Carros voadores pode ser uma realidade até 2030, garantem Uber e Nasa


Resultado de imagem para foto de carro voador da uber

 

A NASA e a Uber anunciaram na última semana um acordo para desenvolver um software de controle detráfego aéreo para a frota de carros “voadores” da Uber, disse o diretor de produtos da Uber, Jeff Holden.

A previsão é de que os testes com o veículo aéreo comecem já em 2020, nas cidades de Los Angeles e Dallas, nos Estados Unidos, e Dubai, nos Emirados Árabes.

O acordo faz parte do “Space Act Agreement” da Nasa, criado para regular e garantir a segurança de veículos aéreos não tripulados, como é o caso dos que a Uber deve operar. A partir do software desenvolvido pela Agência, os veículos saberão em qual rota devem operar e a qual distância ficar de outros veículos aéreos.

De acordo com a Uber, o custo de uma viagem no UberAir deve ser similar ao do UberX, com a diferença de que a viagem é muito mais rápida: um trajeto em Los Angeles que é feito em 1h20 no horário de rush, poderá ser realizado em somente 30 minutos.

A expectativa da Uber é de que o UberAir já esteja operando até os Jogos Olímpicos de 2028, que acontecem em Los Angeles. Após os anúncios continua a matéria.

 

Muita loucura de se imaginar os ares cheios de carros cruzando de um lado para outro dentro de aproximadamente 15 anos. Se comparado com a chegada do celular, que antes parecia sonho e dentro de pouco tempo virou epidemia, pois os preços não são altos e há mais celulares que gente no Brasil, não é de se imaginar que os carros voadores vão chegar com preços absurdos, pois o objetivo, talvez, é economizar com estradas e outras itens que dão um custo muito grande para os cofres públicos. O que acontece é que só com a possibilidade de em 2030 já ter carros cruzando os céus de Maracás, Planaltino e adjacências, já preocupa o comprador na hora de adquirir um desses carros antigos, tipo a SW4 e outros, que é do tempo em que carro necessitava de estrada pra transportar pessoas. Só pra lembrar, há pouco tempo, para que se tivesse uma foto vista do alto, a chamada foto aérea, era preciso contratar um helicóptero, para que fosse realizada tal imagem. Pois é, num piscar de olhos chegou a preço pequeno o “Drone”, fazendo uma grande quantidade de fotos em minutos. Coisa de louco essa evolução!!

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Mudança ministerial fez Rodrigo Maia mudar o rumo da conversa sobre Reforma da Previdência


 

Resultado de imagem para fotos do predio da previdencia social

 

Ao participar hoje (22) da abertura do seminário de amizade Brasil-Itália, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a necessidade de o governo dialogar mais com parlamentares antes de fixar uma data para colocar em votação a reforma da Previdência na Casa.

“A gente não deve precipitar data se não tivermos clareza dos votos. Esse é um trabalho difícil. Sabemos que a Previdência é um tema muito polêmico, um mito. Então, temos de ter muita paciência e cuidado, porque é uma votação muito importante para o Brasil. Não podemos correr nenhum risco. Precisamos esclarecer a sociedade como estamos tentando fazer”, disse o presidente da Câmara.

Maia afirmou que a reforma previdenciária vai corrigir uma distorção que hoje penaliza os mais pobres em favor dos que ganham mais. Ele citou como exemplo o caso de funcionários públicos que se aposentam com pouco mais de 50 anos de idade ganhando cerca de R$ 30 mil.

Rodrigo Maia destacou que, mesmo que os servidores tenham direito, esse desequilíbrio precisa ser corrigido.

“Precisamos acabar com essa sangria, onde a distorção do sistema transfere anualmente dos que ganham menos para os que ganham mais. É o maior programa de transferência de renda do mundo. Os mais pobres financiam a Previdência dos mais ricos. Essa é a principal distorção do sistema e precisa ser resolvida”, acrescentou Maia.

De acordo com o presidente da Câmara, se atual administração não acabar com essa distorção “os futuros governos serão obrigados a cortar salários e aposentadorias ou a inflação acabará tirando o valor do salário dos brasileiros”.

Conforme Rodrigo Maia, a Previdência consome hoje mais de 40% dos gastos dos estados.

Até aqui esse texto teve como fonte o blog GGN, mas já que o Café com Leite Notícia é um veículo opinativo, sempre levantando algumas polêmicas que termina fazendo muita gente refletir. A  Reforma da Previdência, assunto já muito batido, no entanto a sociedade não sabe o que vai mudar, não sabe se vai melhorar, se vai piorar, quem vai se favorecer e muitas outras desinformações que vira uma bolha vazia dentro do trabalhador brasileiro, a sugestão é que haja uma cartilha mostrando a real situação da Previdência na atualidade, mostrar o que vai acontecer no caso de uma reforma, como também o que pode acontecer no caso de não acontecer uma reforma. Até agora fica o jogo político, onde um lado diz que reformar a Previdência será a salvação da pobreza, mas o outro lado diz que o pobre pode comprar logo o cachão e demarcar o seu lugar no cemitério, pois acontecendo a reforma, adeus aposentadoria. Como sempre, o povo termina sendo -a salsicha no meio das duas bandas do pão, sempre arrochado até ser consumido pelos dentes afiados do sistema-. Eu diria para que as pessoas comecem a se informar, nem só sobre o que é a Previdência no Brasil, mas sobre muitas outras coisas que necessitam de pesquisa. E, com uma mídia em que você através do seu celular tem acesso em tempo real, não cabe mais boa parte da sociedade brasileira ser um boneco dirigido por políticos mafiosos e corruptos, como é a maioria no Brasil, infelizmente. Inclusive, se pode pesquisar a vida de um candidato para saber se merece seu voto. Portanto, pesquisem sobre a Reforma da Previdência e, se for caso de detectar que vai ser ruim para o trabalhador brasileiro, façam protestos pacíficos e inteligentes, mostrando com argumentos, que não aceita a mudança. Porém, detectando que é realmente preciso acontecer a mudança, aceitem numa boa. http://cafecomleitenoticias.com.br/

Tags

O cerco começa apertar para a GLOBO: Os partidos PSOL, PT e PDT entram com ação para investigar a emissora


 

De acordo às informações colhidas através do blog GGN, os partidos PSOL, PT e PDT se juntaram em uma representação exigindo investigação da TV Globo no que se refere às denúncias sobre pagamento de propina para obtenção de direitos de transmissão exclusivos de campeonatos de futebol, já incluídas as Copas do Mundo de 2026 e 2030.

A representação vai ser apresentada hoje, quarta-feira, 22.

A ação é assinada pelos presidentes das siglas, Luiz Araújo (PSOL), Gleisi Hoffmann (PT e Carlos Lupi (PDT). A representação será protocolada no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e exige que as denúncias sejam exaustivamente apuradas e, caso comprovadas, que haja cassação da concessão pública sobre a qual a Globo opera no País.

Foi o depoimento de Alejandro Burzaco, ex-executivo da argentina Torneos y Competencias (TyC Sports), no caso agora conhecido como FIFAgate, que relatou a ação da Globo, como uma das seis empresas de televisão que pagou propina por direitos de transmissão de campeonatos internacionais de futebol, como Copa do Mundo, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana. A Globo teria pago US$ 15 milhões em propina.

O argentino Buzarco é testemunha de acusação do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) junto à justiça dos Estados Unidos. A investigação do caso envolve agentes da Fifa, de 1991 até hoje, em que aparecem crimes, parcerias ilegais com executivos de marketing e contratos de exclusividade em troca de propina.

A ação proposta pelos partidos demonstra a importância desta investigação no Brasil, já que as emissoras, aqui, dependem de concessão pública para poderem operar. Se prestam um serviço público e de relevância, essas condutas são deletérias à concorrência e à economia do país, entendem os solicitantes.

Padaria dar pão fresco de graça a quem não tem dinheiro


Ninguém passa fome próximo a uma padaria em Guarapari, no Espírito Santo.

Uma cesta cheinha de pão quentinho aguarda quem precisa na calçada do estabelecimento com um recado:

“Pode pegar. Pegue apenas o necessário pra você, pois tem mais pessoas com fome.”

E é assim há quase um mês.

“Os funcionários abraçaram a causa, não deixando a cesta vazia durante o dia”, explica a gerente Fabíola Gonçalves.

A intenção é atender a população carente e os pãezinhos ficam sempre repostos.

O SóNotíciaBoa faz questão de enfatizar o nome da padaria: República dos Pães.

“Para nós é bom, porque a gente come. Ninguém joga fora, não. A gente aproveita”, disse a pensionista Edna Ralta.

Quem não precisa, faz questão de pagar e deixar os pães intactos.

“De repente alguém precisa, tem mais necessidade do que a gente. Se a gente tem condições, por que não comprar?”, opinou o motorista Antônio Marcos Almeida.

Emoção

Um caso emocionou a gerente da padaria.

Um homem que catava materiais recicláveis na rua contou que toda a família estava desempregada.

“Ele falou: estou levando esse pão para o meu dia de amanhã. Isso, para nós, é muito gratificante”, contou Fabíola.

“Os funcionários abraçaram a causa, não deixando a cesta vazia durante o dia”, explica a gerente Fabíola Gonçalves.

A intenção é atender a população carente e os pãezinhos ficam sempre repostos.

O SóNotíciaBoa faz questão de enfatizar o nome da padaria: República dos Pães.

“Para nós é bom, porque a gente come. Ninguém joga fora, não. A gente aproveita”, disse a pensionista Edna Ralta.

Quem não precisa, faz questão de pagar e deixar os pães intactos.

“De repente alguém precisa, tem mais necessidade do que a gente. Se a gente tem condições, por que não comprar?”, opinou o motorista Antônio Marcos Almeida.

Emoção

Um caso emocionou a gerente da padaria.

Um homem que catava materiais recicláveis na rua contou que toda a família estava desempregada.

“Ele falou: estou levando esse pão para o meu dia de amanhã. Isso, para nós, é muito gratificante”, contou Fabíola.Fonte: Sonoticiaboa

Presença do juiz Sergio Moro faz procuradores, em protesto, retirarem de evento em Curitiba


Foto: Eneas Gomez / Facebook ANPM

 

Um grupo de procuradores municipais de Curitiba desistiu de participar do Congresso Nacional da categoria por causa da presença do juiz federal Sérgio Moro na abertura do evento, nesta terça-feira (21), na capital paranaense. Quando o nome do magistrado foi confirmado, 72 procuradores municipais assinaram uma nota endereçada ao presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM), Carlos Mourão, para manifestar a insatisfação do grupo.

O grupo de procuradores que organizou o protesto contra o juiz deixou o local quando Moro iniciou a palestra. O magistrado foi o último palestrante da noite.

Cerca de 25 procuradores municipais endossaram a manifestação, mas permaneceram no Congresso para protestar contra a presença do magistrado. A ideia inicial do grupo era fazer um protesto silencioso durante o congresso. Mas segundo o procurador municipal de Fortaleza e ex-presidente da ANPM, Guilherme Rodrigues, três faixas trazidas pelo grupo foram tomadas pela organização.

“A ideia não era ter vaia, não era ter protesto barulhento. A ideia levantar uma faixa e nos retirarmos exatamente por não concordar com esse convite”, disse. “Nós tivemos as faixas apreendidas e, por isso, não nos restou outra solução a não ser expressar com a voz o que a gente ia expressar com as faixas”.

Em meio a aplausos de participantes que ficaram em pé para saudar Moro, na plateia, também era possível ouvir algumas vaias e gritos de ‘vergonha’ quando o nome do juiz era mencionado.

Segundo Guilherme Rodrigues, houve um movimento orquestrado da organização para impedir vozes dissonantes.

“Se não podia mais desconvidar um juiz que é um juiz polêmico, que dividiu a categoria, se não meio a meio, que trouxe insatisfação, nós pedimos para que fizessem um contraponto. Ouvisse uma opinião do mesmo tema, com uma outra visão. Nós sugerimos, inclusive, o ex-ministro da Justiça, Eugênio Aragão. Para nós, a negativa do convite nos deu a certeza de que aqui foi armado um palco que na verdade não é de combate a corrupção”, afirma. “Não se combate a corrupção combatendo direitos fundamentais”.

Para a procuradora municipal de Fortaleza Rosaura Brito Bastos, Moro exerce uma magistratura acusatória, que desrespeita os advogados e a defesa dos réus. “A ele, ao juiz da causa, que deveria ser imparcial, só servem as provas que venham a contribuir com a tese dele, que é acusatória. Um juiz não pode ser acusador”.

“Quando ele age dessa forma, ele desrespeita o trabalho dos advogados. Não existe hierarquia, não existe uma superioridade. Não se admite que um juiz mande um advogado calar e boca e mande ele fazer concurso para juiz. Nós não queremos ser juízes, nós queremos ser advogados”, afirma. Com informação da UOL.

 

Governador Rui Costa inaugura estrada em Lafaiete Coutinho


Estrada tem 15 km de asfalto de qualidade

 

Com um pouco de atraso, por motivo de uma pane no helicóptero, tendo que substituir por um alugado, por volta das 10 horas da manhã da segunda feira, 20 de Novembro, chegou o governador Rui Costa, secretário de Infraestrutura Marcus Cavalcanti e demais políticos que o acompanhavaç, para uma visita a Lafaiete Coutinho, onde inaugurou 15 km de estrada asfaltada que dar acesso á BR 116.

Governador, acompanhado do prefeito João Freitas, Zé Cocá e outras lideranças percorreu ruas da cidade

 

Assim que desceu da aeronave, Rui Costa, sempre arrodeado de amigos e o povo em geral, fez questão de ir a pé pelas ruas da cidade, num percurso de mais de mil metros, para vê de perto um pouco da cidade, algo que já é um costume do governador por onde anda, tanto no interior quanto na capital do estado. Foi durante o percurso que Rui Costa observou por exemplo, que o complexo da Polícia Militar não estava com uma aparência agradável, e no mesmo momento comento com o prefeito João Véi, onde ja se comprometeu em o estado fazer uma parceria com a prefeitura, para que o imóvel ganhe uma reforma geral.

Na estiveram fazendo parte do evento, o deputado estadual Euclides Fernandes, Federal Antônio Brito e prefeitos de diversas cidades da região, principalmente das ligadas ao consórcio Convale, o qual Jão Véi é presidente.

No palanque os deputados Euclides e Antônio Brito deram discursos exaltando os a trabalhos do Governador Rui Costa, principalmente em se tratando do setor de Saúde, onde pela primeira vez na história de um governador do estado da Bahia, vem realizado um trabalho de grande importância, que é trazer para o interior da Bahia,

A multidão acompanhou as lideranças políticas pelas ruas da cidade. Um ato que comprova a satisfação com as administrações municipal e estadual

 

Na fala do prefeito Jão Véi ele disse que é um apaixonado pelo trabalho que vem sendo realizado na Bahia pelo Governador Rui Costa e que qualquer prefeito deve se espelhar em administradores assim. O prefeito fez alguns pedidos e foram atendidos quase que na totalidade. entre eles a construção de um galpão para a instalação e uma empresa de calçados, pois a mesma ocupa a quadra coberta da cidade, eixando assim a juventude sem praticar esporte em variadas modalidades. Outro pedido do prefeito foi a reforma e transformação do prédio que seria o entre-posto de carnes, mas que não serviu de nada até o momento, ara que seja aproveitado para outra finalidade, possivelmente um comando da Polícia Militar.

Governador Rui Costa fala da relação de político eleito e eleitor, que deve permanecer depois de eleitos. O prefeito João Véi ouviu as suas palavras atentamente.

 

vale ressaltar que o município de Lafaiete Coutinho já é considerado como a capital da Agricultura Familiar, pois além de possuir trabalhadores rurais que sabem lidar com a terra, ainda é possuidor de um solo invejável. O prefeito João Véi vem incentivando a permanência do homem no campo. Com isso, o comércio da cidade tem estado mais aquecido, como têm relatado alguns comerciantes. Você leitor, vai ficar mais informado sobre o desenvolvimento do município, no jornal Café com Leite, que vem cobrindo mais de 50 cidades da região. Vale lembrar que além do prefeito João e outros políticos, o presidente dos Consórcios da Bahia, Zenildo Brandão (Zé Cocá), que é uma forte liderança política de Lafaiete e toda região.

 

 

 

 

 

 

 

 


Porque a denúncia do sítio, tecnicamente, jamais deveria ter sido aceita

“Vagueza é a palavra que qualifica adequada e perfeitamente a acusação formulada pelo Ministério Público Federal nestes autos. Pelo entendimento do Juízo, todavia, tudo é abrangido pelo contexto”, disparou a defesa de Lula

Foto: Reprodução/Lava Jato

De acordo ao artigo de Cíntia Alves, que foi publicada no GGN, ha uma grande incoerência entre as acusações e a realidade, uma vez que nas investigações sobre o ex-presidente Lula, as denúncias giram em torno de um apartamento e um sítio. Muita gente já está falando que o tiro desses acusadores de Curitiba, pode sair pela culatra e terminar servindo de parâmetro para o crescimento político do Lula, como já está acontecendo, tipo: “pera aí, estão acusando o presidente que governou por dois mandatos, de possuir um apartamento e um sítio? Só isso? Em quanto malas de dinheiro e outras acusações de outras figuras políticas passam batidas”?  Como disse Cíntia, são denúncia inepta, sem indícios de materialidade, que inverte indevidamente o ônus da prova e se mostra “inábil, omissa e deficitária”. Não resiste a um teste de lógica, afinal, como pode alguém ser acusado de liderar um esquema de desvio de 155 milhões de reais e ter sido, ao mesmo tempo, beneficiado por míseros 1,02 milhão de reais em reformas num sítio? É dessa forma – figurativamente “com os dois pés no peito” do Ministério Público – que a defesa de Lula rebate as acusações feitas pelos procuradores de Curitiba no processo envolvendo o famoso sítio de Atibaia.

No caso em tela, Lula foi acusado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas a denúncia, na visão dos defensores, “jamais deveria ter sido aceita” pelo juiz Sergio Moro, pois é “vaga”, “temerária”, “leviana”, “abusiva” e “limita-se a reproduzir as palavras abstratas da lei penal descritiva” dos crimes indicados, já que não conseguiu especificar um único ato sequer cometido pelo ex-presidente. Fonte GGN.


Shopping em São José dos Campos tem Papai Noel negro pela primeira vez

Rubens Campolina, de 69 anos, disse que foi surpreendido pelo convite para ocupar o cargo. Ele começou a receber as crianças nesta segunda-feira (20).


Por Camilla Motta, G1 Vale do Paraíba e Região

Papai Noel chega ao ValeSul Shopping (Foto: ValeSul Shopping/ Divulgação)Papai Noel chega ao ValeSul Shopping (Foto: ValeSul Shopping/ Divulgação)

Papai Noel chega ao ValeSul Shopping (Foto: ValeSul Shopping/ Divulgação)

Um Papai Noel negro, raro em um mercado onde predominam brancos, chegou em um shopping em São José dos Campos (SP) neste fim de ano. Essa é a primeira vez que o centro de compras no Vale do Paraíba aposta no personagem que não segue o estereótipo do velhinho rechonchudo, de pele clara e barba comprida para compor o cenário mágico do Natal.

O aposentado Rubens Campolina, de 69 anos, foi contratado para a função mais prestigiada pelas crianças no fim do ano. Ele começa a atender as crianças nesta segunda-feira (20).

Todos os anos, o Vale Sul Shopping, na zona sul, contrata três idosos para o posto de Papai Noel entre os meses de novembro e dezembro. Para o Natal deste ano, dois profissionais já tinham sido escolhidos.

Na busca pelo terceiro, a equipe de marketing fez buscas em agências e até em outras cidades, mas o escolhido foi encontrado na Casa do Idoso, que é um espaço público com atividades gratuitas para os idosos na cidade. Essa é a primeira vez que Campolina trabalha como Noel.

“Temos uma mamãe noel que descobrimos lá. Então, fomos pedir indicação e de cara indicaram o Rubens, que foi mister 3ª idade 2016. Assim que o vimos, nos apaixonamos. Ele é lindo, tem um carisma que nunca vi igual e tem tudo que um Papai Noel precisa. É simpático, tem uma risada divertida, é alegre e gosta de crianças”, contou a coordenadora de marketing Luana Feichas.

Assim que foi convidado, Rubens admite que levou um susto e questionou se o contratante tinha certeza da escolha. “Eu nunca esperei por esse convite. No começo eu não fui muito fácil. Perguntei se eles tinham certeza, se era para ser Papai Noel na África”, disse.

Após amadurecer a ideia, ele aceitou o convite no mês de março e começou a se preparar. “Achei que poderia ser bacana, uma novidade, e que até as crianças negras poderiam ter uma referência. Acho que vai ser muito bacana, desde que descobri estou fazendo propaganda para todo mundo vir me ver”, brincou.

A preparação contou com provas de figurino e por consultas com psicologas, tanto para aprender a lidar com o possível preconceito, quanto para saber lidar com as crianças.

“Sei que vou encontrar alegrias e obstáculos. Tenho que estar preparado. O Brasil é um país que ainda tem muito preconceito. Quero curtir o meu momento porque me sinto feliz de ser escolhido”, disse.

Ele começa a atender as crianças nesta segunda-feira (20) das 14h às 22h no Vale Sul Shopping, que fica na Avenida Andrômeda, 227.

Papai Noel recebe as crianças nesta segunda-feira em São José (Foto: Divulgação/Vale Sul Shopping)Papai Noel recebe as crianças nesta segunda-feira em São José (Foto: Divulgação/Vale Sul Shopping)

Papai Noel recebe as crianças nesta segunda-feira em São José (Foto: Divulgação/ ValeSul.

 

 

Cientistas descobrem novo planeta habitável: tem água!


 

Centistas descobriram um novo planeta parecido com a Terra

Ele fica a 11 anos-luz – cada ano-luz equivale a 9,46 trilhões de quilômetros – do sistema solar, bem perto, em termos cósmicos.

Tudo indica que o novo astro pode apresentar água líquida em sua superfície, condição fundamental para ser considerado habitável, informou nesta quarta-feira o Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês), responsável pela descoberta.

O planeta, que foi chamado de Ross 128 b, orbita uma estrela anã vermelha inativa, o que pode aumentar as probabilidades de reunir as condições necessárias para abrigar vida, de acordo com o estudo publicado pela revista Astronomy & Astrophysics.

A equipe responsável pela descoberta utilizou o caçador de planetas HARPS (sigla em inglês para “motor de busca de alta precisão por velocidade radial”) da ESO. Esse equipamento está instalado no Observatório La Silla, no Chile. 

Na lista dos planetas habitáveis, o novo achado é o segundo mais próximo da Terra – atrás apenas de Proxima b.

Segundo o Observatório, ele será um alvo perfeito para o Extremely Large Telescope (ELT, na sigla em inglês), um dos principais telescópios do ESO, buscar biomarcadores na sua atmosfera.

O planeta

O exoplaneta tem baixa massa e seu tempo de órbita ao redor da anã vermelha Ross 128 é 9,9 dias.

Apesar de estarem entre as estrelas mais comuns, as anãs vermelhas são bons objetos para a busca de exoplanetas.

Como apresentam temperaturas relativamente baixas para uma estrela – a Ross 128, por exemplo, tem metade da temperatura do Sol –, é mais provável encontrar água em estado líquido nos planetas que as orbitam do que em outros sistemas planetários.

Segundo o ESO, o astro Ross 128 b está, ainda, se movendo na direção da Terra.

Isso significa que, em até 79.000 anos, ele poderá se transformar no “vizinho estelar mais próximo”, um “piscar de olhos em termos cósmicos”.

Com os dados do HARPS, a equipe descobriu que Ross 128 b orbita 20 vezes mais perto de sua estrela que a distância entre a Terra e o Sol.

Ele também recebe 1,38 vez mais radiação do que a Terra e calcula-se que a sua temperatura de equilíbrio se encontre entre -60 e 20 graus Celsius.

A próxima etapa será estudar com mais detalhes as suas atmosferas, as suas composições e químicas em busca de biomarcadores, como o oxigênio.

Fonte: SóNotíciaBoassa .

 

Brasileiro filho de professora viúva é aprovado em Harvard


Imagina a alegria do João quando ele recebeu a notícia de que foi aprovado em Harvard, uma das universidades mais conceituadas do mundo!

O rapaz, de 24 anos, que sempre estudou em escola pública e leva uma vida apertada para cursar medicina na USP, é de Mogi das Cruzes, em São Paulo.

João Batista Neto é filho de uma professora da rede pública estado de São Paulo. O pai, um mecânico ex-alcoólatra, morreu de cirrose hepática 8 anos depois de abandonar o álcool. A perda fez o jovem ter a ideia de ser médico para ajudar outras pessoas.

“O que me motivou a fazer medicina foram os problemas neurológicos que ele apresentou enquanto eu era criança/adolescente”, contou João ao SóNotíciaBoa.

Apesar de todos os problemas que enfrentou desde cedo, ele conta que sempre foi um ótimo aluno.

“Sempre obtive um desempenho exemplar. Inclusive, fui indicado pelos professores do ensino fundamental a participar de programas da secretaria da educação, como o Amigos da Escola, no qual ajudava as crianças mais novas a desenvolverem suas habilidades no uso de computadores”.

Para entrar na universidade com a bagagem oferecida na rede pública de ensino, João sabia que precisaria fazer cursinho. Sem dinheiro, ele conseguiu bolsas, ralou muito e passou em várias

“Entre elas a federal de São Paulo – UNIFESP, a federal do Paraná – UFPR, a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA” e a USP, onde cursa medicina hoje.

Vida apertada

Se entrar não foi fácil, se manter menos ainda. João literalmente se vira nos 30 com R$ 1.600 reais que recebe por mês: “R$ 400 do auxílio da universidade, R$ 424 de bolsa afinal [dada a alunos que fazem algo em troca para a universidade] e R$ 800 do meu salário como plantonista”, conta.

“Eu trabalho para me manter junto com os auxílios fornecidos pela universidade, aí não preciso depender financeiramente da minha mãe e ela não precisa se desdobrar pra me ajudar a pagar os gastos em SP. Então, de certa forma, eu ajudo-a. Eu trabalho três vezes na semana como plantonista de dúvidas no cursinho onde estudei, ajudando os alunos que querem entrar em grandes universidades”, revela

“Atuo como corretor de redações no cursinho pré-vestibular MedEnsina, como voluntário; sou membro da liga de Cardiologia e transplante cardíaco pediátrico; sou presidente interna da extensão académica IFMSA e, além disso, desenvolvo Iniciação Científica no departamento de cirurgia plástica do Hospital das Clínicas de SP como bolsista CNPq, no qual escrevo um projeto sobre crianças com Síndrome de Pierre Robin”.

Harvard

Este ano, depois de um criterioso processo seletivo, João foi aprovado para um intercâmbio na Harvard Medical School, em Boston nos EUA. É um programa de um ano  no Boston Children’s Hospital no Department of Plastic & Oral Surgery.

O estudante, que está no quarto semestre de medicina na USP, deverá fazer nos Estados Unidos pesquisas relacionadas à saúde pública e métodos de melhorá-la para garantir acesso universal aos procedimentos cirúrgicos e anestésicos.

Junto com a boa notícia veio a indagação: como viajar e se manter durante 1 ano nos EUA sem dinheiro?

Vaquinha

João fez as contas e descobriu que precisava de 52 mil reais para fazer o curso.

Na semana passada ele lançou uma vaquinha eletrônica para levantar o dinheiro no Catarse, seguindo o exemplo do amigo Rafael que passou pela mesma situação e conseguiu o dinheiro, depois da reportagem mostrada aqui no SóNotíciaBoa no mês passado.

“Com a sua ajuda terei uma nova visão de mundo, serei uma pessoa mais criteriosa … e acima de tudo, me tornarei um médico melhor”, diz o estudante na página da vaquinha eletrônica.

“Em Harvard terei a oportunidade de trabalhar em laboratórios de ponta, com uma infraestrutura excepcional, com pessoas do mundo todo e uma bagagem cultural incrível. Isso, oferecerá a mim uma expertise única. Com isso, poderei trazer para o Brasil todo o conhecimento adquirido e continuar meus trabalhos por aqui, sempre buscando melhorar cada vez mais o nosso Sistema Único de Saúde”, promete.

Ajude o João a estudar em Harvard: clique aqui 

João Batista e a mãe, Rosemeire Aparecida - Foto: arquivo pessoal

João Batista e a mãe, Rosemeire Aparecida – Foto: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa
 Fonte: Só noticia boa

Globo se enrasca em denúncia pesada


Por Patrícia Faermann:  A Rede Globo não apenas pagou propina diretamente pelos direitos de transmissão de jogos da FIFA no Brasil, como também o próprio diretor da Globo Esporte da época, Marcelo Campos Pinto, teria se encontrado, em 2012, com cartolas do esquema – Julio Humberto Grondona, José Maria Marin, Marco Polo Del Nero e Alejandro Burzaco – acertando o repasse de $ 600 mil a Marín e Del Nero.
A informação é do jornalista do BuzzFeed. Ken Benzinger, que acompanha de perto o julgamento sobre os escândalos envolvendo a corrupção internacional no futebol, que teve início nesta segunda-feira (13). Desde ontem, ele vem divulgando, ao vivo, pelas redes sociais, as acusações e as respostas das defesas no caso envolvendo cartolas brasileiros e de todo o mundo e como grandes redes de televisão fizeram parte dos esquemas, incluindo a Rede Globo.
O primeiro a ser chamado como testemunha de acusação no caso FIFA, neste segundo dia de audiências, foi Burzaco, empresário argentino da Torneos y Competencias (ex TyC) e o responsável por uma das maiores acusações envolvendo, desta vez diretamente, a Globo.
“A TV Globo é controlada por O Globo, a maior empresa de mídia brasileira. Televisa é um conglomerado de mídia mexicana enorme. Fox Sports é a emissora de esportes de Rupert Murdoch. Estas são empresas de pesos-pesados, sendo acusadas de um crime grave no Brooklyn hoje”, informou Bensinger, na tarde de hoje. Informações do GGN.

 

 

Janaína fala de um Interior do nosso Interior


 

Janaína faz parte do Território Portal do Sertão, com outros colegas, todos com o objetivo de resgatar e fazer aflorar as culturas que enriquecem a Bahia.

 

Por Janaína Visitação: São 416 municípios no interior da Bahia que num processo histórico, político e geográfico, e por questões práticas, tiveram suas áreas delimitadas. Mas, a cultura, aquela força que nos transforma em seres sociais, ultrapassa essas linhas desenhadas num mapa. Os limites geográficos não conseguem ser fronteira para as semelhanças que temos com os nossos vizinhos. Falamos, comemos, vivemos e andamos em solos que se assemelham.  Estamos e somos o interior da Bahia. Somos muitos e diversos, de pequenos municípios de vida pacata à grandes cidades com pólos industriais e assim nos completamos e formamos essa lindeza de estado que é a Bahia.

Transformamos barreiras em pontes quando entendemos que somos um território. Eu pertenço ao Portal do Sertão, mas poderia ser da Chapada Diamantina e quero ser do Vale do Jiquiriça. O território é uma instância maior de pertencimento onde eu caminho sem saber em que cidade estou, mas sabendo qual cultura estou vivendo.

Andar pelo interior da Bahia me rendeu as melhores histórias e lições e a cada nova cidade que conheço me vem um sentimento de que poderia ser ali, que aquela cultura também está dentro de mim. Foi em Lafaiete Coutinho, durante o “Diálogos do Fórum de Cultura”, que conheci o Vale do Jiquiriça, e naquele momento,mais uma vez, vi na simplicidade das coisas o quanto o interior ensina e tive o prazer de aprender vendo amigos do território com uma imensa vontade de fazer a cultura (re)viver e com orgulho de pertencer àquele espaço.

Marília Sampaio (Lafaiete Coutinho), Fabio Mendes (Planaltino), Walter Salles (Maracas) e Edmar Vieira (Maracas) me mostraram um pouco do que é o Vale do Jiquiriça e a relevância de seus movimentos culturais. Juntos, esses amigos articulam e fortalecem a cultura da região com um sentimento de que esse bem precioso vem a todos que tem a sensibilidade no olhar, democraticamente. E mesmo com tantas adversidades, eles estão lá, acreditando que, apesar dos golpes que nosso país tem recebido, ninguém vai conseguir arrancar o que temos de melhor no interior do nosso interior.

Faço votos que a luta dos meus amigos inspire outras pessoas. E sei que outros tantos, que não tive a oportunidade de conhecer, fazem o movimento acontecer nas pequenas e grandes cidades do interior. Continuem acreditando na importância do seu trabalho como artista, banda, grupo, produtor cultural entre outros, que o sentimento de coletivo possa uni-los nesse terreno lindo e próspero.

Lembro também da importância das políticas públicas para a manutenção desse trabalho. A territorialização da cultura é umapauta que a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia vem desenvolvendo desde 2012, dedicando espaços para o debate e fomentando ações de afirmação e preservação da cultura dos 27 territórios culturais da Bahia. São muitas as iniciativas, mas, apesar dos esforços coletivos e individuais ainda temos muito trabalho pela frente.

“Se queres ser universal começa por pintar a tua aldeia” – LievTolstoi

Fotos e fatos do mundo


Prefeito de Belo Campo paga décimo

terceiro salário com tranquilidade

A  Prefeitura de Belo Campo, através de seu prefeito Henrique Tigre (Quinho), efetuou o pagamento do 13° salário aos servidores municipais. Após já ter pago o valor para a categoria da educação, agora foi a vez dos demais servidores. Em tempos de crise financeira que atinge os Municípios de quase todo o Brasil, a Prefeitura de Belo Campo se organizou para que cumprisse com esse dever constitucional. O 13° salário representa além de um direito social, a melhoria na qualidade de vida, sendo de grande importância no orçamento dos servidores, e era esperado ansiosamente por estes, além de ser um grande implemento à economia local, incrementando as vendas de fim de ano. Segundo o prefeito, “tratar bem o servidor é obrigação, além de valorizar o principal parceiro da gestão pública”.

É preciso perdoar quem bateu panela’, diz Dilma Rousseff

Em viagem pela Alemanha, a ex-presidente Dilma Rousseff afirmou, em entrevista à Deutsche Welle nesta segunda-feira (13) em Berlim, que o Brasil “precisa se reencontrar” e que o PT não deve ter um espírito vingativo nas próximas eleições.

Dilma disse que seu governo foi vítima de um golpe, mas que é hora de “perdoar a pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava”. Ela também afirmou que não vê problemas em alianças entre seu partido e figuras como o senador Renan Calheiros.

No aspecto pessoal, a ex-presidente contou que tenta manter a rotina de exercícios físicos e de tempo com a família. Também não descartou voltar a concorrer a um cargo político. E, em meio à controvérsia envolvendo a declaração racista do jornalista William Waack, afirmou: “O PT é coisa de preto, eu sou coisa de preto.

*

DW Brasil: Como a senhora avalia a situação em que o Brasil se encontra hoje?

Dilma Rousseff – O golpe que sofri tem três fases. A primeira e inaugural é meu impeachment. A segunda é esse estrago que eles estão provocando no Brasil, como a emenda que congela os gastos em saúde e educação. Ou a reforma trabalhista num país que há pouco tempo saiu da escravidão, e esse processo de venda de patrimônio público. O terceiro momento do golpe é inviabilizar o Lula e, aí, vender o pré-sal.

Sobre as eleições de 2018, quais são suas expectativas?

Há uma maior percepção no Brasil de que o Lula está sendo perseguido. Em que eu baseio essa afirmação? Se você olhar o desenvolvimento das pesquisas, vai ver que está subindo a aprovação. É a percepção do povo brasileiro de que ele foi o melhor presidente. Minha esperança seria ele voltar. Na época do impeachment, eles [a mídia e os adversários políticos] conseguiram colocar a rejeição a ele e ao PT lá em cima. Eles apostam que o povo brasileiro é ignorante. Mas o povo brasileiro vai percebendo esse grau de intolerância e de perseguição.

Como a senhora vê a aproximação do PT com o PMDB em diversos Estados? O próprio ex-presidente Lula já afirmou que está “perdoando os golpistas”. Não é um tanto incoerente o PT denunciar um “golpe” e voltar a se aliar com um partido que o teria traído?

Dificilmente nós faremos aliança com o PMDB em nível nacional. Mas você vai falar que não pode fazer aliança com o [senador Roberto] Requião? O Requião é do PMDB, e uma pessoa que combateu o golpe. Você não vai fazer uma aliança com a Kátia Abreu? Ela foi outra que combateu o golpe.

E figuras como o senador Renan Calheiros?

O Renan não trabalhou a favor do golpe.

Mas ele votou pelo impeachment.

Ele presidia [o Senado], não podia votar.

O voto final dele foi pelo impeachment.

Mas ele não trabalhou pelo impeachment. E essa não é questão relevante. Não acho que perdoar golpista é perdoar o PMDB e o PSDB. Acho que perdoar golpista é perdoar aquela pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava.

Uma hora nós vamos ter que nos reencontrar. Uma parte do Brasil se equivocou. Agora isso não significa perdão àqueles que planejaram e executaram o golpe. Você tem uma porção de pessoas que foram às ruas e que estavam completamente equivocadas. Mas você não vai chegar para elas e falar ‘nós vamos te perseguir’. Precisamos criar um clima de reencontro, entende? Não vai ser um clima vingativo, não pode ser isso.

A política brasileira não está precisando de renovação depois do impeachment? Não seria o momento de abrir espaço para novas lideranças, especialmente na esquerda?

[Dilma gargalha] Isso se chama “como tirar o Lula da parada”. Tá entendendo?

Com o impeachment o PSDB acabou, sumiu. O que os conservadores conseguiram produzir? Produziram a extrema direita, o MBL [Movimento Brasil Livre] e o [Jair] Bolsonaro. E o que ainda é novo no Brasil? O gestor incompetente, tipo o Trump? O João Dória? Ou você deseja a política de animação de auditório como política social, que é o Luciano Huck? Isso é o novo?

Sabe o que eu acho que é o novo? Esse foi um pensamento que tive depois do caso do William Waack. Você sabe o que é coisa de preto? O PT é coisa de preto. O Lula é coisa de preto. Nós somos coisa de preto. Eu sou uma coisa de preto.

Como está sendo sua rotina um ano após o impeachment?

É uma rotina que depende de onde estou, seja em São Paulo ou em Berlim. Participo de aulas, debates, conferências, caravanas –estive na do nordeste e na de Minas Gerais. Sempre que posso faço minha atividade física, ando de bicicleta, pelo menos 50 minutos por dia.

Quando estou em Porto Alegre fico com meus netos, às vezes, levo para dormir na minha casa. Criança tem uma energia inesgotável e não temos mais a mesma energia. Mas ser avó tem esse mérito: a gente estraga bastante e depois devolve para

Não parece existir no Brasil um papel bem definido de ex-presidente, como nos EUA e em alguns países europeus. Que tipo de ex-presidente a senhora vai procurar ser?

O presidente só tem direito à segurança e uma pequena assessoria. Em algum momento, vão ter que discutir qual é a proteção que tem um ex-presidente, a física, a legal, não acho que um ex-presidente possa voltar a trabalhar na iniciativa privada. Acho que isso é incompatível com o ex-presidente. Vai ter que definir o que é. Nos EUA, está estipulado.

A senhora vai ser uma ex-presidente que vai procurar novos mandatos políticos?

Não vou deixar de fazer política porque sou ex-presidente ou não tenho um mandato eletivo. Fiz política minha vida inteira, eu estive presa não era porque eu era técnica, ninguém vai para a prisão por ser técnico. Fiz política a vida inteira e não precisei de mandato parlamentar para continuar fazendo, obviamente num ritmo compatível com a minha idade.

Então pretende mesmo voltar a se candidatar a algum cargo?

Não descarto, mas ainda não pensei de maneira séria sobre o assunto. No Brasil, se eu falar que não vou me candidatar e depois mudar de ideia, vou ter que dar um chá de explicações. Contemplo a possibilidade para não ter que dar explicação.

A senhora acha que a história vai lhe dar razão?

A história no Brasil tem sido rápida. Ela já está me dando razão. Eduardo Cunha, que presidiu meu impeachment, foi afastado, suspenso, condenado a nove anos e está preso. Vários processos mostram que ele comprou deputados. Também foi comprovado que os motivos alegados para o impeachment eram ridículos, que não pratiquei nada ilegal.

Alegaram que o impeachment ia resolver a crise econômica e política, mas essas crises só se aprofundam. O atual presidente usurpador já foi denunciado duas vezes, e o senador Aécio Neves também, ambos enfrentam provas cabais e gravações. Mas essas duas pessoas continuam em seus cargos, enquanto duas outras [Dilma e Lula] são acusadas apenas por terem sido presidentes. Com informações da Uol.

 

Presidente do Irã disse que vai reconstruir

país após estragos de terremoto

O Presidente iraniano, Hassan Rohani, prometeu hoje reconstruir a área devastada pelo sismo de domingo no período mais curto possível.

O Presidente Rouhani falava em Kermanshah, capital da província homónima, onde chegou esta manhã.

“Quero assegurar a todos os que sofrem que o governo começou a agir com todo o seu poder e que se esforça para resolver este problema o mais rapidamente possível”, disse à saída do avião no aeroporto de Kermanshah (420 quilómetros a sudoeste de Teerã), pouco depois das 09:30 Hora local.

O oeste da província de Kermanshah, que faz fronteira com o Iraque, foi atingido na noite de domingo por um sismo que causou 423 mortos e 7.370 feridos, segundo o mais recente balanço oficial iraniano.

No Iraque, as autoridades informaram que o sismo causou oito mortos e 336 feridos.

No que concerne à reconstrução, “peço a todos os funcionários do governo, a todos os líderes militares, a todas as fundações de caridade e às organizações não governamentais que ajudem a Fundação para a Habitação e que não façam nada separadamente”, acrescentou.

Rouhani saudou os esforços de unidades militares, incluindo o Exército, o IRGC, o Basij, bem como a equipe da Sociedade do Crescente Vermelho, a Fundação Habitação, os ministérios das estradas, a energia, o interior, a saúde e outros que ajudaram as operações de socorro e resgate.

Após o breve discurso no aeroporto, o presidente Rouhani visitou Sarepol-Zahab em Kermanshah perto da fronteira iraquiana.

 

Brasileira é a primeira a ser vereadora nos EUA


Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

A brasileira Margareth Shepard foi eleita vereadora do município de Framingham, que fica no estado de Massachusetts, nos EUA.

É a primeira brasileira eleita, a ocupar um cargo na política dos Estados Unidos.

Shepard, goiana da cidade de Inhumas, próximo a Goiânia, já era uma representante da cidade no conselho representativo desde o fim de 2015.

“Estou honrada e agradecida por ter sido eleita para representar o 7º Distrito no primeiro governo de Framingham”, declarou Shepard, ao jornal local “Framingham Source”.

“Minha vitória é o resultado do trabalho da comunidade e da confiança em uma ex-imigrante sem documento que ‘está aqui para ficar’ e retribuir à cidade todas as coisas boas que recebi dela nos últimos 25 anos”, acrescentou.

Engajada

A cidade, a 36 km de Boston, possui cerca de 68 mil habitantes.

Em abril, os residentes votaram a favor da troca de sistema de administração, até o momento feito por meio de um conselho representativo – comum em alguns estados dos EUA – que passará em 2018 para um modelo com prefeito e câmara legislativa separadas.

A brasileira também se engajou em outras atividades políticas, como a arrecadação de fundos para a campanha à Presidência da democrata Hillary Clinton, de acordo com a mesma reportagem.

História

Segundo o “Framingham Source”, Shepard se mudou com a família para a cidade norte-americana em 1992, onde se estabeleceu como proprietária de uma empresa de serviços de limpeza.

Ela também é co-fundadora do movimento Brazilians for Political Education, organização que ajuda brasileiros, além de membros de outras comunidades, a participar da política.

Com informações do G1.

 


Coisas que acontecem por aí à fora

 

Ônibus foi incendiado em Ipiaú:
Um ônibus, que era utilizado para transportes de alunos da zona rural de Ipiaú e para fretes foi incendiado na madrugada desse domingo (12), na Avenida Benedito Lessa, no centro da cidade de Ipiaú. De acordo com o proprietário, Cláudio Costa, o veículo estava estacionado próximo a uma oficina para reparos quando a ação aconteceu. “Estava esperando uma peça chegar, uma turbina. Aí essa madrugada atearam fogo”. O proprietário acredita que o ônibus tenha sido alvo de um ataque criminoso: “O ônibus estava parado há algum tempo e sem as baterias, então não tinha como causar centelhas… houve maldade”. O caso ainda será investigado pela Polícia Civil de Ipiaú. Não há informações sobre os supostos envolvidos nem a motivação do crime.

 

Prefeito e vice de Barra da Estiva pedem ao governador Rui Costa, pavimentação de BA

O prefeito, João Machado e o vice-prefeito, Son Martins de Barra da Estiva estiveram no município de Itaberaba-BA acompanhando o Governo do Estado Rui Costa, em visita, na sexta-feira (10).

Estiveram presentes o Senador Otto Alencar, o Prefeito de Itaberaba Ricardo Mascarenhas, o Secretário de Infraestrutura do Estado Marcus Cavalcante e o Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social Carlos Martins entre outras autoridades locais e da região.

João Machado aproveitou a oportunidade para solicitar o andamento da pavimentação da BA-142 que beneficiará diretamente o município, pois a mesma passa pelo centro de Barra da Estiva. O Governador e o Secretário da SEINFRA tranquilizaram o prefeito dizendo que em breve a obra será licitada. Informe Barra.

 

Domingo da cachorrada

 

 

A manhã do domingo (12) foi movimentado para um evento diferente em Vitória da Conquista, a Cãominhada. A ação promovida pelo deputado estadual Marcell Moraes (PV) visa a proteção dos animais além de prestar um lazer a cerca de mil animais que circularam nas ruas da Zona Leste até chegar ao Bosque da Paquera. “Um evento grandioso, mil pessoas nas ruas de Conquista mostrando a toda a sociedade que maltratar animais é crime e dá cadeia. Isso é o resultado de como Conquista precisa de proteção aos animais, o quanto Conquista precisa logo é de um CCZ, de uma SAMU Veterinária, de campanha de castração, de acabar com carroças, com charretes, de acabar com pássaros em gaiolas.Conquista respira proteção aos animais, vejo um dia de domingo, dia do ENEM e a gente colocar mil pessoas nas ruas de Conquista cedinho isso mostra como Conquista precisa do nosso apoio e precisa da proteção animal mais ativa”, destacou Marcell Moraes durante entrevista. 

Na concentração do Bosque da Paquera, onde estacionaram a ambulância SAMU Vet e o mini trio-elétrico, Marcell e outros ativistas falaram sobre medidas em prol dos bichos de estimação e também dos que vivem nas ruas da Capital do Sudoeste Baiano. Um desfile de moda com premiação de R$ 1 mil levou diversos cachorros e cadelas à passarela. Ainda conforme o deputado, em janeiro deverá acontecer a tão esperada Castração Animal.

É preciso que alguém tenha a mesma iniciativa do deputado Marcell Moraes, na cidade de Maracás que os animais, muitos doentes, se misturam com crianças brincando pelas ruas da cidade. Na verdade, cuidar dos animais que vivem pelas ruas da cidade, é cuidar também da saúde do povo, principalmente das crianças, que é quem mais tem contato com o amigo cão. fonte blog do Anderson.

Canalhas, canalhas, canalhas

É o que diz Paulo Henrique Amorim se referindo aos deputados que estão debaixo dos pés do presidente Temer, sempre o defendendo, ou seja, sempre lutando para que o presidente continue mandando e desmandando no país. Será que eles pensam que a memória do povo é fraca e que já não estão todos marcados para receberem o troco nas urnas em outubro do ano que vem? Será que eles acham que as vantagens recebidas do presidente vão durar a vida inteira? É o que todos estão pagando pra ver. O Artur Maia, (PPS) que é da região de Bom Jesus da Lapa, sabendo que o povo de lá, povo este que lhe elegeu, já não lhe quer mais, ele começa a colocar “alguns presentinhos na sacola”, presentes estes autorizado pelo chefe, e sai por cidades mais longínquas, para tentar bongar alguma coisa. Mas em se tratando de Maracás, o povo já sinalizou que ele pode armar a arapuca dele em outro canto, que aqui tem vez não.