MARACÁS: Acidente de moto sem vítimas fatais, ainda bem, por Walter Salles


 

 

Café com Leite Notícias- O leitor deve perguntar, mas se foi um “acidentezinho” tolo para que ir para blog? “O povo quer ver bagaceira, isso é que dá audiência”! É o que dizem muitos leitores e até blogueiros, o que não deixa de ser uma verdade.

A gente do Café com Leite tem um cuidado para não abusar do sensacionalismo, pois assim como político corrupto que torce para o seu adversário não realizar uma boa administração, pois sabe que assim ele tem chance de voltar, é também quando um blogueiro sanguinário vai cobrir um acidente. “quanto pior melhor”. Graças a Deus, neste acidente que ocorreu na Rua Barão do Rio Branco, na manhã de chuva fina desta sexta feira 16 não foi tão grave, porém, a enfermeira Pat, a acidentada, gritava muito de dor em um dos seus ombros, mas ao que tudo indicava, houve algo, tipo um deslocamento.

Na verdade, dois pontos fundamentais chamaram a atenção para escrever esta matéria. Um é que ao cair uma chuva fina, logo no comecinho, é preciso muito cuidado, pois as ruas, principalmente de paralelepípedo, ficam muito escorregadias, (igual quiabo) como se diz, o que requer cuidado. A Pat foi infeliz, pois o cuidado não foi suficiente para evitar o acidente causado por uma derrapagem, como disseram, mas ao mesmo tempo eliz por não ser um acidente grave o até fatal, pois uma moto é uma arma. O outro ponto, é que quando acontece um acidente ou qualquer outro problema de saúde numa família, ao solicitar a SAMU a burocracia é muito grande. Nesse caso de Pat, quem solicitou foi o ex-vereador e Pastor Sidney, que disse à nossa reportagem que a atendente da SAMU estava temendo ser trote. Ele vendo a moça gritando no chão, disse: “a moça está gritando de dor aqui na minha frente e vocês ainda perguntam se é trote”? Foi então que chegou a equipe, que não tem culpa, pois certamente são orientados para muitas perguntas, mas acontece que, a depender da gravidade do problema da pessoa, o tempo tem que ser aproveitado em cada segundo. Antigamente esse risco era maior, pois faziam ligações de telefones públicos. Mas hoje fica mais fácil de pegar um irresponsável desse, pois certamente ele vai ligar de celular. No caso de ligações com número privado, aí sim cabe uma desconfiança e a atendente pode pedir para que a pessoa ligue para que ela possa identifica-lo. O certo é entre uma dúvida e outra, optar por salvar a vida.

Quem atendeu Pat neste acidente foram Sandro e Carla, onde mostrou o seu profissionalismo e cuidado com a vítima. Parabéns pra ambos.

O grande barato que acontece em Maracás, é a solidariedade da população e profissionais em geral. Dava pra perceber em cada um a vontade de ajudar, a tristeza na face, onde chegou uma amiga da Pat chorando, temendo ter acontecido algo mais grave, ali o Pastor Sidney já chegou lhe informando que foi algo sem perigo; já chegou por ali uma viatura da Polícia Militar, onde os policiais já começaram a controlar o trânsito e assim tudo foi resolvido e Pat se recupera. Que Deus abençoe a todos e nos dê vida e saúde para continuar morando e tendo a simpatia deste povo bom de Maracás.