“A MAMATA ACABOU”: FRASE DO PRESIDENTE QUE INSISTE EM CONVENCER OS BOLSONARISTAS, DE QUE AGORA É DIFERENTE: POR WALTER SALLES


Este país possui grandes riquezas naturais, mas aos poucos outros países estão tomando conta

Café com Leite: De fato, está tudo diferente mesmo, o Brasil mudou! Pois o que vem predominando é o falatório do Guedes, de outros ministros e do próprio presidente. Cadê o Gás de cozinha que logo no começo do governo o ministro Guedes falou que “dentro de quatro meses a dona de casa vai comprar o gás de cozinha pela metade do preço”! Aconteceu? Cadê aquele cheque simbólico de 30 bilhões que o Eduardo Bolsonaro expôs, dizendo que o Brasil acabava de conseguir 30 bilhões de um investidor internacional? Aconteceu? E por aí vai levando, mas, até quando? Quando se fala que a “mamata acabou”, fica a pergunta sobre as reservas que estão sendo vendidas, como já aconteceu com 37 bilhões de dólares dos 377 bilhões que o governo do PT deixou de reserva internacional, além de pagar a dívida externa que se arrastava desde os militares no poder. Por que o povo não questiona o por que de vender as reservas, além de vender também patrimônios que pertencem ao Brasil e brasileiros? O orgulho de dizermos que o Brasil produz os aviões mais sofisticados do mundo é coisa do passado. Era até entrar o presidente atual e vender a Embraer a preço de bananas pros EUA, em decorrência da paixão desenfreada do presidente brasileiro pelo atual presidente americano. São muitas coisas que irão prejudicar drasticamente os brasileiros, que vêm acontecendo no país. A entrega do domínio do petróleo para a Shell, dando 23 anos de isenção de impostos, que começou no governo do Temer, porém com permissão maciça do PSL na época, isso sim é corrupção em alta escala que quebra realmente o país; depois vem o fatiamento do Pré Sal, onde muitos nem tiveram interesse, parecendo que desconfiaram do presente que era grande demais; São muitas coisas que estão acontecendo negativamente, que até o subsolo brasileiro vai terminar sendo vendido, a Casa da Moeda e muitas coisas mais. Ou seja: o Brasil vai virar colônia e o povo brasileiro escravos de outros países no seu próprio país.

Dentre os perigos de o Brasil virar uma colônia americana, as vendas das riquezas que dão soberania ao país, estão na frente e sinalizam um futuro obscuro para Brasil e brasileiros, como já foi dito.

Não se pode negar que houve corrupção nos governos petistas. Mas a pergunta é: e qual governo não teve corrupção? Mas a diferença é no modelo de praticar a corrupção. Quer explicação? Vamos lá. Assim como em qualquer cidade, por menor que seja e que tenha o prefeito mais honesto que já foi eleito, ali vai haver corrupção, não com o chefe do executivo envolvido, mas sim com pessoas de cargos de confiança, pelo menos em boa parte. Da pacata cidade para a presidência do Brasil não muda nada. O secretário da cidade pequena é o ministro do governo federal e outros cargos também se assemelham.

(Também a mídia brasileira serve à direita. Hoje nada de errado é criticado pela TV aberta. Todos se calam porque todos são serventes do governo federal. Se entrar a esquerda novamente, aí sim, até uma caneta que sumir de uma mesa no Planalto vai ser noticiada como roubo de canetas. Infelizmente boa parte do povo brasileiro não tem esse conhecimento e deixa a face ficar quadrada em frente a TV, acreditando e ficando mal informado. O Brasil tem, na atualidade, a pior mídia do mundo, em se tratando de mídia aberta, por ser servente de um governo que faz o que faz e se calam).

O agravante é a diferença entre corrupção de menor escala, ou seja: escalas mirins, se comparando com a  grande escala, que são as vendas, as negociações, sendo muitas delas em portas fechadas, como foi o caso da BR Distribuidora que a negociação começou ainda em campanha.

É muito fácil de se entender. Por exemplo: se você tem uma loja de roupas e quem toma conta é uma funcionária muito competente, que sabe tratar os clientes bem, sabe fazer pedidos certinho, sabe controlar tudo e até te faz ficar ausente por alguns dias sem se preocupar, certamente a sua loja vai crescer e mais tarde será ampliada. Mas vai que você descobre que essa sua funcionária de vez em quando leva pra casa uma peça de roupa que ela achou linda!! Seria melhor que não levasse, mas, no entanto, aquilo não vai quebrar a sua loja, mas sim, continuar crescendo e seria melhor você só ligar o pisca alerta, mas não demitir a sua funcionária. Mas se ela fosse das que praticam corrupção em alta escala, dando uma de santa e vendesse parte da loja, sacar dinheiro da reserva para compra de mercadoria de reposição, vender equipamento que pertence à loja e outros rombos, certamente você  ficaria na lona.

Não tem como governar um município sem haver o mínimo de corrupção, pois esse país, é triste dizer isso, mas é conhecido no mundo como o país da corrupção, onde, pasmem, mas, como disse um poeta, “os honestos terão dificuldade de viver nesse país num futuro próximo” esse futuro chegou.

Mas continuando a falar sobre o país e a loja, se começa a vender patrimônios sabe-se lá por quanto e de quebra ainda corta direitos dos mais pobres, certamente como aconteceria com o dono da loja, caso a sua funcionária começasse a vender as mercadorias da loja para outras lojas, vai pra lona , vai virar colônia, vai escravizar seu povo, vai voltar para o FMI. Fato é fato e morreu bola sete.

Walter Salles é fundador da Agência de Notícia Café com Leite impresso e digital, que desde 1989 vem espalhando notícias pela Bahia, pelo Brasil e, agora no mundo todo através da tecnologia digital.