Suplicy sobre renda básica: “fiquei feliz em ver Barack Obama em defesa dessa proposta”


Do Twitter de Eduardo Suplicy:

Mais da metade dos paulistanos são a favor do projeto de lei que garante uma renda básica para qualquer pessoa que more em São Paulo há pelo menos cinco anos. É gratificante ver a população reconhecendo essa ideia que venho defendendo há muitos anos.

Ontem, fiquei feliz em ver Barack Obama em defesa dessa proposta. Tenho esperança de que em breve mais e mais países adotarão a Renda Básica da Cidadania e isso vai passar pelo Brasil. Os dados são de pesquisa do Ibope, em parceria com a Rede Nossa SP.

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

O artigo de Lula é um grito contra aqueles que querem mandar na sua boca. Por Joaquim de Carvalho


Carolina Lebbos, ao lado de Thompson Flores: a missão é violenta demais para uma juíza sozinha

 

Um trecho do artigo do ex-presidente Lula publicado hoje na Folha de S. Paulo chama particularmente a atenção. O ex-presidente lembra o que disse Cármen Lúcia, no julgamento de uma ação movida pelas editoras de livros, em 2015: “Cala a boca já morreu”.

A hoje presidente do Supremo era relatora da ação que procurava declarar inconstitucional a exigência de autorização prévia para publicar biografias. Na leitura do voto a favor da liberdade de expressão, disse:

“Sem verbo, há o silêncio humano, às vezes desumano. Por isso, a Constituição do Brasil e todos os textos declaratórios de direitos fundamentais (…) garantem como núcleo duro da vivência humana a comunicação, que se faz especialmente pela palavra. O princípio era o verbo. No direito, o princípio e os fins definem-se em verbo. O sentido, o saber e o sabor da comunicação humana que conduz a sua história, de cada um e de todos, põem-se na palavra. Palavra liberdade e convivência para a libertação das pessoas e dos povos. Na ciranda de roda da minha infância, alguém ficava no centro gritando: ‘Cala a boca já morreu. Quem manda na minha boca sou eu’. O tempo ensinou-me que era só uma musiquinha, não uma realidade. Tentar calar o outro é uma constante. Mas, na vida, aprendi que quem por direito não é senhor do seu dizer não se pode dizer senhor de qualquer direito. Também aprendi que a vida conjuga-se no plural. A garantia de falar do outro, que me cumpre hoje, juíza, garantir, pode ter como conteúdo a minha própria vida”.

Quem pronunciou tais palavras tem, como ministra da corte constitucional, o dever moral de reverter a decisão da jovem juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena imposta a partir de condenação de Sergio Moro, seu vizinho no prédio da Justiça Federal em Curitiba.

Carolina colocou a rotina da Superintendência da PF em Curitiba como um bem maior ao direito de Lula se manifestar. Ao negar quatro pedidos de entrevistas — entre eles, o do DCM —, a juíza justificou que haveria “incremento de recursos logísticos e de segurança”, o que, na visão dela, “não se mostra juridicamente razoável”.

Ou seja, não bastasse perder o direito fundamental de ir e vir, com base uma condenação sem provas e sem trânsito em julgado, Lula perdeu também o direito à liberdade de manifestação. No despacho, a juíza argumenta que não. Seu direito à manifestação estaria garantido pelas visitas que recebe e pelas cartas que escreve.

Garantir a Lula o direito de escrever cartas faz da juíza uma magistrada que assegura um direito medieval. No século XXI, mais adequado seria que pudesse dar entrevista ocasionalmente, como acontecem com outros presos, e gravar vídeos como quem escreve cartas.

No caso da gravação dos vídeos, em termos de segurança para o presídio, seria quase a mesma coisa. Mas por que ela não permite?

Só Carolina Lebbos pode responder, mas, já que ela própria não dá entrevista, permite que se cogite algumas hipóteses. Não encontro outra explicação que não seja uma medida para calar Lula. Pois é óbvio que o vídeo tem muito mais impacto do que palavras escritas, e a imagem de Lula, com a fala, daria repercussão muito maior de tudo aquilo que Lula tem dito, seja por escrito ou por recados que manda através de quem o visita.

No artigo publicado hoje, Lula faz uma síntese das desgraças que se abateram sobre o Brasil, desde que “poderosos sem votos e sem ideias derrubaram uma presidente eleita, humilharam o país internacionalmente e me prenderam com uma condenação sem provas”. Entre os poderosos sem votos, estão, claro, juízes. É uma mensagem forte. Imagine-se o impacto dessas palavras se ditas em vídeo, forma de comunicação que Lula domina como poucos?

São verdades que doem, para as quais não há resposta convincente. Para quem tem poder sem voto, mais fácil do que responder é silenciar quem diz.

No artigo, Lula manifesta, corretamente, estranheza pelo fato de que quem deveria ser o primeiro a se levantar contra o “cala boca” não apenas se omite, mas aprova, como o Grupo Globo — talvez a primeira empresa de comunicação do planeta a apoiar a decisão de uma juíza que cassa o direito à liberdade de expressão, em nome da necessidade de preservar a rotina da PF.

É golpe. Não ficou claro? É golpe.

Medidas como esta se ajustam ao saque em curso hoje no Brasil. O Brasil está sob ataque e, para manter a rapina, prende-se a liderança que poderia resistir e restringe-se seu direito à expressão, como se faz com o inimigo, no caso aquele que quer defender o Brasil.

É uma violência institucional tão grande que Carolina Lebbos não tem dado conta sozinha.

Qual a outra razão para o presidente do Tribunal Regional Federal da 4a. Região, Thompson Flores, fazer uma visita de cortesia à juíza?

Magistrados de instâncias superiores costumam comparecer a gabinete de juiz do piso para correição. Mas, para visita de cortesia, como a realizada ontem, com direito a texto e foto no site oficial do tribunal, não é comum.

Nunca vi.

Carolina Lebbos é juíza substituta e caiu na mesa dela a batata quente de manter Lula calado, uma missão muito maior do que ela. Juiz tem independência e autonomia garantidas por lei, com direitos que o protegem, mas, para setores do Judiciário, a ofensiva a Lula tem sido própria de um time, uma equipe. Ou um batalhão.

No século XXI, não é fácil dizer na frente de todo mundo:

Cala a boca!

Haverá sempre alguém para responder:

“Cala a boca já morreu. Quem manda na minha boca sou eu.”

Quer dizer, menos Lula. Na boca dele, tem mandado Carolina Lebbos.

Mas esta age a mando de quem? Com informação do DCM.

Reunião em pé? Empresas adaptam espaços para tornar encontros mais produtivos


Seguindo modelos no exterior, companhias no Brasil têm buscado reduzir o tamanho de salas e abolir o uso de cadeiras para tentar reduzir o tempo das reuniões.Funcionários da empresa Reclame Aqui passaram a fazer reuniões sem cadeiras; tempo dos encontros caiu em torno de 70%. (Foto: Reclame Aqui/Divulgação)

Com a saúde debilitada, Tarcísio Meira se afasta de novela da Globo


Do Notícias da TV

 

Um dos grandes nomes da dramaturgia nacional, Tarcísio Meira teve de deixar Orgulho e Paixão, novela das seis da Globo. Seu personagem deveria ficar até o final para atrapalhar o romance entre os mocinhos Darcy (Thiago Lacerda) e Elisabeta (Nathalia Dill), mas foi precocemente substituído por uma vilã interpretada por Natália do Valle.

O ator de 82 anos se afastou da produção porque estava com a saúde debilitada por uma insistente infecção pulmonar que também afetou sua mulher, Glória Menezes.

(…)

Visivelmente debilitado, Meira saiu de cena chorando. Ele pediu à Globo para não divulgar que estava deixando definitivamente a novela nem o motivo de sua ausência. O segredo só foi revelado agora.

(…) Complicada a situação do Tarcísio Meira, não a doença em si, mas a questão de ter que se afastar da novela. Melhoras para ele e a esposa Glória.

Na geladeira da Globo por assédio, José Mayer implora para voltar à TV


 

Do TV Foco

 

José Mayer vai continuar afastado da televisão até segunda ordem da TV Globo. O ator viu sua carreira declinar após uma acusação de assédio por parte de uma das figurinistas do canal, que não levou o caso adiante e por isso ele não responde judicialmente.

 

 

O jornalista Leo Dias, do programa Fofocalizando, contou que o veterano vem passando uma fase conturbada em sua vida pessoal. Ele se deixou abater bastante por conta de toda polêmica e por isso teria ficado em depressão ao ver o fim da carreira.

O ator tem suplicado por uma nova chance para o diretor e autor Silvio de Abreu, o número 1 da teledramaturgia da emissora, mas até agora não conseguiu. José segue contratado e recebendo salário da Globo.

 

Cantor Eduardo Costa presta depoimento em delegacia de BH


EM. Estado de Minas. O cantor sertanejo Eduardo Costa foi levado para prestar depoimento na Delegacia de Fraudes da Polícia Civil, no Bairro Santa Efigênia, Região Centro Sul de Belo Horizonte, na tarde desta quarta-feira.

De acordo com informações do Ministério Público Federal (MPF), o cantor está sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais por suspeita de estelionato em uma negociação imobiliária.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil ainda não confirmou detalhes do depoimento. Às 17h30, o delegado responsável pelo caso dará uma entrevista à imprensa.

Aguarde mais informações

 

Aécio e Dória colhem o que plantaram


Cedo ou tarde o que é falso se desmancha.

Mesmo com toda a rede de proteção judicial que o envolve – e que, quando não o blinda, reduz os efeitos das flagrantes situações de irregularidades em que se envolve – Aécio Neves está, inapelavelmente, reduzido a nada.

O Globo publica hoje que ele desistiu de uma candidatura ao Senado na qual teria de se apresentar diretamente ao eleitor e que respingaria tragicamente sobre sua antiga criatura, Antonio Anastasia, já “empurrado” a candidatar-se a governador pelo desastre aecista.

Quem imaginaria, quatro anos atrás, que o “campeão moral” da eleição presidencial, que chegou a abrir suas champanhotas duante a apuração dos votos no segundo turno estivesse reduzido a isso?

Os farsantes, na política, têm o prazo de validade determinado.

Aécio Não é o único.

Em tempo mais curto e sem as gravações explícitas do mineiro, também João Doria Jr, em São Paulo, experimenta pisar as fronteiras do desprezo público.

Passaram-se menos de dois anos do triunfo histórico de ter sido o vencedor, pela primeira vez, das eleições paulistanas em 1° turno, consegue a “proeza” de estar em empate técnico com uma nulidade como Paulo Skaf, mesmo com a carga negativa que tem ser o candidato do “partido do Temer”.

Agora, depois de tantas traições a seu criador, Geraldo Alckmin, ninguém se espante que o “chuchu” dê a ele apenas o tratamento protocolar de candidato.

Aécio e Dória são dois farsantes que se atiraram de cabeça no golpismo eleitoral e, não por outra coisa, receberam doses generosas de simpatias fotográficas de Sérgio Moro.

Isto talvez seja a única atitude sincera de ambos: prestar reverência àquele que  os inspira. Tijolaço.

Cuba lança pacotes de internet móvel para metade da população


De Paulo Higa no Tecnoblog

A penetração de internet em Cuba é pequena: apenas 38,8% dos cidadãos acessam a rede e, mesmo assim, muitos apps de mensagens e redes sociais são bloqueados. Isso pode mudar no futuro: Cuba lançou, finalmente, pacotes de internet móvel. A conexão que Cuba lançar será oferecida pela ETECSA, operadora estatal que detém o monopólio do setor.

Cuba lançou serviços de internet no passado, mas eles sempre foram bastante restritos. Em 2013, por exemplo, Cuba lançou internet por Wi-Fi para a população, mas apenas em certos locais — somente profissionais como jornalistas, médicos e advogados podiam ter um roteador em casa, depois de pedirem uma autorização ao governo. E, antes disso, só era possível se conectar em hotéis, que recebem estrangeiros.

 

Agora, até cubanos poderão acessar a internet: o plano é que Cuba lance a conexão móvel para todos os seus 5 milhões de usuários de telefonia móvel até o final do ano — quase a metade dos 11,5 milhões de habitantes da ilha. Em um documento interno, segundo a Reuters, o governo informou que a meta era conectar metade dos domicílios cubanos e 60% dos celulares até 2020.

Café com Leite Notícias: Ainda na década de 70 pra 80, quando Fernando Moraes lançou o livro A Ilha, falava exatamente dos benefícios que têm que ser para todos. Foi quando aconteceu o maior mutirão da história da América do Sul e Central, em Cuba. Ali acabava a farra de se colecionar casas para viver de aluguel. Em lugar disto, foi lançada uma espécie de lei onde ninguém poderia ficar sem um teto pra viver dentro. Assim é a vida em Cuba. Se um pode o outro também pode, como vai acontecer agora com a internet.

Para a direita brasileira, à medida em que o pobre é ajudado, como por exemplo ter casa, como aconteceu a partir de 2002, com a chegada da esquerda, é como se tivesse chegado para governar o Brasil, um fora da lei. Qual lei? A lei de meia dúzia ser dono da metade das riquezas do país?

Bandeira de Cuba. Foto: Claudia Regina/Flickr/Creative Commons

Rede Globo em queda: Vídeo Show e programa da Fátima Bernardes, ambos da Globo, perdem para Record e SBT


Resultado de imagem para marca da globo

 

A Rede Globo começa a sentir as primeiras quedas desde a sua fundação, depois do fim da TUPI. No tempo do patriarca, o Roberto Marinho, as coisas eram menos alarmantes aos olhos do bom telespectador, mas depois da sua partida, a filharada tentou colocar o carro adiante dos bois, mas está sendo atropelado pelas inconsequências. A Globo, nos últimos anos, deixou de ser uma emissora e passou a ser uma espécia de agente ou agência de fazer política. Mas a prova da sua queda é que os candidatos que ela gostaria de vê crescendo e convencendo gregos e troianos, como era em tempo de outrora com o apoio da mesma emissora, não chegam a atingir 10% nas pesquisas de opinião pública às vésperas das eleições.

 

A mesma coisa está acontecendo com alguns programas de TV, que antes dominavam, a exemplo do Vídeo Show. O Felipe Brandão da RD1 informa que a nova fase do “Vídeo Show”, agora apresentado por Sophia Abrahão, Fernanda Keulla e Vivian Amorim, já começou com o pé esquerdo sua trajetória na grade da emissora, na tarde desta segunda-feira (16). Segundo o site, o programa registrou média de 8,4 pontos, picos de 10,2 e share (número de televisores ligados) de 19%, e amargou o segundo lugar, perdendo a liderança para a Record (9,7). Para piorar, o SBT (8,0) ficou na cola.

Mais cedo, o “Encontro” enfrentou um (mau) desempenho similar. A atração comandada por Fátima Bernardes registrou 8,1 de média, 10,6 de máxima e 23% de participação e “cedeu” o primeiro lugar ao SBT.

 

Na verdade, muitas coisas negativas vêm acontecendo com a “grandalhona”  Rede Globo, pois os acontecimentos que ela oculta e mais os fake news constantes, inclusive ficou mais evidente durante greve dos caminhoneiros, terminam fazendo muita gente mudar de “estação”. E, de acordo a uma espécie de campanha que as redes sociais, principalmente de esquerda estão travando, pode-se assegurar que a situação da até agora mandatária, vai piorar. Tem mais. Muitos setores do Brasil que estão agregados às emissoras abertas, inclusive o Judiciário, podem ter também as suas complicações em relação à sua credibilidade perante ao povo. Como se diz no popular de forma bem sarcástica, “quem merecer uma batata quente, daquelas que torra até os dentes e a garganta, aguardem, pois ela está assando”. É só uma questão de tempo. Fonte DCM. Primeiro e ultimo paragrafo Café com Leite Notícias.

 

Mulher resgatada por navio humanitário sobreviveu à deriva com dois cadáveres no Mediterrâneo


Camaronesa de 40 anos foi resgatada em estado de choque na costa da Líbia.

 

Equipes de resgate da ONG espanhola Proactiva Open Arms descobriram os restos de uma embarcação à deriva com uma mulher ainda viva, e os corpos de outra mulher e um menino, durante uma patrulha marítima na costa da Líbia. Josepha, a sobrevivente, uma camaronesa de 40 anos, foi resgatada nesta terça-feira (17), em estado de choque.

Não é possível saber ainda o que aconteceu com os outros migrantes que provavelmente estavam a bordo da jangada. Na hora do socorro, a embarcação estava completamente vazia e apenas algumas tábuas ainda flutuavam a cerca de 80 milhas náuticas, a nordeste de Trípoli, capital líbia, segundo a ONG Proactive Open Arms.

A guarda costeira do país disse que resgatou 158 pessoas em um barco na segunda-feira (16), a 16 milhas náuticas de distância de Khoms, relativamente distante da área onde o barco foi encontrado.

Ong espanhola resgata mulher que ficou à deriva durante dois dias no Mediterrâneo

Ong espanhola resgata mulher que ficou à deriva durante dois dias no Mediterrâneo

 

A mulher que sobreviveu é uma camaronesa de 40 anos chamada Josepha. Segundo a equipe médica a bordo, sua condição era estável, mas ela estava extremamente traumatizada e precisava de atendimento médico e psicológico “urgente”. A equipe médica também recomendou uma transferência rápida dos dois cadáveres, já que os Open Arms não possuem material a bordo de refrigeração, especialmente para o corpo da outra mulher, aparentemente morto há várias horas antes, além do cadáver da criança.

O Open Arms e o Astral, os dois navios da ONG espanhola, retornaram nesta terça-feira da Líbia, após várias semanas de ausência. A Itália, que se recusa a sediar migrantes resgatados, e Malta, que proíbe que os navios humanitários atraquem, limitaram severamente a possibilidade de intervenção de ONGs na área.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, líder de extrema-direita da Itália, criticou o retorno dos navios humanitários com um tuíte: “Dois navios de ONGs espanholas retornaram ao Mediterrâneo esperando pelo envio de seres humanos. Que eles poupem tempo e dinheiro, porque verão os portos italianos apenas em cartão postal”.

Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas


A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel

[Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas]
Foto : Marcos Santos/usp imagens

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou hoje (17) reajuste de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam no regime de cotas. A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel. O impacto médio será de 1,54%.

O impacto na fatura depende da data do reajuste aprovado pela Aneel e da quantidade de cotas (volume de energia) que cada distribuidora compra das hidrelétricas. O volume de cotas de cada distribuidora representa, em média, 22,64% dos contratos de energia das concessões.

A remuneração total recebida pelas usinas, de julho de 2018 a junho de 2019, será de R$ 7,944 bilhões.

VÍDEO – refugiado sírio é agredido por guarda da prefeitura de SP quando tentou abrir estabelecimento


do Facebook da advogada Marina Tambelli:

Jadallah é um refugiado sírio que passou 4 anos juntando todas suas economias de pequenos bicos que conseguiu no Brasil para montar um negócio próprio. Em maio desse ano conseguiu alugar um pequeno lugar para vender shawarma, esfihas etc, passou 45 dias reformando o local, que estava totalmente destruído, comprou equipamentos de cozinha, geladeiras etc e NO DIA QUE ABRIU seu restaurante a prefeitura apareceu dizendo que o local é dela e removeu arbitrariamente todos os pertencentes!

O local estava abandonado há mais de 3 anos, tanto é que foi alvo de um crime de estelionato, e a prefeitura, além de se beneficiar ilicitamente do crime sofrido pelo refugiado, ainda confiscou todos os seus equipamentos!

A tentativa de diálogo com o funcionário da subprefeitura da Sé de nome Felipe (quem conhecer o sobrenome, por favor divulgar – ele é responsável por todas as remoções irregulares no centro de SP) foi assim:

Ás vezes a gente chega a pensar que esse nosso país depois do golpe de 16, virou uma bandalheira e quem vive errado tem razão e quem tem razão apanha. Onde vão parar as arbitrariedades? Enquanto o governo brasileiro abre tudo pros americanos, que na verdade é quem está acabando com o Brasil, esses mal feitores, que trabalham para um sem escrúpulos, que é o Covas, prefeito de São Paulo, fazem isso com quem quer trabalhar.  Na escala mais alta é a mesma coisa. Estou cansado de sitar nomes aos bois. Mas o que se sabe é que o juiz de Curitiba posa de amigo de bandidos mineiros e tucanos, mas quem desafia quem prove  algum crime dos que lhes acusam, e até agora nada, está lá atrás das grades e pior:  O povo acredita que muita coisa vai bem e que o curitibano cumpre o seu dever na lei corretamente. Café com Leite Notícias.

 

Refugiado sírio agredido pela GCM de Covas. Foto: Reprodução/Facebook

O DCM recebeu a seguinte nota da Prefeitura de São Paulo:

ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Regional Sé informa que desocupou uma área pública invadida, localizada na Rua Galvão Bueno, 147, na manhã de ontem (16). A medida foi necessária após constatação de não cumprimento do prazo de 15 dias para desocupação do imóvel. Um agente vistor da Regional esteve no local e intimou o proprietário para a desocupação no dia 26 de junho. Todos os pertences foram lacrados e armazenados no depósito da Regional Sé.

Para reaver os pertences, o responsável deve comparecer à Prefeitura Regional Sé, na Rua Álvares Penteado, 49 – 2º andar, apresentar os contra lacres e abrir um processo com a solicitação. Quanto à ação da GCM, a guarda apoiou o trabalho dos agentes da Prefeitura Regional. A Corregedoria está à disposição para registrar eventuais queixas sobre a conduta dos guardas para apurar as circunstâncias em que ocorreu a abordagem.

Atenciosamente, Prefeitura de São Paulo.

Quase descartada’, diz Jair Bolsonaro sobre aliança com PR para eleição


Segundo a reportagem de Naomi Matsui no site Poder360  o pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro do PSL já dá como perdida a possibilidade de aliança com o PR. Segundo o militar, as conversas voltaram “à estaca zero”.

“Está quase descartada qualquer coisa com o PR tendo em vista que está quase descartado o Magno Malta (PR-ES) ser meu vice. Tudo volta à estaca zero. Dificilmente, haverá essa coligação com o PR”, disse Bolsonaro ao Poder360 nesta 2ª feira (16.jul.2018).

Segundo a reportagem, é a 1ª vez que o pré-candidato afirma com certa convicção de que não fechará coligação com a legenda comandada por Valdemar Costa Neto. Até então, o ex-capitão do Exército falava que o PSL e o PR estavam em 1 “noivado”, mas sem definição quanto ao “casamento”.

 

 

Jequié: Falta de assistência social faz crescer quantidade de moradores de rua, o que vem afastando consumidores dos comércios


(Foto: Reprodução)

Comerciantes do centro de Jequié reclamam da presença de moradores de rua nas portas das lojas intimidando os clientes pedindo ajuda. Muitos consumidores estão evitando algumas ruas como afirma uma empresária da Rua Francisco Alves Meira. A comerciante diz que todos os dias precisa lavar portas e calçadas que sujam com restos de comidas e até mesmo necessidades feitas pelos moradores de rua, que dorme no local.

 

Os moradores de rua enfrentam chuva, frio, calor e passam fome, precisam de um projeto fazendo com que sejam ajudados dos atos desumanos e não somente afastados do local, o que tem causado queda nas vendas nas ruas mais provenientes. Empresários pedem alguma providência da Prefeitura e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

É preciso ter muito cuidado pois são pessoas que tiveram decepções, sejam elas familiares, desemprego, dificuldade de relacionar-se com outros, muitos não têm para onde ir, então é necessário agir com atenção com eles que também são seres humanos e sofrem com a rejeição pública.

Muitos viciam em drogas, álcool nas ruas, outros já destruíram famílias pelo motivo, alguns são agressivos e abordam pessoas na rua de forma mais dura para pedir dinheiro intimidando-os de efetuarem suas compras com tranquilidade e de os comerciantes trabalharem sem incômodos, com cheiros desagradáveis e até brigas entre eles. Fonte NotíciasdeJequié.com.br