CONTENDAS DO SINCORÁ: Didi realiza convenção debaixo de aplausos


IMG-20160803-WA0001 (1)

Didi e a candidata a vice-prefeita, a senhora Helena

 

Com muito calor humano o candidato a reeleição, Didi, realizou a convenção no dia 31 de julho, onde muito emocionado pela quantidade de gente que veio lhe prestigiar, deu entrevista, foi abraçado e assegurou que vai procurar fazer, se eleito for,  uma administração ainda melhor, pois as condições são outras, apesar das dificuldades, pois o seu desejo é ver um povo feliz e um município que possa oferecer ao seu povo uma qualidade de vida melhor. 

 

O município de Contendas do Sincorá que fica localizado no sertão da Bahia, está passando por um período promissor da sua história com a atual gestão do prefeito Didi. Há alguns meses atrás, quando questionado se seria candidato a reeleição o prefeito respondeu que ainda não sabia, porém demonstrava muita preocupação em entrar uma pessoa que desse continuidade ao trabalho que estava sendo desenvolvido no município em todas as áreas.

IMG-20160803-WA0003

Ainda era dia, mas o povo já se aglomerava em frente a câmara

 

Ao se aproximar do período em que os pré-candidatos começam a se preparar para a convenção, o povo começou a clamar pelo seu nome e no domingo, 31 de julho no final d tarde e começo da noite, o povo constatou a vontade de ver mais uma vez, a partir do dia 01 e janeiro novamente o atual chefe do executivo tomar posse. Durante a solenidade de convenção, quando o prefeito usou o microfone para falar ao público presente, que aliás foi uma multidão, diga-se de passagem, por muitas vezes foi aplaudido por todos, exatamente pela confiança dum líder que já mostrou na sua atual gestão, que veio para fazer diferente e assim fez. Didi assegurou que não vai decepcionar o povo da sua terra e que, de acordo as condições favoráveis que se encontra o município, com as contas em dia e uma prefeitura totalmente adimplente, o que resta é continuar os trabalhos, para continuar elevando o município para posição de uma das mais bonitas cidades do interior da Bahia, do mesmo porte. Outras lideranças falaram sempre exaltando o nome do prefeito Didi, pois as grandes obras realizadas no município atestam que trata-se de um prefeito destaque no interior da Bahia. O ex-prefeito Joade, que é conhecido como Joadão, tem falado sempre, e repetiu mais uma vez, que quando Didi foi o seu secretário geral, quando ele foi prefeito, já sabia que se tratava de um grande administrador, e que por isso o lançou pra fazer a sucessão.

IMG-20160803-WA0002

A multidão espontaneamente pelas ruas da cidade em passeata, após o final da convenção 

 

Para compor a sua chapa, foi escolhida a senhora Helena, que também vem prestando serviço ao município. Também os candidatos a vereadores da coligação falaram e se apresentaram à população de forma oficial. A coligação foi formada pelos seguintes partidos: PR, PP, SOLIDARIEDADE, PSB e PSD.

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

LAFAIETE COUTINHO: Elias Souza e João Freitas vão se enfrentar nas urnas


Coca-Joao-e-Helio-FotoBlogMarcosFrahm

João Freitas ao meio com o prefeito Zé Cocá e Hélio Romão

 

A pacata cidade de Lafaiete Coutinho, que possui cerca de 4 mil habitante e o seu eleitorado gira em tono de 2600, ao contrario das eleições passadas, que teve candidato único, que foi o atual prefeito, candidato à reeleição, esse ano, para eleição de 2016, que ocorrerá no dia 02 de outubro em todo Brasil, dois candidatos vão ter que se enfrentar, que é o veterano na política Elias Souza, (PTB) que já foi vereador em vários mandatos, foi secretário de administração e agora quer, se for eleito, deixar a sua marca também no executivo. Quem vai pra disputa dos votos contra Elias é outro filho da terra e com serviços prestados, que é João Freitas, (PP) que tem o apoio do atual prefeito, Ze Cocá  e na chapa de vice outro veterano na política da cidade, Hélio Romão.

88007ace-b328-4f7b-87bc-8b79f88c7140

Mesa formada por membros no dia da convenção, que apoiam a candidatura de Elias 

 

Os candidatos que vão concorrer às vagas do poder legislativo levam uma vantagem, se comparando com municípios maiores. Só pra se ter uma ideia, nas eleições passadas houve vereador que, de acordo às fontes de pesquisas, conseguiu se eleger com 101 votos. Vai que o cidadão tenha uma família grande e que gosta dele, já sai de casa quase eleito. Boa sorte aí para os candidatos e que ganhe o que merecer ganhar.

PLANALTINO: Rome e Mita realizam convenção histórica


520d3340-eec9-4153-bfbf-9200c8a55e88

 

 

O final da tarde do dia 31 de Julho foi de grande movimentação de pessoas de todas as regiões do município de Planaltino, em virtude da convenção das candidaturas de Ronaldo (Rome) como prefeito, Amilton (Mita)  compondo a chapa de vice e 18 candidatos (as) a vereadores (as) para as eleições de 216 no dia 02 de Outubro. Desde mais cedo já começava a chegar o povo e assim a aglomeração foi crescendo ao ponto de emocionar os candidatos Rome e Mita. Durante as falas dos que utilizaram o microfone, muitos momentos de emoção que contagiou a platéia, pois o que se viu ali foi uma espécie de aclamação pelo nome da dupla para administrar Planaltino  a partir do dia 01 de Janeiro de 2017. Demonstrando firmeza e seriedade nas palavras, Rome disse que a sua candidatura tem metas e propósitos de não decepcionar o seu povo. Disse ainda que uma das suas prioridades será, caso seja eleito,  o setor da Saúde, pois ao seu ver saúde é fundamental para qualquer família. “Deve ser muito triste para um pai  ou uma mãe ver um filho doente, não ter condições de levá-lo para um centro maior e na sua cidade não ter o atendimento preciso. Portanto, vou aqui me comprometer com vários setores que estão carentes em Planaltino, mas a saúde é uma questão de compromisso prioritário”, enfatizou Rome, comentando ainda que vem visitando todos os cantos e recantos do município, onde tem deparado com muitos problemas, principalmente relacionados com o povo mais carente, mas que ele vem fazendo uma espécie de anotação, para trabalhar no sentido de fazer esse povo ter o sofrimento amenizado. O candidato relembrou momentos  da sua infância e disse que vê em Planaltino uma grande família, “pois aqui tem um povo bom, um povo amigo que chega a emocionar a gente quando alguém me chega para falar que está comigo por acreditar nas minhas propostas. Eu olho e vejo em muitas pessoas a vontade de entrar um administrador que realmente lhe enxergue com amor no coração”, comentou Rome demonstrando realmente preocupação e amor pelo povo. Essa entrevista Rome deu ao blog e jornal Café com Leite logo após o final da convenção.

O seu  companheiro na chapa de vice, Mita, também falou à nossa reportagem, onde frisou bem que é preciso união e amor para que o amanhã seja melhor que hoje, e que para isso ele e Rome vão procurar priorizar na verdade, a melhor qualidade de vida do povo mais carente. Disse que pretende ser um vice para trabalhar ao lado do prefeito, que no caso de Planaltino vão ser colegas de trabalho em busca de trazer benefícios.

A doutora Lícia Freire, que é uma grande liderança política no município, inclusive foi prefeita por dois mandatos, também estava lá levando o seu apoio a Rome e Mita, por saber que ali estão dois cidadãos de bem, filhos da terra e que têm demonstrado muito carinho por todos os planaltinenses.

08aa8c56-2dcd-4d73-a7d0-293efe01e79f

O povo atento a cada palavra

 

As lideranças que falaram durante o evento foram aplaudidos por diversas vezes, e quando parecia que a solenidade estava chegando ao fim, o povo da cidade e da zona rural se misturaram e saíram pelas ruas da cidade clamando o nome de Rome e Mita, que poucas vezes na cidade foram visto tanta gente num ato espontâneo. Como disseram Rome e Mita ,“essa luta não é nossa, somos apenas mais dois em meio a multidão que quer uma Planaltino melhor para todos”.

A coligação para compor a chapa foi com os seguintes partidos:  PT, PV, SOLIDARIEDADE, DEMOCRATAS, PSB, PDT, PSC, PC do B e PSL. Uma coligação que forma uma grande união de partidos e que se agrega à essa união, pelo que foi visto na cidade naquele final de tarde de domingo, o povo. Boa sorte para Rome, Mita e todos os candidatos a vereadores da coligação.

Jaguaquara: Realizada convenção de Osvaldo Cruz e Zeca de Legais


A candidatura do ex-prefeito Osvaldo Cruz Moraes à Prefeitura de Jaguaquara foi homologada neste domingo (31/7), durante convenção do PSB, realizada no Sindicato Safe. No ato, foi oficializado o nome do vice da chapa, o vereador Zacarias Oliveira – Zeca de Legais (PSB), partido da senadora Lídice da Mata. Também foram realizadas as convenções do PSD, PV, Rede e DEM, siglas partidárias que anunciaram apoio a Dr. Osvaldo e vão compor a Coligação ”Pelo Respeito à Vida”. Participou do evento partidário o deputado estadual Marcelino Galo (PT). Durante a cerimônia, foram apresentados os candidatos a vereador da coligação. Osvaldo, que foi gestor do município por duas vezes, em seu discurso, destacou como um dos problemas de Jaguaquara a Saúde e disse que sua candidatura representa o anseio da população carente por mudanças. Elencou as deficiências que diz constatar na Saúde e afirmou ser inaceitável que pessoas permaneçam recorrendo a outros municípios, citando como exemplo Valença, onde atua como médico, para realização de procedimentos cirúrgicos por não dispor em Jaguaquara de um hospital de qualidade.

Osvaldo e Zeca em chapa puro sangue. Foto: Blog Marcos Frahm

Osvaldo e Zeca de Legais Pelo Respeito à Vida     (foto Marcos Frahm)

 

As palavras de Osvaldo têm coerência, pois no passado Jaguaquara já foi uma espécie de referência em nível de região, pois quando alguma coisa grave acontecia, em nível de acidente ou picadas de cobras ou qualquer outro dano, o local de socorro sempre foi jaguaquara, pois ali se achava o recurso necessário, onde só em casos gravíssimos teria que ser transferido para Salvador. O candidato, desde a sua primeira gestão, 1990, já demonstrava ter como prioridade principal a sua candidatura. Durante o seu pronunciamento houve muitos momentos de aplauso, onde o povo tinha a esperança de Jaguaquara voltar ao que já foi, principalmente na Saúde, como foi dito. A partir do dia 16 de agosto começa oficialmente a caçada de votos por todo município. Boa sorte aos candidatos.

 

Blog Marcos Frahm- primeiro parágrafo

 

LAJEDO DO TABOCAL: Marquinhos realiza a sua convenção e diz que “JUNTOS SOMOS MAIS FORTES”


 

 

DSCN7047 - Cópia

Espaço lotado interno e externamente para ouvir os pronunciamentos

 

Apesar de ser uma tarde de um dia útil da semana, sexta feira, a câmara de vereadores, local onde aconteceu a convenção do pré-candidato Marquinhos, esteve lotada para assistir e ouvir dos políticos os pronunciamentos. Foi uma tarde onde a população se mostrava interessada nas palavras dos que usaram o microfone. Estiveram fazendo parte do evento, políticos locais, político da esfera nacional, como o deputado federal Claudio Cajado e, na esfera estadual, estava lá o veterano deputado Sandro Regis. O escolhido para compor a chapa de marquinhos foi o conhecido e amigo da cidade, Paulo D’Angelo  (Paulão), que, na opinião de muitos presentes, fortaleceu e muito a chapa, pois trata-se de dois cidadãos que vem demostrando seriedade e que certamente irão fazer a diferença na administração. Os 14, entre candidatos e candidatas a vereadores (as) também foram apresentados, onde asseguraram, caso sejam eleitos, que irão dar o máximo para contribuir para que a cidade de Lajedo conheça uma nova forma de administração, principalmente para as classes mais precisas, mas foi destacado uma atenção especial para a classe jovem.

DSCN7057

População atenta a cada palavra dos que fizeram pronunciamento

 

O deputado Sandro Regis em entrevista ao Blog Café com Leite, disse que agora é a hora de Lajedo poder experimentar uma administração séria, onde  compromisso principal do candidato e todo grupo é com o povo, “pois trata-se de um filho da terra, rapaz humilde que tem como base a melhor qualidade de vida para as famílias de Lajedo. Portanto, essa cidade que apesar de muito jovem apresenta um diagnostico com muitos problemas, mas que Marquinhos terá todos os requisitos para que este município seja um município que possa oferecer à população, condições melhores em todas as áreas”, disse Regis e acrescentou que Marquinhos é um homem que conhece os problemas do seu município e que possui o desejo de melhorar as condições de vida da população.

DSCN7067

Marquinhos ao lado de autoridades políticas como Mariângela, que já foi prefeita da cidade e é presidente do PMB, deputada Federal Claudio Cajado

Estadual Sandro Regis, candidato na chapa de vice Paulão, Candidato a vereador e presidente do PEN Téo da Van e o vereador Odmar

 

O deputado federal Claudio Cajado fez críticas à situação da política brasileira, em partes, porém disse que é preciso banir os políticos que não gostam do povo, tanto na alta escala como nos menores municípios do Brasil. Disse que o povo vai poder entender a diferença quando o administrador tem compromisso com o povo. Elogiou a coragem de Marquinhos, em sair candidato a prefeito, onde disse que será um deputado com portas do seu gabinete abertas para que possa atender a Marquinhos quando chegar buscando melhorias para o seu município e sua gente. Entre um aplauso e outro, cajado falou, não em tom de ironia, mas sim falando de seriedade com a coisa pública e com o povo, que o próximo prefeito Marquinhos, não irá tratar o povo com “piadinhas”, mas sim com seriedade e respeito”, acrescentou dizendo que está chegando denúncia sobre o programa Minha Casa Minha Vida, da cidade de Lajedo do Tabocal e que ele estava de olho.

O candidato a vice na chapa de Marquinhos, Paulão, Disse que era a primeira vez que ele usava um microfone e que por isso ia falar da forma que ele sabe. Com palavras simples, porém verdadeiras, falou sobre compromisso e dedicação ao povo e ao município. Paulão assegurou que será um vice-prefeito para somar e para trabalhar. As suas palavras foram simples, mas deixaram credibilidade e confiabilidade.

DSCN7073

Candidato a vereador Téo da Van é abraçado pelo povo

 

O empresário conhecido por Teo da Van, fundador da cooperativa Coopertai e proprietário da Bia Tur, presidente do PEN e atual candidato a vereador da cidade, em entrevista ao Blog e jornal Café com Leite, disse que ao conhecer o perfil político de Marquinhos, principalmente como ser humano e cidadão, ele não pensou duas vezes em desistir da sua pré-candidatura a prefeito da cidade, como foi o primeiro plano, para apoia-lo. Pois sabe que todos os seus planos para Lajedo, principalmente na questão de gerar emprego e renda, serão atendidos por Marquinhos, pois são duas cabeças que pensam na mesma direção, que é a melhoria da qualidade de vida do povo, na questão de não ser mais preciso ir pra longe dos seus familiares em busca de sobrevivência. “A nossa luta entre muitas, será de tornar um sonho em realidade, que será trabalhar na geração de empregos, pois quando montado aqui na nossa cidade um polo industrial, esses jovens não vão ter que sair da sua cidade em busca de emprego. Vamos inverter esse quadro, ‘ao invés do jovem de Lajedo ir até o emprego nas cidades grandes como Rio ou São Paulo, o emprego vem até ele’, Aqui temos potencial na terra e um povo com potencial também para que esse sonho seja a realidade de amanhã. Por tanto, considero esses dois requisitos como meio caminho andado para que alcancemos os nossos objetivos. O resto será a nossa luta sem trégua e a fé em Deus. Sou um candidato a vereador no intuito de ser uma peça a mais para trazer as melhorias, que não são poucas, para que o lajedense possa experimentar uma administração que valorize o seu povo e o seu município”, enfatizou Téo da Van.

 

DSCN7064

Marquinhos com seus pais, esposa e filha fala ao povo demonstrando muito emocionado

 

Quando o locutor Nicolau, que é vereador da cidade de Maracás, pronunciou várias palavras sobre o ainda menino Marquinhos, o garoto que já foi seu colega de brincar nas ruas, falou da família de origem pobre e lutadora dentre outras palavras, a emoção falou alto no plenário da casa. Quando ele anunciou que este menino está aqui e disse venha pra cá marquinhos, falar com seu povo, o candidato foi aplaudido de pé. Antes de iniciar a sua fala diretamente para o povo, o candidato saudou toda a mesa um por um e fez comentários coerentes ali sobre cada autoridade presente, dentre elas, a ex-prefeita Mariângela.  Olhando para o povo presente, o candidato falou de compromisso e seriedade, disse que sente muita tristeza em ver tanta carência nos setores de muita importância para o povo, quando sabe que havendo boa vontade e respeito acima de tudo, o quadro geral pode ser muito diferente. No meio do seu discurso Marquinhos lembrou do seu velho pai e ali, como se fosse ainda criança o chamou, pai, pai, onde está o senhor, saindo do corredor ao lado aquele homem foi apresentado para todos e o candidato disse: “venha pra perto de mim, pai!” foi quando aquele cidadão que tinha na sua face as marcas da luta, chegou pra perto de Marquinhos e recebeu um abraço. A emoção contagiou a todos e em seguida ele chamou a sua mãe, esposa e as duas filhas. Aquela família que simbolizava ali a simplicidade, representava também todas as famílias no coração de Marquinhos. O candidato continuou com suas palavras improvisadas, olhando cada pessoa ali presente, passando assim, confiança para todos. Falou dos motivos que o levou a ser um pré-candidato, onde um deles é ter conhecimento de que as coisas poderiam ser diferentes, em termos de administração pública, mas que ele como presidente da câmara pouca coisa poderia fazer, principalmente por não ter condições de fazer parte da mesma corrente política do prefeito, pela incompatibilidade dos dois poderes.

 

DSCN7075

A querida por todos Íris, inclusive muito amiga do editor do Blog e jornal Café com Leite, Walter Salles,  é a secretária geral e está ao lado da simpática Valéria candidata a vereadora pelo PEN

 

Após a realização da convenção, Marquinhos falou ao nosso Blog de planos e proposta para Lajedo. Disse que o projeto de Téo da Van, que não teve apoio do atual administrador, vai ser uma realidade, pois ele acredita que quem carrega Deus no coração e não desiste da luta, certamente terá uma vitória alcançada. Disse que ele é apenas mais um em Lajedo e que assim como o povo ele também sofre na hora que precisa utilizar algum serviço público, como saúde, que quem não tem condição de levar um membro da família para cidades distantes, é obrigado a levar para um hospital que carece de muita coisa que é direito do povo. “E se é direito o povo tem que ter”, destacou. O  candidato disse ainda que muitos não acreditaram que ele fosse candidato, mas que aí está a convenção com uma casa lotada em pleno dia de semana. Disse que não se amedronta com críticas e palavras de desencorajamento vinda de pessoas, pois essas críticas e palavras negativas ele as transforma em combustível para ter mais força e vontade de lutar em busca de uma Lajedo Melhor.

 

DSCN7059

O candidato Marquinhos passou credibilidade e confiança para o público presente

Tanto Marquinhos como Téo da Van foram entrevistados pela nossa reportagem e ambos deixaram uma mensagem de encorajamento para a população, para que a cidade e o povo possa conhecer uma administração voltada para o bem de todos, sobretudo os mais carentes. Disseram que essa luta deve ser de todos para uma Lajedo melhor

Lembrando que essa coligação recebeu o adjetivo (Juntos Somos Mais Fortes) com os seguintes partidos: DEM, PEN, PRB E PMB

Está formada a confusão política em Maracás


 

 

 

As pesquisas indicam o ex-prefeito Nelson Portela num patamar melhor que o atual prefeito Paulo dos Anjos, pra cidade de Maracás. Isso indica que está havendo o que já se esperava, que é um certo constrangimento no grupo. Apesar das pesquisas de opinião pública indicar que Nelson está numa posição mais favorável, Dos Anjos não tem demonstrado boa vontade em abrir mão da sua candidatura a reeleição, que, na verdade, não deixa de ser o seu direito. Mas em se tratando de grupo, muitas vezes o direito foge um pouco dos ideais, pois o grande objetivo é a vitória. Por telefone, Nelson deixou claro que não tem pretensão em ser candidato por ser candidato, pois reconhece que é um direito do atual prefeito tentar a reeleição. “porém, o objetivo de qualquer grupo político é a vitória”, disse Nelson, concluindo que acredita num bom senso por parte de todo grupo, para ficar da melhor forma.

 

Para completar o quadro, o vereador popular Dico de Edmundo, lançou a sua candidatura a prefeito da cidade, inclusive já foi realizada a convenção. Até aí tudo bem. Só que o vereador é do mesmo partido do ex-prefeito Nelson Portela, PT, o que formou aí a confusão política como está no título do texto. De acordo às palavras do Nelson, houve irregularidades e a candidatura vai ser anulada. Ainda assim fica o impasse de quem vai ser o candidato de fato e de direito.

Enquanto isso, o candidato de Oposição, Soya, assegura a sua candidatura, com convenção marcada para o dia 05 de Agosto. O eleitor, que não tem andado muito empolgado, vai assistindo de “camarote”, esperando chegar o dia 02 de outubro para votar em quem achar melhor. Até o dia 05 de agosto, dia limite para as convenções, algumas gotas d’água devem passar por baixo da ponte e, como sempre, as coisas vão se ajustar e os candidatos sairão para a grande caçada de votos.

Eleições 2016: Tabela com limites de gastos em campanhas é publicada pelo TSE


As tabelas atualizadas com os limites de gastos de campanha e de contratação de pessoal nas Eleições Municipais de 2016 foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (DJe/TSE). Os valores divulgados pela Justiça Eleitoral foram apurados considerando aqueles efetivamente declarados na prestação de contas da campanha eleitoral de 2012. Cabe ao TSE fazer o cruzamento de dados das informações e divulgar os valores. Após a publicação dos valores preliminares de gastos de campanha, o TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de cerca de 33,76%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016. Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8,039%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, visto que esses valores fixos foram criados com a promulgação da Lei nº 13.165/2015 (Reforma Eleitoral 2015). A respeito da fixação dos limites de gastos, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, destaca que a Justiça Eleitoral e a sociedade terão importante papel na fiscalização da aplicação dos recursos eleitorais.

“Nós não dispomos de fiscais na Justiça Eleitoral para dar atenção a todos eles [gastos]. A própria sociedade terá que fiscalizar. E como a disputa é muito acirrada, já que as disputas em municípios são, às vezes, mais acirradas que as nacionais, então é provável que haja ânimo de violar a legislação, especialmente na ausência de uma fiscalização mais visível. Por isso, a própria comunidade terá que se incumbir dessa tarefa”, afirma. O presidente do TSE também faz um alerta sobre a possibilidade de crescimento no número de casos de caixa 2 nas Eleições 2016, uma vez que, em muitos municípios, os valores que poderão ser gastos serão bem menores do que no último pleito.

Limites para contratação de pessoal
A Reforma Eleitoral 2015 também estipulou limites quantitativos para a contratação direta ou terceirizada de pessoal para prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua nas campanhas eleitorais. Segundo a Lei das Eleições, para fins de verificação dos limites quantitativos de contratação de pessoal não são incluídos: a militância não remunerada; pessoal contratado para apoio administrativo e operacional; fiscais e delegados credenciados para trabalhar nas eleições; e advogados dos candidatos ou dos partidos e das coligações. As informações são do TSE.

Jequié: Valmir debate com Sérgio da Gameleira novas políticas para o município


O membro do MST Márcio Matos com o prefeito Sérgio e o deputado Valmir Assunção | FOTO: Divulgação |

Os finais de semana são de agendas pelo interior da Bahia para o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Realizando encontros em diferentes regiões, o petista segue levando informações, debatendo o fortalecimento da democracia e as conjunturas políticas estadual e nacional. Foi assim, neste sábado (23), em Jequié, no sul da Bahia, onde se reuniu com o prefeito Sérgio da Gameleira (PSB) e ampliou as discussões a respeito de novas ações para Jequié, com políticas públicas estruturantes para a região.

“É importante seguir as agendas no interior fundamentalmente para acompanhar o clima e entender melhor a conjuntura em cada cidade. O momento é de discutir propostas e apresentar mecanismos para reforçar a democracia no país. Hoje ampliamos o debate em Jequié e apresentamos propostas para novas políticas para as zonas rural e urbana do município”, salienta Assunção, ao lado do membro do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Márcio Matos.

Valmir também aponta que o momento é de garantir o fortalecimento da própria política, e fazer com que a conjuntura estadual tenha ainda mais adesões. “São passos importantes para seguir com coesão, levando para a população os serviços, projetos e programas para comunidades tradicionais, povos quilombolas, indígenas e assentados, famílias que mais precisam de acompanhamento, ainda mais agora com um golpe político em curso no país, onde afastaram uma presidente eleita e usurparam os direitos trabalhistas conquistados”.   Fonte: Jornal da Chapada.

Enzo deve ser o candidato da situação de Itiruçu


IMG_8825
Wagner explica o porque não querer a sua reeleição

 

A cidade de Itiruçu foi governada por um bom período pelo PSDB, o que teve aprovação da população, tanto é que o atual prefeito, Wagner Novaes está na sua terceira gestão, todos no mesmo partido. O ex-prefeito, o advogado Aílton Cezarino, administrou por um mandato no mesmo partido, ou seja, PSDB. Com a decisão de Wagner, atual prefeito ter optado por não ir para reeleição, apesar de obter uma boa popularidade, apesar das dificuldades que enfrentou nesta sua gestão, o primeiro plano era que a Doutora Rita de Cássia, a atual vice prefeita, fosse a candidata sucessória, mas, de acordo asa palavras da Dra. Rita, ela prefere contribuir de outras formas para a continuidade do desenvolvimento da cidade, até porque não quer contrariar familiares e amigos.

A mudança:- Com isso surgiu o nome de Enzo Tenisi, que tem experiência como administrador e, de certa forma, faz política ligado ao grupo há muitos anos, inclusive foi secretário em administrações de Wagner e atuou como vice-prefeito na gestão de Ailton Cezarino. Todo o grupo liderado por Wagner, Ailton e Doutora Rita aprovou o nome de Enzo, por já conhecê-lo como cidadão e como político. O novo pré-candidato tem um perfil político administrativo voltado para a melhor qualidade de vivencia das famílias. Para ele, há uma espécie de deficiência no modelo de convivência dos familiares de cada lar, o que tem contribuído com muitas mazelas que há em muitas famílias do Brasil. Por isso o seu trabalho será voltado para melhorar a qualidade de vida literalmente falando, no sentido de procurar meios para ajudar os mais carentes, mas também uma forma de melhor entrosamento dentro do lar, com mais amor e temor a Deus. Ailton disse, na ocasião da reunião do grupo, que apóia Enzo por já conhecê-lo e que em momento algum ele impôs a sua candidatura. Soube esperar com paciência chegar a sua vez, mas se fosse outro nome iria apoiar também. Isso dá credibilidade ao candidato, no sentido de confiabilidade.

Wagner também disse que é um grande nome, se referindo a Enzo, e aproveitou para explicar a sua opção de não sair na reeleição. Disse que foi uma gestão muito difícil e que ele sempre gostou de ajudar os mais carentes do seu município, foi assim nas suas duas primeiras gestões, mas que nesta atual não deu, em decorrência de muitas dificuldades e crise.

REMANSO: Muita festa com a definição de Marcos Palmeiras


  O diretor da UNIFAN (Universidade Alfredo Nasser), Professor Alcides,esteve recentemente em Remanso, cidade onde está instalado um campus com mais de um mil graduandos, para trazer o seu apoio ao pré candidato a prefeito da cidade, Marcos Palmeira, onde também trouxe consigo a ideia de indicar outro professor, Flávio  para compor na chapa de vice prefeito. Alcides reuniu um aglomerado muito grande de pessoas, em se tratando de uma pré-campanha, onde com cada um que ele encontrava no seu caminho, pedia empenho e dedicação para uma campanha que ficará na história de Remanso, “pois esta cidade clama por mudança e a mudança está em Marcos Palmeira e Flávio”, afirmava.

 Alcides Marcos e Flavio da UNIFAN

Acidade de Remanso, para quem não conhece, é banhada pelo Velho Chico, (Rio São Francisco), mas realmente, não se sabe direito o motivo, ficou um pouco pra trás, se comparando com outras cidades do mesmo porte do nordeste e da Bahia. Surge agora a esperança que, com o disse o professor Alcides, a hora de Remanso é agora e não se pode deixar passar.
Vale lembrar que a sede da UNIFAN fica no Estado de Goiás, na cidade de Aparecida de Goiânia, com mais de 5 mil estudantes em nada menos que 13 cursos, dentre estes, Medicina. Com essa visão voltada para um Brasil de nível superior, é que o professor Alcides quis apostar no futuro de Remanso.
 Além da UNIFAN, o professor vem investindo em outros grandes empreendimentos, onde empregos serão gerados, dentre eles um hotel de primeira linha que tem a previsão de ficar pronto em 2017.
IMG_5475

Ainda muita calmaria sobre eleições 2016


       

Maracás é uma das cidades que apresentam mais calmaria em relação a falatório de candidatos

 

Com exceção de algumas cidades da região, a política está ainda sem muita movimentação nas esquinas, nos bares e outros locais, que em épocas anteriores, nesse período difícil era falar em outro assunto. A cidade de Maracás é uma das mais calmas. Não se sabe o motivo, mas o que se sabe é que existe uma falta de motivação. Quando se fala no assunto, muitas pessoas nem sabem ainda quais são os candidatos. O prefeito Paulo dos Anjos assegura ser candidato a reeleição, porém, com o afastamento de Nelson Portela do cargo que exercia no Governo estadual, já não se sabe qual a estratégia dos lideres do grupo, ou seja, quem vai sair para candidato. Pelo outro lado, Soya, que é a principal oposição, não tem se manifestado quanto á uma pré-campanha com mais ênfase, e com isso o tempo vai passando tudo muito calmo. Na verdade, o que está acontecendo nas cidades pequenas, é que junta a falta de entusiasmo do povo e a crise que assola, algo que não vai ser uma tarefa fácil para os próximos prefeitos, o resultado é essa calmaria, se comparando com décadas passadas.

Algumas cidades já estão se agitando, a exemplo de Planaltino, Jaguaquara e outras, mas são contadas nos dedos, como se dizem. Jequié, que tem sofrido muito nas últimas gestões, a população já nem acredita mais na classe política da velha guarda, e com certeza deve surgir um nome novo, com novas ideia e, sem a velha demagogia de muitos políticos, quem entrar vai ter que tirar o município do caos em todas as áreas. Até o momento ainda não se sabe ao certo, a definição da política na cidade. O deputado Euclides Fernandes, que concorreu com Tânia Brito nas eleições passadas, mas com o passar do tempo ficou no ar uma expectativa de que seria melhor opção, mas não adianta chorar depois do “leite derramado”. Quem sabe, caso seja Euclides, ele queira mostrar que foram quatro anos perdidos e que agora é hora de reconstruir Jequié. Em Santa Inês, um novo nome está na boca do povo e com muita credibilidade, que é o professor maracaense, Emerson Elói. A verdade é que o tempo está ficando curto para cada um realizar a sua convecção, onde o  último dia será cinco de agosto.

 

Téo da Van realiza grande reunião com os cooperados da COOPERTAI em Lajedo do Tabocal


 

 

 

DSCN7044[1]

Final de reunião de muitos assuntos abordados

 

O dia 15 de julho aconteceu mais uma reunião de grande importância para os cooperados da Coopertai, que é uma cooperativa em busca da regularização do transporte de passageiros, que tem sede na cidade de Lajedo do Tabocal e foi criada a um ano pelo popular Téo da Van. Muitos assuntos ligados ao aperfeiçoamento foram abordados e discutidos. Vale ressaltar que a Coopertai foi fundada há um ano, como foi dito, mas já contabiliza várias vitórias conquistadas, onde quem ganha  é o passageiro, que irá viajar em carros de qualidade com motoristas qualificados, pois tudo isso foi abordado na reunião. Na ocasião o presidente falou que uma das exigências da Cooperativa é procurar ao máximo a perfeição em todos os níveis, que vai da forma de conduzir o veiculo e as suas condições, bem como as documentações exigidas pela lei. Durante a reunião, a palavra estava aberta para quase uma centena de Cooperados, que vieram de nove estados do Nordeste, de São Paulo e de muitas regiões da Bahia. Um deles abordou um assunto que terminou entrando em pauta, que foi a possibilidade da compra de um veiculo para servir só para fiscalizar os associados, pois, ao seu ver, e é uma realidade, quando uma instituição começa a crescer, surge também a necessidade de uma fiscalização dos próprios membros, pra evitar possíveis diminuição do nome de tal instituição, que no caso aqui é a Coopertai, que já é considerada uma das mais organizadas do Brasil. Ouvindo a ideia do colega, Téo da Van disse que essa já era um pensamento dele, porém estava esperando ter dinheiro em caixa para ser uma realidade. Foi quando o associado disse que se todos concordasse e cada um contribuir com uma pequena quantia de 200 ou 300 reais, já dava pra comprar o carro sem precisar esperar e mexer na reserva do caixa da Cooperativa. Nesse momento todos concordaram.

DSCN7040[1]

Téo da Van, que é fundador e presidente da cooperativa, falou de crescimento coletivo

 

O advogado Dr. Sidney, que é o procurador jurídico da Coopertai, falou sobre a parte jurídica da Coopertai, falou das exigências dos órgãos, mas assegurou que tudo está caminhando muito bem e que com a documentação que já existe, os proprietários dos seus carros estão aptos a viajar, porém, cada um tem que estar munidos com os documentos básicos do condutor e do veiculo. Também, orientou o advogado, que é preciso agregar muitos valores, para que haja uma boa impressão tanto para os passageiros como por exemplo, na hora de uma abordagem,  que a qualidade do veiculo, todas as luzes funcionando, veiculo limpo, motorista educado com o policial e ainda o próprio traje do condutor conta muito, “´pois neste país a aparência é um dos fatores importantes em determinadas ocasiões”, enfatizou. Foi nesse momento que a ideia de Téo foi ao ar, que é de confeccionar camisas com o nome da Coopertai na fronte e, caso algum proprietário das suas empresas queiram,coloca nas costas da camisa o nome da sua empresa.

DSCN7041[1]

Cooperados atentos à cada palavra

 

Depois da reunião entre os associados, Jornal e blog Café com Leite fez uma rápida entrevista com o Dr. Sidney, onde ele disse que a Coopertai é uma das cooperativas mais organizadas do país, pois ele conhece muitas que estão há mais de dez anos lutando para obter uma organização que possa fazer o transporte dentro das regras sem conseguir, enquanto a Coopertai, com apenas um ano de existência já está alcançando um nível ótimo e a cada dia sobe mais um degrau. O presidente Téo, também deu uma rápida entrevista, onde disse está muito otimista com as conquistas da Cooperativa. Questionado sobre qual a importância de uma reunião como esta, o presidente respondeu que é a informação a todos e a união forte em prol do mesmo objetivo, que é a organização da classe. Téo disse ainda que um fator de grande importância em qualquer instituição que esteja começando, é a satisfação dos que já fazem parte, bem como o prazer em atender e receber os que estão chegando. Disse que a luta é grande, mas que pra alcançar qualquer vitória é preciso luta e dedicação.

Valdino Monteiro, que já foi prefeito de Cravolândia, também estava lá pala primeira vez, assegurando à reportagem do Café Com Leite que gostou muito da maneira com que é tratado os associados, observou a satisfação de todos e assegurou que pretende fazer parte da equipe que na verdade a cada dia cresce mais.

O Café com Leite observou exatamente a questão da seriedade da cooperativa, da satisfação dos cooperados, que apesar de muitos terem se deslocado de uma distancia de mais de mil km, chegava ao presidente para apertar a mão quando foram embora, demonstrando muita satisfação com o andamento da instituição.

Santa Inês tem nome novo na política


 

 

 

Um dos prêmios recebidos por Emerson

 

A cidade de Santa Inês, que é banhada pelo Rio Jiquiriçá deve contar com um novo nome para concorrer às eleições de prefeito. Trata-se do professor Emerson Elói, que já tem muitos serviços prestados, tanto na própria santa Inês, como diretor do Colégio ACM, como o grande trabalho realizado com fanfarras, as quais foram ganhadoras de prêmios por várias vezes nas cidades de Maracás e Santa Inês.

Emerson tem a referência de uma gestão pública exemplar no Colégio ACM de Santa Inês, como já foi dito, gestão essa premiada pelo Governo do Estado, Ministério Público, Ministério da Educação, ONU e etc. O professor tem falado sempre que a marca registrada de sua gestão no Colégio ACM de Santa Inês, são os princípios do comprometimento com as pessoas, responsabilidade com a coisa pública, compartilhamento dos direitos e deveres entre todos e, em especial, a absoluta transparência na aplicação dos  recursos públicos. Elói disse ainda que uma gestão pública precisa de visão humana e ser destinada exclusivamente para atender às demandas do povo, proporcionando melhorias na qualidade de vida e consequentemente um desenvolvimento social.  “Quando os recursos são aplicados corretamente,os benefícios vão para todos e não apenas para uma minoria. Aplicar bem os recursos públicos é muito mais que um compromisso, é uma obrigação do gestor público e estamos fazendo nosso papel há oito anos no Colégio ACM. Um Colégio referência no estado da Bahia, por aplicar bem o dinheiro público, valorizar e apostar nas potencialidades do ser humano”, enfatizou Elói. Questionado sobre a baixa popularidade do Gestor atual, que culminou na retirada da candidatura a reeleição, Emerson disse: “É preciso cautela para administrar esse momento. A baixa popularidade do atual gestor é o reflexo de uma administração que não tem nenhum compromisso com as pessoas, sendo assim, o resultado não é surpreendente, pois o município se encontra em situação de calamidade em seus serviços públicos municipais, em especial, a saúde, a geração de renda e, consequentemente, possibilidade de gerar emprego e serviços para a população.

O jornal Café com Leite já andou falando com o professor Emerson, logo quando começaram surgir os primeiros prêmios na sua gestão como diretor, mas, como ainda faltava mais de três anos para chegar as eleições, ele dizia que no momento o seu objetivo era cuidar bem do colégio. Vale ressaltar que ali foi construído um pavilhão novo, que homenageou uma zeladora; foi desenvolvido uma horta comunitária numa área no colégio e muitos outros benefícios. Isto sem contar a área educacional que muitos diziam que nem todas as escolas particulares possuíam um perfil tão bem aprimorado, tanto na área física quando na área educacional propriamente dita.

Valeu Emerson, estamos aqui para ajudar você alcançar mais este objetivo, por acreditar que essa luta não é só sua e sim bastante coletiva, a ponto de atingir toda a população de Santa Inês.

Lei da Ficha Limpa e ações eleitorais foram temas de último dia de workshop no TRE-BA nesta sexta-feira (8/7)


 Imagem inline 2

Da esquerda para direita, o ex-juiz Márlon Reis e o advogado e professor Ludgero Liberato 

 

A Lei da Ficha Limpa foi tema de debate no segundo dia do workshop de Direito Eleitoral realizado nesta sexta-feira (8/7) pela manhã, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). A discussão foi conduzida pelo ex-Juiz de Direito do Maranhão,  Márlon Reis,  membro fundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e um dos idealizadores e redatores da Lei da Ficha Limpa, que explicou o surgimento e objetivos da norma.

De acordo com Reis, a Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar n° 135/2010) foi fruto de uma ação popular para combater a corrupção eleitoral. Essa lei – que determina a inelegibilidade por oito anos de políticos condenados em processos criminais em segunda instância, cassados ou que tenham renunciado para evitar a cassação – alterou a Lei Complementar 64/1990, sobre casos de inelegibilidade.

Segundo a Lei da Ficha Limpa, estão incluídos na condição de inelegíveis os que forem condenados por corrupção eleitoral, compra de votos, doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma. A inelegibilidade alcança ainda os detentores de cargos públicos que beneficiarem a si ou a terceiros, pelo abuso do poder econômico ou político e os políticos que renunciarem a seus mandatos.

“A finalidade da Lei de Ficha Limpa não é punir, mas prevenir a moralidade e a probidade administrativa. A inelegibilidade é um requisito para o exercício do mandato.”, ressaltou Reis. O especialista falou também do papel da Justiça Eleitoral em relação às questões da Ficha Limpa neste pleito eleitoral. “A função da Justiça Eleitoral é julgar e não punir. Quando o juiz eleitoral julga, ele não condena [o candidato]. Ele condena a perda do diploma. O juiz está, apenas, declarando o que diz a lei.” Para Márlon Reis, essa será a eleição mais transparente da história do Brasil.

Ações judiciais eleitorais

Pela tarde, o advogado criminalista e eleitoralista Ludgero Liberato trouxe as principais alterações que impactaram o procedimento de ajuizamento de ações judiciais eleitorais com a entrada em vigor do novo Código de Processo Civil (CPC). Ele lembrou que com o artigo 15 do atual CPC, na ausência de dispositivos da legislação eleitoral, o código civil deve ser aplicado de forma subsidiária (quando a lei eleitoral não disciplina determinado caso processual) e supletiva (quando, apesar da lei processual eleitoral disciplinar o instituto processual, ela não for completa). Tal aplicação vale também para os casos trabalhistas ou administrativos.

Na palestra, Ludgero, que é mestre em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo e professor universitário, explanou também sobre a questão probatória no processo eleitoral, lembrando que a prova testemunhal, se for exclusiva, não poderá ser aceita nos processos que levem à perda do mandato. O professor falou ainda de outros aspectos importantes presentes no âmbito das ações no âmbito da Justiça Eleitoral.

O evento, que trouxe os principais temas relacionados às eleições deste ano, começou nessa quinta-feira (7/7) e encerrou hoje com a palestra de Ludgero.

Matéria: Tainara Figueiredo e Sidnei Matos – Ascom TRE-BA

Estudantes de duas escolas de Maracás fizeram protesto contra demissões de trabalhadores e querem mudança


 

m1

Estudantes não pensam em desistir do movimento enquanto não conseguir as reivindicações 

 

Recentemente foi anunciada pelo Governo do Estado, a demissão de cerca de 1,700 funcionários terceirizados, o que causou o maior “RTT” nas escolas estaduais de muitas cidades do interior da Bahia. Na cidade de Maracás, por exemplo, estudantes de duas escolas, Edivaldo Boa Ventura e Edilson Freire, saíram às ruas em protesto contra essa triste atitude do governo, pois se o ensino já não está lá essas coisas, devido às inúmeras carências em todo estado, com as demissões destes trabalhadores a situação ficou ainda pior. Mesmo com parte dos trabalhadores ter continuado trabalhando, na esperança de o governo voltar atrás e readmiti-los, como assim foram informados, a situação ficou caótica. Ao perceberem que estavam sendo “ludibriados” como disse outra estudante, os vigilantes resolveram sair de vez, o que, segundo a categoria que fez o protesto, fica inviável de ir pra uma sala de aula, pois a merenda escolar foi prejudicada, os banheiros ficam impróprios para uso, de tanta sujeira e assim vai desencadeando outros problemas até tornar um caos total. Com tal situação, a aprovação de um protesto e até adesão foi quase uma unanimidade entre estudantes, professores e outras categorias.

Na verdade, a falta de coerência está clara, entre o governador dizer que a educação é uma das suas prioridades principais, inclusive visitando as escolas quando vai a um município, por pequeno que seja, com tal atitude tomada, onde vai de encontro a qualquer melhoramento na educação do estado. No caso de Maracás, dois motivos levaram uma unanimidade ao apoio à mobilização. Uma é pela falta de respeito do governo  estadual perante os trabalhadores pais de família, que dependem deste emprego para sobrevivência das suas famílias, e o outro é, como foi dito, pela situação que ficaram esses dois colégios, onde não tem como estudantes e professores continuarem desenvolvendo bem os seus deveres. “Resolvemos fazer essa manifestação para chamar a atenção da sociedade e a imprensa que certamente não sabem de tal situação nas escolas citadas. Precisamos de apoio e a compreensão de todos, caso causamos alguns transtornos, pois o que queremos é condições de estudarmos com dignidade e também que os professores  possam ensinar com dignidade”, desabafou uma estudante, acrescentando ainda que o movimento só vai parar quando soluções forem tomadas.

Paulo Brito, Diretor de Comunicação do Sindicato dos Vigilantes, disse que o governo alega e justifica tal catástrofe, aos ajustes nas contas do governo, mas esquece de que não pode prejudicar de tal forma uma instituição, que é o ensino nos colégios, ainda mais demitindo pais de família. Essa atitude é colocar o carro na contramão de uma educação se quer neutra. Outro fator que traz preocupação, é o perigo de arrobamento nas escolas, como já aconteceu.

O jornal e blog Café com Leite estão atentos às movimentações, sempre apoiando o que trouxer melhores condições de ensino e aprendizado e, consequentemente, uma educação que realmente mereça elogios.