Empresa de serviço ambiental chama atenção por contrato de R$ 76 mi com a Prefeitura


Apesar de se apresentar como uma empresa “de referência em prestação de serviços ambientais”, não foi através deste segmento que a instituição venceu uma licitação do Município

[Empresa de serviço ambiental chama atenção por contrato de R$ 76 mi com a Prefeitura ]

 

A relação entre a Prefeitura de Salvador e a Viverde Serviços Ambientais tem chamado a atenção. Apesar de se apresentar como uma empresa “de referência em prestação de serviços ambientais”, não foi através deste segmento que a instituição venceu uma licitação do Município com valor global de mais de R$ 76 milhões.

De acordo com publicação no Diário Oficial do Município de 16 de maio, a Viverde conseguiu um segundo aditivo no contrato para prestar serviço de “apoio administrativo aos diversos órgãos da administração direta e indireta do Município de Salvador por mais 12 meses” — o que trouxe mais mistério à história.

O responsável pela Viverde, Alcicleide Costa, confirmou que a questão ambiental estampada no nome da empresa deixou de ser o carro-chefe dos serviços, mas negou qualquer irregularidade do contrato.

“O que eu menos faço é o serviço ambiental”

De acordo com o responsável pela empresa, o contrato firmado com a gestão municipal prevê a locação de mão de obra para algumas das principais secretarias. “Para a prefeitura, temos um contrato de serviço de apoio operacional. Hoje, o que eu menos faço, é o serviço ambiental. Meus contratos são todos na área de mão de obra”, ressaltou.

Semge permanece calada

Questionada pelo Jornal da Metrópole, a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) reafirmou o valor do contrato firmado e esclareceu que a Viverde atua há três anos nas secretarias municipais. “A empresa participou de Pregão Eletrônico”, explicou em nota. Com informação do Metrô1.