Jequié debaixo d’água na tarde de quarta feira


Com meia hora de chuva a cidade já ficou inundada

Quem esteve em Jequié na tarde da quarta feira 01 de Novembro, assistiu em vários pontos da cidade, verdadeiras lagoas de água em poucos minutos de chuva forte. Parte da Lomanto Junior, próximo ao Posto Avenida e Colégio Militar, (foto) alguns carros e motos ficaram parados no meio da água. Acontece que o morro que fica no Joaquim Romão, parte sem calçar, sempre que acontece algum temporal de chuva forte, traz entulhos e terra vermelha lá do alto, que quando chega cá na Lomanto Junior, os motoristas se sentem num verdadeiro caos. Só que o transtorno dura pouco tempo.

Jequié debaixo d’água em 1914 

 

Isso aconteceu em 1914 na cidade de Jequié, que tinha 17 anos de emancipada. Foto arquivo

 

Agora imaginem uma enchente igual de de 1914, certamente Jequié ia desaparecer. Pois os morros não são mais de matas e no lugar, em muitos pontos, o que existe é calçamento. O perigo é acontecer outra, pois se já aconteceu pode acontecer novamente e fica a pergunta: O que será de Jequié com uma enchente igual a de 1914? E a Barragem das Pedras, será que não estouraria? Apesar das escassez de chuvas, o negócio é torcer para não acontecer.

 

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Lafaiete Coutinho foi sede do Fórum de Cultura do Vale Jiquiriçá


Realizar eventos desta natureza, é querer o melhor para do município e sua gente- Prefeito João Freitas.
Foto Café com Leite Notícias

 

Os dias 28 e 29 de Outubro foram de grande movimentação cultural, onde a equipe que veio de Camaçari, para a realização do Fórum, foi recebida com festa no sábado, pelos moradores da pequena e atraente cidade de Lafaiete Coutinho. Logo no primeiro dia aconteceram na cidade, muitas apresentações culturais, que ao longo do tempo, que em se tratando de Lafaiete, antigo Três Morros, terra do mestre Jonas, os costumes seculares estão sempre sendo resgatados e mantendo as tradições vivas. Dentre outras apresentações, o Terno de Reis foi o que chamou mais a atenção dos presentes, principalmente a galera do Fórum, que disseram ter ficado todos encantados.

No domingo, 29, aconteceu uma grande reunião, onde por volta das 10 horas foi dada a abertura do Fórum com o espaço lotado de pessoas de várias cidades da região. Estavam fazendo parte da mesa os seguintes nomes: Prefeito de Lafaiete Coutinho João Freitas, Secretária de Educação Jocinalva Santana, Coordenadora de Cultura de Lafaiete Marília Sampaio, Presidente da ADIMCBA Edmar Vieira, Vice presidente do Conselho de Cultura Ana Vaneska, Fórum de Cultura da Bahia Fábio Mendes, Diretora do NET Vale do Jiquiriçá Andréia Iona, Presidente do ACJ (Associação da Juventude Corajosa) Rafael  Aragão, Representante da Abacsi Cristina Gonçalves e, pra fechar o quadro, o representante da Secut Wdileston Souza. O mediador foi Helder Bomfim.

foto
Foto Café com Leite Notícias

 

Todos da mesa falaram, sempre exaltando a importância da cultura em cada região, e que esse Fórum que aconteceu em Lafaiete, só vai fortalecer a cultura na região, onde foi passado para cada presente a importância de preservar a cultura de cada município. Edmar Vieira lembrou muito bem de como a Cultura no Brasil está aquém de onde deveria, ao lembrar que em nível de mundo, a Cultura é o segmento que está em terceiro lugar em nível de geração de renda, perdendo apenas para alimentação, que ocupa o primeiro lugar, seguido de armamento que é o segundo. Basta raciocinar e logo se descobre que sem a cultura não há, por exemplo, turismo. Fábio Mendes encorajou os integrantes do Fórum e todos presentes, dizendo que é preciso mostrar a viabilidade de valorizar a cultura do seu município, do seu estado e do seu país. Outros integrantes da mesa falaram sempre exaltando a importância da Cultura, onde as palavras de palestrantes que pareciam embriagados com o clima levantaram aplausos. O prefeito João Freitas, que fez a abertura, dando as boas vindas a toda equipe, falou da importância de se realizar um Fórum de cultura, num momento em que o país passa por uma grande crise, inclusive no setor da Cultura. Freitas, que é conhecido popularmente por “Jão Véi”, demonstrou nesse apoio, que é um prefeito antenado e que quer ver o seu município, o seu estado e o seu país mais ricos com o resgate da cultura e, posteriormente, certamente chegará os bons resultados em vários sentidos, inclusive na diminuição da violência e os gastos com a mesma, inclusive o aumento do Turismo que é uma conseqüência. Helder Bomfim, que faz parte da equipe do Fórum e foi mediador do evento, falou sobre o avanço que teve a Cultura na Bahia depois da chegada do Governador Jaques Wagner, posteriormente Rui Costa dando segmento e até ampliando. Helder elogiou o prefeito João Freitas e disse que a Bahia precisa de prefeitos com visões assim. Bomfim informou ainda que o Fórum já percorreu e continua percorrendo várias regiões da Bahia, como Chapada Diamantina, Sertão, Canudos e agora o Vale Jiquiriçá com sede em Lafaiete.

img-20171031-wa0034-1

Jonas, filho da terra e considerado o mestre em resgatar e realizar grandes eventos culturais na cidade, define a cultura como tudo. “Se morrer a cultura morre também a identidade, morre a história, porque até na agricultura está a cultura inclusive na palavra. Para ele, o grande barato é essa diversidade cultural que existe de município para município, as diferenças de costumes em cada município. Tudo isso faz lembrar que o que faz as crianças gostarem de jogar bolinha de gude e soltar pipas é a cultura, é não deixar morrer as tradições das  crianças de mais de cem anos atrás, que também soltaram pipas e brincaram de gudes.

img-20171031-wa0032-1

Marília Mendonça, que é Coordenadora de Cultura do município de Lafaiete, disse que um evento deste não tem dimensão o seu grau de benefício, pois trata-se de um setor que carrega a história de cada região. Disse que valeu a luta para que Lafaiete fosse sede de um evento tão importante. Parabenizou o prefeito João Freitas por entender e valorizar a cultura do seu município e disse que esse será o primeiro de muitos encontros que virão. Finalizou dizendo que nem só o território do Vale Jiquiriçá, mas todos os territórios da Bahia estão de parabéns com o trabalho que vem sendo desenvolvido. Na área de comunicação do fórum, estava a competentíssima Janaína, que é Coordenadora de Comunicação e registrou tudo no seu computador durante o evento.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e barba

O músico Jorge Café com seus amigos que vieram prestigiar o evento

 

Rosa Maria, que é Coordenadora de Articulação do Fórum, disse que ficou encantada com a receptividade dos moradores da cidade, pois foi ao som do Terno de Reis que a galera do Fórum foi recebida. Disse que fomentar a cultura é, na verdade, estruturar o município para o crescimento em todas as áreas positivas.

Lurdinha Bezerra
Lurdinha Bezerra fez e faz parte da história política de Ipiaú

 

A Equipe do Café Com Leite Notícias teve que viajar na parte da tarde, mas a informação vinda de Janaína, é que foi difícil encerrar o evento, pois o entrosamento no assunto fluiu de forma muito positiva e forte que ninguém queria parar. Isso é uma demonstração de que um setor que não é valorizado como deveria pelos governantes, está à flor da pele da galera. Isso significa também, que, como disse a Coordenadora de Cultura do município, Marília Sampaio, outros encontros virão, pois valorizar a cultura é querer o desenvolvimento do município.

No final da nossa cobertura do evento, chega Lurdinha Bezerra, figura que carrega uma grande bagagem de décadas na cidade de Ipiaú. Na verdade, Lurdinha é uma espécie de “pasta” que carrega nas suas dependências uma diversidade itens culturais. Pois ela já fez de tudo. Lurdinha escreve poesia, Lurdinha é filósofa, Lurdinha é escritora e faz parte de forma marcante da história da cultural de Ipiaú. Quando questionada sobre o que ela presenciou em Lafaiete, Lurdinha foi taxativa. “Aqui as coisas estão começando no meio; enxerguei aqui uma pequena capital da cultura. Fiquei muito feliz e posso dizer que a cada dia a gente aprende mais. Estão todos de parabéns aqui na cidade e esse Fórum que aconteceu só veio fortalecer”, Enfatizou.

O Café com Leite Notícias parabeniza a todos, pela riqueza do evento e vai torcer para continuar publicando assuntos dessa natureza, pois o Brasil é carente deste tipo de evento. Ao prefeito João Freitas, vão também os parabéns pela aceitação de fazer do seu município, com seu apoio, sede de um evento desta magnitude, que fica difícil de avaliar a dimensão que sementes assim espalhadas pelos territórios irão produzir de frutos.

 

Em entrevista, Lula defende democratização da comunicação


Durante viagem pelo Estado de Minas Gerais o Ex-presidente disse que regulamentação da mídia deve ser tema fundamental para uma sociedade democrática

Lula pretende viajar, de ônibus o Brasil Inteiro
Lula pretende viajar, de ônibus, o Brasil Inteiro

 

Nos últimos anos tem ficado cada vez mais evidente a importância da regulamentação dos meios de comunicação para a democracia de um país. Esse foi um dos assuntos abordados pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, em entrevista coletiva a meios alternativos e populares no caminho de Cordisburgo à Belo Horizonte, em 30 de outubro, durante sua caravana por Minas Gerais. “Quero garantir e fortalecer o direito de resposta, porque não é possível que as pessoas mintam descaradamente e contem inverdades que destroem a vida das pessoas”, afirmou.

Também ressaltou o papel da internet na sociedade e abordou assuntos como a relação entre pobreza e economia e o desmonte das conquistas sociais realizado pelo atual governo. Após anúncios continua a matéria.

           Agora viaje sobre os anúncios e encontre o que você procura 

Regulamentação da mídia
“Em 2009, fiz uma grande conferência de comunicação. Nós obtivemos um resultado muito satisfatório e preparamos uma proposta de regulação. Entendíamos que não era correto apresentar uma proposta dessa ao Congresso no final de um governo, então deixamos para a companheira Dilma apresentar no começo do primeiro mandato dela. Não sei quais foram as razões, mas ela não apresentou. Certamente, porque alguém chegou no ouvido dela e disse ‘não, Dilma, o problema não é regular, mas conversar, falta diálogo’. Ela acreditou e continua apanhando. Hoje, eu acho que ela tem o mesmo arrependimento que eu tenho de não ter feito uma discussão para regular”.

Democratização da comunicação
“O que eu quero é democratizar. Quero garantir e fortalecer o direito de resposta, porque não é possível que as pessoas mintam descaradamente e contem inverdades que destroem a vida das pessoas. Certa vez disseram que um ministro de Minas e Energia do meu governo tinha pegado um envelope com 100 mil dólares. Eu o tirei do governo por conta da denúncia, e até hoje nunca foi chamado para depor”.

Financiamento midiático
“Nós demos um passo importante, sobretudo com a chegada do companheiro Franklin Martins na Secom (Secretaria de Comunicação), em criar a mídia técnica. Mas agora é preciso dar um pulo. O Estado precisa, também no meio da comunicação, garantir que recursos cheguem àqueles que não estão no Ibope. A internet precisa ter uma atenção maior do Estado brasileiro em se tratando de meio de comunicação. Não dá para menosprezar a internet porque eles (a grande imprensa) começam a criar os grandes meios de comunicação na internet. E, daqui a pouco, passam a ter dinheiro na televisão, no rádio e também na internet”.

Cobertura da mídia tradicional
“Já aprendi a me conformar com o comportamento da imprensa. Sinceramente, faço minhas caravanas sem me preocupar com a chamada ‘grande imprensa brasileira’. Não me incomodo e não estou preocupado com o que ela fala. Para mim, ela não existe. Eu não lembro de um período que a imprensa teve condescendência comigo”.

 

Crítica à televisão brasileira
“A televisão brasileira não traz nenhum minuto da atividade cultural de outros estados. Só São Paulo e Rio são mostrados no país inteiro. Então os meninos e meninas de Roraima, do Amapá e de Manaus têm que conviver, seja sábado ou domingo, com Luciano Huck e com Faustão. Não tem nada deles na televisão. Ou seja, a diversidade brasileira não aparece nos meios de comunicação do Brasil – e isso é gravíssimo”.

Desmonte das conquistas sociais
“Nós temos uma coisa grave no mundo porque o que está acontecendo no Brasil, pelo ponto de vista do desmonte de direitos dos trabalhadores, é algo mundial, sobretudo depois da crise de 2008. A gente constata que o sistema financeiro quebrado volta agora fortalecido. A informação é que gastaram mais de 14 trilhões de dólares para salvar essa crise e o problema ainda não está resolvido. E não tem banqueiro preso por conta da crise de 2008. E o sistema financeiro voltou mais forte e ganancioso. Então, no mundo todo, as conquistas sociais do pós-guerra começam a aparecer no discurso da direita como se fossem um prejuízo para o desenvolvimento de cada país. Quando, na minha opinião, a gente mede o desenvolvimento do país não é pela concentração de riqueza, é pela distribuição dela”.

Pobreza e economia
“O pobre não é o problema. Quando você coloca ele dentro da economia, este país dá um salto de qualidade – e é isso que eu acredito. Quando era presidente, costumava dizer para os meus meninos da economia cada vez que faziam apologia à macroeconomia: ela só dá certo porque há microeconomia funcionando lá embaixo, que faz o pobre trabalhar, comprar e consumir mais. Aí é um conjunto de políticas públicas. A pessoa não tem noção do significado do aumento do salário mínimo e do que vale uma aposentadoria numa cidade pequena no interior”.Após anúncios continua a matéria.

                         Agora viaje sobre os anúncios e encontre o que você procura

Titularização de terras
“Nós agora temos que dizer em alto e bom som: se voltarmos ao governo, vamos fazer de forma muito agressiva uma política de titularização das terras, sobretudo nas grandes periferias do país. O cidadão que mora num barraquinho, quando recebe o título de sua propriedade, a primeira coisa que faz é comprar tijolo para fazer a casa dele. Isso é riqueza. É um patrimônio dele que está aumentando”.

Reforma trabalhista
“Nós vamos ter que fazer muito. Não é voltar a provar o que a gente perdeu agora, mas temos que aproveitar esse desmonte da legislação trabalhista para apresentar o que o movimento sindical quer. Não é ficar fazendo campanha contra, porque já perdeu. Então a CUT (Central Única dos Trabalhadores), que é a central mais importante que existe no Brasil, tem que apresentar uma proposta à sociedade brasileira”.

Combate às drogas
“A verdade é que a polícia, a repressão e a prisão não são soluções para enfrentar o problema das drogas. Eu quero chamar para uma conversa todas as instituições que têm políticas de bons resultados no enfrentamento da dependência química. Quero fazer um congresso com essa gente para definir como envolver a sociedade civil na construção de uma política pública capaz de dar ao dependente a garantia de que ele vai ser bem cuidado, e que pode deixar de ser um dependente químico”.

           

Referendo revogatório
“Estou falando de referendo revogatório porque se nós não tivermos autorização da sociedade, fica muito difícil mudar. É preciso ter um referendo que dê forças para mandar uma proposta para Congresso Nacional para mudar as coisas, inclusive, revogar decisões de privatização de empresas”.

Eleições da Venezuela
“Toda vez que alguém se manifestava contra a Venezuela, eu dizia que o problema de lá era excesso de democracia. E ainda hoje eu fico irritado quando vejo o presidente dos EUA dar palpite sobre a Venezuela. Ele que cuide dos EUA e deixe a Venezuela cuidar da Venezuela. Por isso que fiquei feliz com essa vitória do Maduro, porque eu acho que foi uma coisa importante. O governo Brasileiro atual não tem moral para falar sobre a Venezuela”.

Caravanas pelo Brasil
“Quando disputei as eleições em 1989, descobri que nenhum candidato para presidente conhece o Brasil. O cara conhece por literatura, por notícia de jornal ou numa campanha. A gente termina não tendo noção dos problemas, da cultura, das desigualdades e de como vivem as pessoas em cada região. Então, a partir de 1992, eu resolvi tomar a atitude de viajar o Brasil para conhecer um pouco de suas entranhas, sua alma, a mega diversidade cultural que nós temos”.

Retrocesso social
“Eu queria ver se os programas sociais estão parando, e tive a decepção de que muita coisa está paralisando e diminuindo. Então, o país volta a consagrar o empobrecimento. As pessoas tinham subido um degrauzinho, e quem está no poder acha que têm que descer um degrau. Toda vez que o Estado faz cortes, recaem em cima do povo pobre, porque recai em cima de quem precisa do Estado. Isso é o que eu mais fiquei preocupado nessa viagem”. Matéria na íntegra de Jornalistas Livres.

Fotos: Mídia Ninja

*Editado por Caru Schwingel.
A cobertura da caravana “Lula pelo Brasil” é realizada por meio da parceria entre Jornalistas Livres, Brasil de Fato e Mídia Ninja. 

Prefeito de Planaltino mobiliza sociedade para tomar consciência sobre cuidados com a barragem que abastece a cidade


 

 

Centenas de pessoas de todas as idades seguiram em caminha o percurso até a barragem.
Centenas de pessoas de todas as idades seguiram em caminhada o percurso até a barragem

 

A sexta feira 27 de outubro foi de grande movimentação da população de Planaltino em caminhada do centro da cidade até o manancial que abastece a cidade. Esse movimento foi idealizado pelo prefeito da cidade, Zeca Braga, para que as pessoas se conscientizem sobre os cuidados que é preciso ter para que a represa possa armazenar um volume maior de água, pois a mesma está bastante mal tratada pelos moradores que, por falta de conhecimento, outros por desleixo mesmo, tem feito do manancial um depósito de entulhos.

A Nova esperança não pode perder as esperanças
A Nova Esperança não pode perder as esperanças

 

Com a represa praticamente seca se pôde perceber o quanto foi jogado de entulho que vai de um simples papel de uma bala doce jogado na rua, a outros grandes entulhos, como caixa de papelão e outros, que inclui até peças de carro.  Em conversa com o prefeito Zeca Braga, que também estava presente ao movimento, ele disse que a iniciativa de convocar estudantes, professores e demais segmentos da sociedade, foi para que todos vissem de perto a situação da barragem denominada de Nova Esperança, para que cada um sinta um pouco da responsabilidade de a barragem se encontrar naquela situação. “Essa barragem recebeu uma limpeza superficial em 2012 e está necessitando de uma limpeza mais aprofundada. Mas o que quero falar aqui, é que a responsabilidade sobre a Barragem Nova Esperança não é do Governo do Estado, não é da Embasa e não é da prefeitura municipal, mas sim de todos nós moradores de Planaltino. É preciso que cada um tome posse dos seus deveres, que é cuidar bem do nosso manancial, pois água é vida”, enfatizou Braga.

Prefeito Zeca Braga falou ao povo sobre a importância de cada um contribuir com o cuidado com o manancial
O prefeito Zeca Braga falou ao povo sobre a importância de cada um contribuir, cuidando  do manancial

 

Questionado como o povo pode participar e contribuir com a preservação da barragem, o prefeito explicou que cada um tome o máximo de cuidado em conduzir qualquer tipo de lixo para os seus lugares adequados. “Um simples papel de uma bala ou qualquer outro doce que uma criança joga na rua, a chuva vem em seguida e leva para um bueiro ou canal e o destino desse lixo é a barragem. Mas é preciso que não use a barragem como depósito de grandes lixos. Eu andei pesquisando com fotos aéreas e descobri quais são as casas que mais sujam o nosso manancial, assim como descobri que há moradores que têm consciência e vêm evitando jogar lixo em locais errados. Para esses, aqui vão os nossos parabéns, mas para os que sujam a nossa barragem, eu pediria para que entenda o mal que está causando, não à prefeitura, mas a si mesma. Na verdade, o que precisa é cada um fazer a sua parte para que tenhamos água de melhor qualidade e que quando Deus mandar as chuvas e novamente encher a Nova Esperança, a água possa ficar armazenada por mais tempo, para que possa atravessar o período de estiagem”, sugeriu Zeca.

img-20171030-wa0008

Sobre a limpeza do Manancial o prefeito informou que já está providenciando as parcerias, para muito em breve dar início a mais uma limpeza da “mãe” Nova Esperança, que, diga-se de passagem, foi uma das grandes obras da gestão do saudoso Lauro Ribeiro de Novaes, há mais de 45 anos. As máquinas já estão sendo providenciadas,  a Embasa vai entrar com a sua contribuição, mas é preciso que a classe empresarial também faça parte desse mutirão, pois a água é para todos. Vale lembrar, e o  prefeito Zeca Braga sabe bem disto, que nesse projeto de limpeza da Nova Esperança, o tempo é um fator preocupante, pois já está começando o mês de Novembro e logo vem o período das chuvas fortes, as chamadas chuvas das águas, que seria bom essas águas fortes chegarem  e encontrar o manancial limpinho. O prefeito informou ainda, que além da retirada de entulhos, também serão plantadas uma grande quantidade de árvores às margens da represa.

Vale do Jequitinhonha em euforia e emoção para receber Lula


Caravana do Lula por Minas Gerais. Foto: Ricardo Stuckert

 

Gritos, celulares capturando cada movimento e muitas pessoas disputando um espaço na porta do ônibus. A situação, que se assemelha muito à de um grande astro da música chegando para um show, era a do ex-presidente Lula passando por diversas cidades da região do Vale do Jequitinhonha nesta quarta-feira, dia 25 de outubro, no terceiro dia de sua caravana pelo estado de Minas Gerais. A região foi uma das que recebeu mais benefícios durante o seu governo.

Caravana do Lula por Minas Gerais. Foto: Ricardo Stuckert

Paradas não previstas

Durante o percurso, que previa passagens pelas cidades de Itaobim, Itinga e Araçuaí, o ex-presidente acabou fazendo algumas pausas no meio do caminho, pois diversas pessoas o aguardavam ansiosamente. Uma desses lugares foi Catuji, cidade com o 4º pior IDH de Minas Gerais.

Maria das Neves Pereira, de 62 anos, era uma das pessoas que aguardavam o petista e relatou como o Bolsa Família melhorou as condições dela e de sua família, composta por quatro filhos e dois netos. “O Lula foi o melhor presidente que já tivemos. Eu tenho um problema de saúde e não posso trabalhar. Com a ajuda do Bolsa Família, agora eu posso fazer compra, pagar uma conta de água e comprar alguns remédios que não consigo de graça”.

Foto: Patrícia Adriely | Jornalistas Livres

Outra parada improvisada foi em Padre Paraíso. Tanto que Manoel Nunes Pinheiro, de 44 anos, nem sabia que Lula iria passar por lá, mas assim que foi informado pelo filho sobre a mobilização das pessoas para a passagem do ex-presidente, fez questão de sair de Itaraí e viajar por cerca de 50km para vê-lo. “Toda vida eu fui do lado de Lula, não existe outra pessoa que para substituí-lo. Com o governo dele, eu consegui comprar duas motos e uma bicicleta. Antes dele, pobre não conseguia comprar uma bicicleta, só com muito trabalho”. 

        José Ramos Vieira, de 72 anos, revelou que essa não foi a primeira vez que ele viu o Lula. “Conheço ele desde 1976, época da primeira greve em São Paulo. Eu também trabalhava por lá. O Lula foi o melhor presidente da república. O que ele fez, melhorou para mim e minha família, não temos nada a reclamar. Consegui comprar casa, carro e me aposentar. Com ele, foi tudo mais fácil. Pela próxima geração, eu apoio ele”.

 

O último local não planejado que Lula passou foi Ponto dos Volantes. Lá, a jovem Karina de Oliveira Alves, de 28 anos, não disfarçava a excitação por ver o ex-presidente. “Ele permitiu a mudança e nos tirou da miséria. Com seu governo, pudemos ter televisão, carro, moto e viajar de avião”, afirmou.

Grande público

Entre a multidão admiradora que o esperava na cidade de Itaobim, estavam os jovens Rafael Batista, de 22 anos, João Vitor Alves, de 18 anos, Leron Tanan, 20 anos, e Vinícius Araújo, de 17 anos. Eles afirmaram que não foram diretamente beneficiados por programas implantados durante o governo Lula, mas que reconhecem a importância das ações realizadas. “O comércio da cidade gerava dinheiro e atualmente parou. Ainda estamos em cima do muro, então viemos aqui ouvir o que ele tem a dizer”, ressaltou Vinícius.

Em Itinga, Lula foi acolhido por um aglomerado eufórico de moradores, com direito, inclusive a um “camarote”. Quem proporcionou isso foi a moradora Thaísa Cordeiro, que abriu as portas e varandas da sua casa para que diversos amigos pudessem ter um bom ângulo para ver e ouvir o ex-presidente. “As outras vezes também foram assim na minha casa. Faço isso porque somos simpatizantes de Lula e reconhecemos a facilidade que ele trouxe para nós moradores”.

Itinga foi um dos primeiros municípios a receber a visita de Lula após a posse dele como presidente da República em 2003. O lugar ganhou destaque após a construção de uma ponte sobre o Rio Jequitinhonha, que facilitou a locomoção dos habitantes do local e a atuação do comércio. Apesar disso, alguns moradores gritaram “Fora Copanor”, demonstrando insatisfação a um problema recorrente na cidade: a falta de água. De acordo com os moradores Aelson Batista Aguilar e Glória de Fátima Gonçalves, todos os meses de outubro e novembro falta água. “Estamos sem água já tem uma semana”, afirmou Glória.

Por fim, Lula realizou um grande ato em Araçuaí, cidade que também recebeu grandes investimentos durante o seu governo. No local, 17 mil pessoas foram beneficiadas pelo Bolsa Família e foi realizado a instalação de 1.159 cisternas de água para consumo e 308 para produção. Para a camareira Cleusa de Sousa Câmara, Lula foi o melhor presidente pois ajudou os pobres. “Antigamente, a gente não tinha condições de comprar uma lata de óleo, agora conseguimos ter as coisas”.

No ato, a estudante Natália Nunes, de 18 anos, segurava uma bandeira do Movimento dos Atingidos pela Barragem. Moradora de Guaranilândia, município a 169km de Araçuaí, ela afirmou que apoia o Lula por querer um país melhor. “Com o passar de dois anos do rompimento da barragem, nada melhorou. Acredito que o Lula pode resolver isso e muito mais”. Nesta quinta-feira (26 de outubro), o presidente continua a caravana com uma visita ao Campus de Araçuaí do IFNMG e à cidade de Salinas.

Para quem diz que a fortaleza de Lula é só no nordeste, aí está um percurso pelo Estado de Minas Gerais, onde as caravanas são grandes, pois em todo lugar do Brasil existem pessoas em milhões que querem a volta de alguém que tratou esse país com amor. Quando se fala amor, é amor pelo país e pelo seu povo, que na verdade, é dono dessa maravilhosa pátria e não os gringos que ao longo de muitos anos levou pedaços deste país. Por um bom período esteve em processo de resgate, mas que nos últimos dois anos, a pobreza voltou a fazer parte de quem até sonhou em ser um povo desenvolvido, com direito à escola, moradia e outras coisas e que por isso quer voltar a sonhar com um futuro melhor, onde enxerga essa possibilidade com a volta de Lula, que deixou o governo no segundo mandato, com 87% de aprovação do seu governo. Na verdade, isso e mais essa popularidade de Lula por onde anda, ainda que massacrado pela Globo e certos políticos, ele só cresce, tem tirado o sono e o sossego de muita gente. Fonte Jornalistas Livres. Ultimo parágrafo Café com Leite Notícias.


Diz PF: Henrique Alves continuou comandando esquema mesmo depois de preso


 Preso desde julho o ex-ministro Henrique Alves continuou comandando um esquema de corrupção que desviava recursos públicos de prefeituras do interior do Rio Grande do Norte, mesmo depois de ter sido preso pela Polícia Federal na operação Manus.
Nesta quinta (26), a PF deflagrou um desdobramento da Manus, a operação Lavat, que prendeu temporariamente três pessoas ligadas a Alves, incluindo assessores. Além disso, levou para depor coercitivamente outras duas pessoas.
Segundo reportagem de O Globo, Henrique Alves também tentou esconder patrimônio realizando transferências para terceiros, principalmente familiares.
“Mesmo preso, ele articulava e determinava ordens para transferência de patrimônio e novas ordens para desvios”, explicou o delegado da PF, Osvaldo Scalezi.
Nas prefeituras, o esquema consistia em desvios a partir de fraudes em licitações. Quem colaborou com os investigadores detalhando os casos foi o empresário Fred Queiroz, que também foi preso junto com Alves.
“A partir da Manus identificamos outras pessoas, operadora que participaram da captação de recursos durante pleito eleitoral em participação fundada em diversas provas do inquérito, principalmente de documentos apreendido. Percebemos que a organização continuava atuando fortemente em municipais do estado e principalmente em Nísia Floresta, vamos analisar documentos. Recursos federais inclusive”, afirmou o delegado. Fonte GGN.

Moro dá razão à defesa de Lula sobre perícia nos recibos


O juiz Sergio Moro resolveu dar razão à defesa de Lula sobre perícia nos recibos de aluguel de um apartamento que é de propriedade do engenheiro e réu na Lava Jato Glaucos da Costamarques. Moro concordou que é impossível à defesa apresentar quesitos e indicar assistente técnico enquanto o Ministério Público Federal em Curitiba não esclarecer se quer alguma perícia e qual o tipo de perícia.

 

A manifestação ocorreu na terça (25), após os advogados de Lula apresentaram embargos de declaração contra a decisão de Moro que determinou a indicação de assistente técnico para a perícia. A defesa do petista alegou que “não tem condições de apresentar os quesitos ou indicar
assistente técnico antes da definição pelo Juízo do objeto específico da perícia.”

             

“Tendo em vista a razoabilidade da reclamação, revogo o prazo concedido para a Defesa no evento 17 e que será então reaberto posteriormente à manifestação do MPF e nova
decisão do Juízo”, disse Moro.
A defesa de Lula também havia questionado nos embargos uma manifestação de Moro nos autos, na qual o juiz diz que Glaucos pode ter forjado uma parte ou todos os recibos apresentados pelos advogados do ex-presidente. Foi solicitado ao magistrado, no recurco, que a referência a “todos” os recibos fosse suprimida, já que a própria defesa de Glaucos nunca escreveu isso – ele alega que assinou todos os recibos de 2015, apenas, em um único dia.
“Quanto à referência de passagem a Glaucos Costamarques, consta na decisão ‘todos ou em parte’, não havendo o que retificar”, decidiu Moro.
Nos embargos, a defesa também solicitou que Moro “defina se irá ou não processar o incidente. E se o fizer, que observe o rito legal estabelecido no Código de Processo Penal. A Defesa apontou, ainda, a necessidade de o juiz definir se será feita perícia, qual será a modalidade e os documentos que farão parte, antes que haja necessidade de formulação de quesitos e indicação de assistente técnico.”
A peça ainda registrou que “além dos esclarecimentos já apresentados pela defesa técnica (evento 6), dos ofícios encaminhados pelo hospital Sírio-Libanês a estes autos (eventos 1163 – ação penal – doc. 1), na data de ontem, foi juntado a estes autos um e-mail do Sr. Glaucos da Costamarques de 7/04/2014, no qual ele relaciona os “aluguéis recebidos em 2013” (evento 1.224 – ação penal – doc. 02). Ainda na data de ontem foram apresentadas as vias originais do (i) contrato de locação, (ii) dos recibos e, ainda, (iii) de carta encaminhada pelo Sr. Glaucos a D. Marisa, a inquilina, sem qualquer ressalva ou indicação de pendência de pagamento”.

Por Henrique Fontana: Impunidade de Temer e Aécio é a cara do Brasil pós-golpe


 

No estado de exceção do Brasil pós-golpe de 2016, naturaliza-se a injustiça e normaliza-se a incoerência das decisões judiciais e políticas. Os casos recentes de Temer e Aécio são a síntese e a vergonha suprema para um país que acompanha a cada dia a dissolução dos princípios do Estado democrático de direito.

No entendimento dos supremos juízes, um senador gravado cometendo crime pode ser preso, outro, em situação análoga, apenas suspenso com recolhimento noturno. Remetido ao Senado Federal a decisão, o primeiro perde o mandato, o segundo, tem a denúncia arquivada. Os dois claramente cometeram crime, diga-se, mas os destinos foram diferentes.

Alguma novidade? Para os promotores do golpe não Afinal, um presidente da República flagrado e gravado cometendo e incentivando crimes permanece no poder com apoio de seus aliados na Câmara, e uma presidenta legítima e sem crime perdeu o mandato de 54 milhões de votos após um impeachment fraudulento, cometido pelos mesmos deputados que agora, por duas vezes, impediram que Temer fosse afastado e investigado.

E o que essa direita conservadora apresenta de futuro para o país? Manter por mais de um ano um presidente acusado de corrupto a serviço do mercado financeiro e da elite econômica, que vende o patrimônio nacional, patrocina a retirada de diretos trabalhistas eprevidenciários, reduz drasticamente os programas sociais (corte de 1,2 milhão de famílias do Bolsa Família e 71% do orçamento do Minha Casa Minha Vida) e congela orçamento da educação, saúde, assistência, ciência por vinte anos. Para o futuro, apresenta dois candidatos à presidência, um que propõe distribuir ração aos pobres, e outro, armas para todos. A indignidade desumana desta elite se alia a violência protofascista. Patos e panelas calam, um silêncio ensurdecedor.

 

 

 

 

 

No novo sistema judiciário brasileiro, a lei não é para todos, e o que vale para um pode não valer para outro. Os órgãos investigadores selecionam e determinam o curso e a velocidade da investigação, conforme a origem ideológica ou partidária do investigado. O juiz também investiga, se manifesta publicamente, vaza conteúdo das investigações, prende de acordo com suas simpatias políticas, e ao fim, julga. O presidente do Tribunal Federal, responsável pela análise de recursos das investigações, anuncia posicionamentos de mérito antes do órgão colegiado. A estrutura que gera a corrupção segue praticamente intocável, protegida pela evidente seletividade política de uma operação na qual se depositava uma sincera esperança de mudança no sistema de injustiças históricas do país.

Pessimismo? Ficção? Lamentavelmente não, apenas alguns poucos exemplos do caos político-institucional pelo qual passa o país. O restabelecimento do mandato de senador Aécio Neves e a manutenção de Temer na presidência são a cara do Brasil pós-golpe.

Nesta trama, o país segue sangrando com um presidente ilegítimo, um Congresso sob suspeita, um STF desacreditado, uma justiça seletiva e uma sociedade que acompanha atônita o crescimento assustador da intolerância política, do fundamentalismo religioso, da violência fascista contra a cultura, do preconceito, do racismo, do machismo.

A quebra do pacto democrático, com a encenação de um processo de impeachment, jogou o país na mais profunda crise institucional, desorganizou os sistemas de proteção social, gerou insegurança jurídica e medidas de exceção, comprometeu a reforma política, paralisou os investimentos e estagnou a economia brasileira. Este, infelizmente, é o Brasil real que queremos mudar.

Henrique Fontana é Deputado Federal PT Rio Grande do Sul.

 

 

Presidente da Câmara de Itiruçu disse que prefere ser direto e sincero


 

Ezequiel está sempre se reunindo em busca de melhoras para Itiruçu.
Ezequiel está sempre se reunindo em busca de melhorias para Itiruçu.

 

Num bate papo com o presidente da câmara da cidade de Itiruçu, Ezequiel Borges, ele disse que a sua forma de atuar na política foge um pouco dos padrões, pois ele prefere ser direto, quando procurado por alguma pessoa para ser ajudada. “Se eu puder eu vou dizer que sim, mas se eu não tiver condições de atender a pessoa que me procurar naquele momento, naturalmente não vou enrolar, mas sim vou direto ao não, pois assim eu vejo ser mais respeitoso com aquela pessoa, que ficar enrolando se no final vai ser não do mesmo jeito”, comentou Ezequiel, lembrando que como presidente ele vem procurando entender e respeitar todos os seus colegas vereadores, pois ele sempre respeitou pontos de vista diferentes e não seria agora como presidente da câmara que ele ia ser diferente. “Eu posso dizer que a câmara de Itiruçu está com uma equipe muito boa, tanto os colegas vereadores  quanto o quadro de funcionários. Eu como vereador pela primeira vez e presidente da casa, confesso que tudo é muito novo para mim, onde eu estou sempre sendo auxiliado pelos meus colegas veteranos de outros mandatos, para que todos juntos possamos fazer a coisa certa. Vou aproveitar aqui para, em tempo, agradecer aos que acreditaram na minha pessoa quando me candidatei a vereador, onde obtive uma quantidade de votos que foi uma surpresa muito grande para mim, que considero que foi uma quebra de tabu, pois foi uma votação por confiança, como eu disse, e o que desejo para essa terra, é muito amor e paz para todos, na certeza que estamos aqui para procurar somar para essa terra tão querida. Vale lembrar que o presidente do poder legislativo itirusuense, desde adolescente já estava ligado nos assuntos políticos e sempre de olho na área social, querendo vê um povo com melhor qualidade de vida, principalmente os mais carentes. Disse que com essa postura direta, que diz sim quando for sim, mas se não tiver jeito diz não, como já foi dito no começo do texto, pode ter lhe prejudicado, pois muita gente não entende essa sua forma de respeito ao povo, mas que ainda assim ele vai continuar na linha da verdade. Sobre o executivo municipal, que tem como gestora a Drª Lorena, o chefe do legislativo disse que trata-se de uma gestora que trabalha com o coração, uma gestora que quer ver o melhor para o seu município e que, apesar do pouco tempo e as dificuldades que ela enfrenta devido ao pouco recurso, muito já foi realizado na cidade nesse primeiro ano de mandato.

Em Jequié o presidente itiruçuense foi aplaudido 

Foto, blog Marcos Frahm

 

O jovem presidente tem demonstrado ser uma pessoa antenada nos assuntos que possam trazer melhorias para o seu município. No dia 25 último, Ezequiel, que é do partido (PRB), estava presente aos eventos que festejavam o aniversário de Jequié. Na ocasião o presidente itiruçuense, que possui forte relação de amizade com a primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Fernanda Peixoto, que levou para a Cidade Sol a Feira Cidadã, promovida pelas Voluntárias, ao fazer uso da palavra (foto)  enalteceu o desempenho da presidente à frente da entidade, com elogios ao evento social, que proporcionou à população serviços de saúde, emissão de documentos e aproveitou o clima favorável com aplausos para solicitar apoio ao seu município. ”Antes a gente desconhecia as primeiras-damas do estado e hoje a gente conhece. A primeira-dama Aline  é uma referência e tem tratado Jequié com muito carinho e muito amor. Eu sou de Itiruçu, mas posso dizer que estou feliz porque mais de 30 pessoas do meu município foram atendidas aqui hoje e eu vou lutar para que a nossa primeira-dama Aline nos contemple com esse presente, a realização dessa feira em minha cidade para todo nosso povo”, enfatizou Ezequiel com muitos aplausos. Fonte no último parágrafo, Marcos Frahm.

 

 

O ator pornô Alexandre Frota foi derrotado em segunda instância


A ex-ministra de Políticas para Mulheres do Governo Federal, Eleonora Menicucci, venceu uma batalha importante para todas nós, mulheres, e para a democracia.

Menicucci, que havia sido condenada em primeira instância a pagar R$ 10 mil reais em ação aberta por Alexandre Frota, reverteu a sentença e saiu vitoriosa hoje (24) na segunda instância por dois votos a um.

O ator pornô Alexandre Frota, que como dizem no Sul, planta moral de cuecas, processou a ministra após ela criticá-lo por fazer apologia ao crime de estupro quando ele declarou rindo em rede nacional ter agredido uma mãe de Santo e ter feito sexo com a mulher desmaiada.

Ex ministra foi abraçada por centenas de mulheres

 

Antes da audiência desta manhã, pessoas que estavam em frete ao Fórum João Mendes, no Centro de São Paulo, para prestar solidariedade a Menicucci foram agredidas por seguranças de Frota que atacaram os manifestantes com gás de pimenta. Além disso, meia dúzia de gatos pingados seguidores de Frota tentavam tumultuar a manifestação xingando as apoiadoras da ministra de “abortistas”e “suvaco cabeludo”. Pelo jeito essa gente não contente em fiscalizar cu alheio agora quer ser juiz de pentelho.

AO DEIXAR O PRÉDIO ANUNCIANDO A VITÓRIA, A EX-MINISTRA FOI CERCADA POR MULHERES EM UMA CIRANDA GIGANTE. “EU AQUI NÃO DEFENDO MAIS A MIM, DEFENDO TODAS AS MULHERES BRASILEIRAS PORQUE O ESTUPRO É UM CRIME HEDIONDO”.

Em vídeo divulgado antes da sessão judicial, Alexandre dizia  ter certeza da vitória, mas ao sair derrotado declarou em sua rede social no Facebook que já esperava o resultado e que foi “julgado por um ativista do movimento gay” que julgou com a bunda. Em um programa de rádio agora à tarde, ele disse ainda que não foi derrotado, apenas deixou de ganhar. Pode ladrar à vontade Frota. Pelo menos hoje você perdeu e vai ter de dormir com essa derrota. Fonte Jornalistas Livres.

 

Governador inaugura obra na área da Saúde em Jequié


Resultado de imagem para foto da UPA inaugurada em jequie

 

O governador Rui Costa inaugurou nessa segunda-feira, 24, em Jequié, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h. O equipamento disponibilizará atendimento ambulatorial com equipe multidisciplinar e fará conexão com outras unidades de saúde. A UPA conta com dois clínicos para atendimento 24 horas, realização de exames de radio x, eletrocardiograma e exames laboratoriais. Vale lembrar que uma unidade desta natureza é muito importante, mas o que precisa acontecer mesmo é a permanência deste serviço. Jequié é uma cidade que já esteve em melhor situação em muitas áreas, inclusive a Saúde.

Governador Rui Costa e prefeito Sergio Gameleira no na hora da inauguração
Governador Rui Costa e prefeito Sergio Gameleira no na hora da inauguração da UPA

 

Duplicação da ponte do Mandacaru e da Avenida Tote Lomanto também foram prometidos pelo governador, que disse que os projetos já estão sendo finalizados e logo as obras deverão ser iniciadas. Esse logo não ficou com data definida, mas como se trata de ano político em 2018, certamente haverá uma atenção maior à estas promessas. Não pode acontecer como a passarela do Mandacaru para o Agarradinho, no bairro do Jequiézinho, que foi prometida pelo então governador Cesar Borges, mas, infelizmente, não saiu da promessa e até hoje o morador dos dois bairros têm que caminhar cerca de seis km para chegar a um destino que seria menos de 500 metros.

Sobre o aeroporto, quem esperava contar com vôos regulares em um possível novo aeroporto de Jequié, terá de esperar um pouco mais, já que segundo Rui Costa a ANAC não libera a construção de novo aeroporto em área cercada por tantos morros. A solução mais viável seria a construção em terreno pertencente ao município de Manoel Vitorino ou na região do Entroncamento de Jaguaquara.

Aniversário de Jequié

Resultado de imagem para foto da UPA inaugurada em jequie

120 anos se passaram e Jequié que já foi distrito de Maracás conseguiu se desvincular e crescer como flecha de foguete e logo se tornou a terceira cidade da Bahia, onde perdia apenas para Feira de Santana. Que maravilha isso. Na atualidade, se for olhada comparando com Maracás, que apesar de se localizar em região de maior condições de crescimento, todos vão achar que Jequié é uma cidade grande e que tem muito a oferecer aos seus mais de 160 mil moradores. Mas olhando um pouco para frente, irá perceber que a coisa não é bem assim. Atualmente uma Vitória da Conquista, por exemplo, que não possui um rio de água doce contando a cidade, não possui uma barragem de mais de 60 km de extensão de água também doce, está muito além de Jequié que continua olhando no retrovisor e se achando sempre melhor que a sua mãe, que é Maracás, mas deveria, os governantes, líderes e empresários olhar para frente, para poder alcançar que lhe ultrapassou.

Mas de qualquer forma, parabéns a essa acolhedora cidade, que ha 120 anos vem mostrando que tem uma capacidade grande de viver com as suas próprias pernas, pois possui uma agricultura forte, faltando, dentre outras coisas, uma Ceasa para atrair agricultores de outros municípios vizinhos, para que sejam gerandos empregos e renda para essa cidade que em algumas áreas pede socorro. A equipe do Blog e jornal Café com Leite Notícias parabeniza e torce para uma Jequié mais promissora. Fonte Blog de Jequié.

Maracás vem atravessando um período difícil da sua história administrativa e climática


 

 

As cores azul e branca ficaram muito bonitas na prefeitura municipal de Maracás, porém, é preciso iniciar os trabalhos que a cidade necessita com urgência
O prédio da prefeitura recebeu pintura nova, mas o povo pede outras melhorias para Maracás, principalmente saúde.

 

O município de Maracás  é privilegiado por ter um povo bom e também por possuir um clima super agradável. Só que nos últimos meses essa bela Maracás está sofrendo em vários aspectos. Um é a terrível seca que assola a terra impedindo assim uma produção agrícola de maior impacto. Mas outro motivo que vem trazendo o povo triste, é o fato de ter sido criada uma expectativa de mudança para o município com a chegada da nova gestão, mas, até agora, de acordo às queixas que chegam à nossa redação e também os cometários nos bares e esquinas da cidade, nada do que se esperava aconteceu, “a não ser o aumento de salário que eles mesmo se deram”, é esse o comentário maior. O triste disso tudo é que foi uma das campanhas de maior movimentação popular, meio parecida com uma que aconteceu há três décadas, que foi a do Benedito Lima, (muita gente se lembra). No entanto, desta vez, o povo, principalmente a classe mais carente, tem se sentido “órfã”, pois um dos setores mais aclamado pelo povo, durante campanha, foi a Saúde. Hoje o que se fala é que este setor piorou e muito, pois muitos benefícios foram cortados. Não se trata de fazer críticas ao atual prefeito, o Soya, pois as dificuldades são muitas, e muitas vezes, para quem não tem costume de gerir uma prefeitura de uma cidade complexa, como é o caso de Maracás, termina se perdendo e os frutos esperados não chegam. Só que isso deveria ser visto antes de iniciar uma campanha. Mais uma vez o povo está insatisfeito e, como muitos já dizem, apesar de menos de um ano de gestão, decepcionados.  Acontece que não é preciso ter olhos de águia, mas sim ser um visionário, para que possa enxergar o progresso um pouco mais adiante tendo atitude coerente hoje. Como dizem os conselheiros e poetas, (não espere dias melhores se a semente da sua plantação não é de qualidade). Já passou da hora de o povo participar de inaugurações que criem expectativas melhores para os filhos desta terra. Seria por exemplo: uma faculdade para servir ao jovem estudante da terra e toda região; um hospital mais estruturado para atender com segurança os moradores da terra e de toda a região; esgotamento sanitário na cidade para que as verminoses sejam reduzidas ou eliminadas; um Centro Industrial para gerar empregos e melhorar a qualidade de vida da população e muitas outras coisas ligadas ao esporte, lazer e cultura. Acham difícil conquistar essas coisas todas para Maracás? Tudo é uma questão de luta e objetivo. Um prefeito tem que se dedicar exclusivamente, durante o tempo em que ele estiver frente a prefeitura, ao serviço da cidade.

E trabalhar para o município não é ficar no gabinete atendendo o povo para dizer sim ou não as coisas pequenas. É sim para trabalhar muito, pois ele é um funcionário público durante quatro anos e que para isso ele tem um pomposo salário pago pelo povo, pensem nisto. Quando se tem um objetivo na vida, automaticamente é criada uma força maior e uma fé que vai acontecer a realização daquele sonho. Agora, se entra um prefeito na cidade que vive preocupado com as suas empresas, vive achando que ficar afastado das suas empresas vai perder dinheiro, coisa e tal, não vai querer, por exemplo, passar 10 dias em Brasília em busca de benefícios para a sua cidade. Um prefeito que ama a sua cidade e quer ver ela grande e servindo bem os seus filhos, tem que se dedicar exclusivamente à essa finalidade. Para isso ele tem que ter um secretariado afinado, testado e aprovado, pelas suas atitudes, para que ele [prefeito] possa sair da cidade e se transformar numa especia de “carrapato” grudado nos ministérios e só voltar com alguma coisa na “sacola”.

Bom, já que até agora a nova gestão ainda não sinalizou que realmente vai existir a grande mudança falada em campanha, a população aguarda meio impaciente os três anos que restam, na esperança que seja de mais realizações.

Folha de São Paulo manipulou pesquisa, segundo GGN


 Resultado de imagem para foto de lula, marina silva e bolsonaro juntos
Na verdade, quem lidera em todas as as áreas é u Lula. 
É muito triste como os meios de comunicação, principalmente os mais conhecidos tentam manipular o povo. Só que o povo sabe dos acontecimentos em nível de Brasil, na atualidade, e, apesar da grande alienação, pela ditadura cultural, depois dos meios de comunicação que todos têm acesso, a internet, já não ficou tão fácil manipular. Diante de tudo que acontece nos últimos meses, principalmente depois da posse do Temer, as notícias dos grandes sites, como UOL, G1 e outros não batem com os acontecimentos, os quais deveriam ter um impacto maior, como por exemplo, as malas de dinheiro encontradas no AP alugado por Geddel,

De acordo ao site GGN, a Folha de S. Paulo manipulou a última pesquisa Datafolha duas vezes para fazer parecer que a candidatura de Lula vem caindo entre um segmento da população: o que se declara evangélico. Mas os dados do estudo mostram o contrário: Lula lidera a disputa para 2018 mesmo neste nicho, deixando para trás Jair Bolsonaro, Marisa Silva e João Doria. Querer fazer esse tipo de manipulação nos dias de hoje, pode ser visto como uma ingenuidade muito grande, pois o risco que corre não é o Lula cair nas pesquisas ou na preferência do povo, mas sim cair a credibilidade desses meios de comunicação que tenta se servir do povo ao invés de servi-lo.

                        A primeira manipulação de Folha ocorre no título e no primeiro parágrafo da matéria “Evangélicos impulsionam Bolsonaro e Marina e derrubam Lula, diz Datafolha”.

O título dá a entender os candidatos do PSC e Rede crescem enquanto Lula cai numa avaliação em que só o nicho evangélico é levado em consideração. Mas a afirmação é desmentida pelos dados da pesquisa Datafolha do final de setembro.
Entre evangélicos, Lula tem 32% das intenções de votos, seguido por Bolsonaro (21%) e Marina (17%). João Doria aparece com 7%.
Os cenários não incluiem Ciro Gomes (PDT) nem Geraldo Alckmin (PSDB). Por outro lado, constam nomes que não chegam a 2% da intenção de votos, como o de João Amoêdo, do Partido Novo.
No cenário em que Doria não disputa pelo PSDB, a distância entre Lula e Bolsonaro cai um pouco, mas o petista ainda lidera com 29% entre evangélicos, ante os 22% do deputado do PSC e os mesmos 17% de Marina. Embora tenha ejetado Doria deste quadro, Folha não inseriu pontuação possivelmente angariada por Alckmin.
Mesmo diante dos números, Folha força a barra e diz que “Bolsonaro e Marina disparam na preferência evangélica, com pelo menos 21% e 17% das intenções de voto, respectivamente.”   
O Folha fez para passar a impressão de que Lula foi “derrubado” nessa pesquisa foi comparar os índices do ex-presidente na pesquisa de opinião em nível nacional (onde ele aparece com 35% das intenções de voto) com essa pesquisa que só leva em conta o eleitorado que se disse evangélico (onde Lula, mesmo assim, lidera com 29%, de acordo com a própria Folha). Ou seja, uma diferença de 3 pontos percentuais entre duas pesquisas completamente distintas deu à Folha a licença poética de cravar que o “conforto” do petista em 2018 “vai minguar um bocado”.
A segunda manipulação de Folha consiste em recortar e dar destaque ao nicho evangélico, que representa 32% da população brasileira, quando os católicos ainda são maioria: 52%.
Também entre católicos, Lula lidera a corrida presidencial para 2018. Curiosamente, com ainda mais vantagem do que entre os evangélicos. Nesse segmento, o petista tem preferência de 40%, seguido por Bolsonaro (13%), Marina (12%) e Doria (7%). Quando Doria não está no páreo, Lula continua com 40%, Bolsonaro fica com 14% e Marina, 11%.
A desculpa de Folha para destacar o cenário com evangélicos (ou seja, um contexto que Lula é menos favorito, embora continue liderando) foi a de que a “presença” dos católicos entre o total de brasileiros vem “encolhendo”. Embora ainda sejam maioria, nos anos 1980 foram mais predominantes: eram 9 entre cada 10 brasileiros.
A pesquisa focada em religiosos foi feita por ocasião dos 500 anos de reforma protestante. Só que revelou outro dado: que mesmo entre todos os brasileiros que se declararam religiosos, a maioria absoluta (8 em cada 10) diz que não leva em conta a opinião de seus líderes religiosos para votar.
Mesmo entre os evangélicos, a taxa média de quem dá ouvido a pastores é de 26% apenas, sendo que entre seguidores da Universal e Renascer, é um pouco maior: de 31%.
O próprio jornal reconhece que a influência dos religiosos é exercida sobre uma “minoria”.

Entregadores de pizza mostram como é simples melhorar o dia de crianças carentes, pelo menos por alguns minutos.


Fotos: reprodução / Enjoy PizzasFotos: reprodução / Enjoy Pizzas

 

Donos e funcionários de uma pizzaria prepararam pizzas, subiram nas motos de entrega e foram a uma região de Águas Claras, a 25 km de Brasília, onde várias famílias vivem atrás de dois hipermercados.

Vestidos com roupas de super-heróis, eles chegaram no fim da tarde, buzinando, para avisar que era hora de diversão. (vídeo abaixo)

Quando desceram das motos e tiraram os capacetes, lá estavam cinco entregadores especiais: Batman, Homem-Aranha, Hulk, Darth Vader e o soldado Stormtroopers, de Star Wars…

Todos com pizzas na mão… e de chocolate, a que a criançada mais gosta.

Não dá pra saber se as crianças curtiram mais os super-heróis ou as pizzas. Foi uma festa.

“Foi a melhor entrega de pizzas que já fiz em toda a minha vida”, disse um dos entregadores.

A boa ação foi organizada por Marcos Rodolfo Moennich, de 43 anos e a esposa dele, Sharon, de 40.

Pai de duas adolescentes, formado em design e estudioso em gastronomia, ele trabalha durante o dia dando consultoria em publicidade e marketing.

À noite vai para a pizzaria da família, a Enjoy Pizzas, que faz delivery e foi aberta em junho de 2016 em Águas Claras.

A ideia

“A interação com as crianças e com nossos clientes neste mês de outubro nos animou muito. E pensamos, por que não entregar nossas pizzas a crianças carentes e também levarmos a alegria contagiante dos entregadores heróis?”,  disse em entrevista ao SóNotíciaBoa.

“Pensamos que de repente estas crianças nunca tiveram acesso a personagens de quadrinhos e filmes! Quando comentei sobre nosso intuito, eles [ os funcionários  ] toparam na hora, todos se sensibilizaram. Alguns nunca tinham feito algo parecido”.

Esta foi a primeira ação social da empresa, envolvendo todos da equipe, desde o preparo das pizzas, feitas para 10 famílias.

“Tinha uma mãe lá com 8 filhos em situação desoladora. Esta família era uma das que minha esposa já conhecia”.

A sensação de poder ajudar emocionou a equipe.

“Quem saiu ganhando fomos nós por podermos participar, mesmo que por 30 minutinhos, da vida dessas crianças. Nossas pizzas passaram a ser coadjuvantes. As crianças se tornaram protagonistas da festa, em uma simples e suja parada de ônibus, cheia de crianças e mães à margem da nossa sociedade”, disse um dos entregadores.

 

Cogumelos podem limpar cérebro de pessoas com depressão


Foto: Pixabay

 

Uma substância encontrada em cogumelos mágicos pode “resetar” o cérebro de pessoas com depressão e afastar os efeitos da doença.

Foi o que descobriu um estudo do Imperial College London, publicado na revista Scientific Reports.

A substância química psicodélica encontrada nos cogumelos chama-se psilocibina e pode redefinir a mente de quem tem depressão intratável.

A pesquisa

Durante a pesquisa, foi dada a 19 pacientes com depressão uma dose única de psilocibina e ela produziu “efeitos antidepressivos rápidos e sustentados”, dizem os cientistas.

Cerca de 50 por cento dos que participaram descreveram um efeito que durou até cinco semanas.

Muitos dos pacientes disseram “eu fui reiniciado, renascido”.

Um dos pacientes relatou ainda que seu cérebro tinha sido “desfragmentado e limpo”.

Como

O estudo, publicadna Scientific Reports, da Nature, mostrou que a psilocibina afetou duas áreas-chave do cérebro:

1 – A amígdala – que está fortemente envolvida na forma como processamos emoções como medo e ansiedade – tornou-se menos ativa.

2 – A rede de modo padrão – uma colaboração de diferentes regiões cerebrais – tornou-se mais estável depois de tomar psilocibina.

O Dr. Robin Carhart-Harris, responsável pela pesquisa no Imperial College London, disse: “Mostramos, pela primeira vez, mudanças claras na atividade cerebral em pessoas deprimidas, tratadas com psilocibina após não responderem a tratamentos convencionais”.

Outros estudos ainda são necessários antes que a psilocibina possa ser aceita como tratamento para a depressão.

Por isso os cientistas advertiram: as pessoas não devem se auto-medicaçar com a droga alucinógena.

Com informações de Notícia boa.