São Paulo, deixando vítimas – não tinha condições mínimas de segurança contra incêndio -, tem um paralelo terrível, e inevitável, com os escombros do governo Temer.

Não espere ver esse ângulo com destaque na mídia, que tem seus próprios critérios jornalísticos, mas como aqui cumprimos o papel de noticiar o que é notícia, não é possível, depois de assistir pela décima vez aos vídeos que viralizaram nas redes sociais, não tratar das imagens constrangedoras, exibidas em vários ângulos, de Michel Temer sendo expulso do local. Não se sabe que assessor deu a brilhante ideia a Temer, 3% de popularidade, de ir in loco aos restos do prédio que era ocupado por famílias de sem-teto. O ambiente era hostil. Não se sabe se Temer sonhava mesmo em tirar algum proveito do gesto de solidariedade, como sonha, por exemplo, em ser eleito presidente. O que se conseguiu foi produzir uma dessas imagens definitivas sobre o fim de um governo.

Nada justifica uma agressão – nem mesmo a um ex-presidente impopular. Por mais raiva que se possa ter de um homem que chegou à Presidência como ele chegou. Do que fez o que fez depois disso. E do que está fazendo para eleger seu sucessor. Na rápida entrevista que concedeu a veículos de imprensa pouco antes de começar a ser hostilizado, Temer disse que iria “providenciar assistência” às vítimas. Ele ainda confirmou que o prédio pertencia à União – estava há pelo menos dez anos abandonado. Depois disso, Temer ensaiou uma caminhada pelo local, até ser pego por uma chuva de xingamentos e até objetos atirados contra ele.

“Ladrão! Golpista! Vagabundo! Vai embora, seu FDP! Fora!”, foram os gritos mais audíveis. Um carro de bombeiros parado ao lado ajudou, involuntariamente, a fazer a barreira. Cientes do perigo de manter o presidente ali, seguranças o escoltaram velozmente de volta ao carro oficial – com placa descaracterizada -, que acelerou para longe. Foram pouco mais de três minutos de visita. Poderia ter ocorrido algo grave ali.

Há muitas filmagens – de emissoras de TV e de celulares de pessoas presentes. A mais contundente delas acompanha Temer de frente, e é possível ver o medo estampado em seu rosto. Seguranças tentavam protegê-lo como podiam, inclusive levantando uma pasta preta – que se abriu – para proteger seu rosto, nos segundos finais antes de entrar no carro. Algumas pessoas ainda deram tapas contra a lataria e os vidros do veículo, quando ele arrancava. Os PMs presentes estavam visivelmente tontos com a cena, e corriam sem ordem tentando abrir passagem ao carro. Temer não foi atingido, nem se machucou.

Horas mais tarde, Temer divulgou nota, por meio de sua assessoria, afirmando que determinou ao ministro da Integração Nacional, Antonio de Pádua, “o empreendimento de todos os esforços para minimizar os danos causados por conta do incêndio”. Nada foi dito sobre a recepção hostil ao presidente. Temer estava em sua residência pessoal em São Paulo para passar o feriado do Dia do Trabalho e disse que não poderia deixar de ir ao local do desabamento.

Você pode acreditar que Temer foi hostilizado apenas por parte das 150 famílias pobres que viviam ali, e estavam no local quando o presidente chegou – ainda há muitos desaparecidos, que podem estar mortos. Ou você pode acreditar que aquelas pessoas representavam boa parte do país. A decisão é sua.

FONTE DCM

Conheça um pouco deste mito chamado Raul Seixas


Walter Salles: O Brasil e o mundo estão pegando fogo. Isso mesmo, em algumas regiões é no literal mesmo. O Lula está preso e o povo gritando a frase mais gritada do último mês (Lula Livre). O Moro começa e ter medo das palavras do Tacla Duran e por aí vai seguindo a carruagem.

Entre mostrar as vítimas mortas a golpes de facadas para ter mais audiência, eu prefiro dizer que o bom é não acontecer as facadas. No lugar dos tiros por ciúmes ou pelo fato do cara não pagar o que lhe deve, dê umas golpeadas de palavras duras, daquelas que ferem o coração, mas não ferem de sangue ao olho nu. Como dizia o Raul, o qual eu vou mostrar um pouco da sua biografia daqui a pouco, continue lendo, “nessa vida tudo é uma faculdade para um bom observador. O que ocorre, e isso não uma filosofia qualquer, é que nunca se sabe se o fel realmente é amargo ou se é o doce mais doce que possa existir. Vai depender da necessidade de se provar daquele fel, ou o que aquele fel vai nos trazer de bom. O mel? Humm…pode ser muito mais amargo que o que ha de mais amargo no paladar humano. Portanto, não tenha medo do fel que possa aparecer na sua vida a qualquer momento, pois nunca se sabe a diferença entre os dois, bem como não fique aí saboreando o mel, pois ele pode ser um fel com defeito e o efeito vem depois. E assim a vida vai seguindo. Isso tudo me faz lembrar que o Temer, considerado o homem do golpe, está como o Lula, preso. Só que o Lula preso, até agora, sem provas, e por isso, talvez, viva lá dentro da prisão que o colocaram, momentos de mel…como sonhos, lembranças, reflexões e ainda… o prazer de vê o seu time, o Corinthians, ganhar. Duro mesmo é está solto e não poder sair nas ruas, pois o povo está lá querendo matá-lo, como aconteceu com o presidente Temer ao visitar os escombros do prédio que desabou em Sampa. isso é fel dos mais amargos. Um pouco atrás, há dois anos, foram enganados achando que era mel, mas era fel com defeito.

Bom, mas o papo aqui é mostrar um pouco da biografia do Raul Seixas. Fique com ela.

 

Resultado de imagem para fotos de raul seixas

Raul Santos Seixas (1945-1989) foi um músico, cantor e compositor brasileiro, considerado um dos principais representantes do rock no Brasil.

Raul Seixas nasceu em Salvador, Bahia, no dia 28 de junho de 1945. Admirador do Rock and Roll, fundou o primeiro fã clube de Elvis Presley, no Brasil. Em 1962, criou o grupo “Relâmpagos do Rock”, que depois com nova formação passou a se chamar “Os Panteras”.

Em 1973, Raul lançou seu primeiro disco solo, intitulado “Krig-há, Bandolo”, com músicas feitas em parceria com Paulo Coelho, que se tornou seu parceiro musical. Desse disco, várias músicas fizeram sucesso, entre elas: “Ouro de Tolo”, “Mosca na Sopa”, “Metamorfose Ambulante” e “Al Capone”.

Em 1974, Raul Seixas, junto com Paulo Coelho, criou uma Sociedade Alternativa, um conceito de sociedade livre inspirada no ocultista Aleister Crowler, que foi tema de uma de suas canções do disco “Gita” (1974). Durante os shows de promoção do disco, distribuíam panfletos sobre a sociedade, foram caçados pelo DOPS, presos e exilados nos Estados Unidos.

Resultado de imagem para fotos de raul seixas

Em 1975 termina o exílio. Nesse mesmo ano, o disco Gita já havia vendido mais de 500 mil cópias. Entre as músicas do álbum se destacaram “Sociedade Alternativa”, “Medo de Chuva” e “Super Heróis”. Lança ainda o álbum “Novo Aeon”, com destaque para as músicas “Tente Outra Vez” e “Eu Sou Egoísta”.

Em 1976, Raul Seixas lança o álbum “Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás”, com algumas canções de temática mística como “Canto Para Minha Morte” e “Ave Maria da Rua”. A faixa título foi um dos grandes sucessos do cantor. Em 1977 lança “O Dia em Que a Terra Parou”, com dez faixas, entre elas, “Maluco Beleza”, música que lhe valeu o apelido.

Entre os diversos lançamentos de Raul Seixas, o último, “A Panela do Diabo”, em parceria com o roqueiro Marcelo Nova, foi lançado em 1989, ano de sua morte.

Raul Seixas enfrentou sérios problemas de saúde pelo consumo de álcool, falecendo em São Paulo, no dia 21 de agosto de 1989.

 

Aos 86 anos João Gilberto, que é considerado um dos maiores músicos, vive uma situação de miserabilidade


[João Gilberto vive situação de fragilidade e miserabilidade, diz advogada]

Enfrentando um processo de despejo por conta de pagamentos atrasados, João Gilberto deixou o apartamento em que morava, no Leblon, na zona sul do Rio. O músico foi levado para um imóvel cedido por uma amiga da família. Aos 86 anos, ele vive numa situação de fragilidade física e mental, agravada pela condição de miserabilidade financeira, relatou nesta quarta-feira, 2, a advogada de sua filha Bebel Gilberto, Simone Kamenetz.

Desde o fim do ano passado a cantora está na Justiça para interditar o pai. É uma forma de cuidar de sua saúde e resguardar suas finanças – pilar da música brasileira, e apesar de ter feito um acordo milionário com o banco Opportunity em 2013, como adiantamento do valor a ser ganho por uma ação contra a gravadora EMI dois anos depois, João não tem recursos sequer para ter um plano de saúde.

O cantor tem uma hérnia não tratada e não se submete a exames. Bebel, que mora em Nova York, conseguiu que duas médicas, uma geriatra e uma psiquiatra com experiência em idosos, fossem até ele, vencendo, aos poucos, sua resistência. “Ele está doente. Temos todo o cuidado no mundo para chegar ao João e tratá-lo. Bebel está tentando que ele faça exames. Não adianta pegar à força”, ponderou a advogada. O caso corre em segredo na 5ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio.

As dificuldades se dão porque João, como se sabe, é recluso há anos. “Bebel não quer internar o pai, e sim ver o que pode ser feito em casa. Ele não pode ficar assustado, com medo. O juiz está muito cuidadoso, por se tratar de uma pessoa idosa. Está preocupado”, afirmou Simone. “O que antes era tido como uma excentricidade (não sair de casa) já se tornou uma condição mental. Piorou com a idade. A capacidade cognitiva dele está muito prejudicada. Ele não tem condições de administrar a própria vida.”

Resultado de imagem para estilo musical de joão gilberto

João com Caetano Veloso E Gal Costa em tempos de outrora. “Bate uma saudade retada” 

 

Para a garotada que não conhecem trabalhos como o de João Gilberto Prado Pereira de Oliveira, talvez pela mídia não tocar mais as canções que marcam época e corações, é bom saber que este senhor é considerado o criador da Bossa Nova e uma lenda viva da MPB, que ao lado de figuras como Tom Jobim (já falecido) e outros, fizeram nascer um estilo chamado Bossa Nova que até hoje é cantado por todas as gerações.

O que muita gente não sabe é que o Gilberto aí é um baiano nascido em Juazeiro da Bahia em 1931. (É mais uma grande figura da Bahia para o Mundo).

Cabe aos amigos de Gilberto e outros que queriam ajudar o João, tanto na classe artística quanto no meio empresarial, procurar dar o que for possível de melhoria de vida para este homem de 86 anos. O tempo é uma máquina corroedora e ao mesmo tempo um terapeuta. O tempo chegou para João e ele precisa nem só dos filhos, mas também dos amigos.

Comunidade unida transforma lixão em área de lazer


Praça dos Ipês - Foto: Fábio Lima

Praça dos Ipês – Foto: Fábio Lima

Se os governantes não fazem, a população organizada faz. Foi assim que um lixão foi transformado em uma área de lazer na Cidade dos Funcionários, no Ceará.

O terreno baldio próximo ao Colégio Vital Didonet, vinha sendo usado como lixão nos últimos 40 anos.

Lá, a própria comunidade e carroceiros jogavam entulho e sujeira, que eram recolhidos em parte por caminhões da Prefeitura.

Há 5 anos, Míria Espíndola, diretora do colégio Vital Didonet, já tentava organizar a situação do local.

“Na época, fizemos um abaixo-assinado e encaminhamos para a Prefeitura, mas nada aconteceu”, reclama.

Este ano, o lixo já se acumulava na rua, obstruindo a passagem dos carros em uma das vias.

A ação

Diante da realidade, a diretora se uniu à comunidade para tomar uma atitude e transformar o espaço.

Primeiro eles adotaram o local oficialmente por meio do programa de Adoção de Praças e Áreas Verdes da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

15 dias depois a delimitação do espaço foi toda feita com pneus reciclados e brinquedos encomendados especialmente para o projeto.

Os muros foram cobertos por artes do grafiteiro Lápis de Lata, que estampou o novo nome do lugar, Praça dos Ipês, e poemas nas paredes.

O nome Praça dos Ipês surgiu inicialmente das seis mudas doadas pela Seuma, mas adquiriu um significado muito maior:

“Curiosamente, o significado dessa planta é justamente esse: transformação”.

Cada ipê foi adotado por um morador local. Eles receberam folhetos explicativos sobre como cuidar e manter a árvore.

Diretora Míria Espíndola – Foto: OPovo/Fábio Lima

Alunos

Segundo Míria, o processo de adoção não foi apenas burocrático, mas afetivo.

Os alunos do 4º e do 5º ano do ensino fundamental do colégio também participaram da transformação.

Em uma atividade na disciplina de Geografia, eles foram até o terreno e estiveram em contato com a situação degradante do local.

Em seguida, as melhores redações sobre o tema foram enviadas anexadas ao abaixo-assinado organizado com os moradores que reivindicava uma intervenção do Poder Público.

“Não queríamos apenas fazer a limpeza do terreno, mas tornar a área aprazível, onde as famílias possam passear, as crianças possam brincar, para toda a comunidade de um modo geral”, explica.

Conscientização dos carroceiros

O passo seguinte foi a conscientização dos trabalhadores. Míria organizou, com o marido, um café da manhã para os carroceiros locais. Eles focaram na educação ambiental.

“Conseguimos sensibilizar sete carroceiros. Agora eles mesmos se responsabilizam e falam uns pros outros que não se deve mais jogar lixo ali”.

Vários outros moradores da região também se envolveram. E agora o plano é envolver cada vez mais a coletividade.

Alexandre Aragão, que vive no bairro há oito anos, conta que já foram feitas parcerias com a iniciativa cultural do Projeto Plantando o Bem, que disponibiliza livros em locais públicos.

“As pessoas da comunidade falam que sempre foi o sonho de todo mundo fazer essa limpeza para transformar o terreno em uma área útil. Já estamos até planejando o São João do bairro na praça. Uma parte do arrecadado será investida no projeto.”

Com informações de OPovo

 

Doria, o canalha, diz que o prédio desabado era ocupado por criminosos. Por Aldo Fornazieri


Declarações de um canalha: Enquanto mais de 400 pessoas perderam tudo o que tinham e que tinham pouco; enquanto o desespero se apossa do coração desses abandonados da vida e da história; enquanto milhões de pessoas não conseguem se dar um destino no Brasil por não terem renda e bens; enquanto pessoas se mobilizam para dar algum conforto aos desesperados desabrigados, um canalha como o Dória, que não cumpriu com seu dever como prefeito, que enganou o povo, que mora no conforto de uma mansão nos Jardins, e que quer continuar enganando o povo ao candidatar-se como governador, diz que o prédio desabado era ocupado por criminosos.

Eis como se comportam os canalhas e os covardes.

Declarações com tom de revolta do ALDO FONAZIERI, que é professor da Escola de Sociologia e Política (FESPSP). DCM.

Justiça bloqueia mais de R$ 1 milhão de médicos suspeitos de receber sem atender em UBS


 

Do G1:

A Justiça Federal determinou o bloqueio de mais de R$ 1 milhão de dois médicos em uma ação por improbidade administrativa que apura se eles receberam sem atender em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de Jacarezinho, no norte do Paraná. Cabe recurso.

Em horários em que deveriam estar atendendo no posto, os profissionais faziam atendimentos em consultório particular, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF).

Segundo a ação civil pública, proposta pelo MPF, os médicos Guilherme Augusto Mariano de Faria e Otacílio Mariano de Faria Neto – que são irmãos – não cumpriram a jornada do Programa Saúde da Família (PSF), do Governo Federal, entre setembro de 2008 até o fim de 2014.

O procurador Diogo Castor de Mattos, responsável pela ação, afirma que os médicos limitavam o número de pacientes atendidos diariamente. Guilherme atendia dez pessoas por dia e, Otacílio, outras cinco.

Essa prática levava os pacientes a madrugar na fila para conseguir consulta médica na UBS Vila São Pedro, onde os médicos atuavam, já que o atendimento era feito por ordem de chegada, conforme o MPF.

Ainda de acordo com o MPF, o município chegou a publicar uma Portaria que proibia a limitação do número de pacientes atendidos por dia em UBSs e reforçava a necessidade do cumprimento da carga horária semanal de 40 horas para todos os profissionais da Saúde.

 

 

 

 

 

 

 

   

 

PALOCCI SAI MILIONÁRIO DA CADEIA SE DELATAR LULA


Reportagem do jornalista Joaquim de Carvalho no Diário do Centro do Mundo revela, com base em uma fonte na Polícia Federal, que o ex-ministro Antonio Palocci terá R$ 30 milhões desbloqueados, além da liberdade, caso Sergio Moro homologue a delação premiada, anunciada pela Globo, em que incriminará o ex-presidente Lula; pela legislação brasileira, os acordos de delação devem ser feitos de forma espontânea

 

 Reportagem do jornalista Joaquim de Carvalho (clique e veja) no Diário do Centro do Mundo revela, com base em uma fonte da Polícia Federal, que o ex-ministro Antonio Palocci terá R$ 30 milhões desbloqueados, além de sua liberdade, caso Sergio Moro homologue a delação premiada em que ele incriminará o ex-presidente Lula.

A notícia é bastante grave, uma vez que, pela legislação brasileira, os acordos de delação devem ser feitos de forma espontânea. Palocci está preso desde setembro de 2016 e tem R$ 60 milhões de seus bens bloqueados pela Justiça do Paraná. Com a delação, terá metade de volta.

A matéria destaca que dois fatos estranhos acompanham a delação de Palocci: a data de seu anúncio, pelo jornal O Globo – logo após a decisão do STF de tirar de Moro os casos do sítio de Atibaia e do Instituto Lula – e a condução do acordo pela Polícia Federal, e não pelo Ministério Público Federal.

O jornalista lembra que os procuradores da força-tarefa da Lava Jato estão um tanto “queimados” depois das denúncias do advogado Rodrigo Tacla Duran, que recebeu uma proposta para que fizesse um pagamento “por fora” e, em troca, teria sua multa diminuída. Brasil 247

 

 

 

 

 

SETE CENTRAIS SINDICAIS SE UNEM POR LULA LIVRE


 

 

Pela primeira vez desde a redemocratização, as centrais sindicais farão um único ato pelo Dia do Trabalho, neste Primeiro de Maio; Curitiba, onde o ex-presidente Lula está preso, será a capital do encontro entre CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CSB e Intersindical, com foco em pautas como a liberdade de Lula e o protesto contra a reforma trabalhista do governo Michel Temer, que tem agravado o quadro de desemprego no País; Beth Carvalho, Ana Cañas, Maria Gadú e Renegado são alguns artistas confirmados.

 

O Primeiro de Maio que ocorrerá enquanto o ex-presidente Lula estiver preso, nesta terça-feira, será histórico: reunirá pela primeira vez centrais sindicais que ficaram em campos opostos no processo do golpe contra Dilma Rousseff.

Estarão em Curitiba para o ato pelo Dia do Trabalhador as centrais CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CSB e Intersindical e líderes de movimentos sociais, como MST, MTST, UNE e Central de Movimentos Populares. Beth Carvalho, Ana Cañas, Maria Gadú e Renegado são também alguns dos artigos confirmados.

Lideranças políticas de diferentes partidos também têm confirmado presença no ato em Curitiba pelas redes sociais. “O primeiro de maio será manifestação da nacionalidade pelo estado social e defesa do direito dos trabalhadores. Protesto ao entreguismo dos corruptos que vendem o Nosso Brasil. Será o grito da alma brasileira. Todos estaremos lá!”, postou no Twitter o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

“Estarei no Primeiro de Maio em Curitiba, numa mobilização nacional por direitos e democracia. Levaremos a exigência de justiça por Marielle, da liberdade de Lula e a denúncia da violência fascista. Dia 1 Curitiba será o centro da resistência. #1demaio #mariellevive #lulalivre”, publicou Guilherme Boulos, pré-candidato do PSOL e líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo.

O foco do evento será a liberdade de Lula e um conjunto de pautas trabalhistas: o protesto contra a reforma trabalhista do governo Temer, que tem agravado o quadro de desemprego no País, uma política econômica de geração de empregos e renda, a defesa da seguridade e da Previdência Social pública, o fim da lei do congelamento de gastos e a revogação da reforma Trabalhista.

Outra enfoque é a defesa da candidatura do ex-presidente, para que a classe trabalhadora consiga resgatar direitos perdidos nos últimos anos. A manifestação de terça-feira será a partir das 14h na Praça Santos Andrade (Praça da Democracia), no centro histórico de Curitiba.

O Primeiro de Maio que defenderá a liberdade de Lula também terá repercussão internacional. O documentarista Celso Maldos, que acompanhou Lula durante as décadas de 80 e 90, liberou um vídeo inédito do ex-presidente discursando no Primeiro de Maio de 1986. As imagens foram distribuídas para todos os estados e serão projetadas em telões nas manifestações nacionais na data.

Confira a programação no País, divulgada no site da CUT:

Em São Paulo, o 1º de Maio vai reunir a CUT, a CTB e a Intersindical, com uma ampla programação que começa ao meio dia na Praça da República, no central da capital paulista.

 

 

Confira os atos e shows marcados no Brasil:

Em Curitiba (PR), o ato unificado contará com a participação dos presidentes nacionais das centrais, representantes dos movimentos sociais e parlamentares.

– a partir das 14h na Praça Santos Andrade (Praça da Democracia), haverá apresentação de artistas, como Beth Carvalho, Ana Cañas e o rapper Renegado e muitos artistas locais.

– a partir das 16h, começa o ato político.

Em São Paulo (SP), a partir do meio dia, na Praça da República, tem inicio o 1º de Maio da CUT, CTB, Intersindical e movimentos que compõem as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, com apresentações de artistas, como a banda Liniker e os Caramelows, que mescla black music e soul e é encabeçada pela cantora trans Liniker; o cantor paraíbano Chico César; a rapper Preta Rara; e a sambista Leci Brandão. Além deles, se apresentam o grupo Mistura Popular, a ala de Unidos de Santa Bárbara, o compositor e intérprete de grandes escolas de samba, André Ricardo, e os cantores e intérpretes do carnaval em 2018 pela escola de samba Paraíso do Tuiuti, Grazzi Brasil e Celsinho Mody.

– A imprensa terá dois caminhões a disposição para fazer imagens. Não precisa se credenciar, basta apresentar o crachá da empresa de comunicação ou um documento de identidade.

Em Maceió (AL), a partir das 8h30, no Posto 7, na Jatiúca, tem início o ato em defesa de direitos, democracia e Lula Livre, com a participação da CUT, frentes Brasil Popular e Povo sem Medo e as centrais sindicais CSP, Conlutas, Nova Central e CTB.

Em Macapá (AM), às 9h, será realizada uma vigília com ato Público em Defesa da Democracia da Constituição e da Liberdade de Lula, na sede da CUT, na Avenida Manoel da Nóbrega,537 , no bairro Laguinho

 

 

No Amazonas (AM), a partir das 15h, tem início o ato na esquina da Sete de Setembro com Avenida Eduardo Ribeiro.

Em Salvador (BA), a partir das 13h, tem início o 1º de Maio Unificado, que será realizado na Barra, com uma série de serviços gratuitos, como retirada de carteira de trabalho, orientações jurídicas, atendimento à saúde da mulher, entre outras ações.

– Em Feira de Santana, das 8h às 16h, será realizada uma missa em memória à vereadora Marielle Franco, seguido de ato por Lula Livre, com atrações musicais.

– Em Santo Antônio de Jesus, a partir das 8h, terá caminhada nos bairros e palestra sobre a reforma Trabalhista, sindicalismo e o golpe de 2016.

– Em Santo Estevão, às 9h, será celebrado um ato ecumênico. Já em Canavieiras, às 8h, está agendado um café da manhã com trabalhadores na nova sede do Sindicato.

– Em Conceição de Feira, a partir das 8h, uma missa campal seguida pelo ato Lula Livre marcará o Dia do Trabalhador.

Em Fortaleza (CE), a partir das 15h começa o ato público que reunirá as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, CUT-CE, CTB-CE e Intersindical-CE.Ceará no Centro Poliesportivo de Parangaba, na Avenida General Osório de Paiva, Bairro Parangaba. No mesmo local, às 9h, tem o Lançamento Estadual do Congresso do Povo – Pela Revogação das Medidas Conservadoras do Governo Temer! Em Defesa da Soberania Nacional! Contra o Fascismo.

– Em Iracema, às 7h, tem início a Carreata dos Trabalhadores, que começa na Praça Casimiro Costa (Praça da Mangueira).

– Em Tabuleiro do Norte, às 10 h, tem início o ato de 1º de Maio Unificado do Vale do Jaguaribe, no Posto Alternativo.

– Em Caucaia, o 2º Acampamento Estadual do Levante Popular da Juventude encerra sua programação também no 1º de Maio.

Em Brasília (DF), a partir das 9h, os trabalhadores e trabalhadoras se reunirão no estacionamento entre a Funarte a Torre de TV. Haverá debate político com as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo e CUT-DF, além de apresentações culturais e atividades para as crianças, com o samba da Tapera.

Em Vitória (ES), das 9h às 13h, o ato será na Praça Costa Pereira, das 9h às 13h. As atrações musicais são o Grupo “Só Sambando”e a “Bateria da Piedade”.

Em Goiás (GO), às 14h, o 1º de maio será na Praça Universitária e começa com apresentação da banda Sã Consciência, além de rodas de conversa, oficina, exibição de curtas-metragem, com curadoria de Benedito Ferreira. Às 15h, tem Diego Mascate; às 16h, Mundhumano; às 17h, Cocada Coral; às 18h, tem Terra Cabula; e, às 19h – Maíra Lemos.

 

Em Campo Grande (MT), os atos começam no dia 30 (segunda-feira), com om a Noite Cultural do Trabalhador, a partir das 18h, na Esplanada Ferroviária, sob a organização da Fetems, CUT-MS, UGT, Nova Central, CTB, Fórum dos Servidores Públicos Estaduais do MS e Simted’s filiados a Fetems.

No dia 1º, a partir das 7h, o ato será na Associação Colônia Paraguaia, R. Ana Luísa de Souza, 610, no Bairro Pioneiros. Das 8h às 13h, haverá atos esportivos e políticos no Pagode dos Bancários, no Clube de Campo dos Bancários, localizado na Rua Caldas Aulete, no bairro Coopharádio. O evento é organizado pelo SEEB-CG. Às 11h, organizado pelo PC do B, haverá a “Feijoada do Trabalhador”, no Bar da Valu. Às 17h, tem início a manifestação por Lula Inocente, na esquina da Afonso Pena com 14 de Julho.

– Em Corumbá, a partir das 9h30, tem o ato Internacional do Dia do Trabalhador, na Fronteira Brasil-Bolívia, organizado pela CUT-MS e Central Obrera Boliviana.

– Em Dourados, às 16h, tem o ato Unificado dos Trabalhadores , no Parque Rego D’água Jardim Água Boa, organizado pelo Comitê de Defesa Popular/Bancários Dourados/Simted.

Em Belo Horizonte (MG), das 8h às 11h, o 1° de Maio será na Escola Municipal Pedro Guerra, na Rua João Ferreira da Silva, 230.

– Em Contagem, a partir das 7h30, haverá uma manifestação na Praça da Cemig, Cidade Industrial, seguida da 42ª Missa do Trabalhador.

Em Belém (PA), às 9h, haverá ato na Praça da República. No Estado tem programado também atos nas cidades de Abaeté, Altamira, Barcarena, Cametá e Igarapé Miri.

Em João Pessoa (PB), os atos FORAM ANTECIPADOS para sexta-feira (27). Ás 7h, teve um café da manhã dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, na Fetag. Às 10Hm caminhada até a Superintendência Regional do Trabalho, em frente ao Pavilhão do Chá. Às 10h30, Ato Público por “Mais Direitos, Democracia e Lula Livre”, em frente à Superintendência Regional do Trabalho.

No Rio de Janeiro (RJ), às 14h, tem início a concentração na Praça XV (próximo a Rua do Mercado). Haverá um esquete com o grupo Emergência Teatral. Em seguida, começa a batucada com o Bloco da Democracia e caminhada pelo Boulevard Olímpico até a Praça Mauá.

Em Recife (PE), a partir das 8h30, começa o 1º de Maio na Praça do Derby.

Em Porto Alegre (RS), às 10h, o ato será no Parque da Redenção e começa com apresentações de Nei Lisboa, Raul Ellwanger, Grupo Unamérica e outros artistas.

No interior paulista

– Em Osasco, a partir das 8h, tem início a tradicional corrida e caminhada dos trabalhadores e trabalhadoras, em frente à sede da Prefeitura de Osasco, na Avenida Bussocaba, 300, no centro.

– Em Campinas, a partir das 9h, tem concentração no Largo do Pará, no centro, de onde os trabalhadores e trabalhadoras sairão em caminhada até a Catedral de Campinas, na Praça José Bonifácio, s/n, também na região central, onde ocorrerá ato unificado.

– Em Araraquara, às 14h, tem início apresentações culturais e ato político começam na Praça Scalamandré Sobrinho, no bairro Vila Ferroviária.

– Em São Bernardo do Campo, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizam uma procissão, a partir das 7h e uma missa a partir das 10h, na Igreja Matriz de São Bernardo do Campo.

Fonte Brasil 247.