GENERAL HELENO DÁ MURRO NA MESA E PEDE PRISÃO PERPÉTUA PARA LULA


Error, no Ad ID set! Check your syntax!

MORO AGORA DIZ QUE CRIME CONTRA LULA FOI ‘DESCUIDO’


“Depois de uma semana tentando enganar a todos insinuando que o material que nós publicamos pode ser fabricado ou alterado, Sergio Moro – depois que publicamos o contexto completo de suas conversas com Deltan – finalmente admite: “Foi descuido meu”, escreveu o jornalista em sua página nas redes sociais.

Glenn destacou ainda que “se as mensagens fossem alteradas ou forçadas”, como argumentam os procuradores, “seria extremamente fácil para provar: mostre os originais”. “Eles não fizeram isso e não vão, e não podem, porque eles sabem que estão mentindo ao sugerir que foram alterados”, completou.

O Leia aqui o ex-juiz tentou justificar o fato de ter instruído o MP em segredo afirmando que a lei determina que o juiz deve repassar informações de possíveis crimes. No entanto, a lei determina que tal medida deve ser feita por meio de notícia-crime, ou seja, devidamente formalizada nos autos, não às escondidas como fez.

Depois de uma semana tentando enganar a todos insinuando que o material que nós publicamos pode ser fabricado ou alterado, Sergio Moro – depois que publicamos o contexto completo de suas conversas com Deltan – finalmente admite: “Foi descuido meu”.

Com informações do 247.

Foi descuido meu, diz Moro sobre mensagem à Lava Jato com pistas contra Lula – 14/06/2019 – Poder -…

As informações enviadas não foram formalizadas nos autos do inquérito, como prevê a lei

folha.uol.com.br

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
A imagem pode conter: texto

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

 

Messi ajuda a construir o maior hospital de câncer infantil da Europa por: Redação Hypeness


Conquistar fama e fortuna pode ser importante para muitos, mas é bem mais importante o que se faz com todo dinheiro e status conquistado – e, nesse sentido, o craque argentino Lionel Messimarcou um belíssimo gol não entre as quatro linhas, mas sim no futuro de milhões de crianças. O atacante do Barcelona utilizou sua fundação para ajudar a arrecadar os milhões de dólares que faltavam (junto de outras organizações) para construir o maior centro em combate ao câncerinfantil da Europa. O SJD Pediatric Cancer Centerserá parte do hospital Sant Joan de Déu, em Barcelona.

A Fundación Leo Messi se reuniu com a Fundación Barça, ligada ao clube catalão, para pagar os 2,7 milhões de euros (cerca de 11,4 milhões de reais) que faltavam para alcançar a meta de 30 milhões de euros (cerca de 127 milhões de reais) e assim iniciar as obras do hospital.

O SJD Pediatric Cancer Center terá capacidade de atender 400 crianças por ano, e a arrecadação de fundos para sua construção foi a maior mobilização civil do tipo na história da Espanha – com colaboração de mais de 100 mil pessoas e mais de 150 empresas.

O gesto tradicional que Messi faz depois dos gols foi utilizado na campanha

A campanha, no entanto, segue em frente, para uma ampliação ainda maior do orçamento – e o hospital Sant Joan de Déu compartilhou um comovente vídeo, que não só convida a população e novas entidades e empresas a participarem, como dá uma dimensão da importância da participação de Messi na campanha – não só como o principal doador, mas como garoto-propaganda de toda a mobilização. “Somos todos invencíveis quando reunimos forças”, diz a campanha.

 

Nenhuma descrição de foto disponível.
A imagem pode conter: 6 pessoas

Veja como sintonizar a TV Novo Tempo e conheça a programação


Atualmente, no Brasil, a família que quer seguir assistindo programações que faça bem para todos da casa, passou a ser algo que deixa a desejar, pois diante do que vem sendo oferecido para o público, que muitas vezes, sem opção, assiste tais programações. Aqui está uma nova opção para quem ainda não conhece. Muitas famílias que não conseguem se encaixar em determinado tipo de programação da TV tradicional, estão com uma opção que pode agradar a todos, pela programação que possui, onde os apresentadores transmitem para a população de forma bastante responsável. Trata-se da TV Novo Tempo, que já está em muitos países, mudando a vida de pessoas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

A Novo Tempo é, na verdade, um canal que prepara os telespectadores para uma nova visão das coisas espirituais, que baseado na Bíblia, que muitos a chamam de Palavra de Deus, certamente irá lhe oferecer conteúdo de grande relevância, do ponto de vista conhecimento com o que Deus quer para as nações.

Veja no gráfico abaixo como acessar a Novo Tempo, prepare a tigela de pipocas e relaxe assistindo numa das melhores programações da televisão brasileira.

Veja no gráfico abaixo, como acessar a Novo Tempo.

Para os moradores de Maracás, na antena parabólica a sintonia é o canal 26. Veja na sua cidade qual o canal com a antena parabólica.

A imagem pode conter: carro e texto

 

 

Na rádio Jovem Pan, Glenn Greenwald rebate apoiadores de Moro


Em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, Glenn Greenwald rebateu membros da bancada que questionaram as reportagens ou tentaram relativizar a postura de Moro. O jornalista ainda desmentiu as fake news que foram espalhadas por extremistas para desqualificar o conteúdo

rádio Jovem Pan Glenn Greenwald rebate apoiadores de Moro

Desde que foram reveladas pelo The Intercept Brasil, as conversas entre o ministro da Justiça Sergio Moro, então juiz da Operação Lava Jato, com o procurador da força-tarefa Deltan Dallagnoltêm levantando dúvidas por parte de setores da sociedade que, até então, apostavam na figura de Moro como um herói contra a corrupção.

Em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira (13), o jornalista e editor responsável pela publicação, Glenn Greenwald, rebateu algumas das críticas mais recorrentes sobre o The Intercept Brasil, entre elas, a de que a falta de imparcialidade é, na verdade, do veículo de comunicação, como em diversos momentos da entrevista a equipe da emissora buscava comprovar.

Eu apoio a Lava Jato, mas eu acho uma tragédia o Moro concluir que o trabalho dele era tão importante que ele não precisava seguir regras”, afirmou Glenn.

A entrevista, que contou com a participação da jornalista Vera Magalhães, colunista do jornal O Estado de S. Paulo e da rádio Jovem Pan, levantou dúvidas a respeito da veracidade dos diálogos entre o ministro e Dallagnol que, na opinião de diversos juristas, extrapola o limite que separa o trabalho do juiz da acusação, mas, entre os defensores de Moro, parecem estar descontextualizadas.

Publicamos as partes relevantes. Se publicarmos as conversas na íntegra, seríamos acusados de invadir a privacidade do Deltan Dallagnol”, explica o jornalista, acrescentando a reportagem divulgada nesta quarta (12), sobre a forma como Moro e o procurador viam o ministro do Supremo Tribunal Federal (STFLuiz Fux, como um panorama das conversas reveladas no domingo (9).

Temos um material mais explosivo, que terá mais impacto do que nós já publicamos. Estamos trabalhando para divulgar isso o mais rápido possível, e com outros veículos (jornalísticos)”, antecipou Glenn.

A imagem pode conter: comida

A criação do hacker

Toda a conversa entre Dallagnol e Moro estava hospedada no serviço de mensagens Telegram. Após o vazamento do conteúdo dessas trocas, os envolvidos procuraram afirmar que haviam sido hackeados, narrativa inclusive seguida por alguns veículos da mídia tradicional, que têm mais questionado sobre a legalidade das provas, do que sobre a atuação judicial.

Perguntado sobre o assunto, Glenn rebateu: “Eu não sei qual a fonte que a fonte usou para ter os documentos, mas a questão para mim é o interesse público”, disse.

E ninguém negou (o conteúdo), nem Moro, nem Deltan disseram que eles foram alterados”, ressaltou com apoio da jornalista Vera Magalhães.

Ainda na esteira da repercussão do caso, o próprio Telegram já confirmou nesta semana que não há indícios de invasão por hackers, chegando inclusive a debochar do argumento usado para criar uma espécie de “inimigo” e defender Moro.

Se um ‘hacker aqui’ lhe disser que pode quebrar a Verificação em Duas Etapas do Telegram, peça que ele prove. (O mesmo se aplica a qualquer um que diz ser o Pelé: peça prova

na hora)”, ironizou o aplicativo.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Outro ponto rebatido pelo jornalista tratou das críticas mais recentes que questionaram a legalidade da conversa com base nos horários da mensagens enviadas por Deltan a Moro, dizendo que não era possível o mesmo conteúdo estar no grupo dos procuradores e na conversa particular com o ministro. “Isso é muito simples”, respondeu Glenn, “Deltan escreve primeiro no grupo, depois só encaminha (cola a mensagem) para Moro”, sintetiza.

Os apresentadores do programa procuraram refutar sobre a ilegalidade na atuação do ex-juiz, mas a própria jornalista Vera Magalhães concordou que as conversas entre o Moro e o procurador da Lava Jato “exploraram limites que não podiam ser explorados”. “Um juiz não pode falar naqueles termos com um procurador”, afirmou.

Se isso não fosse errado, porque eles ficaram quatro anos negando que estavam fazendo isso? Obviamente porque é errado, exatamente por isso eles negaram”, acrescentou Glenn. Ao que parece ter decepcionado, inclusive, a equipe da Jovem Pan. “Mas ele (Moro) era nosso herói”.

veja o vídeo.

Com informação do Pragmatismo.

Estudante de 22 anos finge ser médico e atende quatro pessoas em UPA


Cabral foi descoberto após duas enfermeiras perceberem que não havia qualquer consistência em alguns dos receituários entregues por ele

Um estudante de 22 anos foi preso em Minas Gerais após fingir que era médico e atender pelo menos quatro pessoas em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Gabriel Valentim Flores Cabral prestou depoimento na quarta-feira à Polícia Civil e alegou que teve a ideia depois de ficar doente e tomar alguns medicamentos, o que fez com que ele tivesse o interesse de trabalhar na área.

Cabral foi descoberto após duas enfermeiras perceberem que não havia qualquer consistência em alguns dos receituários entregues por ele a pacientes. Elas alertaram um chefe sobre a situação, que decidiu comunicar a ocorrência à polícia.

O farsante apresentou-se para trabalhar usando um jaleco, cujo bolso estava bordado com o nome “Dr. Gabriel Valentim”. Além disso, ele usava estetoscópio e possuía carimbo com número de Conselho Regional de Medicina (CRM).

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Segundo a Delegada Adriana das Neves Rosa, responsável pela investigação, o suspeito fez contato com a Prefeitura e descobriu o nome de um funcionário da Secretaria de Saúde. Após obter essa informação, ele entrou em contato com a UPA, se passando por um responsável pela pasta e indicou duas pessoas que poderiam atuar como médicos no plantão da unidade. No dia 8 de junho, uma funcionária da unidade de saúde ligou para Cabral perguntando se ele estaria disponível para trabalhar naquele dia no local e ele aceitou a proposta.

— Ele conseguiu entrar porque já havia feito contato anterior, sabia o nome da médica que deveria ser substituída e informou na portaria que ela não iria. Como estava paramentado, nenhuma documentação foi solicitada — contou a delegada.

O falso “Dr. Gabriel Valentim” foi liberado após depoimento, mas as investigações continuam. Ele poderá responder por usurpação de função pública e exercício ilegal da profissão. A polícia investiga se a atitude dele causou dano à saúde dos pacientes, ou até mesmo risco de morte. A “falta de controle” da UPA e da Prefeitura também são alvos de investigação.

PARALISAÇÃO ATINGE MAIOR PARTE DO TRANSPORTE COLETIVO DAS GRANDES CIDADES


Com transporte coletivo ou sem, o povo foi pras ruas

Numa canção do Maluco Beleza, Raul Seixas, ele fala de um sonho de um sonhador, que sonhava com o dia em que o planeta inteiro ia parar. numa espécie de conbinação, que se chamava de telepatia, quando nem sonhava em ter internet, e que por isso era realmente um sonho. Porém agora já não será preciso o esforço magnético do espírito para gerar uma telepatia para mais de sete bilhões de vivente no planeta terra, pois agora o apelo é pela internet. No Brasil, os brasileiros está mostrando que há, sim, essa possibilidade da música de uma figura considerada por muito de profeta, Raul Seixas, se tornar uma realidade, pois aí está, O dia em Que O Brasil Parou. Até aqui Walter Salles.

Resultado de imagem para foto de sao paulo com a paralisação

As doze centrais sindicais brasileiras, com o apoio de organizações sociais e estudantis, da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo, realizam greve geral em todo o país nesta sexta-feira, dia 14. O protesto é contra a reforma da Previdência e os retrocessos promovidos pelo governo Jair Bolsonaro.

Em dezenas de capitais, não há transporte público. “Por 24 horas, o governo federal e os empresários favoráveis à reforma sentem no bolso os impactos da insatisfação popular”, diz o site Brasil de Fato, lançado em 2003 por movimentos populares, incluindo organização de trabalhadores, no Fórum Social Mundial.

Bombeiros tentam controlar fogo em avenida do centro de São Paulo durante manifestação contra a Reforma da Previdência nesta sexta-feira (14)

No início desta manhã, os efeitos da paralisação são constatados nas grandes cidades, principalmente no transporte público e com o fechamento de vias. A maior parte das linhas de ônibus, trem e metrô está parada em capitais como São Paulo, João Pessoa, Curitiba e Salvador. No Rio, protestos fecham vias da cidade.

O site Brasil de Fato tem uma extensa rede de colaboradores em todo o país .

Segundo o site, a lista de trabalhadores mobilizados é grande: bancários, professores, metalúrgicos, trabalhadores da educação, estudantes e docentes de universidades federais e estaduais, trabalhadores da saúde, de água e esgoto, dos Correios, da Justiça Federal, químicos e rurais, portuários, agricultores familiares, motoristas, cobradores, caminhoneiros, eletricitários, urbanitários, vigilantes, servidores públicos estaduais e federais, petroleiros, enfermeiros, metroviários, motoristas de ônibus e previdenciários.

Curta aí a canção do Raul e relembre os bons tempos em que as canções eram material de reflexão, onde depois que terminava de tocar ali no LP na velha vitrola, ela, [a música] continuava cantando dentro da cabeça da gente. Muitas cantam até hoje.

Para ter informações atualizadas sobre a greve, clique aqui.

Com informações do Diário do Centro do Mundo.

Avô dança com neto pra ele se sentir melhor na véspera da cirurgia


Foto: reprodução Facebook

Foto: reprodução Facebook

Um gesto de carinho e força fez avô e neto dançarem pra descontrair.

Kyu San Juan, de apenas 5 anos, teria que passar por um cirurgia delicada no cérebro no dia seguinte e o avô Txhiaj Sawm topou realizar o desejo dele em pleno supermercado “Festival Foods’, na semana passada.

Há um ano, o garotinho foi diagnosticado com uma má formação arteriovenosa cerebral que exigia a cirurgia.

Os pais Mark e Rasami Moua, que moram em Green Bay, nos EUA, descobriram que o filho teria realizar uma primeira cirurgia para separar vasos e artérias cerebrais.

Mas o problema voltou a aparecer mais tarde e o garotinho teria que enfrentar nova cirurgia.

Foi aí que os avós vieram para ficar ao lado dele.

Desejo atendido

Na noite anterior à cirurgia, Kyu fez um pedido incomum para o avô Txhiaj que havia combinado de cortar o cabelo com ele pra que o neto se sentisse menos sozinho no hospital.

O desejo era dançar e foi então que Kyu disse ao avô que queria dançar no supermercado local.

Como o mercado estava deserto, o avô se soltou e a dupla fez o espetáculo, registrado pelo pai do menino.

O vídeo viralizou e eles receberam várias mensagens de incentivo.

Deu certo

A atitude positiva ajudou o menino não só a enfrentar a cirurgia como a ter um resultado surpreendente.

Os médicos do Hospital Infantil de Wisconsin disseram que a operação foi melhor do que esperavam.

Kyu se recuperou de forma rápida e no dia seguinte já estava circulando pelos corredores do hospital com seu triciclo.

Veja a dança viral:

Foto: reprodução YouTube

Foto: reprodução YouTube

Com informações do Inspire More.

 

Veja as promoções de passagens para São Paulo

 

Uma enfermeira foi presa após se passar por homem a fim de obter nudes de outras mulheres que ela conhecia por meio de redes sociais e por aplicativos como o Tinder.


Foto: Reprodução

No golpe, Adele Rennie, de 28 anos, usava fotos do modelo Craig Dunn para atrair suas vítimas. Ela se dizia advogado, possuir um Jaguar preto e morar em Ayrshire (Escócia). Em cinco anos, a escocesa conseguiu fotos íntimas de 10 mulheres – incluindo algumas de Abbie Draper, uma finalista do concurso Miss Escócia.
Depois do assédio por rede social, Adele passava ao contato por telefone, a fim de ganhar mais confiança das vítimas. Para disfarçar, a escocesa usava um aplicativo capaz de masculinizar a voz.

Adele acabou presa. Após cumprir 10 meses de detenção, ela foi liberada em outubro do ano passado. Semana depois, ela voltou a usar o mesmo golpe, fazendo outras três vítimas.
A enfermeira voltou a ser presa e acabou incluída em uma lista de criminosa sexual.

 

A imagem pode conter: comida e texto

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto
A imagem pode conter: carro e texto
A imagem pode conter: comida e texto

Delegado é preso por integrar quadrilha que atua dentro da Superintendência da PF


Operação Tergiversação prendeu envolvidos no esquema de cobrança de propina de investigados em inquéritos policiais

Delegado é preso por integrar quadrilha que atua dentro da Superintendência da PF
Imagem: Tomaz Silva | ABr

Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) realizaram, na manhã desta terça-feira, a Operação Tergiversação, contra uma organização que atua dentro da Superintendência da PF no Rio. Dentre os presos estão o delegado Lorenzo Pompílio da Hora, o escrivão Éverton da Costa Ribeiro e um advogado. Eles são investigados por conseguirem vantagens indevidas obtidas através dos cargos que exercem na condução de inquéritos policiais em curso na PF, que podem chegar a R$ 1,5 milhão.

Ao todo, eram seis mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 25 de busca e apreensão, determinados pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

De acordo com as investigações, os suspeitos fazem parte de um esquema de cobrança de propina em inquéritos policiais relacionados às operações Titanium (fraudes envolvendo o Plano de Saúde dos Correios) e Viupostalis/Recomeço (fraudes envolvendo o Postalis, fundo de pensão dos funcionários dos Correios). Na época das ações, o delegado e o escrivão eram lotados no Núcleo de Repressão a Crimes Postais da Delepat/RJ.

As apurações apontaram que Lorenzo Pompílio da Hora e Éverton da Costa Ribeiro solicitaram e receberam vultuosos valores de vantagens indevidas para evitar a exposição na mídia de investigados e potenciais investigados e favorecê-los nas apurações conduzidas por eles quanto às irregularidades no Postalis e no Plano de Saúde dos Correios.

Os agentes públicos contavam com a atuação dos operadores Marcelo Guimarães e Rosalino Felizardo de Santanta Neto. Eles eram os principais intermediários da organização criminosa e usavam seus contatos para se aproximar de potenciais investigados e solicitar desses o pagamento de vantagens indevidas, além de viabilizar o recebimento de valores de propina e as operações de lavagem de dinheiro.

Pagamentos em dinheiro

Os pagamentos, que variaram, segundo o apurado até o momento, de R$ 400 mil a R$ 1,5 milhão, eram feitos na maior parte das vezes em dinheiro, mas em alguns casos foram repassados por meio de transferências a empresas ligadas aos operadores Marcelo e Rosalino.

Foi identificada ainda a participação do empresário e operador João Alberto Magalhães Cordeiro Júnior e de Sancler Miranda Costa no grupo criminoso, que contou ainda com a atuação de Pedro Henrique Moreira Fernandes e de Luís Henrique do Nascimento Almeida, que movimentaram recursos em espécie em favor do grupo e atuaram como “laranja” de alguns investigados.

Os elementos obtidos com as quebras de sigilo bancário, fiscal, telemático e telefônico dos investigados, somados aos elementos apresentados em razão de acordo de colaboração premiada celebrado com alguns dos empresários abordados pelo grupo criminoso, comprovaram a efetiva prática dos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Há indícios de que o esquema criminoso envolveu outros agentes públicos e que não se limitou às investigações apontadas.

 

NEYMAR CHEGA À DELEGACIA PARA PRESTAR DEPOIMENTO


Neymar chega à delegacia para prestar depoimento - Francisco Cepeda/AgNews

 

Neymar marcou presença, nesta quinta-feira (13), na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, localizada na zona sul de São Paulo, para prestar seu depoimento. O jogador foi acusado de agressão e estupro pela modelo Najila Trindade. Um forte esquema de segurança foi montado no local, para que o jogador pudesse se apresentar para as autoridades. As janelas e portas da delegacia foram cobertas, com papel kraft, para que nenhuma imagem fosse feita, da presença de Neymar no local.

 

CASO NEYMAR Na madrugada de domingo (2), Neymar usou as redes sociais para se pronunciar publicamente sobre a acusação de estupro que veio à tona. Por meio do Instagram, ele fez um vídeo de 7 minutos para explicar a situação, inclusive, expondo as conversas com a mulher.”Estou sendo acusado de estupro. É uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole sabe que jamais faria uma coisa desse tipo. Estou aqui para dar a cara a bater. Sei que qualquer notícia que envolve meu nome tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo minha declaração. O que aconteceu foi o contrário do que dizem, estou muito chateado nesse momento, mas a partir de agora vou expor a conversa que tive com a menina, todos os nossos momentos, que são íntimos, mas é necessário expor pra provar que realmente não aconteceu nada demais”.Neymar confirmou ter se envolvido com a suposta vítima, mas fez questão de revelar que foi algo totalmente consensual e mostrou as mensagens trocadas durante dias.”O que aconteceu foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal e no dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem, ela me pediu uma lembrança ao filho e eu ia levar. Agora fui pego de surpresa. Acho que é o momento de todo ficar sabendo o que aconteceu. É ruim me colocar nessa situação, bem chato. É muito triste acreditar que o mundo está assim. Que existem pessoas que querem se aproveitar, que querem extorquir as outras. É doloroso, mas já que me colocaram nessa situação, estou explicando. Espero que a Justiça olhe as mensagens e veja o que aconteceu. É com muita tristeza e dor no coração que faço esse vídeo, que explico isso, uma situação bem chata não só pra mim como pra minha família. Peço perdão a eles por colocá-los nessa situação, eu não queria e fui induzido a isso. Foi uma armadilha e acabei caindo. Mas que isso sirva de lição”, finalizou.A denúncia foi feita por uma mulher de 26 anos, que registrou boletim de ocorrência em São Paulo, acusando o atleta de estupro. O caso entre eles teria ocorrido em um hotel de Paris, no dia 15 de maio.COMUNICADO“Foi divulgado hoje, há algumas horas, uma notícia envolvendo o Atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.Apesar de ter ficado surpreso com a notícia, os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vítima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vítima.Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente”. – Esta notícia pertence a https://www.ofuxico.com.br/arquivo/noticias-sobre-famosos/2019/06/13/neymar-chega-a-delegacia-para-prestar-depoimento-351421.html © 2000 – 2019. Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Com informações do Terra.

 

 

Barbearia transforma de graça pedreiro em um verdadeiro ‘príncipe’ em Maringá/PR


Uma barbearia localizada em Maringá, no estado do Paraná teve uma linda atitude! Eles resolveram dar um ‘dia de príncipe’, para uma pessoa aleatória que passava na rua, e o resultado foi surpreendente, como mostra as fotos abaixo.

O nome do senhor escolhido é Carlos, um pedreiro que faz bicos para sobreviver.

Transformação The Brothers mudou o dia do pedreiro Carlos. Foto: reprodução Facebook.

O dono da Barbearia THE BROTHERS, Jailton Dourado de 50 anos e seu filho João Guilherme deixaram o seu Carlos um verdadeiro príncipe! Irreconhecível.

Gilmar chama Moro e Dallagnol de criminosos e diz que condenação de Lula será anulada


“O chefe da Lava Jato não era ninguém mais, ninguém menos do que Moro. O Dallagnol, está provado, é um bobinho. É um bobinho. Quem operava a Lava Jato era o Moro”, disse o ministro do Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, à revista Época. “Eu acho, por exemplo, que, na condenação do Lula, eles anularam a condenação”.

“Mendes viu até a prática de um crime nas conversas vazadas. ’Um diz que, para levar uma pessoa para depor, eles iriam simular uma denúncia anônima. Aí o Moro diz: ‘Formaliza isso’. Isso é crime’, avaliou Mendes, referindo-se a um trecho das mensagens em que Dallagnol escreveu que faria uma intimação oficial com base em notícia apócrifa, diante da negativa de uma fonte do MPF de falar”, aponta ainda a reportagem. “Simular uma denúncia não é só uma falta ética, isso é crime.”

(Reuters) – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a acompanhar o presidente Jair Bolsonaro em um evento público após a revelação de supostas mensagens trocadas por Moro com procuradores quando era juiz da Lava Jato, ao comparecerem juntos a jogo do Flamengo em Brasília na noite de quarta-feira.

Bolsonaro e Moro vestiram a camisa do clube carioca e foram aplaudidos pela torcida do Flamengo, que formava a imensa maioria dos presentes no estádio Mané Garrincha para o jogo do Campeonato Brasileiro. O Flamengo venceu por 2 x 0.

Na terça-feira, Moro e Bolsonaro tiveram um primeiro encontro, no Palácio da Alvorada, após a publicação de reportagens no domingo pelo site Intercept Brasil que mostraram uma suposta colaboração entre o então juiz da Lava Jato e os procuradores da operação, e depois o presidente e o ministro participaram lado a lado de uma cerimônia militar.

O presidente e o ministro voltaram a se reunir na quarta-feira, desta vez com a presença também do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, os três discutiram as supostas mensagens trocadas entre Moro e o coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, divulgadas no domingo pelo site Intercept Brasil, assim como as investigações da PF sobre o atentado que Bolsonaro sofreu em setembro do ano passado durante a campanha eleitoral.

Ao ser indagado durante briefing à imprensa se Bolsonaro confia no ministro, o porta-voz afirmou que “todos os ministros do governo do presidente Jair Bolsonaro detêm a confiança do nosso chefe do Poder Executivo”. Com informações do Plantão Brasil.

 

Mara Maravilha detona Leo Dias: ‘Patético, vitimista e manipulador’


“Não sou fruta podre, não sou demônio, não sou burra”, defendeu-se a baiana, que também foi criticada pelo apresentador

[Mara Maravilha detona Leo Dias: 'Patético, vitimista e manipulador']
Foto : Divulgação

Mara Maravilha usou seu perfil no Facebook para dizer tudo o que pensa sobre Leo Dias nesta quarta-feira (12), após o apresentador declarar em entrevista a Leda Nagle que ela “perdeu a mão” no “Fofocalizando” e que “deveria virar a página”. “Não sou fruta podre, não sou demônio, não sou burra, mas você está sendo patético, vitimista e manipulador. Pronto, falei”, disparou a baiana.

Mara continua: “Amor, para de vitimismo, muda esse ciclo, muda esse discurso, essa vibe, para de manipulação, pois te garanto que não só eu, mas os brasileiros também têm problemas, aliás, muito mais que nós”.

Ela, que foi demitida do programa após protagonizar diversas brigas ao vivo com o próprio Leo Dias e também com Lívia Andrade, que é declaradamente sua rival, encerrou: “Se você não me respeita, não respeita o ser humano, respeite o SBT, porque não é um ambiente nocivo. Aliás, estou muito feliz de ter voltado, muito feliz, porque o SBT é a TV mais feliz”. Com informações do Metro1.

Articulação de Dallagnol com os americanos é o aspecto mais grave da Vaza Jato


As novas revelações do The Intercept sobre a chamada ‘Vaza Jato’ confirmam o que muitos já vinham dizendo: sempre houve uma articulação da força-tarefa com os Estados Unidos, que passaram a usar o combate à corrupção como instrumento de dominação geopolitica e de arrecadação.

Num dos diálogos, em que é cobrado pelo ex-juiz Sérgio Moro a realizar uma nova operação, o procurador Deltan Dallagnol afirma que ela dependeria de “articulação com os americanos”, ou seja, com algo relacionado provavelmente ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Como se sabe, a Lava Jato atendeu plenamente aos interesses econômicos e geopolíticos dos Estados Unidos, que levaram a Embraer, parte do pré-sal, recolocaram a Microsoft nas compras governamentais e passaram a ter no Brasil um presidente que bate continência para sua bandeira.

Adicionalmente, antes mesmo da conclusão de qualquer processo judicial, a Petrobrás se dispôs a pagar uma multa de quase R$ 10 bilhões aos EUA. Em contrapartida, Dallagnol, o mesmo da “articulação com os americanos”, teria uma fundação de R$ 2,5 bilhões para chamar de sua.

No Brasil, o que restou? Uma economia arrasada, construtoras quebradas, a imagem internacional no lixo e a percepção global de que o país mantém um ex-presidente como preso político. Ou seja: a guerra híbrida em ‘articulação com os americanos’ foi um case de sucesso.

O que me intriga agora é por que parte também dos Estados Unidos o movimento para ‘libertar o Brasil’ a partir das revelações de Glenn Greenwald e sua equipe. Será que os Estados Unidos, contentes com o petróleo e a Embraer, agora querem um Brasil-satélite que volte a funcionar?

Com informações do 247.