Rede Globo em queda: Vídeo Show e programa da Fátima Bernardes, ambos da Globo, perdem para Record e SBT


Resultado de imagem para marca da globo

 

A Rede Globo começa a sentir as primeiras quedas desde a sua fundação, depois do fim da TUPI. No tempo do patriarca, o Roberto Marinho, as coisas eram menos alarmantes aos olhos do bom telespectador, mas depois da sua partida, a filharada tentou colocar o carro adiante dos bois, mas está sendo atropelado pelas inconsequências. A Globo, nos últimos anos, deixou de ser uma emissora e passou a ser uma espécia de agente ou agência de fazer política. Mas a prova da sua queda é que os candidatos que ela gostaria de vê crescendo e convencendo gregos e troianos, como era em tempo de outrora com o apoio da mesma emissora, não chegam a atingir 10% nas pesquisas de opinião pública às vésperas das eleições.

 

A mesma coisa está acontecendo com alguns programas de TV, que antes dominavam, a exemplo do Vídeo Show. O Felipe Brandão da RD1 informa que a nova fase do “Vídeo Show”, agora apresentado por Sophia Abrahão, Fernanda Keulla e Vivian Amorim, já começou com o pé esquerdo sua trajetória na grade da emissora, na tarde desta segunda-feira (16). Segundo o site, o programa registrou média de 8,4 pontos, picos de 10,2 e share (número de televisores ligados) de 19%, e amargou o segundo lugar, perdendo a liderança para a Record (9,7). Para piorar, o SBT (8,0) ficou na cola.

Mais cedo, o “Encontro” enfrentou um (mau) desempenho similar. A atração comandada por Fátima Bernardes registrou 8,1 de média, 10,6 de máxima e 23% de participação e “cedeu” o primeiro lugar ao SBT.

 

Na verdade, muitas coisas negativas vêm acontecendo com a “grandalhona”  Rede Globo, pois os acontecimentos que ela oculta e mais os fake news constantes, inclusive ficou mais evidente durante greve dos caminhoneiros, terminam fazendo muita gente mudar de “estação”. E, de acordo a uma espécie de campanha que as redes sociais, principalmente de esquerda estão travando, pode-se assegurar que a situação da até agora mandatária, vai piorar. Tem mais. Muitos setores do Brasil que estão agregados às emissoras abertas, inclusive o Judiciário, podem ter também as suas complicações em relação à sua credibilidade perante ao povo. Como se diz no popular de forma bem sarcástica, “quem merecer uma batata quente, daquelas que torra até os dentes e a garganta, aguardem, pois ela está assando”. É só uma questão de tempo. Fonte DCM. Primeiro e ultimo paragrafo Café com Leite Notícias.

 

Error, no Ad ID set! Check your syntax!

Mulher resgatada por navio humanitário sobreviveu à deriva com dois cadáveres no Mediterrâneo


Camaronesa de 40 anos foi resgatada em estado de choque na costa da Líbia.

 

Equipes de resgate da ONG espanhola Proactiva Open Arms descobriram os restos de uma embarcação à deriva com uma mulher ainda viva, e os corpos de outra mulher e um menino, durante uma patrulha marítima na costa da Líbia. Josepha, a sobrevivente, uma camaronesa de 40 anos, foi resgatada nesta terça-feira (17), em estado de choque.

Não é possível saber ainda o que aconteceu com os outros migrantes que provavelmente estavam a bordo da jangada. Na hora do socorro, a embarcação estava completamente vazia e apenas algumas tábuas ainda flutuavam a cerca de 80 milhas náuticas, a nordeste de Trípoli, capital líbia, segundo a ONG Proactive Open Arms.

A guarda costeira do país disse que resgatou 158 pessoas em um barco na segunda-feira (16), a 16 milhas náuticas de distância de Khoms, relativamente distante da área onde o barco foi encontrado.

Ong espanhola resgata mulher que ficou à deriva durante dois dias no Mediterrâneo

Ong espanhola resgata mulher que ficou à deriva durante dois dias no Mediterrâneo

 

A mulher que sobreviveu é uma camaronesa de 40 anos chamada Josepha. Segundo a equipe médica a bordo, sua condição era estável, mas ela estava extremamente traumatizada e precisava de atendimento médico e psicológico “urgente”. A equipe médica também recomendou uma transferência rápida dos dois cadáveres, já que os Open Arms não possuem material a bordo de refrigeração, especialmente para o corpo da outra mulher, aparentemente morto há várias horas antes, além do cadáver da criança.

O Open Arms e o Astral, os dois navios da ONG espanhola, retornaram nesta terça-feira da Líbia, após várias semanas de ausência. A Itália, que se recusa a sediar migrantes resgatados, e Malta, que proíbe que os navios humanitários atraquem, limitaram severamente a possibilidade de intervenção de ONGs na área.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, líder de extrema-direita da Itália, criticou o retorno dos navios humanitários com um tuíte: “Dois navios de ONGs espanholas retornaram ao Mediterrâneo esperando pelo envio de seres humanos. Que eles poupem tempo e dinheiro, porque verão os portos italianos apenas em cartão postal”.

Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas


A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel

[Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas]
Foto : Marcos Santos/usp imagens

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou hoje (17) reajuste de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam no regime de cotas. A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel. O impacto médio será de 1,54%.

O impacto na fatura depende da data do reajuste aprovado pela Aneel e da quantidade de cotas (volume de energia) que cada distribuidora compra das hidrelétricas. O volume de cotas de cada distribuidora representa, em média, 22,64% dos contratos de energia das concessões.

A remuneração total recebida pelas usinas, de julho de 2018 a junho de 2019, será de R$ 7,944 bilhões.

VÍDEO – refugiado sírio é agredido por guarda da prefeitura de SP quando tentou abrir estabelecimento


do Facebook da advogada Marina Tambelli:

Jadallah é um refugiado sírio que passou 4 anos juntando todas suas economias de pequenos bicos que conseguiu no Brasil para montar um negócio próprio. Em maio desse ano conseguiu alugar um pequeno lugar para vender shawarma, esfihas etc, passou 45 dias reformando o local, que estava totalmente destruído, comprou equipamentos de cozinha, geladeiras etc e NO DIA QUE ABRIU seu restaurante a prefeitura apareceu dizendo que o local é dela e removeu arbitrariamente todos os pertencentes!

O local estava abandonado há mais de 3 anos, tanto é que foi alvo de um crime de estelionato, e a prefeitura, além de se beneficiar ilicitamente do crime sofrido pelo refugiado, ainda confiscou todos os seus equipamentos!

A tentativa de diálogo com o funcionário da subprefeitura da Sé de nome Felipe (quem conhecer o sobrenome, por favor divulgar – ele é responsável por todas as remoções irregulares no centro de SP) foi assim:

Ás vezes a gente chega a pensar que esse nosso país depois do golpe de 16, virou uma bandalheira e quem vive errado tem razão e quem tem razão apanha. Onde vão parar as arbitrariedades? Enquanto o governo brasileiro abre tudo pros americanos, que na verdade é quem está acabando com o Brasil, esses mal feitores, que trabalham para um sem escrúpulos, que é o Covas, prefeito de São Paulo, fazem isso com quem quer trabalhar.  Na escala mais alta é a mesma coisa. Estou cansado de sitar nomes aos bois. Mas o que se sabe é que o juiz de Curitiba posa de amigo de bandidos mineiros e tucanos, mas quem desafia quem prove  algum crime dos que lhes acusam, e até agora nada, está lá atrás das grades e pior:  O povo acredita que muita coisa vai bem e que o curitibano cumpre o seu dever na lei corretamente. Café com Leite Notícias.

 

Refugiado sírio agredido pela GCM de Covas. Foto: Reprodução/Facebook

O DCM recebeu a seguinte nota da Prefeitura de São Paulo:

ESCLARECIMENTO

A Prefeitura Regional Sé informa que desocupou uma área pública invadida, localizada na Rua Galvão Bueno, 147, na manhã de ontem (16). A medida foi necessária após constatação de não cumprimento do prazo de 15 dias para desocupação do imóvel. Um agente vistor da Regional esteve no local e intimou o proprietário para a desocupação no dia 26 de junho. Todos os pertences foram lacrados e armazenados no depósito da Regional Sé.

Para reaver os pertences, o responsável deve comparecer à Prefeitura Regional Sé, na Rua Álvares Penteado, 49 – 2º andar, apresentar os contra lacres e abrir um processo com a solicitação. Quanto à ação da GCM, a guarda apoiou o trabalho dos agentes da Prefeitura Regional. A Corregedoria está à disposição para registrar eventuais queixas sobre a conduta dos guardas para apurar as circunstâncias em que ocorreu a abordagem.

Atenciosamente, Prefeitura de São Paulo.

Quase descartada’, diz Jair Bolsonaro sobre aliança com PR para eleição


Segundo a reportagem de Naomi Matsui no site Poder360  o pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro do PSL já dá como perdida a possibilidade de aliança com o PR. Segundo o militar, as conversas voltaram “à estaca zero”.

“Está quase descartada qualquer coisa com o PR tendo em vista que está quase descartado o Magno Malta (PR-ES) ser meu vice. Tudo volta à estaca zero. Dificilmente, haverá essa coligação com o PR”, disse Bolsonaro ao Poder360 nesta 2ª feira (16.jul.2018).

Segundo a reportagem, é a 1ª vez que o pré-candidato afirma com certa convicção de que não fechará coligação com a legenda comandada por Valdemar Costa Neto. Até então, o ex-capitão do Exército falava que o PSL e o PR estavam em 1 “noivado”, mas sem definição quanto ao “casamento”.

 

 

Jequié: Falta de assistência social faz crescer quantidade de moradores de rua, o que vem afastando consumidores dos comércios


(Foto: Reprodução)

Comerciantes do centro de Jequié reclamam da presença de moradores de rua nas portas das lojas intimidando os clientes pedindo ajuda. Muitos consumidores estão evitando algumas ruas como afirma uma empresária da Rua Francisco Alves Meira. A comerciante diz que todos os dias precisa lavar portas e calçadas que sujam com restos de comidas e até mesmo necessidades feitas pelos moradores de rua, que dorme no local.

 

Os moradores de rua enfrentam chuva, frio, calor e passam fome, precisam de um projeto fazendo com que sejam ajudados dos atos desumanos e não somente afastados do local, o que tem causado queda nas vendas nas ruas mais provenientes. Empresários pedem alguma providência da Prefeitura e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

É preciso ter muito cuidado pois são pessoas que tiveram decepções, sejam elas familiares, desemprego, dificuldade de relacionar-se com outros, muitos não têm para onde ir, então é necessário agir com atenção com eles que também são seres humanos e sofrem com a rejeição pública.

Muitos viciam em drogas, álcool nas ruas, outros já destruíram famílias pelo motivo, alguns são agressivos e abordam pessoas na rua de forma mais dura para pedir dinheiro intimidando-os de efetuarem suas compras com tranquilidade e de os comerciantes trabalharem sem incômodos, com cheiros desagradáveis e até brigas entre eles. Fonte NotíciasdeJequié.com.br

 

 

Com aquecimento global, falta de geladeira e ar-condicionado vai afetar mais de 1 bilhão de pessoas


Temperatura elevada vai elevar dificuldades de preservação de alimentos e de medicamentos naqueles que não possuem aparelhos de refrigeração, diz levantamento da ONG “Sustainable Energy for All”.

 A necessidade de refrigeração de medicamentos é outro fator que deixa populações em áreas distantes mais vulneráveis (Foto: Sustainable Energy for All/Reprodução)

A necessidade de refrigeração de medicamentos é outro fator que deixa populações em áreas distantes mais vulneráveis (Foto: Sustainable Energy for All/Reprodução)

Mais de um bilhão de pessoas estão ameaçadas pela falta de ar-condicionado e geladeira para refrescá-las e preservar alimentos e remédios. A ameaça se torna mais urgente na medida em que o aquecimento global provoca temperaturas mais elevadas, mostrou levantamento da ONG “Suistanable Energy for All” publicado essa semana, segundo a agência Reuters.

Cerca de 1,1 bilhão de pessoas da Ásia, África e América Latina — 470 milhões em áreas rurais e 630 milhões de moradores de favelas nas cidades– correm riscos em meio aos 7,6 bilhões de habitantes do planeta, segundo o estudo, informa a agência.

O relatório aponta que a falta de refrigeração tem grande impacto socioeconômico: aumenta gastos de saúde por intoxicação alimentar (já que os alimentos não são adequadamente preservados), bem como causa desperdício de vacinas e medicamentos.

O aquecimento global é o aumento da temperatura média do planeta pela emissão constante de gases. Confira vídeo abaixo.

O que é aquecimento global?

O que é aquecimento global?

 

Outro ponto destacado do relatório é que a maior demanda de eletricidade para geladeiras, ventiladores e outros aparelhos vai agravar a mudança climática provocada pelo homem — a menos que os geradores de energia troquem os combustíveis fósseis por energias mais limpas.

A queima de combustíveis fósseis agrava o aquecimento global porque libera gases que contribuem para o aumento da temperatura média do planeta.

“A refrigeração se torna cada vez mais importante” por causa da mudança climática, disse Rachel Kyte, chefe do grupo e representante especial do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Energia Sustentável para Todos, à Reuters.

Índia e China estão entre os mais ameaçados

Em uma pesquisa de 52 países, os países mais ameaçados são: Índia, China, Moçambique, Sudão, Nigéria, Brasil, Paquistão, Indonésia e Bangladesh, de acordo com o relatório.

A agência de saúde da ONU diz que o calor ligado à mudança climática deve causar 38 mil mortes adicionais por ano em todo o mundo entre 2030 e 2050. Em maio, durante uma onda de calor, mais de 60 pessoas morreram em Karachi, no Paquistão, quando as temperaturas ultrapassaram os 40 graus Celsius.

Em áreas remotas de países tropicais, muitas pessoas não têm eletricidade e os hospitais muitas vezes não conseguem armazenas vacinas e medicamentos que precisam ser refrigerados, segundo o estudo. Em favelas, muitas vezes o fornecimento de energia é intermitente.

Além disso, muitos agricultores e pescadores não têm acesso a uma “cadeia fria” para preservar e transportar produtos para os mercados. Peixes frescos estragam em questão de horas se forrm guardados a 30 graus Celsius, mas se mantêm por dias quando resfriados.A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, carro e texto

Diarista acha boleto, paga e encontra a dona: gentileza


Devair e Renata - Foto: reprodução / TVTEM

Devair e Renata – Foto: reprodução / TVTEM

Veja o ato de honestidade e gentileza de uma diarista de Araçatuba, no interior de São Paulo.

Devanir de Souza Cecondino encontrou neste fim de semana um boleto e R$ 220 no calçadão da cidade.

Ela não teve dúvida, foi para o caixa, esperou mais de uma hora na fila e pagou a conta.

Mais que isso: ela procurou o endereço da dona e foi entregar a conta paga junto com o troco.

Trata-se da vendedora Renata Gomes.

Quando encontrou Renata, Devanir entregou o comprovante de pagamento e os R$ 4,81 do troco.

A vendedora comemorou o ato de honestidade da diarista.

“Ela [dona Devanir] é uma pérola preciosa, uma linda. Eu agradeço pelo que você fez por mim. Muito obrigada mesmo, de coração”, disse Renata ao G1.

E dona Devanir conta que teve uma noite tranquila depois de ser gentil com quem ela nem conhecia.

“Eu estou bem com minha mente e meu coração, graças a Deus.”

Trabalhando como manicure e diarista vive com R$ 1,3 mil por mês.

Com informações do G1

Juristas gaúchos farão denúncia contra Moro em Porto Alegre


 

O Movimento Advogadas e Advogados Pela Legalidade Democrática vai protocolar nesta terça-feira (17), às 14h30, na Procuradoria da República no Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, uma Notícia Crime contra o juiz Sérgio Moro. Os juristas que assinam a peça jurídica sustentam que Moro violou o artigo 319 do Código Penal, que tipifica crime de prevaricação. O referido artigo afirma:

Art. 319 – Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Na ocasião, os autores da iniciativa farão a entrega de um Manifesto em Defesa da Imparcialidade do Sistema Judiciário e da Higidez das Cláusulas Pétreas da Constituição Federal de 1988.

 

 

 

Atriz Alice Wegmann desabafa sobre transtorno alimentar no programa de Fátima Bernardes


 

Alice Wegmann esteve no Encontro desta segunda (16), onde falou da despedida da novela Onde Nascem os Fortes, que terá seu último capítulo exibido hoje. No bate-papo com Fátima Bernardes, a atriz revelou que ainda luta contra um transtorno alimentar que desenvolveu aos 15 anos de idade, quando entrou na TV.

A apresentadora também recebeu a blogueira Mirian Bottan, ex-repórter do programa A Liga, da TV Bandeirantes. A jornalista luta contra a bulimia e incentiva a autoestima feminina. Foi então que Alice revelou que o trabalho de Mirian a ajuda diariamente: “Eu desenvolvi um transtorno alimentar quando tinha 15 anos, então o Instagram da Miriam me ajuda diariamente“, agradeceu a atriz.

Alice também aproveitou a oportunidade para falar que ainda se sente incomodada com os padrões de beleza que a fizeram entrar em dieta — a atriz já tinha feito um desabafo sobre o distúrbio no Instagram em 2017: “Nós somos brancas, de olhos claros. Tenho total consciência do meu privilégio, mas ainda assim eu sofro com esses padrões, ainda assim eu sofro com essa pressão e, por causa disso, acabei desenvolvendo esse transtorno“, disse. “A gente tem que amar o nosso corpo e saber que aqui dentro a gente pode sempre

muito mais

Prédio do Ministério do Trabalho é invadido e tem salas reviradas no setor de seguro-desemprego


 

Servidores do Ministério do Trabalho encontraram diversas salas do órgão reviradas ao chegar para trabalhar na manhã desta segunda-feira (16). Documentos oficiais estavam atirados no chão.

A assessoria de imprensa do ministério informou ao G1 que ao menos duas salas do setor destinado ao seguro-desemprego foram invadidas, mas não soube dizer o que foi levado.

Segundo o Ministério do Trabalho, a invasão foi registrada por câmeras de segurança do prédio. As imagens serão encaminhadas para a perícia da Polícia Federal.

Até a última atualização desta reportagem, o órgão não soube informar o horário em que ocorreu a invasão. As imagens das câmeras mostram um homem forçando a porta de uma sala do órgão às 23h49 deste domingo (15).

 

Funcionária do Ministério dos Direitos Humanos é morta a facadas por ex-marido no DF


Janaína Romão, de 30 anos, foi golpeada cinco vezes pelo agressor, com quem tinha duas filhas; homem é procurado pela Polícia Civil. Enterro será no Cemitério do Gama.

Janaína Romão Lucio, de 30 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Arquivo pessoal)

Janaína Romão Lucio, de 30 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Arquivo pessoal)

Uma funcionária terceirizada do Ministério dos Direitos Humanos de 30 anos foi assassinada a facadas pelo ex-marido, de 21 anos, em uma casa em Santa Maria, região administrativa do Distrito Federal. O crime ocorreu por volta das 18h deste sábado (14).

Janaína Romão Lucio tinha duas filhas pequenas com Stefano Jesus de Amorim e teria sido vítima de uma “crise de ciúmes”, segundo testemunhas relataram à Polícia Civil. O enterro será realizado nesta segunda (16) no Cemitério do Gama, às 12h.

A mulher foi golpeada cinco vezes, no peito e nas costas, e chegou a ser transportada pelo Samu ao Hospital Regional de Santa Maria, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com delegado-chefe da 33ª DP, Alberto Rodrigues, há informações de que Janaína “já havia registrado duas ocorrências de violência doméstica” contra o ex-companheiro. O caso está sendo investigado como feminicídio.

XXXXXXXXXXXXXXXX

G1 informou que até a última atualização desta reportagem, conhecidos da vítima afirmavam que ela havia sido morta ao buscar as filhas na casa do pai – versão que está sendo considerada pela polícia. As meninas teriam sido entregues à avó materna.

Em nota de pesar publicada no site da pasta, o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, afirma que “repudia com veemência a violência contra as mulheres” e que está em contato com a Secretaria de Segurança Pública do DF para “acompanhar de perto as investigações do assassinato de Janaína.”

Stefano Jesus de Amorim, de 21 anos, matou ex-mulher a facadas em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Facebook/Reprodução)

Stefano Jesus de Amorim, de 21 anos, matou ex-mulher a facadas em Santa Maria, no Distrito Federal (Foto: Facebook/Reprodução)

 

Testemunhas disseram, em depoimento, que encontraram “o casal discutindo por conta de ciúmes e esse teria sido, provavelmente, o motivo do crime”. Elas também alegaram ter visto o agressor fugir da casa correndo, descalço e sem camisa.

A faca usada para matar Janaína foi deixada no local e apreendida pela equipe de perícia. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e, segundo a Polícia Civil, deve ser liberado no fim da tarde deste domingo (15).

Direitos Humanos

No Ministério dos Direitos Humanos, Janaína trabalhava como terceirizada na Coordenação-geral dos Direitos da População em Situação de Rua, que monitora, coordena e avalia políticas de atenção a este segmento social.

Segundo funcionários da pasta, ela era “uma moça jovem, alegre e tranquila”, mas circulavam boatos de que Janaína teria sido vítima de violência doméstica mais de uma vez.

A última vez em que ela foi vista pelos colegas de trabalho foi na festa junina da autarquia, nesta sexta-feira (13). Na ocasião, ele levou as duas filhas. “Todo mundo ficou chocado [com o crime]”, disse uma funcionária. Fonte G1.

O que todos já sabiam sobre “mesada” de Temer sai na Globo. Agora vale?


Noticiado em 2011 por Breno Costa, na Folha, e de volta em 2016, com documentos (veja acima), nos blogs de Paulo Henrique Amorim e  em  reportagem de Marcelo Auler no Diário do Centro do Mundo, o caso das propinas pagas a Michel Temer pelos afilhados a quem ele indicou para gerirem a Companhia Docas de Santos agora, parece que vão, finalmente, “existir”.

É que saiu no G1 e na Globonews, com Andréia Sadi, o mesmo assunto, com os mesmos documentos e a mesma conclusão: empresas do setor portuário, entre elas a tal Rodrimar, pagavam através da empresa Argeplan, do amigo de Temer, o “Coronel Lima”, até R$ 340 mil mensais ao atual presidente.

Lopes [o delegado federal Cleyber Malta Lopes ] afirmou que a planilha indica que “MT” recebia 50% dos valores referentes aos contratos e que “MA” e “L” tinham 25% cada. A tabela foi entregue à Justiça pela ex-mulher de Azeredo, que estava em processo de divisão de bens e queria comprovar que o marido tinha outras rendas.

Em um item específico, “parcerias realizadas”, há indicação de repasse da Rodrimar de R$ 300 mil a Temer e R$ 150 mil para cada um dos outros – Azeredo e Lima. Há informação de adicional de R$ 200 mil para campanha. Outro repasse da JSL seria de R$ 26 mil por mês a Temer e R$ 13 mil aos outros. Além de valores de outras empresas, como a Multicargo

Lima, por enquanto, está de bico calado, escapando de dar depoimentos com sucessivos “problemas de saúde”.

Em seus ouvidos, certamente, ecoa um “tem que manter isso”… Fonte Tijolaço

Bruno Covas é um prefeito invisível, um apêndice de Doria, diz vereador Antonio Donato


 Bruno Covas. Foto: Leon Rodrigues/Fotos Públicas
Publicado em 16 julho, 2018 11:39 am

O vereador do PT Antonio Donato fez um artigo duro na Folha de S.Paulo sobre o atual prefeito. Segundo o político, João Doria renunciou ao cargo de prefeito de São Paulo e o PSDB repetiu a operação Serra que, com pouco mais de um ano da posse, abandonou em 2006 a Prefeitura para se candidatar ao governo do estado. Nos dois casos, tanto Doria quanto José Serra deram reiteradas negativas de renúncia que se revelaram simples trapaça à sociedade paulistana. Bruno Covas completa cem dias de governo e João Doria Jr. se ocupa da campanha a governador sem perder a esperança de ser a alternativa presidencial do “centro” em 2018.

De acordo com o paralmentar, para isso, os dois trabalham em conjunto, com a entrega de secretarias e empresas municipais. Nas últimas mudanças, conseguiu tirar o apoio do PP a Márcio França, com a entrega da Cohab, e angariou o apoio do PRB a Doria por meio da Secretaria de Esportes. “O esforço eleitoral da dupla deixou pouco espaço para tratar dos problemas da cidade. O argumento da falta de recursos segue falacioso: a arrecadação soma ganhos reais de quase 6%, e o caixa da Prefeitura apresenta recorde histórico, perto dos R$ 10 bilhões, indicando inoperância na execução de programas e investimentos”, frisa o vereador.

Segundo Donato, Covas mantém a desconstrução de políticas voltadas à periferia. Obras e ampliação de atendimento nos hospitais de Parelheiros e Brasilândia ainda não foram entregues. Construção de escolas e CEUs segue parada, e a fila de vagas em creche está em quase 60 mil, em contraste com a promessa de campanha de zerá-la em um ano, meta revista duas vezes. E ele explica: “mais intrigante é o destino das ‘vitrines’ do mandato: o Cidade Linda e o programa de desestatização. Nada ocorreu, revelando o caráter midiático e publicitário. Quando prefeitos se dedicam a outras prioridades, tornam-se secundários os atos de administrar, ouvir o povo e fixar prioridades para gasto social e urbano”.

Segundo o vereador, a zeladoria se resumiu à continuidade do programa de recapeamento iniciado em 2017. Em sete meses, foram consumidos R$ 172 milhões em asfalto. Em contraste, do Cidade Linda nem sequer se fala, pois desmanchou como maquiagem: falhas de limpeza e varrição e de conservação de praças e parques continuam. As privatizações e parcerias não passam, até aqui, de falatório. Covas também tentou vender a cidade em viagens a Londres e Nova York. Nada saiu do papel. O programa serviu só para construir a imagem “pró-mercado” e “eficiência” de Doria para seu voo eleitoral. Diga-se, uma prova de que é possível combinar ineficiência e liberalismo econômico, explica o parlamentar

Covas, em memória do avô, poderia priorizar ações voltadas à periferia e à população em situação de vulnerabilidade social. Mas o mapa de projetos parados ou que sofreram cortes segue inalterado, embora a situação orçamentária seja melhor do que a dos últimos três anos. “São Paulo tem um governo sem rumo, em que nada acontece. Covas não tomou nenhuma iniciativa e mantém o que havia de pior na gestão do antecessor: a reversão dos programas de combate à desigualdade e exclusão social”, frisa Donato.

E o vereador finaliza: “é um prefeito invisível, que parece um apêndice de Doria em seu projeto de poder, às expensas da cidade. Além disso, foi anunciado como reforço da campanha de Alckmin. Está mais ocupado com a disputa eleitoral do que com as tarefas do cargo”. Fonte, DCM.

Bruno Covas. Foto: Leon Rodrigues/Fotos Públicas