Alberli: Quero contribuir muito por Maracás e dar continuidade ao trabalho importante que o meu pai prestava a alguns anos atrás


Por Walter Salles: Alberli vem tentando pela terceira vez se eleger como vereador em Maracás para dar segmento ao trabalho que o seu pai Albérico Cunha prestou durante muito tempo na cidade, principalmente durante oito anos que ele atuou como vereador. Em conversa com o candidato a uma cadeira do legislativo maracaense, ele tem falado dos seus sonhos e projetos para Maracás se desenvolver e a população ter uma melhor qualidade de vida. Leiam a entrevista a seguir.

“Quero agradecer a Deus em primeiro lugar e ao Café com Leite, na pessoa de Walter Salles por me ceder este espaço.

Quero também, saudar a todos os leitores Maracaenses. Aliás, aproveito para mandar aqui o meu abraço para cada um maracaense e dizer que carrego uma alegria grande em dividir o espaço com todos  nessa maravilhosa cidade que nasci e me criei. Costumo dizer que o que Maracás tem de melhor é a sua gente.

Quem é esse candidato que já  tenta pela terceira vez ser vereador na cidade de Maracás?

Bom, sou Alberli, fruto de uma família política, meu avô Gersínio dos Anjos foi vereador de Maracás por mais de 40 anos. Meu pai, Albérico Silva, também foi vereador por 8 anos. Além deles, possuo primos, padrinho e outros parentes que ocuparam cargos políticos, portanto creio que minha vocação está no sangue, ou seja, é hereditária. Por este motivo, continuo com a minha busca pelo sonho de ser vereador e dar continuidade ao trabalho executado pelo meu pai
durante sua gestão na Câmara. Os meus projetos, como citado, estão focados no esporte, no social, na cultura e na educação. Esporte e Cultura geram renda, união, sociabilidade para o município e seus residentes. Não posso esquecer de mencionar o impacto do Coronavírus na economia. Com o advento do vírus, muitos feirantes, comerciantes e empresários sentiram o impacto financeiro. É muito importante que os gestores e políticos pensem em saídas para auxiliar o povo que foi fortemente atingido durante a quarentena com incentivos fiscais, promovendo eventos e alternativas para a crise.
Creio que a Câmara de Vereadores precisa de renovação, novos nomes, novos projetos. Principalmente devido à constatação de que muitos vereadores atualmente em posse dos seus mandatos não trabalham em benefício do povo.


No seu ponto de vista, o que Maracás precisa para realmente deixar de patinar e seguir em frente orgulhando seus moradores?

Para alavancar Maracás, investimentos em Educação como, por exemplo, um projeto de parceria com o SENAI/ SENAC ou outros órgãos que proporcionem cursos profissionalizantes para a população a baixo ou nenhum custo é uma excelente forma de gerar uma base econômica para cidade. Digo isso, pois quando a mineradora veio a Maracás, ela precisou de muita mão de obra especializada e, como a cidade tinha carência desses profissionais, a empresa teve que contratar
pessoas de outros municípios. Com educação de qualidade e cursos profissionalizantes, as pessoas da cidade têm mais oportunidades de crescimento pessoal e de solidificação na carreira. Cursos técnicos, além de promoverem as habilidades dos cidadãos em um tempo não muito extenso, auxiliam jovens e adultos de todas as idades. Além da educação, creio que os projetos voltados para inclusão de crianças e jovens carentes através do esporte e cultura são pautas para minha futura gestão. Atividades culturais, como encontros de antigomobilismo, cinema na praça, shows e o nosso querido São João também correspondem a grandes atrativos e são excelentes formas de trazer para Maracás fontes de renda complementares.

A rádio de Maracás foi fundada pelo saudoso Albérico. No setor e esportes ele foi o diferencial o que fez o estádio da cidade levar o seu nome

Como você vê o povo de Maracás?

Vejo o povo de Maracás muito batalhador, mas muito sofredor também, principalmente a classe mais carente. Como disse na pergunta anterior, sinto que há uma grande lacuna na parte de Educação e oportunidade de trabalho, já que as oportunidades de trabalho estão diretamente ligadas à base educacional. A população, apesar de ser necessitada, é rica em bondade e carisma. Maracás é super acolhedora não só com quem vem de fora, mas há uma união entre a população.

Realmente houve em Maracás uma decaída num dos itens de grande importância, que é o Esporte, por isso eu quero
revitalizar um dos projetos do meu pai, que visava apoio às atividades esportivas. Como uma das pautas do meu projeto de campanha, acredito muito no esporte não apenas pelo seu caráter agregador, mas pela possibilidade de gerar renda e
oportunidade para jovens e adolescentes. Creio, também, que qualquer prática de atividade física tem o caráter preventivo de doenças. não é àtoa que nasceu o adjetivo ‘esporte é vida’ e realmente é. Campeonatos de futebol, de artes marciais; encontros de bicicletas, de motocicletas e outras tantas modalidades, além de atraírem pessoas de outros municípios, trazem renda e trabalhos diretos e indiretos para Maracás.

E a classe mais idosa de Maracás, você pensa numa atenção especial para os bons velhinhos e boas velhinhas?

Claro que sim. Os idosos também serão contemplados com projetos de atividades semanais, além da implementação das academias ao ar livre, que além de proporcionarem sociabilidade, aumentam o sentimento de bem-estar e melhoram a saúde física e mental dos mesmos. Precisamos cuidar dos nossos idosos, pois muitos deles vivem ociosos e solitários. Pontuo isso de forma bem enfática, pois não podemos esquecer que o esporte vai para muito além do futebol. Apesar de sabermos que ele  [o futebol] é a paixão nacional, sabemos também que outras modalidades que também sofrem carência em Maracás há décadas, é preciso que haja o resgate e essa é uma das minhas bandeiras, onde há modalidades sem dúvidas que vão servir diretamente a galera da terceira idade. Finalizou Alberli, respondendo assim algumas perguntas pelo Café com Leite Notícias.

O candidato vem demonstrando muita vontade de contribuir com o crescimento de Maracás. Cabe ao eleitor analisar as propostas. Como ele mesmo disse, o dever do vereador é trabalhar muito para que nem só o eleitor, mas  todo povo da cidade se sinta bem representado.

A equipe do Café com Leite deseja boa sorte para Alberli, que é filho do saudoso Albérico Cunha, figura que deixou a sua marca positiva em Maracás.