Átila Iamarino desabafa nas redes e diz que Brasil vai sumir do mapa do turismo em razão do descaso com a Covid-19


O biólogo afirma que o País será duramente punido por não tratar com seriedade a pandemia do coronavírus, que já matou mais de 101 mil brasileiros.

Indignado com as mais de 101 mil mortes por coronavírus no Brasil, o biólogo Átila Iamarino postou uma sequência de tweets em que lamentou o descaso governamental e previu que o Brasil será riscado do mapa do turismo mundial, por não lidar com seriedade com a pandemia. “Pode atacar, distorcer falas, postar quantos morrem disso ou daquilo por ano, quantos morreram em pandemia passadas… Nada disso vai fazer 100 mil brasileiros voltarem à vida ou mil brasileiros deixarem de morrer de COVID POR DIA. Essa realidade é cruel demais pra esconder”, escreveu.

“Não é aquecimento global, onde causa e efeito tem décadas e quilômetros de distância. É a realidade implacável de gente morrendo todo dia. Tática de internet não muda essa realidade. E nos colocamos em um buraco pandêmico que vai durar muito. E essa vergonha do BR é pública. Por vergonha pública do Brasil, falo do como o mundo nos julga. Depois da SARS em 2003, a China foi especialmente punida por esconder os casos, mas a Ásia toda perdeu 70% do turismo ou mais. Mesmo países que não tiveram casos. Vamos sumir do mapa”, previu.

“E é uma via de duas mãos, não vão visitar o Brasil, nem receber brasileiros. A Irlanda, um dos últimos países da Europa a receber americanos, já tá cogitando parar”, escreveu ainda o biólogo.

Fonte 247