Adiamento do HC sobre Lula tem cheiro de manobra


Resultado de imagem para foto de gilmar mendes

Quando o Lula ia dar uma entrevista para a Folha de São Paulo, logo veio as manobras e a proibição, por temer que o Haddad pudesse ganhar as eleições. Então por esse motivo, exclusivamente por esse motivo, foi proibida a entrevista. Só que o brasileiro que vive manipulado, jamais iria saber caso não estourasse agora o vazamento. E agora, o que pode estar por trás desta manobra de adiamento de rever o HC? O que está por trás da mídia manipuladora que já se colocou na posição de defender o Moro? E os militares que já avisaram que vão partir pra defesa do Moro? Muito estranho essas coincidências, mas é assim que as coisas vão seguindo, construindo estradas não existentes para defender o que deveria ser punido, dentro do conteúdo das gravações. São valores trocados. E assim o Brasil vai seguindo com bandidos que saqueiam os cofres públicos soltos, por serem amigos, enquanto, sem provas de crime, outros vão ficando na cadeia. Até quando? até 2023 ou 2027?

Mas a coisa é muito mais grave que se possa imaginar. Por exemplo, o conteúdo da conversa gravada está só começando a ser divulgada. Caso chegue ao entender do Judiciário que a prisão do ex-presidente Lula foi só para que ele não concorresse as eleições, pois a vitória era certa, aí, nem só o Lula será solto, como também as eleições de outubro do ano passado será anulada. Como disse o Mendes [Gilmar], o novelo está só começando a desenrolar, vamos esperar para vê o que vem por aí. Até aqui Café com leite Notícias.

No ponto de vista do DCM, a declaração de Gilmar Mendes de que o habeas corpus de Lula será julgado no dia 25 e não hoje, como estava programado, tem cheiro de manobra.

O fundamento do HC é a parcialidade de Moro, invocada pela defesa de Lula como motivo para anular o processo sobre o triplex e, em consequência, devolver a liberdade a Lula.

É que, depois dessa sessão, assumirá a presidência da segunda turma do STF Cármen Lúcia. Quando ela era presidente do STF, sentou em cima da ação sobre a prisão a partir de decisão de segunda instância, com o argumento de que o resultado poderia beneficiar Lula.

Se votado o HC, a indicação é que seria aprovado.

Curiosamente, será votado hoje um HC na segunda turma que trata do mesmo tema, a prisão a partir de decisão da segunda instância.

Se concedido o HC, Lula poderá ser solto.

É que o HC coletivo, que não foi apresentado pela defesa de Lula, trata da súmula do TRF-4 que torna automática a prisão a partir de condenação por um tribunal.

O entendimento dos advogados é que deveria ser analisado caso a caso.

Sobre o HC apresentado pela defesa de Lula, Gilmar Mendes disse entender que o adiamento se justifica.

“Vamos aguardar. Tem vazamentos, estão anunciando novos vazamentos, então vamos aguardar”, disse.

Com informações do DCM