Anunciado o racha da esquerda: Cid Gomes, irmão de Ciro, diz que não haverá aliança com PT em 2022


“Para mim, é muito claro que o PT tem hoje um antagonismo muito forte no Brasil e devia seguir o exemplo da Argentina”, afirmou o senador Cid Gomes (PDT-CE) ao afastar a possibilidade de a sua legenda fazer uma coligação com o Partido dos Trabalhadores em 2022. O foco dos Gomes é a candidatura de Ciro.

Cid Gomes é alvo de ação de improbidade por compra de helicópteros

DO 247

“É hora de dar um passo para trás para que pelo menos se tenha um governo no campo progressista. Se eles tiverem essa posição de serem os protagonistas, vão sofrer de novo”, afirmou o parlamentar ao site Congresso em Foco.

 

O senador fez elogios ao governador do Ceará, Camilo Santana (PT), que intermediou o encontro entre Lula e Ciro. “Sem dúvida é uma pessoa que proximidade com os dois lados, tem um estilo pessoal diferente da média da burocracia petista, tanto é que muitas vezes é estigmatizado pela burocracia petista”, complementou.