(77) 99152-6666

Justiça quebra sigilos fiscal e bancário de acusados de assassinato de Marielle


Caso, que ainda não tem solução, busca a identificação dos possíveis mandantes do assassinato

[Justiça quebra sigilos fiscal e bancário de acusados de assassinato de Marielle]
Foto :

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário de Ronnie Lessa e Élcio Queiroz, presos e acusados de ter assassinado a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018. O caso, que ainda não tem solução, busca a identificação dos possíveis mandantes do assassinato. Também foi determinado o sequestro de bens de Ronnie, como imóveis e uma lancha, e a quebra dos sigilos de outras cinco pessoas suspeitas de atuar como “laranjas” dos ex-PMs. O pedido foi feito pelo Departamento de Combate à Corrupção, Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Rio de Janeiro após investigação.

De acordo com o portal G1, a soma dos itens de Ronnie alvos de bloqueio é de R$ 2,7 milhões.

Constam da lista:

  • Imóvel na Barra da Tijuca, avaliado em R$ 1,25 milhão;
  • Terreno no condomínio Porto Galo, em Angra dos Reis, avaliado em R$ 500 mil;
  • Terreno em Mangaratiba, avaliado em R$ 300 mil;
  • Lancha Real 330 Special Edition, avaliada em R$ 450 mil;
  • Veículo Jeep/Renegade Sport AT, avaliado em R$ 70 mil;
  • R$ 61.293 apreendidos na casa de Ronnie Lessa, na Barra da Tijuca;
  • R$ 50 mil apreendidos na casa dos pais de Lessa.

“As investigações duraram aproximadamente um ano, mas a gente ficou uns seis meses parados devido à decisão do Supremo Tribunal Federal, de suspensão das investigações envolvendo relatórios do antigo COAF”, explicou o delegado Thiago Neves, responsável pela investigação. Fonte: Metro1

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

“Piada” de humorista com mãe de Isabella Nardoni repercute mal nas redes


Post chegou a sair do ar, mas ele fez questão de respostar. Menina de 5 anos foi vítima de um dos crimes mais repercutidos no Brasil nos últimos tempos

Leo Lins piada Isabella Nardoni

 

 

Na última quinta-feira, 27 de fevereiro, o comediante Léo Lins usou as redes sociais para fazer uma “piada” de mau gosto sobre o nascimento da filha de Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella Nardoni.

A menina nasceu na quarta-feira, 26 de fevereiro, e ele compartilhou no Instagram a notícia junto ao seguinte comentário: “Espero que ela more no térreo”. Léo Lins integra o elenco do programa de Danilo Gentili, no SBT.

Ana Carolina Oliveira também é mãe de Miguel, de três anos. Ela teve os filhos quase dez anos depois de perder Isabella, que foi morta pelo pai, Alexandre Nardoni e a madrasta, Anna Carolina Jatobá.

O crime, que ocorreu em 2008, abalou o Brasil quando a criança de 5 anos foi jogada pela janela do apartamento do pai e acabou não resistindo.

A “piada” de Léo Lins, que possui mais de 1 milhão de seguidores no Instagram, recebeu milhares de críticas. Tanto que o post chegou a ser denunciado pelos internautas e saiu do ar, mas Leo fez questão de repostar. “Removeram, mas ta aí de novo”, ironizou ele.

“Confesso que eu era fã dos textos do Leo Lins, mas depois dessa piada escrota postada por ele no Instagram… Pode até não existir limites para o humor, se é que podemos chamar isso de humor. Mas existe sim algo chamado respeito ao luto alheio. E pra você saber, senhor Leo Lins, quem assassinou a Isabela Nardoni não foi a mãe, mas a madrasta, junto com o monstro covarde que a menina chamava de pai”, comentou um seguidor, que angariou 1,4 mil curtidas. Com infomações do PragmatismoPolitico

Ana Carolina Oliveira não tem o costume de dar muitas entrevistas, mas em 2016, quando anunciou a gravidez do primeiro filho, a mãe voltou a tocar no assunto de Isabella.

“Com o apoio de família, religião e terapia. Até certo ponto, você aguenta sozinha. Mas tem uma hora em que a dor sufoca. Eu demorei dois meses para procurar terapia e cheguei a fazer três sessões por semana. Nos primeiros meses, o caso da minha filha aparecia todos os dias na TV. De certa forma, a comoção das pessoas me ajudou. Havia quem chorasse como se tivesse perdido o próprio filho. Recebi muitas cartas, muitos abraços. As pessoas torceram e sofreram por mim. Não comparo problemas e dores, mas não me permitia ter um papel de coitada e ir para o buraco”.

 

Veja quem são os mortos pela chuva que atingiu a Baixada Santista


Bombeiros realizam buscas por pessoas soterradas em deslizamento em morro de Santos

Bombeiros realizam buscas por pessoas soterradas em deslizamento em morro de Santos

O temporal que caiu na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, provocou deslizamentos de terra em morros da região na madrugada desta terça-feira (3) e deixou 18 mortos e 30 pessoas desaparecidas. Dentre as vítimas, estão dois bombeiros que trabalhavam nas buscas em Guarujá.

Veja onde ocorreram as mortes:

  • Guarujá – 15 mortes
  • Santos – 2 mortes
  • São Vicente – 1 morte

A tempestade causou alagamentos em vias públicas, afetou serviços (transporte, educação, fornecimento de água, energia elétrica e telefonia) e fez rodovias serem bloqueadas.

Veja, abaixo, quem são os mortos já identificados:

Tathiana Lopes e Arthur de Lima

Mãe e filho morreram soterrados no Morro do Macaco em Guarujá, SP — Foto: Reprodução/FacebookMãe e filho morreram soterrados no Morro do Macaco em Guarujá, SP — Foto: Reprodução/Facebook

Mãe e filho morreram soterrados no Morro do Macaco em Guarujá, SP — Foto: Reprodução/Facebook

Tathiana Lopes de Lima Gomes, de 25 anos, e o filho, Arthur Rafael de Lima, de 10 meses, morreram soterrados no Morro do Macaco Molhado, em Guarujá. Dois bombeiros morreram enquanto tentavam resgatar a jovem e seu bebê do deslizamento. Tathiana e Arthur foram identificados e os corpos liberados na tarde desta terça.

Cabo Moraes

Cabo Moraes tentava resgatar vítimas quando morreu em Guarujá (SP) — Foto: Divulgação/Corpo dos BombeirosCabo Moraes tentava resgatar vítimas quando morreu em Guarujá (SP) — Foto: Divulgação/Corpo dos Bombeiros

Cabo Moraes tentava resgatar vítimas quando morreu em Guarujá (SP) — Foto: Divulgação/Corpo dos Bombeiros

Rogério de Moraes Santos trabalhava como bombeiro e estava lotado na corporação de Guarujá. Ele morreu durante a madrugada desta segunda-feira (3), tentando salvar mãe e bebê dos deslizamentos, no Morro do Macaco.

Cabo Batalha

Soldado trabalhava no Corpo de Bombeiros de Guarujá (SP) — Foto: Reprodução/ Redes SociaisSoldado trabalhava no Corpo de Bombeiros de Guarujá (SP) — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Soldado trabalhava no Corpo de Bombeiros de Guarujá (SP) — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

O cabo Marciel De Souza Batalha atuava como bombeiro na corporação de Guarujá. Ele estava junto com o cabo Moraes e também morreu enquanto tentava salvar vítimas dos deslizamentos.

Moisés Elias Neto

Terceirizada precisou drenar água de cratera em São Vicente (SP) — Foto: Vanessa Rodrigues/ A TribunaTerceirizada precisou drenar água de cratera em São Vicente (SP) — Foto: Vanessa Rodrigues/ A Tribuna

Terceirizada precisou drenar água de cratera em São Vicente (SP) — Foto: Vanessa Rodrigues/ A Tribuna

O idoso de 86 anos morreu após o chão da clínica de repouso em que ele morava ceder, em São Vicente. Moisés Elias Neto ficou soterrado em uma cratera que se formou no chão do banheiro da clínica, localizada no bairro Vila Valença. Segundo o Corpo de Bombeiros, foi necessário uma empresa terceirizada ir até o local para bombear a água que estava no buraco. Após a drenagem, eles conseguiram encontrar o corpo da vítima.

Outras vítimas

Na noite desta terça-feira, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou os nomes de outras vítimas, que já tiveram os corpos liberados às famílias pelo Instituto Médico Legal (IML). São elas:

Aliffer Adailton Granero da Silva – 6 anos

Allana Granero de Oliveira – 3 anos

Edvaldo José Deolindo – 43 anos

Elisandra de Souza Santana Cândido – 28 anos

Esther Gabrielly Sousa da Silva – 11 anos

Jhenifer Maria de Souza Nunes – 25 anos

Karina Aparecida Pereira da Silva – 26 anos

Kátia de Oliveira Paulo – 37 anos

Laudemir Cilas Tiburcio – 60 anos

Samuel Alves dos Santos – 32 anos

As outras vítimas ainda não foram identificadas.

Três morrem em festa de aniversário de influencer; marido está entre vítimas


Três morrem em festa de aniversário de influencer; marido está entre vítimas
Crédito da Foto: Primeiro Impacto/SBT

A festa de aniversários de uma digital influencer resultou em três pessoas mortas na Russia. Durante o evento, os convidados pularam em uma piscina com água quente e gelo seco. O marido da influenciadora está entre as vítimas.

De acordo com o Primeiro Impacto, do SBT, Yekaterina Didenko tem mais de um milhão de seguidores e quis surpreender seus convidados durante a comemoração dos seus 29 anos em um complexo de piscinas. Ela decidiu colocar mais de 25 quilos de gelo seco em uma das piscinas aquecidas do local.

O objetivo da influenciadora era criar um ambiente para boas fotos, mas, mas a reação química entre a água quente e o gelo seco provoca um gás que gerou ferimentos em alguns convidados, além da perda de consciência.

Os três tiveram falta de ar, perderam a consciência  e morreram no local. Os sintomas foram sentidos logo após as vítimas pularem na piscina. Eles estavam em um local fechado e tinham acabado de sair de umas das saunas do complexo.

A causa da morte ainda está sendo investigada, mas, além de causar queimaduras quando em contato direto com a pele, o dióxido de carbono também pode ser fatal em grande quantidade no sangue. Com informações do ARATUON

 

Pancadaria em SP: reforma da Previdência é aprovada e servidores apanham da Tropa de Choque


Com 59 votos favoráveis e 32 contrários, a base do governo João Doria (PSDB) aprovou nesta terça-feira 3 a reforma da Previdência que é alvo de protesto de servidores em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

A Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo reage com violência à manifestação de servidores estaduais que tentavam acompanhar a votação. Os policiais usaram bombas de gás, balas de borracha e spray de pimenta contra os manifestantes em frente ao Legislativo.

De acordo com assessoria de imprensa da Casa, durante o protesto, uma das portas do plenário teria sido quebrada durante a mobilização. A PM bloqueou os acessos para que servidores fossem impedidos de entrar.

A proposta de reforma da previdência prevê, entre outros pontos, aumento no recolhimento dos servidores, com desconto na folha de pagamento passando de 11% para 14%. Também estabelece idade mínima para aposentadoria de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. O governo pretende economizar R$ 32 bilhões em 10 anos com as mudanças.

Professores presos na Alesp

A professora Aline Rodrigues denunciou em seu Facebook que ela e outros professores da rede estadual estão presos no interior da Alesp. Metria publicada no 247.

Pastor faz culto para imunizar Coronavírus e é investigado por curandeirismo e charlatanismo


Ser profeta é uma coisa, mas brincar com Deus achando que é profeta é outra.

Autoproclamado “profeta” Silvio Ribeiro disse que está sendo vítima de uma perseguição contra todos os cristãos

“Profetas” Silvio e Maria Ribeiro, da igreja Catedral Global do Espírito Santo (Reprodução/Facebook)
O autoproclamado “profeta” Silvio Ribeiro, pastor da igreja Catedral Global do Espírito Santo, virou alvo de investigação policial após promover neste domingo (1º) um culto de imunização contra o coronavírus, em Porto Alegre.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Laura Rodrigues Lopes, o pastor será investigado por um possível charlatanismo, que consiste na “exploração da credulidade pública, anunciando a cura por meio secreto ou infalível”.

Por meio das redes sociais, a população começou a compartilhar cartazes do panfleto que anunciava “O poder de Deus contra o coronavírus”. “Venha porque haverá unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia, vírus ou doença.”

Nesta segunda-feira, 2, o Ministério Público do Rio Grande do Sul recebeu dez denúncias sobre as promessas da igreja Catedral Global do Espírito Santo. A coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos, Angela Salton Rotunno, falou por meio de um vídeo publicado no Facebook do órgão que, a partir do momento em que o MP tomou conhecimento sobre as supostas promessas de cura, todas as medidas cabíveis foram tomadas. “Na área criminal, a conduta pode ser enquadrada como charlatanismo, como curandeirismo e, se houve algum tipo de pagamento, pode ser considerado estelionato”.

Na madrugada desta terça-feira (3), o pastor foi às redes sociais e disse que está sendo vítima de uma perseguição contra cristãos. “Eles não estão perseguindo Silvio. Eles não estão perseguindo o avivamento. Eles não estão perseguindo Catedral Global. Eles estão perseguindo todo aquele que é cristão, sendo católico, evangélico ou não”, disse exaltado.

 

 

Perito confirma adulteração de dados pela Odebrecht usados para incriminar Lula: “O criminoso entregou o cadáver embalsamado”


O novelo está se desenrolando e assim começa aparecer as verdades de um lado e mentiras de outro. O kit gay e caixa preta foi uma farsa, mas terminou elegendo o atual presidente. Por outro lado, a verdade escondida terminou levando, sem provas, Lula à cadeia.

Leia a íntegra da representação da defesa de Lula ao STF com diálogos de peritos da PF que apontam que os sistemas MyWebDay B e Drousys, da Odebrecht, podem ter sido adulterados pelos procuradores da Lava Jato para incriminar o ex-presidente

Dallagnol e o power point contra Lula (Arquivo)

Em representação ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, protocalada nesta segunda-feira (2), os advogados que fazem a defesa do ex-presidente Lula – liderados por Cristiano e Valeska Zanin Martins – detalham os áudios dos peritos da Polícia Federal que apontam que os arquivos dos sistemas MyWebDay B e Drousys, da Odebrecht, podem ter sido adulterados pelos procuradores da Lava Jato para incriminar o petista.

Segundo os advogados, “embora os sistemas da Odebrecht tenham sido apreendidos na Suíça, o material que foi analisado pela Polícia Federal não é proveniente daquele país; o material analisado foi entregue pela Odebrecht após a empresa
ter obtido cópia na Suíça e “mexido” no material; e não houve qualquer conferência entre o material entregue pela Odebrecht com o material que foi apreendido originariamente pelas Autoridades Suíças”.

As conversas mostram que Roberto Brunori Junior e Aldemar Maia Neto, peritos criminais da PF, tiveram acesso ao material em reunião realizada com Cláudio Wagner, que conduziu a perícia, e reconheceram que os arquivos “gerados pela Odebrecht” possuem “datas posteriores às apreensões” do material.

Nas conversas gravadas com a autorização de todos os presentes, um dos peritos levanta a questão de que a “Odebrecht recebeu da Autoridade Suíça e ela abriu isso [os arquivo], e mexeu nisso, durante muito tempo ficou com isso lá”. Um assistente confirma: “A aparência é essa”.

O assistente técnico diz, então: “Eu só quero alertar isso, o criminoso entregou o cadáver embalsamado”.

Em outra parte da conversa, o perito identificado como 1, confirma a adulteração dos dados dos sistemas pela Odebrecht, que inclui informações posteriores às apreensões.

“Que ela encapsulou isso tá no laudo, inclusive tá provado que o arquivo que foi gerado lá, inclusive, tem arquivos com datas posteriores às apreensões que a gente mostra que foram geradas pela Odebrecht”. Com informações da RevistaFórum

Leia a representação da defesa de Lula na íntegra

 

 

Desmatamento de terras indígenas cresceu 80% em primeiro ano de governo Bolsonaro


A destruição do país é de ponta a ponta. Só não vê quem não quer  ou ainda está movido pelo ódio que foi implantado.

Denúncia vai ser apresentada nesta terça-feira (3) à Comissão de Direitos Humanos da ONU, na Suíça

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
 

Um estudo do Instituto Socioambiental (ISA) a partir de dados do sistema Prodes, do Inpe, revelou que o desmatamento de terras indígenas cresceu 80% em 2019, primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro, em comparação com 2018.

O estudo vai ser apresentado nesta terça-feira (3) à Comissão de Direitos Humanos da ONU, na Suíça.

O desmatamento atingiu 115 terras indígenas, o que vale a 42.679 hectares ou quase duas vezes o tamanho da cidade do Recife. Com relação às aldeias de etnias que vivem de forma isolada, o cenário é ainda mais grave. Nessas áreas, o desmatamento mais que dobrou em 2019 em relação a 2018.

Na terra indígena Ituna-Itatá, a destruição foi 656% maior no governo do ex-capitão. O relatório do ISA, portanto, acusa Bolsonaro pelo desmatamento crescente. De acordo com o estudo, o presidente fez grandes cortes orçamentários em órgãos de fiscalização, anulou multas e paralisou financiamentos para a conservação, por exemplo.

“Todo desmatamento evitado nos últimos 20 anos pode ser revertido nos próximos se não houver investimento na fiscalização e na proteção da floresta. Um retrocesso na fiscalização e na prevenção do desmatamento pode levar a uma ameaça muito concreta para a vida desses povos indígenas que vivem em isolamento”, disse o pesquisador Tiago Moreira, do Instituto Socioambiental, em entrevista ao Jornal Nacional. Fonte: RevistaFórum

Jornal Nacional, Globo, Folha e Estadão sonegam notícia do título entregue a Lula em Paris. Por Joaquim de Carvalho


Para quem entende o que é a comunicação, o que é uma mídia que supostamente foi criada para servir ao povo, se choca com as notícias canalizadas e direcionadas para servir a uma ala. Por outro lado, vive omitindo notícias que se forem  publicadas vai prejudicar a determinada ala. Muito triste a gente ver o povo brasileiro, em parte, ser ludibriado e manipulado pela grande mídia.
Mas a verdade é que o Lula recebeu titulo de cidadão em Paris. Isso mata alguém que é ridicularizado por onde passa.

O Jornal Nacional da Rede Globo e os maiores jornais brasileiros sonegaram de seu público a notícia de que Lula recebeu ontem o título de Cidadão Honorário de Paris.

 

É como se, em 2001, a imprensa da África do Sul ignorasse a entrega do mesmo prêmio a Nélson Mandela, uma das 17 personalidades que receberam o título antes do ex-presidente brasileiro.

Em 2011, a imprensa nacional noticiou a entrega do título ao cacique Raoni, o único brasileiro que recebeu o título antes de Lula.

A desonestidade jornalística da Folha, O Globo e Estadão fica evidente se comparada à repercussão em Paris da entrega do prêmio.

Os conselheiros (vereadores) dos partidos de centro e de direita acusaram a prefeita Anne Hidalgo de usar a popularidade de Lula para se promover às vésperas das eleições municipais, em que ela tentará a sua reeleição.

Eles divulgaram carta para protestar, uma sinalização de que o evento tem relevância.

O boicote comprova que os grandes jornais se tornaram uma organização política de direita no Brasil, empenhada na desconstrução da mais expressiva liderança popular que o Brasil já teve.

Quando Lula foi preso, esses mesmos jornais fizeram intensa cobertura.

Certamente, Lula não se surpreendeu, pois ontem, em seu discurso, ele já havia alertado que a velha mídia foi cúmplice na ascensão do fascismo no país.

“Bastaram 13 anos de governos que olharam o povo em primeiro lugar, para começarmos a reverter a doença secular da desigualdade em nosso país”, disse ele.

“Foram passos ainda pequenos para a dimensão do desafio, mas estávamos no caminho certo, porque 36 milhões saíram da pobreza extrema e o Brasil saiu do tristemente conhecido Mapa da Fome da ONU”, acrescentou.

Disse ainda:

“Este processo, ao longo do qual cometemos erros, certamente, porém muito mais acertos, foi interrompido em 2016 por um golpe parlamentar, sustentado por poderosos interesses econômicos e geopolíticos, com apoio de seus porta-vozes na mídia e em postos-chave das instituições.

Como sabem, a presidenta Dilma, uma mulher honrada, foi afastada pelo Congresso sem ter cometido crime nenhum, num processo em que as formalidades encobriram acusações vazias.

A este primeiro golpe contra a Constituição e a democracia, seguiu-se a farsa judicial em que fui condenado, também sem ter cometido crime algum, por um juiz que hoje é ministro do presidente que ele ajudou a eleger com minha prisão.

Quando a Justiça Eleitoral cassou minha candidatura, contrariando uma determinação da ONU baseada em tratados internacionais assinados pelo Brasil, lançamos a candidatura do companheiro Fernando Haddad.

Ele foi vítima de uma das mais perversas campanhas de mentiras por meio das redes sociais, disparadas e financiadas ilegalmente pelo adversário, num crime eleitoral que denunciamos e que até hoje, passados quase18 meses, não foi julgado pelo tribunal competente.

O candidato que venceu aquelas eleições, dono de um histórico de ataques à democracia e aos direitos humanos, foi poupado pelas grandes redes de televisão de enfrentar em debates o companheiro Haddad. Essa mídia, portanto, é corresponsável pela ascensão de um presidente fascista ao governo do Brasil.”

Desde que Lula foi preso, em abril de 2018, apenas a Folha de S. Paulo solicitou entrevista com Lula, por meio da colunista Mônica Bergamo.

Estadão e Globo nunca manifestaram interesse de ouvi-lo, como se Lula não fosse notícia. Será que as maiores publicações do mundo, que já o ouviram, estão erradas e os jornais brasileiros, certos?

É claro que não.

É que escondê-lo faz parte da estratégia de fazer avançar a agenda neoliberal, da qual Lula é adversário.

Como mostra a repercussão da entrega do título em Paris e comportamento da velha imprensa brasileira, a Globo e os grandes jornais não fazem jornalismo, praticam lobby.

 

Lula se encontra com Piketty e diz que é preciso mexer no coração da riqueza para reduzir desigualdade


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve um encontro em Paris com o economista Thomar Piketty, autor de “O Capital no século XXI”, que mostra como o aumento das riquezas é maior do que o crescimento econômico de vários países, levando a necessidade de taxação de grandes fortunas para a redução da desigualdade.”Nós temos que expor a desigualdade como um problema político, uma questão de dignidade humana. Não haverá diminuição da desigualdade se a gente não mexer no coração da riqueza”, disse Lula no Facebook.

“Combinamos que esse será o primeiro encontro de uma longa colaboração para aprofundar esse debate no Brasil e no mundo”. Com informações do 247.

Bebê é internado após levar choque ao pegar em carregador de celular conectado na tomada em Mato Grosso


Bebê teria colocado conector de carregador na boca — Foto: Divulgação

Um bebê de 6 meses foi internado com vários ferimentos pelo corpo após levar choque ao pegar em um carregador de celular que estava conectado na tomada, no Bairro Jaime Seiti Fujii, em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, nessa terça-feira (18).

De acordo com o médico que fez os primeiros socorros, Heleno Strobel Rosa, o bebê chegou à Unidade Básica de Saúde em estado grave com uma frequência cardíaca e respiratória muito baixa.

“Ele tinha uma lesão na mão e no rosto. Provavelmente o choque entrou pela mão e saiu pelo queixo. Ela [criança] chorava muito. Prestamos os primeiros socorros e demos todo o suporte”, contou.

A suspeita, conforme relato dos avós ao médico, é que a criança tenha colocado o conector do carregador na boca.

“Ela estava dormindo em um colchão no chão e o celular estava carregando ao lado. Ela teria acordado, mexido no celular e acabou colocando o conector na boca, o que teria ocasionado a descarga elétrica”, explicou o médico.

Segundo Heleno, foi realizado o procedimento de aspiração, pois havia muito líquido na garganta da criança.

Além disso, foram feitos curativos no corpo da criança e, em seguida, ela foi encaminhada ao Hospital São Lucas, onde está internada. O estado de saúde do bebê, segundo o médico, é estável.

O médico disse ainda que os pais devem ficar em alerta dentro de casa, pois é muito comum as crianças chegarem à unidade de saúde para atendimento devido aos acidentes domésticos.

“Sempre chegam crianças com intoxicação por produtos ou medicamentos. No caso do carregador, deve-se evitar ao máximo deixá-lo perto de crianças. Quando o celular terminar de carregar, o carregador deve ser tirado da tomada. Muitas vezes deixamos ele conectado com a outra ponta sem nada”, ressaltou.

Bebê teria colocado conector de carregador na boca — Foto: Divulgação

FONTE:G1 MT

Chip implantado na pele substitui chave e até cartão de crédito e já é realidade no Brasil


chip implante microchip 0418 1400x800
PROJECT COMPANY

Esquecer chaves e carteiras não chega nem perto de ser uma problema em uma realidade onde há chips que permitem abrir portas e efetuar pagamentos com a aproximação das mãos. Essa realidade, na verdade, é bem próxima e já é vivenciada por alguns brasileiros. A inovação tecnológica consiste na implementação de um chip do tamanho de um grão de arroz entre o polegar e o indicador.

Microchip na pele: nova tecnologia

biochip, como é chamado, é dividido em duas partes: uma memória, que funciona como um pendrive, onde são armazenados arquivos, como cartões de visita e informações de saúde; e outra criptografada, onde ficam as senhas e os códigos de acesso. A tecnologia ainda chega tímida no Brasil, mas já ganhou adeptos entre aqueles que amam novidades.

O chip realiza suas ações por NFC (Near Field Communication), padrão de comunicação sem fio que permite a troca de dados em curtas distâncias. A maioria dos smartphones já conta com a tecnologia – e algumas maquininhas de pagamento também. Estender a atuação dessa tecnologia para casas, veículos e empresas ainda é uma tarefa que deve demorar um pouco para acontecer, mas está em andamento.

Funcionários da Project Company, empresa que fabrica e vende o chip para implantar na pele, já podem entrar no escritório usando tecnologia semelhante.

Tecnologias com chip

Pulseira inteligente promete fazer pele do braço funcionar como tela de celular: como?
pulseira inteligente 1400x800 1117 3
CICRET BRACELET/YOUTUBE

Muito do que você faz em seu celular, como ler e responder mensagens ou acessar redes sociais, poderá ser feito diretamente na pele de seu braço. Ou pelo menos isso é o que promete o aparelho Cicret Bracelet, uma espécie de “smartpulseira”, que projeta a tela de um dispositivo eletrônico na superfície de seu corpo.

A ideia é transformar um simples bracelete em uma tecnologia quase completa de comunicação – o projeto ainda não prevê instalação de sons no dispositivo. Contudo, por enquanto ainda está longe de chegar ao consumidor: a Cicret está desenvolvendo a pulseira há três anos e ainda não tem previsão para a entrega do produto finalizado.

Como funciona a pulseira inteligente?

pulseira inteligente 1400x800 1117 2
CICRET BRACELET/YOUTUBE

De acordo com a Cicret, empresa francesa responsável pelo projeto, a pulseira terá um picoprojetor que irá projetar a interface do dispositivo no braço do usuário. Quando o usuário coloca o dedo sobre a pele ou os arrasta, por exemplo, o conjunto de 8 sensores conseguiria ler o movimento precisamente e mandaria a informação ao processador, instalado dentro do bracelete.

A informação fornecida pela Cicret diz que a pulseira vem com um cartão de memória embutido, processador, acelerômetro, vibrador, funcionalidade Bluetooth, bateria removível, uma porta USB e Wi-Fi. Garantem que é à prova d’água e que irá funcionar em todo tipo de pele e em qualquer tipo de tonalidade, além de ser compatível com iOS e Android.

O que dizem especialistas?

O produto tem gerado muita desconfiança de especialistas em tecnologia digital. As principais críticas são a respeito da incapacidade da tecnologia que temos hoje em projetar com precisão imagens em superfícies não planas e, ainda mais, em produzir sensores capazes que detectar o movimento do dedo – justificam que até telas touch screen, projetadas para isso, às vezes têm problemas.

pulseira inteligente 1400x800 1117 4
CN2P/VIMEO

A Cicret afirma que tem em sua equipe executiva dois ex-funcionários da Apple e que a tecnologia segue em desenvolvimento, agora em sua terceira versão. O dinheiro que financia o projeto foi coletado via doações: até o momento, 10.917 pessoas deram dinheiro à Cicret, somando mais de 600 mil euros.

Publicado em julho de 2017, o último comunicado da empresa afirma que já estão trabalhando com as datas de produção, definição de custos detalhado e organograma para começarem a fabricação da pulseira.

Tecnologias do futuro

 

“Auxílio alimentação de R$ 12 milhões para 11 ministros. O que eles comem?”



O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) usou a tribuna da casa para criticar valores destinados a ministros STF.

Segundo o parlamentar, além dos benefícios como moradia e alimentação (além de outros mimos como passagens aéreas, antecipações, gratificação natalina, seguranças armados, carros blindados, etc…), os ministros ainda contam com auxílio-funeral e de natalidade.

Os números citados por Kajuru, assustam:

Cerca de R$ 1,5 milhão/ano para auxílio-moradia dos 11 ministros …  uma média de R$ 11 mil por mês para cada um.

Somam-se aos ‘mimos’, outros R$ 12 milhões/ano com auxílio-alimentação, cerca de R$ 90 mil por mês (por cabeça).

O senador questionou o fato:

“Eu gostaria de saber qual é a comida lá. São R$ 12 milhões para 11 ministros? Isso é um desrespeito a uma nação com quase 15 milhões de desempregados e mais de 200 empresas falidas” , destacou o parlamentar.

E tem mais, prezado internauta …

O senador também pediu explicações sobre o elevado número de funcionários por ministro.

Cada togado possui em média 222 funcionários à sua disposição, explicou Kajuru, que também questionou a necessidade de se arcar com os custos de manutenção de três caminhões. Fonte: Senado Federal


 

Chuva deixa pelo menos nove mortos na Baixada Santista


As mortes aconteceram no Guarujá, Santos e São Vicente. Segundo o governo do estado, outras seis pessoas desapareceram após o temporal registrado na madrugada desta terça-feira. No Guarujá, choveu o esperado para todo o mês.

 

Entrada de Santos ficou alagada por conta do temporal. foto: Reprodução / Twitter (Crédito: )

Entrada de Santos ficou alagada por conta do temporal. foto: Reprodução / Twitter

Israel anuncia que vacina para o coronavírus ficará pronta em três meses


Os testes preliminares provaram sua eficácia e equipe busca modificações que permitam que a imunização em humanos.

 Os testes preliminares provaram sua eficácia e equipe busca modificações que permitam que a imunização em humanos. | Reprodução

Tudo indica que uma vacina contra o novo coronavírus pode ser criada dentro de 90 dias. A afirmação foi feita por David Zigdon, CEO do Galilee Research Institute (Migal), localizado na Galileia, em Israel. Zigdon participou de uma entrevista coletiva na última quinta-feira (27), junto com sua equipe, para anunciar avanços nas pesquisas.

De acordo com o cientista, a equipe trabalhava incansavelmente no desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus. Os testes preliminares em aves provaram sua eficácia e equipe busca agora a modificações que permitam que a imunização em humanos.

“Trabalhamos para obter uma vacina efetiva [para humanos] contra o COVID-19 dentro de oito a dez semanas, e passar para os testes em humanos em 90 dias”, declarou Zigdon. O pesquisador acrescentou ainda que, tanto a vacina para aves, quanto a para humanos, deve ser administrada por via oral.

A equipe que trabalha no projeto é especializada em biotecnologia, meio ambiente e agricultura. A iniciativa mereceu um elogio público do ministro de Ciência e Tecnologia de Israel, Ofir Akunis. “Espero e torço para haja progressos em breve”, declarou.

A notícia foi compartilhada pelo instituto israelense em sua página no Facebook.

VEJA!