Austrália pode ser 1º país a eliminar câncer de colo de útero


Foto: Pan American Health Organization

A Austrália poderá se tornar o primeiro país a eliminar o câncer do colo do útero. O motivo é a alta adesão à vacina contra o HPV.

Depois dela, a taxa de infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV), que causa 99,9% de todo o câncer cervical, caiu de 22,7% para 1,1% das mulheres australianas jovens.

As descobertas foram publicadas no Journal of Infectious Diseases, para a emoção da comunidade médica.

 

Pesquisadores da International Papillomavirus Society (IPVS) lançaram uma declaração no último domingo dizendo que eles acreditam que a Austrália se tornará o primeiro país do mundo a vencer o HPV e o câncer cervical.

A professora Suzanne Garland, do Royal Women’s Hospital e da Universidade de Melbourne, disse:

“Estamos prevendo que nos próximos 30/40 anos, as taxas de câncer cervical cairão em torno dos 1.000 casos por ano na Austrália para apenas alguns.

“Nosso programa nacional de vacinação contra HPV para meninos e meninas, combinado com nossa seleção de população de câncer cervical, significa que estamos bem posicionados para ser o primeiro país a efetivamente acabar com esse câncer mortal”, acrescentou.